Cobalt LTZ 1.4 ou LT 1.8 ? URGENTE!

Discussão em 'Mercado, Marcas e Modelos' iniciada por phantom*, 18 Jun 2013.

  1. phantom*

    phantom* Usuário

    Desde:
    10 Jul 2011
    Mensagens:
    321
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    Campinas
    Oi, pessoal!

    Se o Cobalt LTZ 1.4 sair no mesmo valor do LT 1.8, qual é melhor opção?

    Meu uso é mais urbano e a familia é pequena (criança e bebê). Viajo umas três vezes por ano no máximo, em um raio de aprox. 500 KM.

    Outra consulta: SPIN LT é boa opção, ou melhor ficar no Cobalt mesmo? Li reclamações sobre suspenoa na LT,vencimento precoce de amortecedores, o que pode indicar problema em projeto... mas enfim, as vezes são casos isolados. O bom da Spin é que dificilmente se sofre sequestro relâmpago num carro desse.

    A idéia é um carro que atenda a necessidade com melhor de revenda no futuro.

    Obrigado!
     
  2. Cachacero

    Cachacero Usuário

    Desde:
    19 Jul 2007
    Mensagens:
    583
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    16
    Localização:
    Belo Horizonte - MG - Brasil
    Eu ficaria com o LT 1.8. Mesmo na cidade o maior torque do motor 1.8 vai tornar a condução mais prazerosa sem ter que ficar reduzindo marcha a todo tempo.
    E veja se consegue dar uma esticada no valor, ou negociar bem o LTZ 1.8 Dai você fica com motor mais forte e com os equipamentos do ltz. Boa sorte.
     
  3. daniel1cwb

    daniel1cwb Usuário Muito Ativo

    Desde:
    22 Fev 2011
    Mensagens:
    1.843
    Obrigados:
    44
    Troféus:
    48
    Localização:
    CWB
    Como você tem família, eu iria na Spin - mas tem que ver em qual plataforma esse carro (e o Cobalt) foi construído, se é moderna ou se é uma gambiarra (confesso que não acompanhei mais os lançamentos da GMB, devido a desconfiança que peguei dessa marca, após os crash-tests do Celta e Classic). Mas enfim, pode ser que sejam razoavelmente seguros, e a plataforma pode dar uma dica sobre isso.
     
  4. ms73

    ms73 Usuário Muito Ativo

    Desde:
    22 Jul 2011
    Mensagens:
    8.151
    Obrigados:
    49
    Troféus:
    48
    Localização:
    Porto Alegre/Rio Grande do Sul/Brasil
    Se a cidade for relativamente plana o cobalt 1.4 vai bem, não falta motor, poderá faltar motor em cidades com muitas subidas íngremes ou na estrada, mas se for uma estrada relativamente plana e duplicada o motor 1.4 também daria conta do recado sem problemas.
     
    #4    
  5. moraesvt

    moraesvt Usuário

    Desde:
    2 Jun 2006
    Mensagens:
    217
    Obrigados:
    1
    Troféus:
    18
    Localização:
    São Paulo / SP
    Naquele blog NA, o motor 1.4 foi bastante elogiado no teste do Onix, na questão do consumo. Já o motor 1.8, é aquele antigo familia I...
     
  6. phantom*

    phantom* Usuário

    Desde:
    10 Jul 2011
    Mensagens:
    321
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    Campinas
    Meu caros,

    o Cobalt LTZ 1.4 infelizmente fica R$ 3317,00 a mais no parcelamento em 36 vezes sem juros. Pois para o o LTZ 1.4, há uma taxa, e para o LT 1.8 a taxa é "zero".

    Para o LTZ 1.4 eu pago R$ 1000 a mais na entrada e as parcelas ficam:

    LTZ 1.4: 36 de R$ 510,00
    LT 1.8 : 36 de R$ 445,62

    Você entra no LTZ e parece que está em outro carro. A vendedora me disse que a reclamação do carro não sair em rampa ocorreu nos primeiros modelos, depois a relação do cambio ficou mais curta. Mas sei lá se isso é verdade.

    O SPE/4 do Onix não equipa o Cobalt LTZ 1.4, o 1.4 do Cobalt é o motor igual da Montana, etc.

    Enfim, não sei se vale essa diferença para pegar um motor mais fraco porém com um acabamento melhor (bancos aveludados, som original, vidros traseiros, rodas de liga e retrovisores elétricos). As rodas do LTZ 1.4 por sinal são bem bonitas, achei até mais bacanas que do LTZ 1.8. Porém, estou achando que essa diferença fica muito salgada.



     
  7. ms73

    ms73 Usuário Muito Ativo

    Desde:
    22 Jul 2011
    Mensagens:
    8.151
    Obrigados:
    49
    Troféus:
    48
    Localização:
    Porto Alegre/Rio Grande do Sul/Brasil
    Quanto de custa o ltz 1.8?
     
