PDA

Ver Versão Completa : Furutech ou Belden? Qual o melhor cabo para uma instalação elétrica Hi-end?



Luís Marrese
18-07-2008, 17:22
Olá Pessoal.

Resolvi criar esse tópico para que possamos trocar idéias sobre as marcas e especificações de cabos mais apropriados para uma instalação elétrica de qualidade. Muitas vezes nos deparamos com dificuldades na escolha do cabo ideal e até em encontrá-los no mercado, seja em razão do preço, ou porque as lojas só vendem determinadas marcas em rolos, o que inviabiliza a transação. Aqui poderemos colher informações e quem sabe até formarmos grupos para a compra desses produtos. O que vcs acham?

Davide
18-07-2008, 19:43
Luís, uma boa esse tópico, temos estas informações mas espalhadas pelo HTF :aplauso:

eu uso fios rígidos Pirelli de 6mm² para as duas fases e o neutro

a única referência segura que tenho até então como alternativa é o Power Clean da Logical :legal:

Furutech e Belden sei que são excelentes opções mas vamos esperar a turma mais por dentro do assunto pra saber sobre as opções destes fabricantes e onde achar pra comprar :legal:

abraços

Luís Marrese
19-07-2008, 08:54
É isso aí Davide. Eu também já tinha notado que as informações sobre esse tema estão espalhadas pelo Fórum.
Já vi recomendações também do cabo Prysmian da linha Gsette e parece que o próprio Cláudio Lameira está fornecendo um cabo de melhor qualidade para esse fim. Vamos aguardar a manifestação de alguém que tenha mais informações. Grande abraço,

Luis Marrese

sitari
19-07-2008, 14:20
Excelente tópico:legal: Bom, minha opinião, dependo da quantidade de metros que precisariamos dos cabos acima referidos, teriamos que desembolsar uma grana consideravel para fazer a instalação com excessão do cabo Prysmian que não deve ser muito caro e o do Cláudio que desconheço o preço. Eu por exemplo teria que usar mais ou menos 50 metros para isso, ou seja, 25 metros para fase e 25 metros para neutro, isso sem contar o terra que teria que ser um flexivel de boa qualidade. No caso do Davide, acho que é até mais que isso, correto Davide? No momento estou usando cabos da SIL (meu xará:D) de 4mm².com fusivel Diazed de 36A e um bom reforço de aterramento do neutro.
Pro ano que vem, estou pensando em utilizar um cabo que eu vi da Phelps Dodge(acho que escrevi certo o nome)de 750V em seção de 10mm². Ele tem os condutores rigidos, mas com um condutor central mais grosso envolto por condutores mais fino trançados nesse condutor central. vou trançar um par desse cabo, envolve-lo com papel aluminio e teflon e fecha-lo com termo-retratil...coisa de louco?:Pirou: com certeza.

Abraços

Silvio

Davide
19-07-2008, 18:14
Fala Sílvio, fala Luis, beleza? :legal:

Sílvio, por incrível que pareça 25 metros dá com folga em casa :legal: o conduite dedicado às sala corta caminho diretamente pra entrada de energia :legal:

migrei para fio rígido depois de uma palestra do Jorge com boas melhorias e sairia dele só pra algo que certamente traria algum up, é uma mudança complicada no meu caso e penso que no de todos, bem diferente de um teste de cabo de força, envolve uma instalação trabalhosa e imagina se a troca não agrada? :lol:

Pois é, um Power Clean já ouvi que é tiro certo (até o FA o cita pra esse uso na nova sala dele) mas a 80 reais o metro (antigamente era 39 doletas) deixa a brincadeira toda em quase 2000 reais :D

se tivesse um Belden ou outro de qualidade certa, mais em conta, encararia, esse que você citou desconheço


Luis, ouvi comentários sobre essa do Lameira, mas agora não me lembro de quem, tavez o Eduprado usou, mas, não tenho certeza :legal: parece que é algo ao redor de 40 o metro, se for para as duas fases do AcO pode ser uma boa opção pois me disseram ser feito a partir do OFree que ele utiliza no AcO SE

vamos aguardar o depoimento de alguém que esteja usando :legal:

abraços

Isaac Boy
19-07-2008, 18:35
Beleza. Também vou acompanhar o tópico.

Não tenho maiores contribuições a não ser dizer que minha instalação também é com Pirelli rígido 6mm2 do quadro de distribuição interno do apartamento até a tomada do som. Sequer uso uma tomada especial, que é uma alteração que devo fazer em breve.

