PDA

Ver Versão Completa : Atualização do Sistema Elétrico para Som e Vídeo



Pedro Josino
09-02-2010, 04:03
Pessoal, inspirado em outros colegas foristas, estou empolgado com uma questão não abordada por alguns como um upgrade no sistema elétrico da casa, visando uma otimização do sistema multimídia, e que também acarretará em ganhos para os demais equipamentos da casa.


Como não entendo absolutamente de NADA de elétrica, busco a ajuda e compreensão dos amigos/colegas foristas na execução desse projeto para que dessa forma eu possa buscar um eletricista que entenda realmente do assunto para executar um trabalho de nível, contrário do último que passou por aqui.


A rede aqui é trifásica de 220 volts (essa informação consta na conta de energia). Como não conheço os equipamentos, aqui vai uma foto do quadro geral do condomínio (a construção é um pouco antiga, tem cerca de 18 anos).

http://pedrojosino.sites.uol.com.br/casa/003.jpg

http://pedrojosino.sites.uol.com.br/casa/004.jpg

http://pedrojosino.sites.uol.com.br/casa/005.jpg

http://pedrojosino.sites.uol.com.br/casa/006.jpg

http://pedrojosino.sites.uol.com.br/casa/007.jpg

[LEFT]1- Lendo alguns tópicos aqui do fórum fiquei com vontade de substituir pelo menos a fiação que vai do medidor, até o meu quarto, onde será instalado o meu sistema. O cabeamento que tenho em mente seria Prysmian (Pirelli) porque pelo que li são bons cabos e se for pra mudar, que faça então bem feito. A dúvida é quanto à bitola do cabo, já que como vai do medidor até o apartamento, então imagino que deva ser um cabo mais grosso, talvez 4mm² ou 6mm², não sei como medir a minha necessidade, tenho que ver também a questão do espaço físico do conduite para subir com esses fios, quantos seriam, 3 ou 4 cabos? Qual seria sólido e qual seria flexível?


2- Quero fazer se possível um aterramento dedicado, exclusivo para o meu quarto. Não sei se poderia fazer um único aterramento para o quarto todo ou se deveria ser feito dois aterramentos. No meu quarto tenho um computador que utilizo no-break nele e em todos os equipamentos relacionados ao computador e também desejo instalar um ar condicionado, split ou window. Teria algum problema compartilhar o aterramento desses equipamentos com o aterramento da TV, Blu-ray, DVD, Receiver, etc.? Qual a forma correta de fazer esse aterramento? Localização, distância entre barras, etc.?


3- Hoje fui olhar o quadro de disjuntores aqui do meu apartamento e confesso que fiquei perdido. A caixa é de metal da marca Jamed e os disjuntores são da marca Tibra, alguns com 10A, 15A, 20A e 30A, porém sem identificação de quem é o que e como nunca foi preciso desligar e ligar, não sei dizer como está feito a ligação, se cada disjuntor corresponde a um local do apartamento ou se corresponde a um equipamento, como chuveiro elétrico ou TVs por exemplo, acho mais provável que seja por ambiente, os eletricistas aqui tem essa mania (não sei se é certo, ou errado). Se for possível também desejo substituir essa caixa de disjuntor, de preferência por uma plástica (me passa mais segurança) e também os disjuntores (andei lendo que existem DR, protetores de surtos, se tornar a parte elétrica mais segura e os equipamentos também, pretendo então investir nisso, nem que demore 1 ano pra terminar esse upgrade).

http://pedrojosino.sites.uol.com.br/casa/001.jpg

http://pedrojosino.sites.uol.com.br/casa/002.jpg


4- Outra dúvida que tenho quanto às tomadas. Atualmente usamos aquelas tomadas da Siemens, branquinhas e às vezes ao plugar um equipamento ela solta faísca (isso ocorre desde as antigas tomadas – não lembro a marca), será problema na instalação elétrica ou isso é normal?


Existe mais algum cuidado ou recomendação nesse primeiro passo dos meus upgrades?



Depois de executado a parte elétrica da casa/quarto será a vez da compra dos meus equipamentos de som e vídeo. Inicialmente um condicionador de energia (a definir), TV Sony 32” Full HD, cabos de energia novos para TV e Blu-ray (caso o condicionador precise, pra ele também)da Signal Cables. A propósito, a tomada que pretendo usar no meu sistema seria uma Oyaide XXX ou quem sabe uma R1, sei que é caro mas ouço falar que vale o investimento. E por ai vão os ups..


Estou aberto a sugestões e críticas, abri esse tópico buscando orientação por não ser conhecedor do assunto e não quero pagar um eletricista pra que ele faça o que quiser e me enrolar dizendo que fez correto sem ter feito, quero ter uma noção do que preciso para dizer ao eletricista o que quero e poder conferir o serviço de perto.


Agradeço a todos que puderem ajudar.


Abraços

fabioing
09-02-2010, 10:31
Pedro,
Muito interessante seus questinamentos. Vou trocar toda a fiação da minha casa e pretendo acompanhar o seu tópico.

Conforme eu for re-estruturando a parte elétrica e descobrir algo interessante posto aqui.

Um abraço,

Pedro Josino
10-02-2010, 02:49
Não sei se na foto ficou legível mas o quadro de disjuntores aqui do apartamento está assim:

http://pedrojosino.sites.uol.com.br/casa/quadrodisjuntores.JPG

Só tenho que descobrir o que é o que..

Alguém poderia me dar dicas a respeito da compra de cabos, etc.?

RCAMARGO
10-02-2010, 17:01
A pessoa mais indicada que conheço na parte de elétrica chama-se, sem dúvida, Jorge Knirsch!

Quem sabe ler seus artigos ou mesmo entrar em contato com ele não lhe seria de grande utilidade.

Fica aqui essa dica já meio manjada na área. Só para lembrar mesmo!

Abraço.:legal:

aornellas
10-02-2010, 19:01
alem disso, eu acho que a pessoa aqui no HTF mais indicada para te assessorar é o "rau"... Ele logo aparece, mas manda uma MP para ele...

seupaulo
11-02-2010, 14:48
Olá Pedro, vou tentar responder as suas duvidas.

