AMPLIFICADOR GRADIENTE MODEL 360. UM BOM AMPLIFICADOR OU ULTRAPASSADO E OBSOLETO?

Discussão em 'Amplificadores, Prés e Integrados' iniciada por Professor Heitor, 13 Abr 2012.

  1. Professor Heitor

    Professor Heitor Usuário

    Desde:
    4 Abr 2012
    Mensagens:
    300
    Obrigados:
    1
    Troféus:
    18
    Localização:
    São Paulo/SP/BR
    Caros Amigos.
    Recentemente fiz algumas indagações aos integrantes do HT Forum, sobre qual amplificador utilizar.
    Argumentei entre outras coisa, que minha profissão de professor da rede pública de São Paulo, não me permite grandes investimentos. Como sou fascinado por música e, claro, pela boa qualidade de audição delas, tenho que me virar com parcos recursos!
    Tenho um Pioneer A-405, como um A-302. Não satisfeito adquiri um Model 246 (acho que deveria ter comprado o 366!) e um Model 360 que veio detonado e destruído com chiados, potenciômetros derrubados, painel riscado, enfim, coisas de Mercado Livre,. que ao mesmo tempo que tem gente muito boa e honesta, ultimamente, tenho tido grandes decepções com os novos integrantes! Para se ter uma ideia os últimos seis últimos negócios que fiz lá, excetuando-se o 246, que já sabia de antemão estar com problemas, os demais seus problemas foram omitidos pelos vendedores, embora, alguns se comprometeram a me ressarcir, ao menos em parte, meus prejuízos!
    Mas vamos lá. Esse 360. Consigo deixá-lo com uma sonoridade igual ao 246?
    Como faço para otimizar seu funcionamento e deixá-lo com um som tão agradável como o 246, no mínimo, ou ao 366 que seria o ideal?
    Alguns não gostam desse amplificador, outros afirmam ele ser igual ao 366, porém, mais resistente. Qual a sua opinião?
    Veja, vocês podem perceber que preciso deixar tudo com um som, ao menos agradável, com o mínimo de grana, até mesmo porque não posso dispender de mais. Será que seria negócio vender boa parte desses equipamentos e comprar o 366 inteiro, ou mesmo um outro 360, ou até mesmo, outro equipamento?
    Me ofereceram, creio o Hanna, adquirir um equipamento mais moderno mas, as caixas que possuo e gosto, por conta de sua resposta de freqüência (20 hz à 25 khz), não suportariam um equipamento moderno do ponto de vista de sonoridade e teria que investir ainda mais em caixas! Mesmo porque, mesmo com o Pioneer, o som não está ruim, mas, percebi, com o 246 ficou BEM melhor!
    Cada vez, minhas dúvidas aumentam!
    Ainda bem!
    Grato!
    Heitor
     
  2. Ron250

    Ron250 Usuário

    Desde:
    15 Abr 2012
    Mensagens:
    17
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    Sao Paulo/SP/Brasil
    Olá! Em termos de projeto, esses amplificadores da Gradiente que você citou sào semelhantes, embora não idênticos (246, 366 e o 360). São amplificadores clássicos discretos (sem uso de circuito integrado) classe AB muito bem construídos (pouco ganho em malha aberta, baixa taxa de realimentação negativa e tal). Do ponto de vista de qualidade de áudio acho difícil notar a diferença entre eles. O ponto principal é que esses amplificadores terão hoje em torno de 30 anos. Assim, toda a parte mecânica estará num estado ruim (potenciometros, chaves e conectores). Quanto à compatibilidade de caixas e amplificadores, o ponto importante é a potência e nada mais. Resposta em frequência não causa nenhum tipo de incompatibilidade. Assim, se encontrar um amplificador mais novo, pode utilizá-lo sempre problemas. Aliás, o amplificador na cadeia de som é o que menos influencia o som final. A parte de transdutores sim influenciam e muito (capsulas dos toca-discos, cabeças dos gravadores, microfones e claro os alto-falantes).
     
  3. Renato Wolff

    Renato Wolff Usuário

    Desde:
    14 Out 2010
    Mensagens:
    95
    Obrigados:
    3
    Troféus:
    8
    Localização:
    Rio Branco-AC BR
    Prezado Professor Heitor

    Permita-me deixar aqui minha modesta contibuição para o seu caso.