    #7    
  8. phantom*

    phantom* Usuário

    Desde:
    10 Jul 2011
    Mensagens:
    321
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    Campinas
    Vixe, esse sia na faixa de 49K, 52K com o AT6. O carro tem um revestimento legal nos bancos, mas não tem encosto de cabeça e cinto de três pontos na posição central do banco traseiro. Sacanagem considerando o valor do carro...

     
  9. phantom*

    phantom* Usuário

    Desde:
    10 Jul 2011
    Mensagens:
    321
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    Campinas
    Pessoal,

    venho agradecer todas as opiniões e comentários.

    Passei por:

    - City LX AT (dispensado pelo preço muito alto para mim),

    - Cobalt LT 1.8 (eliminado pelo alto consumo, mecânica antiga, falta de vidros traseiros e som, segurança efetiva duvidosa, troca de óleo a cada 5 mil km na concessionária, negociação do meu usado ruim na GM onde falaram um coisa e na hora de fechar falaram outra, frente de pickup mas tudo bem quanto a isso, estepe de moto, sem retrovisores elétricos, sem marcador de temperatura do motor que não seria nenhum problema se a mecânica fosse moderna e bem testada, sem cintos de três pontos e nem encosto no assento central, sem isofix apesar do valor alto do carro, e não curto muito aquele painel digital ao estilo de moto mas isso e um detalhe, visibilidade traseira um tanto ruim na minha opinião, é bom tem sensor de ré que eu creio que não vem no LT, o 1.4 também bebe bem, praticamente igual ao 1.8).

    - Logan e Sandero Exp 1.6 (eliminado por facelift radical nos próximos meses, consumo relativamente alto, mecânica relativamente antiga, barulho interno, acabamento interno que deixa a desejar, sem vidros elétricos traseiros, sem retrovisores elétricos, segurança efetiva duvidosa, sem cintos de três pontos no assento central, design cansado, "tesômetro" em baixa).

    - Etios Sedan (eliminado por total ausência de esforço de negociação da Toyota que ofereceu um valor ridículo no meu carro na troca de um carro que sabe-se lá como será na revenda. O carro tem muito detalhe feio, que já não agrada a maioria, e para os poucos que observam as qualidades, a Toyota ainda quer enfiar a faca, tenha dó. Painel de visualização muito ruim, mas talvez questão de costume ou ignorar de vez a existência de um painel pois é chato e até perigoso olhar de lado para checar a velocidade, tem ainda umas luzes espia minusculas, bancos muito pobres de visual apesar de que talvez ofereçam conforto razoável, cuidado com ergonomia é ausente, apesar do carro ser agradável de dirigir pelo conjunto de motor e cambio, tesômetro em baixa não fosse o bom consumo, dirigibilidade e a aparente boa qualidade construtiva do carro no que se refere a uma esperada durabilidade de carro "japones", mas o acabamento geral é sem dúvida pior que o Logan 1.6 Exp, no XS há um plástico na porta que tenta imitar tecido e não tem banco bipartido nem na versão de 43K!).

    - Idea 1.4 (carro que gostei do estilo utilitário/família, mas é para quem gosta desse estilo, eu prefiro esse estilo à um sedan, mas quem não curte, nem adianta olhar, porque um sedan oferece um desempenho dinâmico melhor, consumo de combustível infelizmente muito ruim para um 1.4, senti o carro pesado para esse motor (tenho um Classic que é bem mais esperto com o motor 1.0) . Deve ser pesado mesmo, essa deve ser a explicação para o Idea 1.4 beber quase como um Cobalt 1.8. No test-drive, o PC mostrava 4 km/l em uma média de 40-50 km/h, o Imentro de fato atesta o consumo ruim, uma pena, carrinho legal na minha opinião para quem curte o estilo, merece um 1.6 com certeza ou 1.8, mas ai já encarece o conjunto e passa a não valer a pena)

    No fim das contas e de inúmeros test-drives, fiquei com um carro que nem imaginava de inicio: New Fit 2014.

    A única coisa que faltou foi o ABS, mas pensei assim: tendo em vista que é um carro mundial com segurança atestada, certamente oferece boa segurança em relação as minhas outras opções (com ABS) mesmo sem o ABS. Na revenda. o ABS com certeza será procurado, mas o preço dele permanecerá competitivo entre seus concorrentes de mesma faixa (não tem ABS, mas é um carro com fama de confiável e durável, e é o Fit mais acessível da linha, sendo mais completo e talvez mais seguro que seus concorrentes de mesmo valor que dispõe do ABS, uma coisa acho que compensará a outra na revenda, além disso seu eu gostar mesmo da marca, é certo que continuarei nela e aqui é comum as concessionárias Honda pagarem a tabela Fipe para carros usados da marca Honda na troca por outro Honda, o que vejo como uma coisa positiva no mercado para o modelo do carro, principalmente se comparar às minhas outras opções).