1- De acordo com as suas fotos e seu relato, a rede da sua casa é trifásica com 3 fios de 4mm na fase e 1 fio 4mm no neutro (digo que é 4mm por ser um disjuntor de 25A na entrada, mas pode ser de 6mm), logo vc tem 5500 wats em cada fase e 16500 wats na soma das fases, com este sistema vc só deverá usar um chuveiro de no máximo 5500w em cada fase. Como vc quer trocar os fios do quadro de distribuição até a entrada, recomendo vc verificar junto a concessionária de energia da sua cidade qual o padrão de entrada que esta sendo usado atualmente, se ai for a Cosern o padrão trifásico esta sendo de fios 10, 16 e 25mm, segundo o normativo no site deles( como não sei o tamanho do seu ap e a qual a quantidade de carga que sua residência demanda fica difícil recomendar algo com mais precisão), recomendo antes de mudar estes fios vc ligar para a concessionária para eles fazerem uma avaliação técnica, pois muita coisa depende do ramal de entrada do predio, basicamente eles vão analisar a possibilidade de aumentar a carga, se eles passarem para fio 6mm na entrada o disjuntor vai ser de 40A e vc vai ter 8800 wats por fase, ai vc usa 6mm ate o seu quadro de distribuição, se eles usarem 10mm (acho dificil por causa do ramal do predio ser antigo) o disjuntor vai ser 50A e vc tera 11500 wats por fase, eu ligaria para eles e tentaria passar para 6mm o fio da entrada, com isto o seu ap estaria com a carga mais adequada ao consumo de um ap nos dias de hoje, agora se o fio de entrada já for de 6mm, pela foto não dá para ver( dá uma verificada, os fios tem escrito em alto relevo o valor da bitola), se for de 6mm vc troca o disjuntor para 40A e troca a fiação até o quadro do seu ap. Quanto ao fios, use os flexíveis da Pirelli Prysmian ou da SIL, descer 5 fios do quadro do seu ap até a entrada no medidor, 3 fases ( vermelho ou preto), 1 neutro (azul) e 1 terra ( verde),

2- Quanto ao aterramento eu recomendo vc usar o esquema do neutro e terra ligados e aterrado no entrada do medidor(esquema TN-S), usar aterramento separado e mal planejado pode ser mais perigos para seu equipamentos e para as pessoas que não usar, se desejar usar separado ( esquema TT) como fazem algumas pessoas da area de TI e de áudio ( não vou entrar em detalhes do motivo e se é certo ou errado), é bom planejar bem o aterramento, incluir projeto, teste com terrometro e o item muito importante que é sempre esquecido um DPS entre o terra(TT) e o neutro, o problema é fazer isto morando num ap, existem varias dificuldades técnicas.

3 -Para ser sincero eu acho que vc deveria trocar toda a fiação da sua residência, pois ela já tem 18 anos e na época que ela foi feita se falava em revisão de 10 anos e troca com 20, hoje se fala em revisão de 5 em 5 anos e troca com no máximo 30 anos, fora que no últimos 20 anos muita coisa mudou nas instalações, no consumo e quantidade de eletrônicos e eletrodomésticos em nossas casas, troque mesmo que seja aos poucos , comece pelos fios que vem do medidor até o quadro, trocando o quadro também e seus disjuntores use os disjuntores da Siemens ou Pial padrão DIN ( os branquinhos), levando em consideração a possível colocação de DR e DPS seria + ou - 9 disjuntores atuais + 4 DPS + DR tetrapolar se usar para tudo ( ocuparia lugar de 4 disjuntores normais) + 1 disjuntor geral trifásico ( ocuparia lugar de 3 disjuntores normais) seria no total espaço de 16 disjuntores, isto se vc nao quiser ou tiver que colocar alguma coisa com um disjuntor exclusivo( tipo o seu novo ar condicionado), eu pensaria numa quadro com local para 20 disjuntores ou +. Quanto a fiação a norma NBR 5410 fala o seguinte: fio azul só pode ser usado como neutro, fio verde/verde e listra amarela só pode ser usado como condutor de proteção (terra), logo se tiver fio azul na sua instalação ele tem que ser o neutro, vc pode usar outras cores para o neutro ( como o preto ), mas a cor azul so pode ser usada para o neutro assim como o verde/ verde amarelo só pode ser usado para o terra, existe algumas ressalvas no não uso destas duas cores, mas envolve uso de identificação especifica e clara em cada fio. A bitola dos fios seria 1,5mm no mínimo para iluminação e 2,5mm no mínimo para as tomadas de uso geral o resto seria de acordo com a recomendação de cada eletrodoméstico, chuveiro , ar condicionado e etc.

4 - Quanto o problema das tomadas pode ser fiação fina (1,5mm), sobrecarga no circuito das tomada, os pinos (macho) que vc esta ligando nas tomadas podem estar com problemas/má qualidade e fora de padrão ou tomadas com problemas (mude de linha ou marca).

Dica de quem pode ser quem no seu quadro atual: 10A iluminação, 20A tomadas, 25A geral, 30a chuveiros o de 15A tomada ou iluminação ( de cara já esta errado usar disjuntor de 30A para os chuveiros sendo que o geral é de 25A)

Espero ter ajudado nas suas duvidas, estou a disposição para esclarecer tudo sobre eletricidade.

Qualquer duvida posta aqui ou me manda um Email que terei prazer em responder e se desejar mandar algum material para te ajudar.

seupaulo@gmail.com

Abraços

Paulo

aornellas
11-02-2010, 18:10
Paulo

vc é eletricista ou engenheiro eletricista?

é dificil achar profissionais de qualidade na nossa cidade - Brasilia - né?

No futuro proximo vou precisar de um para colocar DPS, talvez puxar um circuito exclusivo para para o quarto onde fica o HT, etc... O predio é novo, aterrado (aaaacho que TN-S ou TN-C-S), tem DR e as tomadas sao de boa qualidade (a maioria é da schneider electric / prime, no modelo antigo, com algumas no modelo novo)

seupaulo
11-02-2010, 23:37
Augusto.
Sou analista de sistemas e eletricista nas horas vagas, gosto muito destas duas areas e tudo que aprendi de elétrica foi com o meu pai que era engenheiro eletricista, desde pequeno ele me passava teoria e a pratica.
Achar profissional qualificado em Brasília é quase impossível, tenho vergonha quando vou fazer alguma revisão ou avaliação da parte elétrica em predios ou casas que tem + ou - 5 anos e vejo o que foi feito. o pior é falar para o proprietário que a parte elétrica esta fora da norma numa construção tão nova, o pior que ultimamente o que tenho visto que esta fora de norma compromete a segurança dos moradores e da residência.

