PDA

Ver Versão Completa : Filho de preso agora recebe salário! BRASIL!



RMalheiro
12-02-2010, 09:25
Eu não sei se isso ja foi postado mais olha só a portaria que saiu sobre auxilio-reclusão:

O auxílio-reclusão é um benefício devido aos dependentes do segurado recolhido à prisão, durante o período em que estiver preso sob regime fechado ou semi-aberto. Não cabe concessão de auxílio-reclusão aos dependentes do segurado que estiver em livramento condicional ou cumprindo pena em regime aberto.

Para a concessão do benefício, é necessário o cumprimento dos seguintes requisitos:

- o segurado que tiver sido preso não poderá estar recebendo salário da empresa na qual trabalhava, nem estar em gozo de auxílio-doença, aposentadoria ou abono de permanência em serviço;
- a reclusão deverá ter ocorrido no prazo de manutenção da qualidade de segurado;



Gente eu nao to acreditando estou atonico o beneficio pode chegar a quase 800,00 reais por mes. :aiai:
QUe desespero

Segue o link para quem quiser conferir.

http://www.previdenciasocial.gov.br/conteudoDinamico.php?id=22

Depois dizem que ficamos calados mais o que faremos o que faremos??!!

Tiagoss
12-02-2010, 09:30
Mas que absurdo! Agora os que trabalham e suam tem que bancar filho de presidiário?! Lamentável....:mal:

César-Blu
12-02-2010, 09:46
Acho que isto existe já faz tempo. Coisa de "brasil", onde o crime compensa.

Claudionei
12-02-2010, 09:55
Ontem, conversando com o proprietário da locadora próxima a minha casa, ela comentava que na terça feira (09/02) fora assaltado e também comentou isso.

Fiquei pensando... talves seja uma tentativa de evitar que os filhos sigam os mesmos caminhos dos pais,,, porém,,, quem tem que pagar esse benefício, tem que ser o próprio preso... Como??? trabalhando,,, produzindo algo útil à sociedade ao invés de ficar pós-graduando no crime.

Talves isso tudo seja uma utopia minha,,, mas não me parece muito difícil,,, basta,,, como diz nosso "querido presidente",,, "vontade politica".

Abraço a todos.

Progger58
12-02-2010, 09:59
estou atonico...
Existe um medicamento das antigas, chamado Biotonico Fontoura, que deve resolver esse seu problema de "atonia". :D

http://amazoniabrazil.com/english/images/BiotonicoFontoura.jpg

Desculpa aí a brincadeira, Davison, mas é que não consegui resistir. :bD

MatheusR
12-02-2010, 10:05
Eu não sei se isso ja foi postado mais olha só a portaria que saiu sobre auxilio-reclusão:

O auxílio-reclusão é um benefício devido aos dependentes do segurado recolhido à prisão, durante o período em que estiver preso sob regime fechado ou semi-aberto. Não cabe concessão de auxílio-reclusão aos dependentes do segurado que estiver em livramento condicional ou cumprindo pena em regime aberto.

Para a concessão do benefício, é necessário o cumprimento dos seguintes requisitos:

- o segurado que tiver sido preso não poderá estar recebendo salário da empresa na qual trabalhava, nem estar em gozo de auxílio-doença, aposentadoria ou abono de permanência em serviço;
- a reclusão deverá ter ocorrido no prazo de manutenção da qualidade de segurado;



Gente eu nao to acreditando estou atonico o beneficio pode chegar a quase 800,00 reais por mes. :aiai:
QUe desespero

Segue o link para quem quiser conferir.

http://www.previdenciasocial.gov.br/conteudoDinamico.php?id=22

Depois dizem que ficamos calados mais o que faremos o que faremos??!!


Esse é o Brasil, mais uma bolsa, depois do bolsa família, bolsa boleiro, agora veio o bolsa bandido.
Vamos ter que trabalhar e suar muito mais pra bancar mais essa cambada.

braspunk
12-02-2010, 10:22
É importante destacar que somente os dependentes do segurado preso fazem jus a tal benefício.
Simplificando: quem recebe o benefício é a família do preso, e desde que este preso seja - à época da prisão - segurado do INSS, ou seja, que esteja contribuindo (é dizer: pagando, recolhendo INSS como empregado, autônomo etc.), ou que esteja temporariamente desempregado (em regra menos de 12 meses, isto é, já havia contribuído para o INSS).