    Conheço bem o Gradiente 366. Já tive um, nos anos 80 e inicio dos 90. Um som potente, detalhado e aveludado, sem dúvida um grande prazer.
    Mas o tempo passa e os equipamentos sentem o desgaste. Já sofri bastante tentando obter bom desempenho de equipamentos vintage, e sei que é uma coisa dificil e até meio decepcionante às vezes. É possivel, desque se tenha acesso à equipamentos de procedência, mas isto é muito raro e normalmente caro também. Quem guardou um equipamento em excelente estado, normalmente não vende.

    Quero então te sugerir uma opção atual, um equipamento meio desprezado aqui no Brasil varonil, porém adorado nos EUA e Europa, onde se dá valor ao Quality for Money, que nós chamamos de custo beneficio, e que nós que temos um orçamento apertado, sabemos bem como é não?
    O equipamento em questão é o Harman Kardon HK-3490. Trata-se de um receiver estéreo que custa pouco mais de R$ 1.000,00 e que hoje é a melhor forma de ter um bom som gastando pouco. Ele vai acordar as suas caixas com muita corrente, potencia suficiente para te deixar feliz e um detalhamento muito bom PARA A SUA CLASSE. Claro que existe coisa melhor, mais detalhada, mais refinada, mais potente... Mas com pouca grana, este é o cara!

    Falo porque uso um, e deixo claro que não estou vendendo nada e nem ganho comissão de ninguém.

    Forte abraço
    Renato
     
  4. Professor Heitor

    Professor Heitor Usuário

    Desde:
    4 Abr 2012
    Mensagens:
    300
    Obrigados:
    1
    Troféus:
    18
    Localização:
    São Paulo/SP/BR
    Caro Renato.
    Antes de mais nada, gostaria de agradecer a atenção dispensada.
    Tenha certeza, além de minhas dúvidas e anseios, coloquei este post no intuito de discutir mesmo! Que atenda não só aos meus, mas aos questionamentos de outras pessoas e que, pessoas como você, que tem esse Saber, nos ajude nessa empreitada de ouvir boa música com qualidade, porém, com pouca grana. Difícil, né?
    Excelente semana!
    Heitor
     
  5. Tcarlos

    Tcarlos Usuário

    Desde:
    9 Jul 2009
    Mensagens:
    180
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    São Paulo - SP - Brasil
    "...nos ajude nessa empreitada de ouvir boa música com qualidade, porém, com pouca grana. Difícil, né.....?

    Professor Heitor,
    Olá!

    Você está no caminho certo e creio que já está usufruindo de boa música, já a música com qualidade isso não tem fim, estou relatando aqui algo que é muito semelhante ao que ocorre contigo hoje. Quando iniciei esta busca foi exatamente com um Gradiente 246, alternei com caixa Lando e JBL, foi um espetáculo!!!!, digo com certeza que nessse ponto em com alguns acertos já ouvia boa música e com qualidade, só que como costumo dizer esse up que fazemos nos equipamentos vão ocorrer mais lentamente com nossa percepção e então seu ouvidos estarão prontos p/ mais um upgrade e foi justamente com o HK3490 que o colega Renato menciona, que dei mais um salto na qualidade.
    Sem dúvida a grana nos "dá" o tempo certo p/ o upgrade, embora o HK3490 tivesse sido uma excelente aquisição, não era um amplificador integrado e inevitavelmente parti p/ o amplificador integrado por um valor bem próximo do HK3490, por isso diria à vc. para avaliar além do HK 3490 a compra de um amplificador integrado, aqui mesmo nos classificados aparecem oportunidades. Os amplificadores Marantz de entrada seriam uma excelente opção.
    Abs.
    Tiberio
     
  6. Radames

    Radames Usuário

    Desde:
    18 Nov 2010
    Mensagens:
    380
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    16
    Localização:
    Uberaba, MG
    Recentemente me surgiu um questionamento similar ao do Professor Heitor.
    Ganhei um Model 360 em bom estado de um tio-avô, mas também como o Heitor e estou pensando em dar uma repaginada neste amplificador. Como o model 360 possui um projeto muito bom mas, talvez em decorrência da idade, não possui tanto detalhamento e dinâmica. Isso alguns amplificadores novos e de custo convidativo entregam razoavelmente bem.
    Então complementando a primeira pergunta do Professor Heitor; será que uma repaginada no amplificador que envolva troca de capacitores, limpeza de chaves e potenciômetro, troca de parte do cabeamento interno por alguns de melhor qualidade, cabo de alimentaçao e outros "upgrades" não fariam com que o Model 360 talvez soasse como amplificadores de 4 a 5k?
    Entendo que talvez o custo dessa repaginada possa acabar um pouco cara, mas será que não compensa?
    Gosto mais do visual de alguns vintages do que essas coisas modernosas com design "clean", eles ficam lindos no rack rsrsrsrsrs