Basicamente eu sigo 3 coisa ao trabalhar com eletricidade:

Sigo as normas atuais.
Faço tudo como se fosse minha casa.
E se por qualquer motivo o proprietário não der condições para eu seguir as normas, peço para ele procurar outro profissional pois eu não faço.

Em relação ao DPS é bastante útil, mas o ideal e avaliar e calcular o grau de risco de sua residência para definir a real necessidade e quantidades ou o valor mais apropriado dos mesmos, isto para vc não ter um gasto maior que a necessidade de sua residência.
Puxar circuito exclusivo para o HT eu recomendo, mas depende, pois já peguei casos onde o circuito era praticamente exclusivo para o HT compartilhando 2 unicas tomadas em outro quarto que nem eram usadas por estarem atrás de moveis e o sistema apresentava vários problemas, muitas vezes uma simples redistribuição de fases quando possível resolve muita coisa e traz mais segurança para o HT, muita coisa pode ser feita para melhorar o sistema de HT, tudo é uma questão de ser avaliado por um profissional que tenha conhecimento e boa vontade.
Uma dica, pelo visto vc já esta começando a usar o novo padrão de tomadas, então toda vez que for substituir alguma tomada pelo modelo novo, instale o terra delas, se não tiver o fio de aterramento na caixa, providencie um, e lembre-se que as tomadas de 2 e 3 pinos tem polarização que deve ser seguida.

Precisando estamos ai!!!
Abraço

CAEDU
12-02-2010, 00:02
Para o áudio é mais recomendado o fio rígido da Prysmian/Pirelli de 6mm em todo o sistema...melhor para evitar excesso de agudos devido ao efeito pelicular existente no fio multifilamentar...os fios rígidos ou sólidos são bem superiores em aúdio e se ficar difícil passar pelo conduite de seu apt da caixa até a tomada, q deverá de preferência ser exclusiva para seu sistema, pode usar de 4mm, desde seja rígido e se puder use fusíveis NH da Siemens no lugar de disjuntores q tb ajudam muito. Cobre aperto do eletricista nas junções dos fios nos conectores (deles dependerão os graves) e se puder conclua vc mesmo os ajustes finais, quanto a tomada exclusiva (se possível e recomendada) de seu sistema use uma HG ( hospital grade ) a diferença no final é espantosa se seguir alguns detalhes como esses.
Veja mais algumas dicas q irão lhe ajudar muito aqui:
http://www.byknirsch.com.br/artigos-07-03-dicgeraiseletrica3.shtml
Abços e boa sorte:legal:

aornellas
12-02-2010, 06:34
Augusto.
Sou analista de sistemas e eletricista nas horas vagas, gosto muito destas duas areas e tudo que aprendi de elétrica foi com o meu pai que era engenheiro eletricista, desde pequeno ele me passava teoria e a pratica.
Achar profissional qualificado em Brasília é quase impossível, tenho vergonha quando vou fazer alguma revisão ou avaliação da parte elétrica em predios ou casas que tem + ou - 5 anos e vejo o que foi feito. o pior é falar para o proprietário que a parte elétrica esta fora da norma numa construção tão nova, o pior que ultimamente o que tenho visto que esta fora de norma compromete a segurança dos moradores e da residência.

Basicamente eu sigo 3 coisa ao trabalhar com eletricidade:

Sigo as normas atuais.
Faço tudo como se fosse minha casa.
E se por qualquer motivo o proprietário não der condições para eu seguir as normas, peço para ele procurar outro profissional pois eu não faço.

Em relação ao DPS é bastante útil, mas o ideal e avaliar e calcular o grau de risco de sua residência para definir a real necessidade e quantidades ou o valor mais apropriado dos mesmos, isto para vc não ter um gasto maior que a necessidade de sua residência.
Puxar circuito exclusivo para o HT eu recomendo, mas depende, pois já peguei casos onde o circuito era praticamente exclusivo para o HT compartilhando 2 unicas tomadas em outro quarto que nem eram usadas por estarem atrás de moveis e o sistema apresentava vários problemas, muitas vezes uma simples redistribuição de fases quando possível resolve muita coisa e traz mais segurança para o HT, muita coisa pode ser feita para melhorar o sistema de HT, tudo é uma questão de ser avaliado por um profissional que tenha conhecimento e boa vontade.
Uma dica, pelo visto vc já esta começando a usar o novo padrão de tomadas, então toda vez que for substituir alguma tomada pelo modelo novo, instale o terra delas, se não tiver o fio de aterramento na caixa, providencie um, e lembre-se que as tomadas de 2 e 3 pinos tem polarização que deve ser seguida.

Precisando estamos ai!!!
Abraço
Paulo

sei como é essa falta cronica de profissionais qualificados... Eu mesmo tenho aprendido muita coisa na marra, lendo manuais tecnicos e livros da área...

Sobre o DPS, ainda nao sei calcular a necessidade exata. Os manuais dos fabricantes e a norma são muito vagos. Eu vou morar no Guará II, num predio recem inaugurado de cinco andares dotado de para-raios e de aterramento segundo as normas. As tomadas ainda sao do modelo americano (de boa qualidade, da Schneider/Prime), mas vou substituir algumas delas pelo modelo novo conforme precisar. Todas as tomadas são aterradas - ainda nao tenho certeza do esquema de aterramento, mas suspeito que seja TN-S / TN-C-S (vou tentar arrancar essa informação da engenheira de instalações da construtora, hehe).