Vale lembrar, também, que isso não é nenhuma novidade. O auxílio-reclusão foi inserido no sistema jurídico brasileiro em 1960 (LOPS - Lei Orgânica da Previdência Social - Lei n. 3.807, de 26 de junho de 1960).

Jose Ricardo
12-02-2010, 10:30
VERGONHA!!!!!!É MAIS UMA BOLSA SEM VERGONHA QUE O GOVERNO LANÇA MÃO PARA GANHAR VOTO!!!!!! E OS FILHOS DOS QUE SÃO MORTOS OU SEQUELADOS PELOS VAGABUNDOS QUE ESTÃO NAS CADEIAS????? PORQUE NÃO CRIAR TAMBEM A BOLSA DO FILHO DO CIDADÃO TRABALHADOR QUE É PREJUDICADO PELO VAGABUNDO QUE ESTA PRESO E QUE AGORA É ORFÃO OU MESMO O PAI/MÃE FOI LESIONADO NUM ASSALTO,SEQUESTRO,OU SEJA LA O RAIO QUE O PARTA?????
BRASIL,PAIS DE TODOS..........VAGABUNDOS,LADRÕES,ESTELIONATARIOS, TRAFICANTES,TERRORISTAS E BANDIDOS INTERNACIONAIS QUE AQUI TEEM O APOIO DO GOVERNO !!!!!!:xingo2::xingo2::xingo2::xingo2:

Helio.
12-02-2010, 10:37
Já é a 2ª ou 3ª vez que postam este link aqui no HTF...

JCarneiro
12-02-2010, 17:06
E tentam vincular ao atual governo.:ataque:
Bolsa disso e daquilo......
Insana comparacao, bananas e laranjas.

Calmar
12-02-2010, 17:42
Os filhos do Arruda também vão receber?

JCarneiro
12-02-2010, 17:45
Acho que ele nao descontava INSS como governador:ataque:

Quinsan
13-02-2010, 10:35
O filho do Lula ganhou bem mais que R$ 800, sem pagar INSS.

Mas também o pai não é um bandido qualquer. Ele é "o cara".

JCarneiro
13-02-2010, 13:02
Oque que tem haver o filho do lula?

Se quer saber, vai ganhar muito mais dinheiro, talvez nao chehue ao filho de FHC
que era Diretor de banco com 500 contas fantasmas e salvos pelo proer.
Quem ganha mais.

Nada com o topico, afff....

Quinsan
14-02-2010, 07:38
Desculpa Carneiro, não é nada pessoal, acredite.

Mas já que "filho de bandido" é o assunto (e não fui eu quem desvirtuou o tópico -> a bronca tinha que ter ido para quem falou no Arruda, mas já que ele é do DEM você achou engraçadinho).

E você por favor repare que quem defende o FHC não fica negando nada de errado que ele tenha feito. Os petistas é que são emperdenidos. Ou seja: Eu sei que o FHC passou longe de ser um santo, mas a esquerda nega que o PT é ainda mais (ou tão quanto) corrupto que o governo anterior.

E também nega, convenientemente: a história, os dados e a memória de quem tá acompanhando política faz tempo.

Jonas Negreiros
14-02-2010, 08:25
Eu não sei se isso ja foi postado mais olha só a portaria que saiu sobre auxilio-reclusão:

O auxílio-reclusão é um benefício devido aos dependentes do segurado recolhido à prisão, durante o período em que estiver preso sob regime fechado ou semi-aberto. Não cabe concessão de auxílio-reclusão aos dependentes do segurado que estiver em livramento condicional ou cumprindo pena em regime aberto.

Para a concessão do benefício, é necessário o cumprimento dos seguintes requisitos:

- o segurado que tiver sido preso não poderá estar recebendo salário da empresa na qual trabalhava, nem estar em gozo de auxílio-doença, aposentadoria ou abono de permanência em serviço;
- a reclusão deverá ter ocorrido no prazo de manutenção da qualidade de segurado;



Gente eu nao to acreditando estou atonico o beneficio pode chegar a quase 800,00 reais por mes. :aiai:
QUe desespero

Segue o link para quem quiser conferir.

http://www.previdenciasocial.gov.br/conteudoDinamico.php?id=22

Depois dizem que ficamos calados mais o que faremos o que faremos??!!