    abraço,

    Radamés
     
  7. Professor Heitor

    Professor Heitor Usuário

    Desde:
    4 Abr 2012
    Mensagens:
    300
    Obrigados:
    1
    Troféus:
    18
    Localização:
    São Paulo/SP/BR
    Antes de mais nada, concordo com a citação. Nenhum equipamento será bom, se a música não for de qualidade!
    Meu caro, o 360 está quase pronto. só que agora, nos "finalmentes", como diria Odorico Paraguaçu, o Mauro disse-me que apareceu uma oscilação, não audível, mas no osciloscópio, provavelmente, oriunda de algum cabo. Mas está ficando lindo! Por outro lado, o Agnaldo está restaurando o painel. Como vou ficar com esse equipamento, deverá ficar na cor grafite. Confio no trabalho dele!
    O problema é que tenho um 246 nas "mãos" do José Carlos (de Santos), restaurado esse, nem imagino o que farei!. Por ora, vou testar o pré do 360 com o amplificador do 246. Vamos ver o que acontece!
    Mas a decisão somente quando esses aparelhos estiverem prontos. O 360, provável, na semana vindoura. Já o 246 só no final do mês!
    Um abraço e obrigado pelas dicas!!
    Heitor
     
  8. fjazzlover

    fjazzlover Usuário

    Desde:
    1 Set 2009
    Mensagens:
    418
    Obrigados:
    17
    Troféus:
    18
    Localização:
    são paulo
    Se quiser um som de qualidade e sem gastar muito, compre um t-amp baseado no chip tk2050, como por exemplo o Muse DT50a que pode ser encontrado no e-bay por 99 dólares. vai dar um banho em todos os Harman kardon da vida...
     
  9. Russo

    Russo LoucoporSom

    Desde:
    31 Mai 2002
    Mensagens:
    5.587
    Obrigados:
    11
    Troféus:
    38
    Localização:
    Campinas - SP
    Caro Professor, boa noite.

    Como o amigo citou acima, esses T-Amp são realmente algo fora do comum em termos de custo/beneficio. Além do meu integrado principal (um Primare i20) tenho um Topping TP20 MK II de apenas 20W/ch que com um par de caixas de boa sensibilidade e uma fonte razoável pode deixar qualquer um que goste de música de boa qualidade com um sorriso bobo no rosto por muito tempo. Simplesmente uma delícia de se ouvir. Excelentes detalhamento, palco e ambiência além das vozes ficarem limpas e aveludadas como nos bons valvulados.

    Se gosta de equipamentos mais tradicionais, minha dica seria o integrado Rega Brio que o amigo Ronaldo estava vendendo, mas este já tem um feliz novo proprietário.
    Então sobrou este aqui que a meu ver poderia deixá-lo feliz por muito tempo.

    http://www.htforum.com/vb/showthread.php/188075-Integrado-Rega-Mira?p=4096223#post4096223

    Sei o que passa, pois com orçamente sempre apertado (assalariado é fogo) consegui montar meu estéreo ao longo de vários anos e a coisa é complicada, mas quando a gente começa a ouvir vários sistemas o "bichinho" pega a gente direitinho. He, he, he...

    De uma coisa pode ter certeza. Tudo é uma questão de referência. Quanto mais sistemas for ouvindo e de vários níveis, poderá montar seu sistema "virtual", ou seja, consegue visualizar algo onde queira e possa chegar agradando seus ouvidos e sem deixar um rombo no seu bolso.

    Boa sorte e um abraço,
     
    #9    
  10. Radames

    Radames Usuário

    Desde:
    18 Nov 2010
    Mensagens:
    380
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    16
    Localização:
    Uberaba, MG
    Jazzlover, valeu pela resposta mas acho que fugimos um pouco do foco.
    O Prof. Paulo está inclusive restaurando duas peças que conseguirão demonstrar as melhoras que podem ocorrer depois de uma repaginada.
    O lance é entender até onde pode ir a qualidade de áudio dos gradiente melhorados. Dependendo do feedback do Prof. Heitor vou fazer as alterações no meu também. Cabo de alimentação novo, capacitores nichikon (ou outra boa marca) novos bornes de caixa e por aí vai...
    Se o honorável Professor trouxer boas novas sobre seu upgrade mais uma empreitada virá...

    Abração!
     