Como você sabe, Brasilia é uma área de MUITOS raios. Eu ainda moro no Park Way (quase no gama) e já perdi muitos equipamentos com descargas eletricas, a maioria por surtos indiretos (muitos espalhados nao pela rede eletrica, mas pela rede telefonica por indução!). O Guará II é mais densamente ocupado, mas tenho medo da incidência absurda de raios de nossa região... Não sei como calcular qual nivel de proteção do DPS é mais adequado... Além disso, nao sei se é recomendado ou mesmo possível colocar DPSs tb na caixa padrão, lá junto do medidor da CEB, como alguns colegas aqui fazem, como proteção adicional. Claro que vou colocar proteção adicional antes dos aparelhos (como condicionador ou filtros com protetor contra surtos) e tb na linha telefonica e antenas coaxiais.

Quando for fazer algo em relação às tomadas do HT (que ficará no meu quarto e serão praticamente os únicos aparelhos eletricos do comodo além da iluminação e de um ventilador de teto), procurarei um profissional para recalcular as fases ou puxar um circuito exclusivo...

Ah, sobre o novo padrão, o chato dele é que a polaridade de fase e neutro não é REALMENTE padronizada. Eu sei que a posição de F e N na tomada que possui terra é até indicada (e é o contrário do padrão antigo, aliás), mas na maioria dos aparelhos (os que nao precisam ser aterrados), a propria geometria da tomada (em especial do plugue macho) nao possibilita uma inserção exata de fase na fase e neutro no neutro... Isso é problemático, nao? E sei lá se fabricantes de aparelhos pensam na correta indicação e posicionamento de fase e neutro de acordo com a norma, que é vaga...

seupaulo
12-02-2010, 16:25
Augusto.
Basicamente o DPS de classe I 12,5 Ka e 275v já seria o suficiente para te atender segundo as especificações que vc passou, mas precisaria de dados mais concretos para recomendar algo mais especifico, com o o tipo do sistemas de para raios? ( Franklin, Faraday ...) existe TAP/ BEP do aterramento?( se sim, qual a sua localização no prédio?) existe outros prédios nas proximidades? visualmente eles tem para raios? o rede de distribuição da quadra como toda, é aérea ou subterrânea? e difícil avaliar sem verificar alguns detalhes. o básico mínimo seria o classe I 12,5Ka e 275v .A localização ideal seria o mais próximo do medidor e do TAP/BEP ou aterramento possível, mas nada impede o seu uso no quadro de distribuição da residência( o que é mais comum).A CEB não permite o uso do DPS junto do medidor, ela recomenda a instalação de uma caixa especifica para eles logo após o medidor. Os DPS devem ser usados na linha de telefone, no sinal de tv a cabo e em tudo que entra na sua residência através de fios e cabos para estar realmente protegido, para cada caso existe em DPS especifico no mercado.

A questão da polarização depende de cada aparelho, a necessidade de uso de polarização e aterramento vai depender do grau/classificação de isolamento do equipamento, isto é responsabilidade do fabricante. o padrão novo é polarizado e o contrario do padrão antigo conforme vc mencionou, o padrão antigo de 2P (F e N ) é polarizado para o pino chato (padrão americano), vc pode ver que um dos buracos do pino chato é maior que o outro, o maior é o neutro, com o novo padrão os equipamentos serão mais seguros, se precisar ser polarizado vai ter 3 pinos, se precisar do terra vai ter 3 pinos, logo se tiver 2 pinos o equipamento pode ser ligado indiferente da polarização
Os fabricantes tem estes cuidados e seguem a norma quando tem necessidade de polarização e aterramento, mas os usuários não seguem o que o fabricantes recomendam em seus manuais, caso típico e da geladeira que sempre teve fio terra separado, poucas pessoas se preocupam em ligar este fio terra, e parte das pessoas que tem ligado, fizeram após ter levado algum pequeno choque. este novo padrão vai ajudar a corrigir estes tipos de problemas, mas tem um problema que nenhum padrão vai conseguir corrigir, o problema do usuário que acha que sabe, ele é capaz de trocar o plug macho de 3p para 2p ou instalar uma tomada do padrão novo sem o fio de aterramento e sem a polarização adequada.

Curiosidade: o novo padrão de tomadas não foi inventado por brasileiros( como alguns acham) este é um padrão internacional que já existe há anos, porém não adotado por nenhum país, o Brasil esta sendo o primeiro a adotar.

Qualquer coisa estamos ai!!!


Abraços

junecaz
14-02-2010, 17:13
Procurei no site do inmetro sobre a polarização da novas tomadas e não achei, a única fonte sobre o assunto que encontrei foi essa aqui: http://www.eriberto.pro.br/blog/?p=142

Alguém tem algo oficial sobre o assunto?

jr.

seupaulo
15-02-2010, 10:05
Nas tomadas das melhores marcas já vem indicado a posição correta de cada polo.
Abraço

Pedro Josino
17-02-2010, 19:43
Passado o Carnaval, irei iniciar minhas buscas por preço de material, amanhã mesmo irei ligar para a companhia de energia solicitando o aumento da carga do apartamento. Vamos ver no que vai dar..

Por uma questão de dúvida, o DPS é usado contra proteção de raios ou por outras coisas? Como moro no Nordeste, aqui raramente tem chuvas com raios, talvez 1 ou 2 vezes no ano, isso no máximo mesmo, eu mesmo só vim ver raio com uns 10 anos de idade hehe..

CAEDU
17-02-2010, 20:03
Passado o Carnaval, irei iniciar minhas buscas por preço de material, amanhã mesmo irei ligar para a companhia de energia solicitando o aumento da carga do apartamento. Vamos ver no que vai dar..

Por uma questão de dúvida, o DPS é usado contra proteção de raios ou por outras coisas? Como moro no Nordeste, aqui raramente tem chuvas com raios, talvez 1 ou 2 vezes no ano, isso no máximo mesmo, eu mesmo só vim ver raio com uns 10 anos de idade hehe..
B noite Pedro...esqueci de lhe falar q existe uma opção de boas tomadas nacionais da marca Steck...o problema é achar...são de ótima pressão e vi algumas à venda no Mercado Livre ja faz algum tempo e o Jorge usa em suas réguas mais simples.
Abços:legal:

seupaulo
17-02-2010, 22:51
Pedro
o DPS protege também em situacoes que pode ocorrer variações de tensão, como na falta de energia, quando ocorre o retorno da mesma pode ter elevação da tensão por alguns segundos, o dps faz o corte evitando a queima de algum eletromestico ou eletronico mais sensivel.