    O meu Classic, que todo mundo fala mal, até porque é um carro de fato ultrapassado, é básico, nem som tem, e entrou por 15% abaixo da tabela Fipe. Meu carro não estava ruim, é carro de familia, mas não estava bonito como alguns do mesmo ano que vejo por ai e estava com 72 mil km, ano 2009, pneus meia sola :) . Ou seja é um carro antigo e ultrapassado, pelado de tudo, mas o danado tem boa fama no mercado, o que o torna fácil de revender. Acho que pela boa fama do Honda Fit, não terei maiores dificuldades na revenda tão somente devido a falta do ABS. O ABS vai fazer o valor do carro subir um pouco na hora da compra e na hora da revenda, logo creio que acabe ficando elas por elas na revenda.


    Abri então mão do ABS das outras opções em prol do conjunto melhor de equipamentos (retrovisores elétricos, vidros traseiros elétricos, sistema de bancos ULT , cinto de três pontos e apoio de cabeça para todos os ocupantes, direção elétrica, ajuste de profundidade do volante, isofix, mecânica moderna eficiente (bom equilibrio entre economia de combustível e rendimento), etc, etc. Além do seguro barato, custo de manutenão normal e sem problemas com peças; por uma diferença total na minha volta de aprox. R$ 3400,00 em relação ao Idea 1.4 e pelo mesmo valor do Cobalt 1.8.

    Achei um bom negócio, que rolou fácil dado um prévio relacionamento muito positivo com a concessionária. E mediante meu pedido, ainda deram como cortesia um som, não o original, mas um pioneer com USB e falantes, instalados na concessionária. Ou seja, o carro ficou completinho. Exceto pelo ABS.

    Fiquei bastante satisfeito com a compra :brinde: , tendo vista minhas opções, já estava realmente cansado de comparar, negociar e testar, e o fórum aqui me ajudou muito nesse processo (y) . Espero ficar satisfeito também com o carro, mas acho que a chance disso ocorrer é maior que nas outras opções que eu tinha, pelo mesmo tendo em vista a opinião geral sobre esse carro.

    Não vou ter a bela mala do Cobalt, Etios e Logan; mas o porta-mala tem 6 litros a menos que o Classic, que é um que já me resolve, podendo ainda ultrapassar a altura do banco e não tem hastes. Dispõe do sistema dos bancos com muitas configurações e um aproveitamento muito bom do espaço interno, que pode abrir diversas opções na hora de transportar alguma coisa. Vamos ver, vai ter que caber tudo de um jeito ou de outro! kkk Um cunhado meu tem um Sandero 1.0 e dois filhos, mas um deles já é adolescente, e nunca teve problema com bagagem. O Sandero tem 60 litrso a menos. Mas tanto eu como ele viajamos duas ou três vezes por anos num raio de 600 km, ou seja, familia pequena (eu tenho um filho de oito anos e terei um bebê) em viagens curtas, acho que vai atender, mas vou ter que ter um carrinho de bebê do tipo guarda -chuva, porque o nosso é antigo e parece um carrinho de bebê 4x4!

    É muito curioso, eu pegaria o Cobalt somente na próxima quarta ou quinta e tenho uma viagem na sexta-feira, isso me causou certo estresse, fiquei com isso na cabeça. No Fit, vou pegar provavelmente na terça-feira, mas estranhamente me sinto totalmente seguro em botar o carrinho na estrada com a família logo em seguida.

    Enfim, não é "tudo aquilo" claro, o acabamento interno me parece de boa qualidade, mas é simples. Porém o conjunto é bem razoável, com um desenho agradável, comparando com minhas outras opções.

    Eu fico muito grato aos colegas que pacientemente me deram dicas e toques em relação a detalhes dos carros.

    Só falta pagar a entrada e demais gastos:gaah:
     
  10. daniel1cwb

    daniel1cwb Usuário Muito Ativo

    Desde:
    22 Fev 2011
    Mensagens:
    1.843
    Obrigados:
    44
    Troféus:
    48
    Localização:
    CWB
    ..........
     
  11. ricaso

    ricaso Usuário

    Desde:
    29 Dez 2006
    Mensagens:
    485
    Obrigados:
    1
    Troféus:
    18
    Localização:
    Guarulhos/SP/Brasil
    Se conseguiu um bom desconto na css em relação aos mais de 47.000 do preço de tabela até que vai.
    Mas comprar hj um carro de mais de 40.000 sem abs, tendo em vista que daqui a pouco mais de 6 meses vai ser obrigatório, não acho que seja o melhor negócio do mundo. Será que não dava para pegar um Focus Sedan, mais ou menos pelo mesmo valor?
    Curta bastante o carro e depois coloque a sua opinião para a gente.
     