  11. Professor Heitor

    Professor Heitor Usuário

    Desde:
    4 Abr 2012
    Mensagens:
    300
    Obrigados:
    1
    Troféus:
    18
    Localização:
    São Paulo/SP/BR
    Como professor, aprendi que na vida, sempre aprendemos. Costumo dizer que nada ensino a meus alunos, mas que, aprendo, com eles, muito todos os dias!
    Aqui não é diferente. Certamente, hoje, não tenho a menor condição de adquirir os equipamentos propostos ou comentados, porém, mais por não ter a sensatez de aguardar -sou um comprador compulsivo quando se trata de vintages- de que pelo dinheiro em si!
    Mas, o simples fato de colocar-me em contato com vocês está sendo uma experiência incrível e uma fábrica de conhecimento de audiofilia! Ou seria audiofolia?
    E estou aproveitando o máximo essa experiência de, conforme alguém aqui me instruiu, ler, ler, ler. Leon Trotsky já dizia isso! Ler, ler, ler.
    Espero aprender, ainda, bastante e, com isso, mais a frente ter o set de meus sonhos. Mas só o conhecimento adquirido já me basta!
    Grato a todos!
    Heitor
     
  12. Professor Heitor

    Professor Heitor Usuário

    Desde:
    4 Abr 2012
    Mensagens:
    300
    Obrigados:
    1
    Troféus:
    18
    Localização:
    São Paulo/SP/BR
    Caros amigos.
    Embora sem "cara", já que o painel está com o Agnaldo, chegou o M-360. Não gosto do sistema de conexão de caixas dele. É muito perigoso e, se eu resolver mesmo ficar com ele, e acho que vou, vou substituir pelo sistema semelhante ao Pioneer que, inclusive, cabe plug banana!
    Liguei e ficou magnífico! O técnico, Sr. Mauro, deu um up nele. Trocou desde a saída, deu rapidez no sistema elétrico dos transistores e retirou um CI, substituindo-o por um outro sistema de transistores e capacitores, para aliviar o som e descompactá-lo.
    Me lembra muito o som de uma rádio vitrola que tinha (Phillips) estéreo, que acoplada a um conjunto de caixas fabricado por mim com projeto de um amigo, engenheiro de som, elaborada nos defeitos da Jumbo da Gradiente, porém com Woofers da Novik, mids da Bravox e tweeters, se não me engano, Silenium. Som de valvulado, creiam-me!
    Deu um nó Pioneer! Olhem, acho que o Pioneer tem um som agradável, mas, ele, é uma coisa incrível! Aveludado, suave, graves fortíssimos, um agudo leve e excitante! Se precisarem de um outro bom técnico, já temos o Helinho (dependendo de quem cair), o José Carlos e, agora, o Mauro.
    Hoje, passo o feriado aqui com o som ligado, pelo menos, o dia inteiro! (rs)
    Agora, é só esperar o painel e montá-lo!
    Heitor
     
  13. Radames

    Radames Usuário

    Desde:
    18 Nov 2010
    Mensagens:
    380
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    16
    Localização:
    Uberaba, MG
    Prof. Heitor, será que seria muito atrevimento da minha parte em te pedir pra descrever um pouco mais as alterações?
    Como qual marca de capacitores foi usada e mais alguns detalhes que contribuiram na evolução do M360.
    Com suas informações já vou planejando o "upgrade" do meu. Acho que talvez demore um pouco pra chegar às vias de fato pois vou mandar umas caixas pra restauração e isso tem potencial pra ficar caro. Até lá vou colhendo informações...(y)

    Abraço!
     
  14. Professor Heitor

    Professor Heitor Usuário

    Desde:
    4 Abr 2012
    Mensagens:
    300
    Obrigados:
    1
    Troféus:
    18
    Localização:
    São Paulo/SP/BR
    Caro Radamés. Vou providenciar. Só te peço para aguardar uns dias, pois, preciso de tempo para tanto. Mas, com certeza, irei providenciar. Pena não conseguir postar fotos!
    Abraços!
    Heitor
     
  15. Fiori22

    Fiori22 Usuário

    Desde:
    5 Abr 2008
    Mensagens:
    8
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    Florianopolis/SC/Brasil
    Caro Prof. Heitor
    Eu estava lendo alguns artigos do HT Fórum referente a equipamentos vintage e me deparei com seu tópico e não querendo desviar o assunto (cheguei a mandar um e-mail mas não sei se foi,a conexão caia constantemente), em fim gostaria de pedir sua ajuda no meu dilema:
    Eu também não tenho como investir em aparelhos de som Hi End, na verdade meu Hi End é um HAII Gradiente com o seu pré, turner ,.... e um CD NAD e recentemente comprei até umas torres JBL que achei mais adequadas a minha aparelhagem, mas infelizmenteele queimou um dos seus transformadores do HAll e por questões, creio que mais sentimentais, eu pretendo manda-lo para uma manutenção e quem sabe um possívelup grade em peças, mas Deus sabe como é difícilachar alguém com conhecimento e honestidade para isso.
    Gostaria muito que me ajudasse indicando como contatar alguém ( sem qualquer compromisso moral !) com sua passagem por essa área, que me pudesse me ajudar nessa manutenção..