Precedente perigoso. Dá impressão que o crime compensa. Não há outro jeito de assistir a família do infrator ?

[s]
Jonas

giardino
14-02-2010, 08:43
Prezados,

Este é mais um verdadeiro absurdo deste "governo" que está aí, juntando medidas populescas com a proximidade das eleições...
É o perfeito retrato desta incompetente, inexperiente e inescrupulosa "administração"... E a classe média, mais uma vez, pagando a conta...

Papillon
14-02-2010, 10:28
Já postado.

http://www.htforum.com/vb/showthread.php?t=120765

http://www.htforum.com/vb/showthread.php?t=121136

http://www.htforum.com/vb/showthread.php?p=1969679

http://www.htforum.com/vb/showthread.php?t=124812

Vale ressaltar esse trecho, o auxílio reclusão é para o segurado da previdência social que for preso. Não sabia que tinha salário topo, o que sabia era que qualquer segurado em caso de prisão teria direito a esse auxílio para sua família tendo o teto máximo o salário contribuição (os setecentos e tantos reais).

Como o sujeito teve descontado de seu salário o INSS, nada mais justo que recebe benefícios pertinentes a esse seguro "mesmo" nesse caso.


e tenho dito.

Emiliano
14-02-2010, 20:40
Falou e disse. Não se trata de Portaria, como outro esclareceu, inclusive há previsão Constitucional. Acho que o tópico deveria ser fechado, por já terem outros idênticos, mas antes disso o autor do tópico deveria alterar o título, evitando conclusões equivocadas.

Calmar
15-02-2010, 09:39
Mas já que "filho de bandido" é o assunto (e não fui eu quem desvirtuou o tópico -> a bronca tinha que ter ido para quem falou no Arruda, mas já que ele é do DEM você achou engraçadinho).

O Arruda não tá preso? Então parte do tópico :bD

RMalheiro
17-02-2010, 08:30
Olá, Ops a idéia não era polemizar com partidos não, como eu sou novo no forum não acompanhei no mês de Dezembro esta discussão, mais acho legal a idéia as vezes de tratar assuntos que ja haviam morrido, pelo menos para minha pessoa elucidou muito sobre o assunto, quando li a noticia achava que era qualquer marginal preso que teria o direito sobre a pensão mais agora vejo que o marginal teria que ser segurado do inss blz se eu cometer algum tipo de insanidade depois de tomar o biotonico terei o direito, mais é triste como disse um amigo nosso existem milhões de jeito de tratar a familia mais porem e mais facil fazer assim tira o dinheiro de quem trabalha e da para quem rouba é assim que é infelizmente . E sobre trancar pode trancar sim !:)

Helio.
17-02-2010, 12:43
mais acho legal a idéia as vezes de tratar assuntos que ja haviam morrido,
Concordo com você, mas o ressuscitamento poderia ter ocorrido num dos tópicos já existentes :legal:

Papillon
06-03-2010, 11:35
Para aquecer o assunto, matéria de hoje na pagina principal do terra (http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI4290747-EI306,00-Bolsapreso+aumenta+em+anos+massa+carceraria.html):



Fabiana Leal
Direto de Porto Alegre

Enquanto a população carcerária brasileira cresceu 17% nos últimos quatro anos, o valor gasto pelo governo com o pagamento do auxílio-reclusão a famílias de presos aumentou 60% no mesmo período. Os dados são dos ministérios da Justiça e da Previdência Social.

Em 2006, quando a população carcerária era de 401,2 mil presos no País, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) destinou R$ 108,4 milhões a 18,1 mil famílias de presos, de acordo com dados do Boletim Estatístico da Previdência Social (Beps).

Em 2009, R$ 174,10 milhões em benefícios foram pagos a 26,6 mil depedentes de presidiários. Segundo o Ministério da Justiça, o Brasil tinha 469,8 mil presos no primeiro semestre do ano passado. O ministério ainda não disponibilizou os dados da segunda metade do ano.

A média do INSS paga às famílias de apenados com direito ao benefício foi de R$ 506,65 em dezembro de 2009. No entanto, os valores oscilam de acordo com a contribuição de cada presidiário no período anterior à detenção. Em janeiro deste ano, por exemplo, a maior média foi de R$ 981,15, no Amazonas.