Abraço

Pedro Josino
21-02-2010, 22:39
Minhas buscas não resultaram em muitos achados não.

Andei procurando principalmente pela fiação, cabos Prysmian 6mm² flexível e rígido mas pra minha decepção só achei dessa marca de 2mm² segundo o vendedor. Na medida 6mm² só iria ter Elefio (nunca ouvi falar). Disjuntores só Pial, achei também caixas para os disjuntores da Pial e Siemens, tem vários modelos, fiquei de medir o espaço da caixa aqui de casa e ver se acho algo no mesmo tamanho pra não precisar quebrar nada.

Alguém teria dica de algum site que eu poderia encontrar esses cabos e os disjuntores on-line?

Essa cidade me mata de vergonha.

Me tirem outra dúvida, um novo aterramento dedicado pro HT, pode ser instalado no jardim do condominio? Pergunto isso pois lá é o único lugar do prédio aonde vejo que teria espaço suficiente pra fazer um, caso precise. Não apresenta riscos a quem estiver no local?

seupaulo
22-02-2010, 13:19
Pedro, disjuntores da Pial são de ótima qualidade.

Site com produtos elétricos: www.jabu.com.br

O aterramento pode ser instalado no jardim sem problema, salvo se no jardim tiver hastes do para-raios, se vc optar por um aterramento exclusivo, lembre-se de colocar um DPS entre o aterramento e o neutro na caixa de distribuição do seu ap.
Um risco que consigo visualizar é se as hastes não forem enterradas ou colocadas em caixas de inspeção alguém pode se machucar em alguma ponta de haste, logo enterre ou use caixa de inspeção de acordo com as dicas abaixo.

Dicas para o aterramento:
- Usar haste de aterramento de alta camada (254 Microns)
- Se usar solda exotérmica na união da haste com o cabo vc pode cobrir tudo com terra ou cimento, se usar conector faça caixa de inspeção em cada haste ( no mercado tem pronta de concreto e de plástico( recomendo a de plástico por ser mais pratica.)).
- Use um terrometro calibrado para fazer a medição.

Abraço

CAEDU
22-02-2010, 17:58
Minhas buscas não resultaram em muitos achados não.

Andei procurando principalmente pela fiação, cabos Prysmian 6mm² flexível e rígido mas pra minha decepção só achei dessa marca de 2mm² segundo o vendedor. Na medida 6mm² só iria ter Elefio (nunca ouvi falar). Disjuntores só Pial, achei também caixas para os disjuntores da Pial e Siemens, tem vários modelos, fiquei de medir o espaço da caixa aqui de casa e ver se acho algo no mesmo tamanho pra não precisar quebrar nada.

Alguém teria dica de algum site que eu poderia encontrar esses cabos e os disjuntores on-line?

Essa cidade me mata de vergonha.

Me tirem outra dúvida, um novo aterramento dedicado pro HT, pode ser instalado no jardim do condominio? Pergunto isso pois lá é o único lugar do prédio aonde vejo que teria espaço suficiente pra fazer um, caso precise. Não apresenta riscos a quem estiver no local?
O fio vc acha aqui no ML...vc pode negociar com o vendedor o preço, frete e a metragem...nas lojas e armazéns acho q vc só encontra o rolo fechado.
http://www.nardinieletrica.com.br/detalhesProduto.php?prodId=801#none
http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-122740753-fio-rigido-pirelli-15mm-super-promoco-_JM
http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-98039816-_JM
O disjuntor vc acha aqui:http://www.twenga.com.br/dir-Jardim-Bricolagem,Equipamento-eletrico,Disjuntor-356

Pedro Josino
25-02-2010, 04:56
Muito obrigado pessoal, aos poucos estamos evoluindo, com calma e paciência porque quero saber direito o que fazer, como deve ser feito para que não seja feita nenhuma burrada pra ter que ser refeito.

Entrei em contato com o vendedor da fiação e como imaginava, quanto maior a quantidade, melhor o preço hehe.. Só tenho que descobrir quantos metros irei precisar e realmente se devo usar o fio sólido para o sistema de HT ou se o flexível dará conta, tenho que ver também a espessura da tubulação aqui do apartamento pra ver se consigo passar tantos fios até o meu quarto (aonde ficará o HT).

Conversando hoje com um eletricista que foi fazer um pequeno reparo no escritório aonde trabalho ele me disse que achava desnecessário tudo isso que eu quero fazer, que se está aguentando todos os equipamentos sem oscilação então é porque o elétrico está tudo em ordem, que bastaria verificar o aterramento (que ele disse fazer com o multimetro) e colocar tudo pra funcionar.

É esse tipo de coisa que eu escuto que me deixa decepcionado com os eletricistas aqui da cidade, realmente é uma tarefa difícil encontrar um que esteja disposto a fazer o serviço, muitos deles querem tarefas simples, rápidas de executar para que não precise passar muito tempo no mesmo lugar, fazendo um serviço que para ele possa ser desnecessário. E ao insistirmos, o preço sobe. É realmente lamentável..

A proposito, mais uma dúvida.. A maneira correta de instalar um quadro de disjuntores dentro do apartamento seria dividir os disjuntores por equipamentos ou por locais? Por exemplo, chuveiros, ar condicionado, tomadas, luzes, ou quarto, sala, cozinha?

É uma questão de curiosidade, acredito que se estiver tudo montado de um jeito errado, não tenha como refazer da maneira correta.

[]'s

seupaulo
25-02-2010, 09:36
Muito obrigado pessoal, aos poucos estamos evoluindo, com calma e paciência porque quero saber direito o que fazer, como deve ser feito para que não seja feita nenhuma burrada pra ter que ser refeito.

Entrei em contato com o vendedor da fiação e como imaginava, quanto maior a quantidade, melhor o preço hehe.. Só tenho que descobrir quantos metros irei precisar e realmente se devo usar o fio sólido para o sistema de HT ou se o flexível dará conta, tenho que ver também a espessura da tubulação aqui do apartamento pra ver se consigo passar tantos fios até o meu quarto (aonde ficará o HT).