A propósito os fios Prysmian nada mais são que o (ex) Pirelli. Ou seja, a Pirelli mudou de marca no segmento de cabos e fios, utilizando essa nova marca. Ou seja Pirelli = Prysmian. :legal:

elmano
19-07-2008, 18:38
Um metro de cabo Power Clean por R$ 80,00 ?!!!
Tá muito caro esse cabo. Onde é que a gente encontra na web?
É capaz de ser mais barato.
Essas tomadas Hospital Grade (Furutech)que o pessoal vende por US$ 100.00 (Cem dólares), eu acho um absurdo. Imagine um metro de cabos para eletricidade a oitenta reais o metro!!:oloko::riso:

Ricardo Pontes
19-07-2008, 19:52
As tomadas Furutech sao imbatíveis. Elas ``chupam`` a femea da parede.

Quanto a fiaçao o ideal é tirar do poste da rua no caso de casa ,ou, tirar do registro no caso de aptos ,fios rígidos de 4 milimetros até a sala usando um desjuntor dedicado só pra isso .

Quem usa fios de qualidade pensa que o som mudará de timbre ,ledo engano- fios e cabos bons sao feitos para impedir a interferencia de RFI e
interferencia eletromagneticas- uma praga na resoluçao final de um som HI END.
Quando se paga 1000 dolares ou mais em um cabo está procurando SILENCIO E LIMPEZA -nao é timbre . Se voce quer timbre, compre um equalizador!!! :concordo:

Ricardo.

Luís Marrese
20-07-2008, 11:53
Davide, na semana passada conversei com o Cláudio Lameira e ele me informou que seu cabo está sendo vendido a R$14,00 o metro. Segundo ele o desempenho está muito próximo do Power Clean, que está custando U$39,00/metro. Talvez seja uma boa, vc não acha?

sitari
20-07-2008, 15:03
Pois é Davide, você já usou fio flexivel e migrou para rigido e considerou uma melhora, lembra? eu também uma vêz fiz um teste com cabos da Pirelli 3x4mm² e depois passei para rigido de 4mm², acabou ficando o rigido, no caso do Power Clean o mesmo é multifilar e dizem alguns entendidos que o multifilar é mais sensivel ao efeito pelicular em comparação ao rigido...será?

Silvio

Davide
21-07-2008, 08:33
Ricardo, tou com você nessa das tomadas Furutech :legal: incrível a qualidade e firmeza dos contatos, a minha já tem quase um ano e continua perfeita, posso ligar e desligar o cabo principal do sistema quantas vezes sequer e ela continua firme :legal:

Luis, 14 o metro começa a compensar o do Lameira :legal: vou tentar uma amostra pra ver como é, alguém teria uma foto dele?

Sílvio, o rígido me deixou feliz :lol: única ressalva serem 3 fios rígidos (2 para as fases e 1 para o neutro) que percorrem mais de 20 metros de conduíte sem nenhuma geometria estabelecida, um Power Clean ou similar já contam com geometria articulada no caminho todo :legal:

ems2007
21-07-2008, 09:31
Luis,
Acompanhando o tópico, com muito interesse. Mudei de ap. e estou planejando como criar uma linha de força dedicada para o set.:legal:

Davide,
O que você quer dizer exatamente quando se refere a geometria?

Obrigado.

niko
21-07-2008, 10:02
Também vou acompanhar esse tópico. Hoje tenho uma instalação separada para o HT/Áudio, mas não uso nenhum cabo/fio diferente do restante da casa. Mas como futuramente penso em montar uma sala dedicada, vou ficar aqui só escutando os gurus da eletricidade: Davide, Édison.:legal:

Nilde
21-07-2008, 13:47
Excelente tópico:aplauso:
Vou acompanhar já que estarei alterando a fiação la para o meu sistema.
E ja perguntando, ao fazer um terra não teria que tomar um extremo cuidado já que poderá ser diferente do terra da rede? como saber a impedância? ohmímetro?
Não sei se estava sonhando mas penso que li ( estou tentando lembrar) um aparelho que eliminaria os problemas de falta de terra foi delírio meu?

Matias
21-07-2008, 14:31
Eu estou com 4mm² rígidos Sil do quadro até a tomada direto.
Ainda vou fazer o teste do com disjuntor versus sem disjuntor para ver se dá diferença. :)
Ele é um daqueles pretos comuns mesmo, acho que uns 30A em 220V.