Polêmica sem rosto
O Terra não conseguiu encontrar juristas que fossem declaradamente contrários ao auxílio-reclusão. Porém, de tempos em tempos surgem na internet e-mails apócrifos criticando a iniciativa.

"Você sabia que todo presidiário com filhos tem uma bolsa de R$752,12 para sustentar a família, pois o coitadinho não pode trabalhar para sustentar os filhos pois está preso?", diz o trecho de um destes e-mails. O benefício também é chamado pejorativamente de "bolsa-marginal" e "auxílio-ladrão", entre outros nomes desqualificativos.

Criação
O auxílio foi instituído há 50 anos pelo extinto Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Marítimos (IAPM) e incluído em agosto de 1960 na Lei Orgânica da Previdência Social e foi mantido na Constituição Federal de 1988.

O valor do benefício é dividido entre o número de dependentes que o preso tiver. A família de um detento que recebe, por exemplo, um salário mínimo (R$ 510) de auxílio-reclusão não terá benefício mais alto em função do número de filhos ou parentes que eram sustentados por ele.

Para ter direito ao auxílio, o preso precisa estar em dia com suas contribuições mensais, ser considerado de baixa renda, receber até R$ 798,30 por mês e não ter outro benefício, como auxílio-doença, aposentadoria ou abono de permanência em serviço. O auxílio pode ser solicitado por meio de agendamento prévio, pelo portal da Previdência Social (www.previdenciasocial.gov.br), pelo telefone 135 ou nas agências da Previdência.

Mais trabalhadores presos
O aumento de auxílio-reclusão nos últimos quatro anos mostra um crescimento no número de trabalhadores presos - situação menos comum no passado. A constatação é do professor de Direito Marcos Rolim, membro do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária.

"A política criminal promove um encarceramento tão massivo que essa rede já começou a atingir pessoas assalariadas. Do conjunto de presos atual, menos de 5% recebem auxílio-reclusão, o que representa uma esmagadora minoria entre os presos", afirmou.

Favorável ao benefício, Rolim diz que o auxílio-reclusão afasta famílias de presos da criminalidade. "A ausência de apoio aos familiares estimula o crime no Brasil. Esse benefício é para as pessoas que dependiam (financeiramente) dele (do preso) e estão sem qualquer proteção", disse.


Acredito que essa matéria ilustre bem o que ocorre.

Não sou contra o benefício, aliás sou a favor de condições melhores para os presos, pois só assim a recuperação pode ser possível.

Também sou contra a massificação da prisão de pobre contra os recursos sem limites cabíveis aos ricos (está ai o Pimenta Neves, assassino confesso, julgado e solto aguardando recurso).

celiaminguini
27-09-2010, 21:32
E tem mais um agravante, além disso tudo, agora existe o pedágio para quem for aposentar.
Não basta pagarmos o absurdo ao INSS, de 30 ou 35 anos, agora dependendo de quanto voce contribuiu na data retroativa de 16/12/1998, voce estará sendo obrigado a pagar o famoso pedágio, criado por quem nunca trabalhou!
Ironia amigos, isso é uma bagunça, não sou afiliada a nenhum partido, mas o PT foi o que me mais causou impacto: ELE ESQUECEU QUE PT É UM PARTIDO QUE DEVERIA ESTAR AO LADO DO TRABALHADOR E NÃO CONTRA.

placard
28-09-2010, 01:00
Moderação, mais um tópico político se queixando do PT ou do PSDB pra vocês trancarem que foi ressuscitado do nada. :rolleyes:

Deve ser a proximidade com as eleições deixando o pessoal louco.

Giovanni Trude
28-09-2010, 10:12
Pelo que sei, se o preso ''comprovar'' que sustenta a familia, o governo paga xx para cada filho, é um bom dinheiro, fora o gasto de mais de mil reais mensais para manter um FDP desses na cadeia. RIDICULO ISSO!!!!!

Vinícius RS
28-09-2010, 11:42
Gente, acho o benefício muito justo.
Serve para quem ESTÁ CONTRIBUINDO COM O INSS quando for preso. Sabem que parcela dos presos tinha emprego quando foi preso? Quase zero.
Outro detalhe importante: muitas vezes, a família depende dos ganhos do preso pra sobreviver. Tirando qualquer chance de sobrevivência da família, o que sobra a eles?
Muita gente não sabe ou não concorda com as atividades criminosas de seu familiar, e não podemos fazê-los cumprir pena juntamente com o criminoso, condenando-os à miséria.

isso NADA tem a ver com política partidária, PT, PSDB, PQP, nada a ver. Tem a ver com o caráter de seguridade social da previdência.