Conversando hoje com um eletricista que foi fazer um pequeno reparo no escritório aonde trabalho ele me disse que achava desnecessário tudo isso que eu quero fazer, que se está aguentando todos os equipamentos sem oscilação então é porque o elétrico está tudo em ordem, que bastaria verificar o aterramento (que ele disse fazer com o multimetro) e colocar tudo pra funcionar.

É esse tipo de coisa que eu escuto que me deixa decepcionado com os eletricistas aqui da cidade, realmente é uma tarefa difícil encontrar um que esteja disposto a fazer o serviço, muitos deles querem tarefas simples, rápidas de executar para que não precise passar muito tempo no mesmo lugar, fazendo um serviço que para ele possa ser desnecessário. E ao insistirmos, o preço sobe. É realmente lamentável..

A proposito, mais uma dúvida.. A maneira correta de instalar um quadro de disjuntores dentro do apartamento seria dividir os disjuntores por equipamentos ou por locais? Por exemplo, chuveiros, ar condicionado, tomadas, luzes, ou quarto, sala, cozinha?

É uma questão de curiosidade, acredito que se estiver tudo montado de um jeito errado, não tenha como refazer da maneira correta.

[]'s

Que bom que vc esta começando a achar o material que precisa.
Sobre os eletricistas, não fique decepcionado com a sua cidade, este tipo de profissional que se diz eletricista tem no país todo.
A maneira adequada de dividir os disjuntores seria assim, chuveiros, ar condicionado, maquinas de lavar, maquinas de secar, torneiras elétricas e todo equipamento que no manual de instalação pedir, deve ter um disjuntor individual com amperagem e bitola do fio de acordo com o consumo de cada equipamento ou o recomendando pelo o fabricante, as tomadas e as luzes dever ter circuitos separados, vc pode colocar as tomadas de vários ambientes em um único disjuntor, por exemplo as tomadas de todos os quartos, o mesmo vale para as luzes, a cozinha deve ter circuito de tomadas e disjuntor exclusivo para ela, os outros cômodos da casa vc pode ter um único circuito para vários cômodos, é claro que dependendo da quantidade de tomadas no cômodo e o numero de equipamentos ligados nelas que vai dizer se é necessário um circuito separado, no seu caso, que é uma reforma, a maneira como foi feita a tubulação da instalação vai influenciar sobre a forma de dividir estes circuitos, analisar a planta elétrica é a forma mais simples de determinar esta distribuição e a quantidade de fios, se não tiver a planta, vc terá que avaliar visualmente cada caixa de luz da residência e montar um crocri para saber onde cada tubulação das caixas vai parar, a norma recomenda vc não usar 100% do espaço da tubulação por vários motivos, então projete com cuidado esta distribuição para a tubulação não ficar super lotada de fios.
Em relação ao fio, eu uso o flexível, pois não concordo com os aspectos colocados sobre a real necessidade do uso do fio sólido, nunca tive problemas com o uso do fio flexível, a escolha é sua.
Siga as normas e revise toda a instalação da residência, muitos dos problemas nos HT são causados por problemas já existentes na instalação da residência.

Conseguiu uma visita da companhia elétrica?

Abraço

Pedro Josino
26-02-2010, 01:08
Eu liguei pra Cosern, abriram um protocolo e deram um prazo de 15 dias pra saber sobre a minha solicitação. Amanhã eu ligo pra lá e vejo no que ficou.

Vou ver se alguém no condomínio tem a planta elétrica do apartamento, acho pouco provável pois dos moradores da época da construção do apartamento só restou a minha família, todo o resto são moradores recentes, acho pouco provável que eles tenham as plantas mas não custa tentar.

CAEDU
26-02-2010, 22:03
Muito obrigado pessoal, aos poucos estamos evoluindo, com calma e paciência porque quero saber direito o que fazer, como deve ser feito para que não seja feita nenhuma burrada pra ter que ser refeito.

Entrei em contato com o vendedor da fiação e como imaginava, quanto maior a quantidade, melhor o preço hehe.. Só tenho que descobrir quantos metros irei precisar e realmente se devo usar o fio sólido para o sistema de HT ou se o flexível dará conta, tenho que ver também a espessura da tubulação aqui do apartamento pra ver se consigo passar tantos fios até o meu quarto (aonde ficará o HT).

Conversando hoje com um eletricista que foi fazer um pequeno reparo no escritório aonde trabalho ele me disse que achava desnecessário tudo isso que eu quero fazer, que se está aguentando todos os equipamentos sem oscilação então é porque o elétrico está tudo em ordem, que bastaria verificar o aterramento (que ele disse fazer com o multimetro) e colocar tudo pra funcionar.

É esse tipo de coisa que eu escuto que me deixa decepcionado com os eletricistas aqui da cidade, realmente é uma tarefa difícil encontrar um que esteja disposto a fazer o serviço, muitos deles querem tarefas simples, rápidas de executar para que não precise passar muito tempo no mesmo lugar, fazendo um serviço que para ele possa ser desnecessário. E ao insistirmos, o preço sobe. É realmente lamentável..

A proposito, mais uma dúvida.. A maneira correta de instalar um quadro de disjuntores dentro do apartamento seria dividir os disjuntores por equipamentos ou por locais? Por exemplo, chuveiros, ar condicionado, tomadas, luzes, ou quarto, sala, cozinha?

É uma questão de curiosidade, acredito que se estiver tudo montado de um jeito errado, não tenha como refazer da maneira correta.

[]'s
Pedro nao podemos cobrar das pessoas nuances de audio ou vídeo, por q com certeza a maioria nunca ouviu um sistema de audio descente, q sofra diretamente com uma fiação aquém do necessário para possibilitar seu pleno aproveitamento, nem de qualquer leigo no assunto da audiofolia, apenas diga o q quer, como quer e diga por que quer...cabe a um bom profissional aceitar ou não a empreitada, vc não está pleiteando nada anormal, apenas o necessário para a boa performance de seus aparelhos, os quais quem vai ouvir é vc e não ele.
Abços e boa sorte.:legal:

Renato Gomes
26-02-2010, 23:04
O que o pedro disse é um reflexo da realidade generalizada. Acontece muito isso mesmo. Daí que entra a importância de um eletricista bom e de confiança.
As divisões dos circuitos internos são feitas de acordo com o projeto de elétrica, onde é lavado em consideração não só os aparelhos, bem como o consumo, etc. Geralmente, se divide em setores; em grupos de terminais :legal:

_rau_
27-02-2010, 15:20
Não tenho muito a acrescentar ao que já foi dito, mas primeiramente só queria fazer uma correção boba, a marca do quadro não é JAMED e sim CEMAR! A tampa tá de cabeça pra baixo! :)

Bem, antes de tudo cuidado em mexer na parte elétrica sem conhecer os perigos e o certo e errado da coisa, é no detalhe que muitos erram!

seupaulo, se não me engano no manual de norma da CEB é permitido a instalação do DPS no quadro de medição, tem uma nota nesse manual sobre isso que vou procurar e postar aqui já já.