RockAndRoll
21-07-2008, 22:57
Quando comprei 6 metros do Powerclean para ligar a seccionadora da sala à tomada de energia, como minha distância da sala até o relógio era de 50 metros, o próprio Vlamir, me recomendou o Prysmian Tetracabo (o tetracabo tem 4 cabos independentes, com uma geometria específica). Por conta da distância, tive que usar o de 16 mm. Usei para 3 fases e neutro. Para o terra precisei de mais uma perna, aí instalei um outro cabo Prysmian 16 mm.
O Powerclean e assemelhados são só para distâncias pequenas, senão já viu $$$$$$$$$$$$$$$. Fazendo com o Prysmian (ex-Pirelli) já gastei uma nota preta.

Davide
22-07-2008, 08:51
Niko, eu guru da eletricidade? De onde tirou isso :lol: dou minhas cacetadas baseado-me em toda essa galera de compadres de HTF, a minha sorte foi ter construído a minha casa e ter tido a chance de planejar minimamente a elétrica da sala, digo minimamente porque foi há pouco mais de 3 anos e o conhecimento aqui corre rápido e solto, hoje não teria feito certas coisas que fiz 3 anos atrás, mas, ainda bem que já conhecia o HTF, poderia ter sido muito pior :legal:

Matias, homi......tira logo este disjuntor comum do caminho de seus belos brinquedos, tadinhos :legal: eles e teus ouvidos vão agradecer

R&R, 16mm²?? caramba :legal:

niko
22-07-2008, 09:21
Comparado a eu, que usa disjuntor e cabos, sua casa é show de bola.:legal:
Isso só vou ter com a sala nova.

RenatoOk
22-07-2008, 10:04
O FA usou o Power Clean na nova sala dele? Não será esse?:
http://imaginehifi.com/product_info.php?manufacturers_id=58&products_id=228

Na minha sala uso o Power Clean mas na sala nova vou usar o Furutech.

elmano
22-07-2008, 10:11
Fish,

Em relação a esse link que você forneceu aí acima: $66.00 (sessenta e seis dólares) pagam o que ? Um metro?
Não consegui entender lá no site.

RenatoOk
22-07-2008, 10:26
O preço é por metro. Em já tentei comprar mas eles só vendiam o rolo com 50 metros.

Davide
22-07-2008, 10:37
Beleza esse Furutech, Fish :legal: mas 66 doletas ai ai :concordo:

Isaac Boy
22-07-2008, 10:42
Como dizem os gringos, o cabo chega a ser "sexy"... :lol:

Lindão, mesmo! :legal:

Mas, cabo "sexy", tô fora! :nao:

E por $66, cruz credo! :D

carlos_camardella
22-07-2008, 12:09
Pessoal,

Só uma sugestão de amigo:

Para um curto cabo AC, p. ex. entre o equipamento e a tomada da parede, um cabo flexível é aceitável e pode ser até desejável, para não forçar o conector IEC do painel ou a própria tomada, mas para ser usado como circuito de alimentação dos aparelhos, passado dentro dos eletrodutos da parede ou numa canaleta externa, o cabo flexível vai fazer justamento o contrário que se deseja, ou seja, vai responder melhor às interferências de RF (altas freqüências) que um cabo rígido, pois a resistência dos múltiplos fios será menor quanto mais alta for a freqüência, devido ao skin effect. Já um longo cabo sólido com condutores grossos tenderá a atenuar muito mais as altas freqüências (ou seja, as interferências captadas pela rede AC). Mesmo aqueles estalos agudos, que alguns disjuntores já em fase de aposentadoria geram, quase desaparecem ao se usar um cabo rígido de 15m, pois são fortemente atenuados ao longo do cabo.

Certamente que alguns cabos multifilares "audiófilos" podem levar vantagem se usarem blindagem, se a geometria for mais estável (por exemplo, o passo da trança) mas aí o cabo rígido se fosse blindado e mais bem feito também seria melhor que o rígido sem blindagem.

Só um toque :legal:

Abraços,
C.A.

José Carlos
22-07-2008, 12:11
Os cabos da Belden são de ótima qualidade, O problema é encontrá-los para vender em quantidades pequenas. Até mesmo os da Prysmian. Eu ia fazer um teste com um cabo especial da Prysmian e a quantidade mínima de venda era de 1000m. Alguém se habilita a compartilhar o cabo??:lol:

Isso é cabo pra mais de metro, sô!!!