Nas minhas relações tenho conhecimento de um caso típico: minha prima era casada com um policial militar, mas estava separada de fato havia uns dois anos. Ela tem 2 filhos com ele (hoje já são adultos). Um belo dia, sem que ninguém esperasse muito menos soubesse de qualquer coisa (e a vida dela comprovava isso, já que vivia com muita dificuldade com o salário de auxiliar administrativo de um hospital de uma pequena cidade no interior), seu ex-marido foi preso, na tentativa de assaltar a agência do BB na cidade (que é bem pequena, menos de 15mil hab.), tendo sequestrado o gerente e o PM que estava de serviço no momento (seu ex-colega, inclusive, já que o inteligente já havia trabalhado lá por muito anos). Deve-se condenar a famíla junto com réu? condená-los a viver ainda mais na miséria, como se culpados fossem dos crimes do familiar?
Eu não acho.

posteriormente, ficou-se sabendo que o bonito era criminoso velho, e aquele não era o primeiro assalto do qual ele participava. E ele parecia acima de qualquer suspeita (eu mesmo me dava muito bem com ele, e era uma pessoa muito agradável, de boa conversa e bom humor)...

Apesar de PARECER absurdo, esse benefício é mais do que justo.

Thyago
28-09-2010, 12:18
Deve-se condenar a famíla junto com réu? condená-los a viver ainda mais na miséria, como se culpados fossem dos crimes do familiar?
Eu não acho.

E o pai de familia que um assasino mata ???

a familia fica na miséria também , quem vc acha que tem mais direto a este beneficio ???

quem sofre mais ???

o preso volta, o morto não.

mardenmb
28-09-2010, 12:28
Em primeiro lugar, como falaram, essa medida nada tem a ver com o atual governo. É decisão antiga. Então, não vamos misturar alhos com bugalhos aqui.

Agora, minha opinião é de que o benefício é bem a cara do nosso estado paternalista. Essa coisa típica da nossa cultura de dar "esmolinhas", que no fundo mais estragam que corrigem a pessoa.

Se o objetivo fosse amparar as famílias dos presos, com o argumento de que não deveriam ser penalizados pelo erro dos outros, então nesse caso o benefício deveria ser estendido a todos. Independente de pagarem INSS ou não. Pois via de regra a família de quem não paga INSS, pela própria estrutura financeira do preso, é a que mais precisa da ajuda do Estado.

Mais ainda. Pode-se supor que quem pagava INSS tinha um melhor padrão de vida. E em muitos casos, com bens em seu nome.

Então, não acho justo que o cidadão (via impostos) assuma o sustento da família do meliante, quando ele possui bens que podem ser vendidos para o sustento da família. Que venda casa, carro, terrenos e o que mais for necessário, para que a família sobreviva.

Que o cidadão (via impostos) assuma a manutenção da família do preso, para que ele não perca seu patrimônio, me parece um absurdo. E isso, até onde eu observei, não é levado em conta.

Mais ainda, mesmo que não possua bem algum, o benefício cria um incentivo indireto ao crime. A segurança para o criminoso de que sua família não vai ficar desamparada, se ele for preso.

Ainda que seja algo muito limitado, que dificilmente passa pela cabeça de quem comete um crime (já que a maioria acredita que nunca será presa), ainda assim o princípio em si me parece questionável.

Papillon
28-09-2010, 15:39
E o pai de familia que um assasino mata ???

a familia fica na miséria também , quem vc acha que tem mais direto a este beneficio ???

quem sofre mais ???

o preso volta, o morto não.


Calma lá... São situações distintas! Ocorre que quem fez o tal e-mail maldoso não entende nada de lei.

O seguro é para o beneficiário do INSS, seja ele o detento ou a vitima. Para ser amparado pelo seguro o beneficiário tem de estar em dia com o INSS, se for vítima a família receberá uma pensão, no caso vitalícia para esposa e se deixar somente filhos uma pensão até completarem a maioridade, no caso do detento vale enquanto este estiver recluso.

Não tem nada haver com FHC ou Lula, próprio do INSS e foi criado nos anos 70 durante a ditadura militar.