  12. victor.k90

    victor.k90 Usuário

    Desde:
    20 Out 2012
    Mensagens:
    868
    Obrigados:
    2
    Troféus:
    18
    Localização:
    Rio de Janeiro
    Já acho o ABS importantíssimo.

    Foi quanto o preço final?
     
  13. ms73

    ms73 Usuário Muito Ativo

    Desde:
    22 Jul 2011
    Mensagens:
    8.151
    Obrigados:
    49
    Troféus:
    48
    Localização:
    Porto Alegre/Rio Grande do Sul/Brasil
    Hoje por um nada a mais seria possivel um focus 1.6 que no meu conceito é muito superior em quase tudo, talvez perca em porta malas e consumo, e concordo, nunca teria comprado um fit.
    O cobalt com motor antiquado até deve gastar mais, mas por outro lado é um carro muito mais ágil, o motor 1.4 do fit é fraco demais, só acorda em rotações muito altas, é um carro ruidoso e duro, além disso como citado por ti não tem abs, nunca compraria um carro sem ao menos abs e airbags.
    Por preço semelhante comprairias um new fiesta que é superior em praticamente tudo, inclusive em consumo além de oferecer bem mais segurança, conforto e desemepenho, pelo preço do fit compra-se o intermediário com dupla embreagem, vem com ar digital, abs, airbags, esp,controle de tração, hill holder e sistema sync com comandos de voz.
    Não sou de criticar quando a compra já está feita, mas como participamos do tópico desde o início acho que posso ter esta liberdade, considerando tudo o que falta para um carro de 47k me parece que acima de tudo no final optaste por ser um honda e não pelo carro em si.
     
    #13    
  14. EdisonK

    EdisonK dekkardnexus5

    Desde:
    21 Fev 2007
    Mensagens:
    1.415
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    36
    Localização:
    Cotia/SP/BR
    Parabens phantom!

    O Fit é um carro excelente! Eu sou fã do Fit, principalmente por ser pequeno por fora e grande por dentro. Os bancos ULT então...
    Minha dica para você, que pode ser confirmado na concessionária, é calibrar com 2 libras a menos os pneus para diminuir a dureza da suspensão. Se bem que o seu vem com rodas aro 15, que aliviam um pouco essa questão.

    Já viajei 1.000 km numa paulada só no meu new Fit EX AT e me senti muito seguro no carro, não deve em nada em rodagem de estrada ao civic.

    Um abraço!
     
  15. phantom*

    phantom* Usuário

    Desde:
    10 Jul 2011
    Mensagens:
    321
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    Campinas
    O Focus Sedan me passaram o valor de 55 mil. E no Focus hatch 1.6 51 ou 52 mil se não estou enganado. Mas teria que esperar chegar pois não tinha para entrega. Além disso pagaram muito pouco no meu usado. O porta-malas do hatch creio que seria um pouco arriscado, pois o do Fit já vai ficar meio que no limite.

     
  16. phantom*

    phantom* Usuário

    Desde:
    10 Jul 2011
    Mensagens:
    321
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    Campinas
    Então ms73, é que esse nada já representaria algo que eu não poderia pagar. O Fit já está no meu limite, não posso gastar mais nenhum centavo nisso. O Novo Fiesta hatch não atende no porta-malas de jeito nenhum. Eu não preciso de um porta-malas como do Cobalt, mas preciso de uma mala de 380 litros para as poucas viagens que faço.

    O porta-malas do Focus tem volume até que razoável de 328 litros, mas achei raso, acho que me complicaria a vida nas viagens devido ao tamanho de minhas bagagem. Em relação ao sedã, beleza, mas é mais caro e como o carro fica 90% com minha esposa, ela também curtiu o fato do Fit ser compacto por fora e com um bom aproveitamento do espaço por dentro. Nosso uso é, digamos, 98% urbano.
    Em relação ao Cobalt, eu gostei do LTZ, mas esse já vai para uns 49K e não tinha parcelamento sem juros, o que inviabiliza totalmente minha compra. O New Fiesta sedan também não está parcelado sem juros.
    Minhas opções eram mesmo somente essas que citei.

    Sim, influenciou também em minha escolha a opinião de alguns donos de Fit que conheço e o que tenho lido na internet. No caso dos conhecidos, o que pega ainda é que são pessoas que já tiveram/tem carros tidos como bons como New Civic, Focus e Corolla, e dentre quatro pessoas, todas foram unânimes em recomendar a compra, sendo que uma delas está no segundo Fit, tinha um Fit, trocou num Civic, voltou para o Fit.