At.;

Davide
22-07-2008, 16:43
Carlos :legal:

Flexível para AC com mais de 5m é fria...

Luís Marrese
22-07-2008, 17:28
José Carlos,

Há poucos dias fui à Santa Ifigênia e encontrei o cabo Prysmian Gsette sendo vendido por metro na Andra, se não me engano. Lembro-me que era uma loja de esquina, logo no início da rua. Não custa dar uma pesquisada. Grande abraço,

Luis Marrese

Ricardo Pontes
22-07-2008, 18:36
Ainda diria mais, qualquer coisa acima de 5 metros ,é fria ,a começar pelas
estacionarias - até hdmi - O Carlos sabe do que estou falando ...

Ricardo.:legal:

elmano
22-07-2008, 19:03
Camardella,

Já que o Ricardo disse que você sabe do que ele está falando, explique aí pra nós, aqueles que não sabemos exatamente do que se trata. Logicamente deve ser pra não se usar cabos flexíveis com tamanhos maiores de 5 metros. Por que?

Grato pela explicação.

Luís Marrese
22-07-2008, 19:28
Prezado Carlos Camardella

Qual cabo rígido o senhor aconselha para uma distância do quadro à tomada de cerca de quinze metros?

elmano
22-07-2008, 21:58
O preço é por metro. Em já tentei comprar mas eles só vendiam o rolo com 50 metros.

Fish, por acaso, você saberia informar qual o peso de uma peça com 50 metros?
Estou vendo aqui uma possibilidade. Se der certo, - (o peso é importante para que isso aconteça) - eu lhe comunico.

Ricardo Pontes
22-07-2008, 22:28
Elmano, tanto em rf[radio] como em af[audio] os comprimentos tem uma relaçao muito grande com o resultado final em virtude das ondas estacionarias que se compoem nos cabos como uma senoide .

O corte errado de um cabo pode comprometer o resultado prejudicando a linearidade e o balance tanto de um cabo coaxial como um cabo de audio até mesmo o cabo hdmi digital .

Explicar isso cientificamente nao é dificil mas complicado . Voce ja deve ter ouvido falar em comprimentos corretos para uma linearidade perfeita.

Isso vale pra tudo- cabo de força - interconect-coaxial - tudo ! .

Ricardo.:legal:

carlos_camardella
23-07-2008, 01:42
Pessoal,

O melhor cabo nacional para uma instalação verdadeiramente high-end é o Prysmian AirGuard da série 3,6-6kV, com encordoamento classe 2 (não é um multifilar, que são os classe 5, e nem um só condutor sólido, que são os classe 1. Ele possui mais de um fio sólido por condutor, mas são poucos). O bicho possui materiais de primeira categoria, geometria helicoidal e blindagem por condutor e no cabo todo!!!

Olhem nas páginas 8 e 9 desse manual:

http://www.br.prysmian.com/pt_BR/cables_systems/energy/product_families/pdf/AirGuard.pdf

O problema é seu diâmetro, que obriga a se ter eletrodutos exclusivos para ele. E o preço também deve ser algo em torno de R$20,00 ou mais o metro. Mas pode ter certeza que praticamente nenhum cabo de instalação elétrica que se diga audiófilo/high-end no mundo consegue superá-lo, a menos que use tecnologias semelhantes às dos cabos AC high-end dos aparelhos, mas aí o preço por metro vai às alturas, inviabilizando totalmente uma instalação de alguns metros . Esse cabo é indicadíssimo para fazer-se um cabo AC DIY com aqueles plugs carérrimos, mas para cabos AC pode-se usar o seu primo mais pobre, de 0,6 - 1kV, com condutores multifilares.

Depois eu passo mais alguns bizus, com coisas mais pé no chão.

Abraços,
C.A.

sitari
23-07-2008, 09:22
Carlos, ótima dica:legal: principalmente por trata-se de um produto encontrado em nosso mercado, talvez só um pouquinho dificil em determinados locais, mas isso não seria problema, pois podemos dentro de nossas amizades aqui no fórum, auxiliar os colegas de outras praças. Num post anterior eu tinha colocado um tipo de cabo quase igual esse que você indicou da Phelps Dodge com seção de 10mm² com condutor central rigido envolto por condutores de diametro menores, eles, diferente do seu exposto, não são encapados internamente e também nada amigavel para ser passado em duto/conduite onde precisa-se de 2 cabos desses no minimo para usa-lo, mas acredito ser também uma ótima opção. Uma pergunta, essa formação helicoidal ajuda na diminuição do Skin Effect? entre outros beneficios é claro:legal:

Abraços

Silvio

niko
23-07-2008, 09:40
Skin effect? Acredito que não. Chuto que ajuda a diminuir a indutância.:D

sitari
23-07-2008, 10:06
Indutancia?...bom, já é alguma coisa né?:legal:

Silvio

carlos_camardella
23-07-2008, 10:26
O fato de ser helicoidal reduz a indutância sim, e aumenta a capacitância, que nesse caso é um benefício, pois num comprimento de 10 ou mais metros o cabo vira um filtro passa-baixas para RF, mas a capacitância é baixa o suficiente para não gerar distorções até uns poucos kHz, ou seja, não prejudica a senóide de 60Hz e nem gera atrasos naquela "puxada de corrente" para os graves cascudos. Um grande benefício é que o design helicoidal o torna muito mais imune a interferências de EMI do que os cabos paralelos ou com passos de trança muito longos, que é a geometria geralmente usada nesses cabos comuns mais flexíveis (por motivos óbvios - maior flexibilidade e preço).

Esse cabo é o bicho solto para AC - usado em plataformas de petróleo e navios de guerra, por sua estúpida imunidade a qualquer tipo de interferência (EMI ou RFI), além de resistência à exposição atmosférica e ao fogo. Pode até ser embutido na parede sem eletrodutos, é só fazer um rasgo na parede com uma Makita, emburacar o cabo lá e jogar cimento e massa corrida por cima, e pintar :bD.

Abraços,
C.A.

sitari
23-07-2008, 11:25
Tai então uma opção para nós testar-mos em nosso sistema:legal:

Abraços

Silvio

Luís Marrese
23-07-2008, 14:25
Hoje estive na Santa Ifigênia (Andra) e o vendedor sequer conhecia a linha de Cabos Airguard da Prysmian. Na loja, o que de melhor encontrei foi um cabo 3X4mm, da linha Gsette, vendido a R$ 6,00/m, com pronta entrega. Buscando por mais informações, liguei no SAC do fabricante e me disseram que essa linha de cabos industriais (Airguard) somente é vendida em rolos de no mínimo 300m, dependendo do diâmetro. Pareceu-me ser praticamente impossível a compra de pequenos lotes dessa linha, a não ser que alguém saiba onde os adquirir.

Luís Marrese
23-07-2008, 14:31
Elmano e Fish

Dependendo do preço eu também tenho interesse nesse cabo da Furutech. Talvez com três ou quatro pessoas a coisa não fique assim tão cara. Quem sabe?

Matias
23-07-2008, 14:50
O Carlos está, mais uma vez, matando a pau. :concordo: :aplauso:

Vinicius Lima
23-07-2008, 15:42
Buscando por mais informações, liguei no SAC do fabricante e me disseram que essa linha de cabos industriais (Airguard) somente é vendida em rolos de no mínimo 300m, dependendo do diâmetro.


Infelizmente é isso mesmo, só é vendido em metragens grandes (onde trabalho utilizamos ele em algumas linhas a partir da sub-estação), de forma que só compensa para uso corporativo.:( Estou de olho se sobram algums retalahos da instalação.:)

Abração.

Vinicius

Isaac Boy
23-07-2008, 16:10
Aqui em BH existe uma empresa muito grande de material elétrico que tem uma boa variedade de cabos. Mas acredito que seja pouco provável que vendam esses cabos. Pelo próprio folheto dá para ver que é uma linha industrial, de aplicação específica. Deve ser difícil de encontrar, possivelmente sob encomenda.

Além do mais, na prática, acho que só dá para usar o que o Carlos chamou de "primo pobre", ou seja, a versão de 0,6 a 1KV. Esse, na sua versão mais "fininha" apresenta 1,6 cm de diâmetro, o que já é bem difícil de trabalhar... O outro, com 4,5 cm de diâmetro, me parece inviável para uso doméstico ou para conexão aos aparelhos...

Luís Marrese
23-07-2008, 16:41
Grande Vinicius

Se souber de alguma sobra(retalho) avise-nos pois acho que há muita gente interessada nesses cabos, ainda mais depois dos grandes elogios tecidos pelo mestre Carlos Camardella.