    Abraços
    Vicente
     
  16. Professor Heitor

    Professor Heitor Usuário

    Desde:
    4 Abr 2012
    Mensagens:
    300
    Obrigados:
    1
    Troféus:
    18
    Localização:
    São Paulo/SP/BR
    Caro Vicente. Respondi-lhe o e-mail e, espero, consigamos resolver seu problema. Acho que sim, pois, afinal, existem muitos técnicos bons. Me parece, inclusive, percebendo que está em Floripa que, por aí, tem um bom técnico também! É questão de verificar as postagens mas, caso, queira, tanto o José Carlos, como o Sr. Mauro são excelentes!
     
  17. barriguinha

    barriguinha Curtindo um bom som

    Desde:
    27 Dez 2005
    Mensagens:
    1.455
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    36
    Localização:
    Campinas - SP
    Vicente,tem aí em Floripa o Zé Fosgate,não sei se arruma de tudo,mas powers RF ele é fera.
    Tenta com ele.
    chedid2@msn.com

    Abs.

    André
     
  18. Professor Heitor

    Professor Heitor Usuário

    Desde:
    4 Abr 2012
    Mensagens:
    300
    Obrigados:
    1
    Troféus:
    18
    Localização:
    São Paulo/SP/BR
    Caro Vicente.
    Sim! Lhe respondi e, ainda agora, lembrei-me de mais dois excelentes profissionais do ramo. Tem um outro membro que conseguiu lembrar-se de alguém em sua cidade o que, certamente, facilita sua vida. Mas já enviei, inclusive, o telefone do Mauro e veja se consegue do Helinho Salviatti também!
    Seja com qual deles faça negócio, seus equipamentos estarão em excelentes mãos, tenho certeza!
    Abraços!
    Heitor

    ---------- Mensagem adicionada às 23:45 ---------- Mensagem anterior foi enviada às 23:41 ----------

    Caro Radames.
    Boa noite.
    Não esqueci de seu pedido, não!
    Ocorre que estou meio atarefado com escola, provas, tanto para meus alunos, como para mim também!
    Tão logo resolva isso, mais umas duas semanas, desmonto o equipamento -postei umas fotos no grupo CD Player Sony L-3, e posto as fotos com as modificações, com as peças retiradas, embora ainda vá trocar o trafo dele por um Sony, haja vista que está vibrando muito!
    Abraços e, peço-lhe paciência!
    Heitor
     
  19. Radames

    Radames Usuário

    Desde:
    18 Nov 2010
    Mensagens:
    380
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    16
    Localização:
    Uberaba, MG
    Pode ficar tranquilo, Heitor. Minhas modificações aqui estão um pouco paradas. A placa de som do PC queimou, só a substituição dela já seria um gasto impresvisto, mas como pretendo um dia chegar no hi-fi de verdade resolvi fazer meu primeiro investimento de maior peso.
    Como um bom sistema normalmente é construído com uma peça por vez (principalmente pra quem tem orçamento limitado rsrsrsrsrsrs) resolvi investir em um DAC de bom nível e resolver 2 problemas de uma só vez. Áudio de qualidade no PC e boa conversão D/A para o restante do sistema. O DAC ficaria limitado pelo resto do equipamento, claro, mas com o tempo isso passa rsrsrsrs
    Por esses componentes não serem nada baratos vou ter que protelar o up do gradiente por uns bons meses.
    Então paciência atualmente é o que não me falta hehehehe

    Abraço!
     
  20. JonasDutra

    JonasDutra Usuário

    Desde:
    23 Fev 2006
    Mensagens:
    89
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    Gramado/RS
    Pessoal, aproveitando o tópico sobre o M360.

    Hoje medi a saída dos falantes do meu M360 sem caixa ligada, nem sinal da entrada.

    Com o amplificador desligado, apenas com o cabo de força ligado na luz, mediu 11vac na saída do falante B. Com o amplificador ligado mediu 2vac. No sistema de falantes A não mediu nada de voltagem AC na saída.

    O que isso significa? Creio que deveria ter sido ZERO não?

    Abraços,

    Jonas
     

Compartilhar esta Página