Veja ai, como eu disse e baseado nessa informação aí meus DPS de maior capacidade estão no quadro de medição e no meu quadro de disjuntores tenho DPS's de menor capacidade tb:

Nota 7 do Ítem 11.5 do manual de normas da CEB:

"Em unidades comsumidoras individuais onde a caixa de medição esteja a uma distância igual ou inferior a 10 m do ponto de entrada da linha elétrica na edificação, admite-se que os DPS sejam dispostos junto à caixa de medição, desde que o condutor de proteção PE usado na caixa de conexão dos DPS e ligado conforme o Desenho 27 seja interligado ao barramento de equipotencialização principal da edificação. O Desenho 28 ilustra esta situação. A CEB recomenda a instalação de DPS nas edificações, não se responsabilizando pelos danos causados por sobretensão transitórias originadas da rede de distribuição de energia elétrica, em instalações que não possuírem as proteções instaladas, conforme prescrito na NBR5410."

Essa nota também me faz questionar uma coisa, eles dizem não se responsabilizar por danos causados em instalações que não possuam as proteções, mas a orientação dada por eles mesmos, inclusive pela TV, é que em caso de danos por raios entrar em contato com a CEB pra analisar possivel ressarcimento... Só não sei se eles ressarcem mesmo alguma coisa no final de história...

seupaulo
27-02-2010, 22:24
Não tenho muito a acrescentar ao que já foi dito, mas primeiramente só queria fazer uma correção boba, a marca do quadro não é JAMED e sim CEMAR! A tampa tá de cabeça pra baixo! :)

Bem, antes de tudo cuidado em mexer na parte elétrica sem conhecer os perigos e o certo e errado da coisa, é no detalhe que muitos erram!

seupaulo, se não me engano no manual de norma da CEB é permitido a instalação do DPS no quadro de medição, tem uma nota nesse manual sobre isso que vou procurar e postar aqui já já.

Veja ai, como eu disse e baseado nessa informação aí meus DPS de maior capacidade estão no quadro de medição e no meu quadro de disjuntores tenho DPS's de menor capacidade tb:

Nota 7 do Ítem 11.5 do manual de normas da CEB:

"Em unidades comsumidoras individuais onde a caixa de medição esteja a uma distância igual ou inferior a 10 m do ponto de entrada da linha elétrica na edificação, admite-se que os DPS sejam dispostos junto à caixa de medição, desde que o condutor de proteção PE usado na caixa de conexão dos DPS e ligado conforme o Desenho 27 seja interligado ao barramento de equipotencialização principal da edificação. O Desenho 28 ilustra esta situação. A CEB recomenda a instalação de DPS nas edificações, não se responsabilizando pelos danos causados por sobretensão transitórias originadas da rede de distribuição de energia elétrica, em instalações que não possuírem as proteções instaladas, conforme prescrito na NBR5410."

Essa nota também me faz questionar uma coisa, eles dizem não se responsabilizar por danos causados em instalações que não possuam as proteções, mas a orientação dada por eles mesmos, inclusive pela TV, é que em caso de danos por raios entrar em contato com a CEB pra analisar possivel ressarcimento... Só não sei se eles ressarcem mesmo alguma coisa no final de história...

Grande Rau. :legal:

Interessante a sua colocação sobre a CEB, eu queria fazer a mesma coisa que vc fez, porém a CEB não permitiu, ela me falou que eu tinha que ter uma caixa separada perto do medidor para este tipo de instalação, conforme também consta nos manuais dela, ja tinha observado isto que vc relatou do manual da CEB, mesmo assim não consegui instalar junto ao medidor, acabei colocando a dita caixa. Por isto que citei que a CEB nao permitia. A maior alegacao foi a questao do lacre da caixa. Este foi o segundo problema que tive com a CEB, o primeiro foi aumento da carga da residência, tive que entrar na justiça, e ganhei.
Conheco casos que a CEB pagou tudinho que queimou, e não tinha nenhuma proteção nestas residências.
Agora eu fiquei **** com a CEB, só me deu trabalho para colocar os DPS.
Vc mora em casa ou apartamento? talvez isto determine o tipo de instalação que eles deixam fazer, eu moro em casa.

Tenho uma curiosidade sobre as normas da CEB, vc sabe o porque do neutro ser aterrado depois do medidor nas normas da CEB? em outras cidades o neutro e aterrado antes de entrar no medidor, nem o engenheiro da CEB na época da confusão, soube me explicar esta curiosidade minha, ele falou que era por causa do tipo de distribuicao da cidade, acho que em Brasilia eles querem que tudo seja diferente.:hilario:

Abraço

_rau_
02-03-2010, 12:17
Como assim depois do medidor? Meu neutro vem da rua, desce pelo poste de metal que está chumbado na parede, entra no quadro do medidor e é ligado no parafuso de aterramento da caixa metalica, um cabo está ligado nessa parafuso que desce pra haste no chão, eu adicionei por conta propria mais tres hastes... A CEB já veio aqui umas quatro vezes e em uma das vezes um técnico ficou querendo "encrespar" pro meu lado dizendo que eu deveria ter notificado à CEB antes de instalar os DPS's, mas que a instalação tá correta, eu só deveria ter notificado pra evitar problemas... Se eu tivesse notificado eles não teriam deixado provavelmente. Fiz então por conta própria, mas já tem quase 2 anos e até agora tá ok. E como já deve ter ficado claro, moro em uma casa.