    Mas dentre as opções que dispunha, optei também pelo carro em si, achei que valeu a pena pagar por ele no lugar do Cobalt LT 1.8, pois o Fit, aleḿ da boa reputação, boa segurança, ter um bom projeto, ser um carro mundial, e ser mais econômico, é um carro bastante funcional para minha família comparado ao Cobalt devido ao sistema ULT. E como era o mesmo preço, preferimos pelos diferencias que comentei. O Cobalt LT 1.8 não tem vidro eletrico traseiro, não tem encostol de cabeça para todos os ocupantes, etc,etc... esses detalhes me desanima pagar os mesmos 45K, mesmo que ele tenha o ABS.
    Agora, se eu tivesse por exemplo três filhos adolescentes, já optaria pelo Cobalt 1.8 ou possivelmente por um Versa (se não fosse a rampa de casa), mas não pelo ABS e sim devido ao espaço no banco traseiro e porta-malas generoso.

    É como eu disse, não é "tudo aquilo", acho que não tem carro que atenda a tudo, mas esse encaixou bem na necessidade, no orçamento e no desejo de ter um carro de projeto relativamente novo.

    Fique a vontade em criticar, meu amigo. Cada um tem sua necessidade, então é difícil chegar em um consenso total nesse assunto, e vc me ajudou muito com opiniões. Acho que um consenso no assunto é o Novo Fiesta, mas esse não tem porta-malas que me atende.

    "dureza" do Fit e City por exemplo é algo que me agrada na dirigibilidade tal como nos VW, não curto carro com suspensão muuuito macia, que fica "molenga" nas curvas, que tenha aquele arrasto (não sei se estou sendo claro), Ou que pareça pesado na dirigibilidade como foi o caso da Idea.

    O sistema ULT é algo muito bom para minha familia, é algo que será muito útil e de fato muito aproveitado. Achei o 1.4 do Fit adequado ao carro, para a proposta do carro, sei lá, não senti o carro lerdo não, mas é um 1.4 que privilegia o consumo.

    Claro que não podemos comprar carro pensando só na revenda, mas no meu perfil, que vai usar o carro pelo menos até uns 60 mil km e depois provavelmente trocar na concessionária a fama de durável e boa aceitabilidade do mercado ajuda lá na frente, assim tb considerei isso. O Fit já tem uma boa reputação, o Cobalt poder vir a ter melhor reputação ainda, mas vai levar alguns anos para construir isso. Veja a questão do Cobalt 1.4 ter dificuldade de subir rampa quando carregado, isso virou estigma para o modelo, assim como os ruidos na suspensão após pouco tempo de uso, ou os amortecedores de Spins que estouram na faixa de apenas 8 mil km de uso, tudo coisas que serão corrigidas. Pode ser até que a GM já tenha encurtado as relações do cambio do Cobalt 1.4 como a vendedora disse, mas a fama do carro infelizmente ainda é essa: gastão com o 1.8 e que te problemas com rampas ingrimes quando carregado, ai um amigo disse que minha familia é pequena e que não vou carregar o carro, mas ora, se não vou carregar o carro, porque eu iria querer um carro tão grande e que com alto consumo para empurra-lo? Então, é tudo questão de necessidade e prioridades, eu acho..

    A galera fala que o Cobalt bebe, mas o conforto do torque compensa esse consumo, mas o que se vê é um monte de gente nos foruns e no Youtube tentando descobrir uma mágica para obter melhor consumo com o carro, tentando na verdade o impossível. Ora, se o consumo era importante, porque compraram um carro que é sabido que consome muito? E se dê fato o torque compensa o alto consumo, porque o assunto preferido é esse consumo?

    O que fiz então foi avaliar a volta que teria que dar dentre as opções que eu tinha, e peguei o que julguei um melhor custo-beneficio segundo minhas necessidade. Não adianta eu pensar em Focus Sedan 0km, que está fora da minha realidade financeira e que talvez não me represente um custo-beneficio como o do Fit. São carros de categorias bem diferentes, para necessidades diferentes.

    Para um comprativo de custo-beneficio, respeitando o que se busca num carro como o Fit, um carro do mesmo conceito é o Idea , a Livina, e a Spin. A diferença entre um Idea 1.4 para o Fit foi de R$ 3400,00, cahei então o Fit um bom negócio. O Idea tem o ABS, um monte de porta-trecos mas não vidros elétricos traseiros, e toda aquela lista que já citei. A Livina de 46K é igualmente pobre em equipamentos, e a versão 2014 que tem o ABS não existe no mercado, só no catálogo. A Spin LT é como o Cobalt LT, mas ainda custa mais, é boa para quem precisa daquele excelente porta-malas, mas só isso e já ytem um, mercado bem mais restrito. Mas só o Fit tem um sistema tão bem feito como o ULT, muito bem quisto nesse segmento. Para o público desse tipo de veículo, o novo Fiesta hatch. por exemplo, pode ser bacana e bem equipado na mesma faixa de valor, mas não atende ao que se procura.

