DVB-s está prejudicando a expansão do ISDB-t?

Discussão em 'Recepção Local & Mercado' iniciada por Jonas Negreiros, 12 Abr 2012.

  1. Jonas Negreiros

    Jonas Negreiros Usuário Ativo

    Desde:
    2 Nov 2008
    Mensagens:
    3.064
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    36
    Localização:
    jundiaí/sp/brasil
    Quando a Globo lançou a TVD Rural, em banda C, criou várias restrições para esse serviço não atrapalhar a expansão do Sistema Aberto de TV digital terrestre.

    Agora aparece no comércio o kit de TV via satélite em banda KU, um sucesso estrondoso de vendas. Ok, é digital, mas não é HDTV.

    Quem perde e quem ganha com isso?
     
  2. Caetano Guerreiro

    Caetano Guerreiro Usuário Ativo

    Desde:
    11 Dez 2008
    Mensagens:
    1.670
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    36
    Localização:
    Cabreúva-SP
    Jonas!

    O usuário que tem antena parabólica, com a provável entrada do sinal HD da Cultura (e seus 2 subcanais Univesp e Multicultura), certamente se estimulará a comprar o receptor de satélite HD-Sat, da Telesystem, a 300 mangos...

    Acredito que a grande vantagem da tevê digital terrestre, em um primeiro momento, será a de ser captada, na maioria dos casos, com uma antena interna e, depois, ser interativa, caso o usuário integre seu telefone ao Ginga da tevê dele.
     
  3. Jonas Negreiros

    Jonas Negreiros Usuário Ativo

    Desde:
    2 Nov 2008
    Mensagens:
    3.064
    Obrigados:
    0
    Troféus:
    36
    Localização:
    jundiaí/sp/brasil
    Pois e, Mano Guerreiro...

    Na guerra da Qualidade (HDTV) versus quantidade (SDTV), as anteninhas em banda KU levam vantagem!
     
  4. rafael_netto

    rafael_netto 1000 agradecimentos e contando

    Desde:
    23 Abr 2005
    Mensagens:
    14.121
    Obrigados:
    2
    Troféus:
    0
    Localização:
    Rio de Janeiro/RJ
    Pelo que eu vejo aqui e em outros fóruns, a recepção via satélite digital está longe de ser "popular". Ela não tem a simplicidade e praticidade da parabólica analógica, que basta apontar para um só satélite para pegar todos os canais sem bloqueio. Enquanto isso os canais digitais estão espalhados em mais de um satélite e muitos estão sujeitos a codificação, exigindo equipamentos complexos e até ilegais para recebê-los.

    Basta ver que na internet esse assunto é tratado geralmente em fóruns de "fuçadores tecnológicos", usando codinomes para se referir a satélites e receptores.
     

Compartilhar esta Página