Assistência Técnica ou Troca do Aparelho?

Discussão em 'TVs de Tubo (CRT) e Retroprojeção' iniciada por DWD, 7 Mar 2005.

  1. DWD

    DWD Usuário

    Desde:
    12 Fev 2005
    Mensagens:
    76
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    6
    Localização:
    Paraíso-SP-Brasil
    Eu gostaria que vcs me ajudassem sobre o que fazer em caso de defeito de fabrica do aparelho. Eu posso pedir a substituicao do aparelho ou devo mandar para a assistencia técnica, o que dá dó pois o aparelho é "ZERO"?

    A única assistencia tecnica habilitada para o conserto do aparelho fica a kilometros de distancia e a Tv é muito grande e pesada, posso pedir que o tecnico venha fazer o conserto em casa?
    Obrigado desde já!
     
    #1    
  2. johnnie

    johnnie Usuário

    Desde:
    25 Out 2002
    Mensagens:
    7.880
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    Bahia
    DWD.

    leia o que pode ver feito:

    Cliente não precisa pagar mais

    Agência Estado

    Quando um produto apresenta defeito e a assistência técnica não o conserta no prazo de até 30 dias, o consumidor, aos olhos do Código de Defesa do Consumidor (CDC), passa ter automaticamente o direito de fazer três exigências: a substituição do produto, a restituição da quantia paga, monetariamente atualizada, ou desconto proporcional do preço.

    Mas algumas empresas vêm oferecendo uma quarta opção: a troca do produto com defeito por outro novo, de modelo superior, mediante a complementação do preço. O que à primeira vista pode parecer vantajoso mascara, na verdade, uma “burla” ao CDC.

    A “troca valorizada”, como é conhecida essa prática, quase sempre é oferecida porque o fabricante não dispõe de peças de reposição para para efetuar o reparo.

    Mas o CDC, em seu artigo 32, é claro: “Os fabricantes e importadores deverão assegurar a oferta de componentes e peças de reposição enquanto não cessar a fabricação ou a importação do produto”. Cessada a produção ou a importação, a oferta deverá ser mantida por período razoável de tempo, na forma da lei. “O problema é que a lei não estipulou qual é esse prazo”, afirma João Carlos Scalzilli, presidente da Associação dos Direitos do Consumidor (Proconsumer).

    Mas isso não justifica a oferta da troca valorizada. “O prazo tem de ser compatível à durabilidade do produto. Ou seja: se de uma tevê espera-se que funcione por pelo menos 5 anos, as peças de reposição têm de ser produzidas, ou importadas, por esse período”, explica Adalberto Pasqualotto, conselheiro do Instituto Brasilcon.

    “A empresa até pode oferecer a troca valorizada como opção ao consumidor, mas nunca lhe impor essa condição em razão de não ter peças de reposição”, opina Sonia Cristina Amaro, assistente de Direção do Procon. Assim, a condição é abusiva, vetada pelo CDC.

    PEÇAS INEXISTENTES – Dois anos após a compra, o televisor Philips 28 polegadas, modelo Dwide, tela plana, de Décio Palaro, apresentou defeito na imagem. Mas, ao levá-lo à assistência técnica, o orçamento não pôde ser apresentado, pois o tubo não constava do catálogo de peças do fabricante.

    “A Philips me propôs a troca valorizada, mas não era vantajosa. Até que, depois de muita discussão, acabei aceitando uma nova tevê pagando R$ 1 mil de diferença.” Décio diz que só aceitou a troca valorizada porque, se continuasse insistindo no reparo de sua tevê, teria de brigar na Justiça.

    A Philips explica que a troca valorizada foi criada “para dar a oportunidade ao consumidor de adquirir um produto novo, de tecnologia mais avançada, com 1 ano de garantia”. E, segundo pesquisas de satisfação, os clientes aprovam a opção.

    Em 2003, a 1ªTurma Recursal dos Juizados Especiais Cíveis julgou caso semelhante ao de Décio e considerou abusivo o oferecimento da troca valorizada nas situações em que a substituição do bem com defeito por outro de mesma espécie não é possível, ou se o seu reparo não é feito por falta de peça de reposição (Processo 2000.01.1.098923-0). No entendimento da Justiça, ela só seria aceitável se a empresa provar que o produto não é mais fabricado.

    abraços
     
  3. DWD

    DWD Usuário

    Desde:
    12 Fev 2005
    Mensagens:
    76
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    6
    Localização:
    Paraíso-SP-Brasil
    Muito Obrigado pela resposta, foi muito esclarecedora. (y)

    A Sony disse para mandar para assistencia tecnica ou procurar a loja onde o produto foi comprado. No Ponto Frio, o caso foi analisado, mas eles nao aceitaram a troca do aparelho, disseram para encaminhar para a assistencia tecnica.
     
    #3    
  4. Dady Corrêa

    Dady Corrêa Usuário

    Desde:
    15 Jan 2007
    Mensagens:
    187
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    Rio/RJ/BR
    Comprei minha Philips Ambilight 42" em 24/12/2006. Em meados de 2007 ( seis meses ) deu problema nas cores e foi consertada na garantia. Um ano mais tarde, fóra da garantia, deu problema e teve que voltar a assistencia técnica, R$ 1.200,00 de conserto em set de 2008. Agora, junho de 2009, novamente no conserto, R$ 1.100,00. A Philips fará uma oferta. Qual deve ser o valor idel para troca ?? Alguém sabe me ajudar ou dizer já que uma nova Tv, já Full Hd, hojoe ( não ambilight ) sai por R$ 2.000,00.
    Qual seria o valor justo para deixar minha Tv ambilight de 2 anos e meio e trocar nesta nova ??
    Obrigado.
     

Compartilhar esta Página