    O concorrente da Honda para um Focus Sedan seria um City LX, pelo fato dele tb ser um sedã e estar na mesma faixa de valor. Mas minha escolha foi limitada no valor dentro de um determinada facilidade de pagamento, então separei algumas opções dessa faixa e optei pelo Fit pelo melhor custo-beneficio a meu ver (dentre as opções especifica sque eu dispunha). Se eu fosse comprar na faixa de valor do Focus sedan, não necessariamente optaria pelo City ou Fit superior e talvez nem mesmo pelo Focus. A reputação da marca me chama a atenção, mas mão sou fanboy, alias nem sei se o carro vai de fato satisfazer minhas expectativas, porém busquei identificar um bom custo-beneficio dentro das minhas necessidades e bolso. Veja que se eu pudesse comprar um Focus Sedan ou LX automático, ficaria tentado em esicar "um pouco" e pegar um Sentra Special Edition e assim vai, não tem fim essa coisa de "por mais um pouco consegue comprar tal coisa que é bem melhor", pois sempre terá algo melhor por mais um pouco.

    O que penso do mercado de carro hoje é que o correto é pegar o melhor custo-baneficio segundo a necessidade pessoal. Mas essa necessidade varia de pessoa para pessoa e também varia o tamanho do bolso de pessoa para pessoa. Por isso, é dificil o consenso.

    Acho que hoje em dia o carro está muito caro para considera-lo um bem descartável a ser vendido quando surge um facelift por exemplo, ou você vir a ter problemas crônicos tão cedo. Mas o fato é que muitos carros são fabricados para serem mesmo descartáveis. Já tive minhas decepções na GM e Ford, então também achei legal experimentar a Honda dessa vez.

    Aqui na minha cidade tb não é incomum a ocorrência de sequestro-relampago e por isso nós estávamos também dando preferencia para carros que não sejam ou pareçam muito potentes e velozes, e com porta-malas muito grandes e fechados (já que sequer precisamos de porta-malas muito grandes). Gostamos de passar despercebido, mas investir num Logan nesse momento tb não nos pareceu um negócio interessante devido mudança radical que irá sofrer, o Etios é um carro quase invisível no transito mas que ainda não dá para engolir por 40K. O Idea sim seria uma opção boa nesse sentido e não é a toa que seu seguro é barato, mas pelo custo-beneficio achamos o Fit um melhor negócio que o Idea. O Fit tem um visual bonito (na minha opinião), mas acho que seu porte não chama tanto a atenção... Enfim, tem alguns detalhes envolvidos na escolha que vão além além do preço e do carro ter um ABS ou não, ou ter ESP ou não, e assim por diante. Algumas coisas pesam muito mais para um pai e mãe que para um solteiro por exemplo, devido ao ponto de vista e prioridades bem distintas.

    Só espero que realmente venha atender as expectativas da família.


     
  17. phantom*

    phantom* Usuário

    Desde:
    10 Jul 2011
    Mensagens:
    321
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    Campinas
    45K redondo. Na minha volta, saiu R$ 1 mil a menos que na troca pelo Cobalt LT 1.8 e ganhei o som que tb não vinha no Cobalt, além de muitos detalhes que não vinham no Cobalt. No Cobalt eu tinha a mais o espaço maior e o ABS. O espaço do Fit me atende e tem o sistema ULT que é realmente muito útil para mim. Não tenho o ABS no Fit, mas tenho outros itens de segurança que considero bastante importantes como o próprio projeto estrutural e de deformação em colisão do carro (já bem avaliado). No Cobalt, o nivel real de segurança. mesmo com o ABS, ainda é desconhecido. Talvez seja muito bom, mas ninguém sabe ainda. É um carro nacional, o Fit é um carro mundial.
    No Cobalt, tenho um carro com mais torque, mas com um consumo muito ruim para meu uso urbano.

    Outra coisa é o encosto traseiro reclinável que traz um conforto muito bom para crianças em uma viagem. Mas veja, é um diferencial mais intressante para quem tem criança que dorme nas viagens... Veja que esse conforto do reclinável é bem mais interessante para meu filho que o conforto de um banco aveludado de um Cobalt LTZ , por exemplo. Então, com o eu disse, "não é tudo isso", tem suas carências e defeitos também, mas todos tem sem exceção; e como os colegas apontam, há opções bem melhores que o Fit pagando um "pouco" mais, porém na minha necessidade e bolso, o Fit foi o que se encaixou melhor. Por isso o nome: FIT ! rs

    Ah, sei lá, acho que fiz boa escolha segundo minha necessidade e bolso, mas se foi ruim, podem estar certos que colocarei a boca no trambone aqui no forum.