Falando em aumento de carga, to querendo pedir um aumento de 35 pra 50A somente pra que troquem o cabeamento que vem do poste, eles não querem fazer isso! Dizem que os fios tão bons, ainda são fios, 4 fios separados e não cabo como usam hoje, ai me orientaram pedir um aumento de carga, que ai sim eles trocam o cabeamento. Mas agora vendo vc falar isso, fiquei com pé atrás pq ainda não preciso de aumento de carga, apenas quero que troquem os fios por cabos e mais grossos.

seupaulo
02-03-2010, 13:55
Como assim depois do medidor? Meu neutro vem da rua, desce pelo poste de metal que está chumbado na parede, entra no quadro do medidor e é ligado no parafuso de aterramento da caixa metalica, um cabo está ligado nessa parafuso que desce pra haste no chão, eu adicionei por conta propria mais tres hastes... A CEB já veio aqui umas quatro vezes e em uma das vezes um técnico ficou querendo "encrespar" pro meu lado dizendo que eu deveria ter notificado à CEB antes de instalar os DPS's, mas que a instalação tá correta, eu só deveria ter notificado pra evitar problemas... Se eu tivesse notificado eles não teriam deixado provavelmente. Fiz então por conta própria, mas já tem quase 2 anos e até agora tá ok. E como já deve ter ficado claro, moro em uma casa.

Falando em aumento de carga, to querendo pedir um aumento de 35 pra 50A somente pra que troquem o cabeamento que vem do poste, eles não querem fazer isso! Dizem que os fios tão bons, ainda são fios, 4 fios separados e não cabo como usam hoje, ai me orientaram pedir um aumento de carga, que ai sim eles trocam o cabeamento. Mas agora vendo vc falar isso, fiquei com pé atrás pq ainda não preciso de aumento de carga, apenas quero que troquem os fios por cabos e mais grossos.

As fases e o neutro chegam no quadro do medidor, as fases passam pelo disjuntor e entram no relógio medidor, o neutro entra no relógio medidor e depois que sai, ele vai fazer o fechamento com o terra e segue para dentro da residência, isto é o que a CEB descreve em suas normas. Na grande maioria das cidades o neutro chega no quadro e é aterrado de cara, depois ele passa pelo relógio medidor e dele segue para dentro da residência. (já quase tenho uma informação mais detalhada sobre o porque disto)

Acho que vc pegou um técnico bonzinho da CEB nestas visitas, na minha quadra já aconteceu uma mega vistoria da CEB e 5 casas foram multadas por falta de lacre no quadro e 2 por falta no quadro é no medidor, meu vizinho rompeu o lacre para trocar o disjuntor que estava com problema, eu fale para ele comprar o disjuntor e chamar a CEB, ele comprou e trocou, a falta de lacre rendeu uma multa, Acho que tem hora que a CEB é mais rígida e tem hora que não estão nem ai, vai depender do tipo de funcionário, tem uns que seguem a risca as regras e normas da companhia.

Meu caso do aumento de carga foi assim: Na casa que eu morro quando foi construída há 30 anos atrás, meu pai que era engenheiro eletricista já quis deixar a tubulação subterrânea pronta para se caso algum dia as normas permitissem a entrada ser subterrânea ela já estaria pronta, uns 10 anos atrás a CEB começou a usar a norma de ligação subterrânea na área onde moro, pedimos então para mudar de aérea para subterrânea, até ai foi tudo ok, fizeram a mudança, o problema começou depois de uns 2 anos após a mudança para subterrâneo. eu precisei aumentar a carga, simplesmente eles não deixaram pois o quadro do relógio medidor se encontrava na garagem e estava a uns 4 metros de distância do portão e a norma atual só permitia o medidor a uma distância x do portão ou com a face do quadro de frente para a rua ( eles falaram que as ligações atuais só poderiam ser subterrânea e seguir a posição do quadro ), foi ai que começou a briga, Com a frente da casa reformada eu falei que eles teriam que arrumar uma solução, pois o caso era atípico, alguns engenheiros foram lá e sugeriam varias formas de fazer, mas tudo tinha que quebrar um monte, nestas visitas os meus DPS foram tirados, fiquei mais **** ( foi ai que instalei a caixa separada conforme eles exigiam) quando reinstalei os DPS na nova caixa tive que romper o lacre para fazer as ligações com as fases, após isto chamei a CEB para lacrar o medidor, falando da minha indignação com o técnico que veio trocar o lacre sobre o meu problema, ele me disse que faria a ligação por um troco, fiquei muito **** e entrei na justiça contra a CEB, ganhei e não gastei um centavo, nem com os fios do poste para a residência que costuma ser de responsabilidade do morador.

Eu recomendo vc pedir uma visita para analisar a possibilidade de aumento de carga devido a necessidade da residência( não vai falando que vc quer trocar por causa dos cabos), dependendo da região onde vc morar, será obrigado a fazer tudo subterrâneo e com o quadro do medidor perto do portão ou com a face virada para a rua/avenida.

Só chamando a CEB para saber o que vc terá que fazer, só faça o que eles mandarem, senão eles nem ligam (o técnico que vai ligar nem sempre é o mesmo que veio fazer a avaliação), e converse sobre a necessidade ou não de caixa exclusiva para os DPS.

Na oportunidade faça o aumento da carga, pois a cada dia a CEB fica mais rígida.

Se vc for botar a mão na massa para fazer, e precisar de ajuda, é só mandar uma MP que terei prazer em ir ai ajudar :legal:.

:legal:

Abraço

_rau_
03-03-2010, 21:13
Sobre a questão do lacre, o meu tá rompido e felizmente até hj nenhum técnico que veio aqui reclamou, sempre pos lacre novo, de vez em quando eu vou e quebro pq preciso monitorar de tempos em tempos o status dos DPS's... esse é o maior problema... futuramente penso em por uma caixa a a parte....

Sim claro, eu diria que aumentaria a carga, como um chuveiro a mais por exemplo. Aqui já tenho três chuveiros, 1 em cada uma das três fases... O meu quadro de medição fica dentro do lote, na época que foi instalado eles não exigiam a face virada pra fora como é hj... Ah e meu neutro antes de passar pelo medidor é aterrado antes... a instalação tem 18 anos...

Precisar de ajuda não preciso não, mas agradeço o oferecimento! :) Por agora vai ficando como tá...