     
  18. victor.k90

    victor.k90 Usuário

    Desde:
    20 Out 2012
    Mensagens:
    868
    Obrigados:
    2
    Troféus:
    18
    Localização:
    Rio de Janeiro
    A partir de 2014 todos os carros vão ser obrigados a ter abs e airbags.

    Vc não negociou um desconto, ou pensou nisso na hora da compra? Acho que mesmo que decidido pelo fit, seria bom aguardar a nova lei.
    Acho ridículo a honda não dispor disso num veículo desse preço... Será que é tão custoso assim pra eles?

    Ah e percebi que vc ta dando mais valor aos vidros traseiros que ao abs em si.. Não deveria estar me metendo, mas é interessante isso e muita gente tbm deve pensar assim na hora da compra..
     
  19. phantom*

    phantom* Usuário

    Desde:
    10 Jul 2011
    Mensagens:
    321
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    0
    Localização:
    Campinas
    Oi, Victor!

    O desconto é em relação a tabela do carro (47K) e alguns acessórios como o som, insulfim...

    Não é que eu esteja dando maior valor aos vidros elétricos, mas sim ao conjunto todo, segundo o valor que dispunha, e comparando às minhas outras opções (Cobalt LT 1.8 , Logan Exp 1.6, Etios XS e Idea Attractive) .

    Eu precisava de um carro novo agora, alias, já venho enrolando desde janeiro.

    Segundo minha necessidade e expectativa, optei pelo Fit DX, mas não apenas em relação ao vidro elétrico. É o único dos quatro por exemplo que tem isofix, e que é muito interessante para minha utilização. É o único que tem mecânica VTEC, que é algo que valorizo pela eficiência.
    É o mais equipado em itens de conforto, tem disparado a melhor ergonomia entre os quatro, isso não tem nem discussão, é o único que possibilita diversas configurações dos assentos traseiros, o mais econômico (exceto se o Etios superar) e juntamente com o Etios são os únicos para os quais se tem referencias quanto à segurança efetiva.

    Dentre os quatro é o que identifiquei maior satisfação do proprietário seja na internet, seja no boca a boca, seja no mercado de usados. É o que tem fama de boa qualidade, vc não vê por exemplo reclamações de problemas com freios, falhas em air-bags, superaquecimento, problema elétricos e essas coisas.

    Enfim, foi por um conjunto de fatores e não apenas pelo vidro elétrico. Que contou tb, porque eu não queira dar 45K num carro sem oferecer nem mesmo vidros elétricos traseiros...

    Outra cosia que gosto tb é de direção elétrica, que só tem nele e no Etios. Já que estou pagando 45K, queria um carro com direção elétrica se possível e o Fit tem também o ajuste de profundidade do volante (ausente nos demais). Dois itens que não são encontrados nem .mesmo como opcional nas versões top das outras opções (assim como o isofix, não tem nem se vc quiser pagar por isso).

    Quanto a questão do ABS , veja que o Fit DX, apesar de não ter o ABS, tem uma série de outros itens importantíssimos que compõem o fator segurança, ausente nas outras opções. Ainda saberemos isso, mas eu não creio que um Cobalt LTZ com ABS e tudo que tem direito em sua configuração top, atinja notas melhores em um teste de segurança que um Fit DX sem ABS. Pode até ser que atinja, ou até mesmo seja melhor, mas sinceramente, acho isso improvável de ocorrer. É improvável até mesmo que a GM venha fornecer o veiculo para um teste desse tipo, por que será né... Idem para os demais, exceto para o Etios, que já foi bem avaliado.

    Agora, o carro atende bem à famílias pequenas, pois você não tem o grande espaço atrás do Cobalt ou Logan, assim como o mesmo tamanho de mala; mas na hora de precisar carregar algo diferente de malas ( e isso me é comum, como levar bicicleta, buscar plantas, etc), o Fit é o mais interessante não somente entres as quatro opções, mas na categoria; devido o sistema ULT.

    O banco do Fit, City e Civic é muito legal, eu pelo menos gosto, ele abraça, é confortável, e isso sobe o tesômetro na condução. Gostei do banco do Cobalt LTZ, que não tem esse toque de esportividade, mas é bem agradável com aquele veludo, já o banco do LT é bem sem graça, comum, idem para Logan e Etios. Esse é um detalhe que tb conta para mim no dia a dia com o carro. O painel do Fit tem também um toque de esportividade, não tem economia de detalhe no projeto visual, tem um design bem pensado e além disso, funcional.

    São detalhes que podem chamar minha atenção e não chamar a atenção de outro, vai muito do gosto e do que a pessoa procura. Por exemplo, regule a altura do banco do Fit e depois faça a mesma operação no Cobalt, Logan e Idea... Veja como são as travas de manipulação dos bancos do Fit (do ULT) e depois veja a solução da Fiat no Idea. É coisa de água para vinho em termos de ergonomia e qualidade dos componentes. Verifique a qualidade da pintura, os encaixes do acabamento interno e qualidade dos materiais em geral, vai encontrar diferenças consideráveis .

    O LX, com ABS, som e rodas de liga leve, sai por 50k (e ainda com desconto de 1k). O acabamento interno é o mesmo, por fora tem um friso e acho que a gravatinha cromada na frente (que eu estou torcendo que não venha mesmo no DX, não lembro desse detalhe, pois prefiro a entrada de ar em preto como no modelo anterior).
    Acha caro? Eu tb acho. Jamais pagaria essa diferença para obter ABS, som original (do modelo simples!) e rodas. Mas hoje quando fui levar os doctos, no tempo que eu esperei ser atendido e preencher uns papeis (uns 25 minutos pois a vendedora estava ocupada) entregaram dois Fits, um LX e um LXL (sei lá se é isso, falo daquela aquele mais caro de mais de 60K). O acabamento desse mais caro é muito, mas muito semelhante ao DX, muda um tecido nas laterais dos bancos e mínimos detalhes, imperceptíveis para quem não é detalhista, mesmos bancos,mesmo design interno e externo, mesma qualidade de materiais, o que muda mais nele é o motor 1.5 (voltado para condução mais esportiva, enquanto o 1.4 foi projetado para ser econômico), tem opção de cambio AT com troca no volante. Essa versão custa no minimo uns 15 mil a mais que o DX... Quem compra um carro desse, pode comprar muitos outros carros mais equipados nesse valor, mas por alguma razão escolhem esse modelo.

    Enfim, o maior problema que vejo nos carros da Honda é o preço, porque os carros são bons, idem para os carros da Toyota. Acho sim que são preços abusivos, mas também deve ter suas qualidades para vender, além do simples marketing. No caso do Fit DX, saiu o valor do Cobalt, e para minhas necessidades e expectativas para um carro novo, é um carro mais interessante que as demais opçẽes pela versatilidade, acabamento e equipamentos, mesmo que não tenha o ABS.

    Concordo que deveriam já ter colocado o ABS no DX. Mas acho sacanagem maior o Cobalt LT de 45 K não ter sequer vidro elétrico traseiro, nem como opcional, e só entrar no LTZ, assim como os retrovisores elétricos. Não deveria ser custoso, mas o LX é bem custoso por causa de ABS, rodas e som. Não duvido que o LX passe a ser a versão mais básica, já que o acabamento é idêntico.

    Vamos ao custo: das opções com o diferencial do ABS (e só), o Logan, era o mais barato, uma diferença na minha volta de R$ 5 mil ou talvez R$ 6 mil para o carro que comprei, lembrando que o Logan passará por facelift radical daqui uns meses e por isso não me atraiu já que seu design já está muito cansado. Essa "minha volta" é o desembolso na compra em dinheiro considerando o valor de meu usado no negócio. A diferença é quanto uma outra opção ficaria mais barata que o Fit, sendo que o Cobalt ainda saiu mais caro que o Fit. O Etios, o único que se aproxima em termos de segurança, mas só isso, por uma diferença na minha volta de R$ 3 mil . O Cobalt saia mais caro que o Fit na minha volta em R$ 500,00 (com muito choro, pela proposta muito insistida pela css seria R$ 1000,00 mais caro que o Fit na minha volta) . O Idea, R$ 3400,00 mais barato na minha volta.

    Sei lá Victor, eu não acho o carro barato, mas acho proporcionalmente mais barato que os demais. Mas quem precisa de amplo espaço no banco traseiro, não vai curtir.

    ULT: http://www.youtube.com/watch?v=Jvaw9LB-HDY

    Inacreditável...kkk: http://www.youtube.com/watch?v=jDlK4QB1pvw

    Nada mal para um pai de família que não passa do limite: http://www.youtube.com/watch?v=Z8PN-lgSqeo
    http://www.youtube.com/watch?v=IVDIue-WcZg[/QUOTE]

     
  20. ms73

    ms73 Usuário Muito Ativo

    Desde:
    22 Jul 2011
    Mensagens:
    8.151
    Obrigados:
    49
    Troféus:
    48
    Localização:
    Porto Alegre/Rio Grande do Sul/Brasil
    Acho que esta diferença de 5k é realmente demais pelo freio abs, mas o ponto é pagar 45k em um carro sem abs, isso eu não faria nunca, se fosse gastar 38k seria em um carro com abs e airbag, este é o meu ponto.
     
    #20    

Compartilhar esta Página