Abraço,

Luis Marrese

Matias
23-07-2008, 17:20
Mais fácil vocês se juntarem e comprar um rolo inteiro. :)

Isaac Boy
23-07-2008, 17:33
Enviei um e-mail para a loja aqui de BH que citei. Assim que tiver uma resposta, informo a vocês. Mas esse diâmetro é mesmo assustador! :oloko:

Alexandre RS
23-07-2008, 19:14
Mas esse diâmetro é mesmo assustador! :oloko:

E o peso, 3 kg/m.:doido:

sitari
23-07-2008, 20:45
Será que precisaria tanto para para usar na dedicada? como dito, o "primo pobre"dele já não seria suficiente? e estaria bem próximo dos modêlos da Belden e da Furutech, não?

Silvio

carlos_camardella
24-07-2008, 00:26
Prezado,

Respostas em azul :tu:



Será que precisaria tanto para para usar na dedicada?

Bom, a minha idéia foi sugerir algo quase imbatível :legal:

como dito, o "primo pobre"dele já não seria suficiente? e estaria bem próximo dos modêlos da Belden e da Furutech, não?

Seria melhor que todos os outros cabos de força nacionais, comuns ou audiófilos, e que muitos importados. Mas perderia para o primo-rico por não possuir blindagem individual em cada condutor e por ser multifilar (não tendo a capacidade de filtrar RF como ocorre nos fios sólidos para AC).

Não se levando em consideração a bitola, pois ele tem medidas de 2,5 e 4,0mm2, o Furutech FP-3TS762 (3,3mm2) acredito que seria um pouco superior a ele por ter melhor blindagem, e bem inferior ao primo-rico. Mas a diferença de preço...

Não adianta: cabo AC bom só se vende em rolos de 100m pra cima.

Luís Marrese
24-07-2008, 10:02
Prezado Carlos

Como poderemos comprar esse cabo Prysmian Airguard, ainda que seja em quantidades maiores? Você tem idéia do preço?

sitari
24-07-2008, 12:04
Carlos, eu pensei que as caracteristicas de ambos fossem iguais, mudando apenas no diametro, nesse caso, como exposto concordo plenamente.Seria mais ou menos como, usar o "primo-rico" para dedicada e o "primo-pobre" no caso se fosse fazer um cabo de força DYE, correto? unico senão, seria o fato do mesmo ser vendido apenas em metragens grandes e sob encomenda, foi como eu entendi verificando no Google e pelo que os colegas colocaram anteriormente. Mas se eu me conheço e a alguns colegas, a gente não vai desistir até achar uma forma de adquirir esse cabo. Se pela sua consideração, foi como eu entendi, o primo-pobre for melhor que aos Furutech e Belden, já estaremos bem servidos. Eu sei que as coisas não são bem simplistas assim, mas no nosso hobby o que é?:legal:

Abraços

Silvio

sitari
24-07-2008, 12:07
Luis, acho que o Isaac está verificando isso, vamos aguardar:legal:

Abraços

Silvio

Isaac Boy
28-07-2008, 09:54
Pessoal,

Recebi a seguinte "resposta":


Bom dia;

Informo que não identifiquei o cabo solicitado.Para sua cotação ofertamos o cabo eprotenax GSETE 0,6/1Kv, categoria 5 (super flexível) da marca Prysmian no valor de R$ 5,21 o metro.

Sem mais, agradeço o contato e aguardo retorno.


>>>>

Como disse, é uma das maiores lojas de material elétrico de Minas Gerais, com diversas filiais aqui em BH e setores exclusivos de atendimento a grandes clientes, pessoa jurídica, etc.

Com isso, percebemos que eles nem sabem que cabo é esse.

Acredito que a venda deva se dar mais sob demanda e que o uso (como explicado no folheto) fique mais restrito mesmo a clientes da área de petroquímica e offshore (aliás, aqui em Minas estamos bastante "offshore" :lol:).

Estava pensando em insistir na solicitação, enviando junto com o e-mail o PDF do folheto da Prysmian, mas acho que vai ser perda de tempo.

Talvez alguém que esteja no litoral, especialmente Rio de Janeiro, tenha mais sucesso em encontrar um revendedor Prysmian que trabalhe com esse cabo.

sitari
28-07-2008, 20:06
Ou seria o caso Isaac de se mandar um e-mail para a própria Prysmian pedindo informações a respeito desse cabo e onde encontra-lo. Outra hora vou dar uma fuçadinha no site da Prysmian e quem sabe a gente consiga alguma informação:legal:

Abraços

Silvio

Alexandre RS
28-07-2008, 20:31
Como estou no ramo de material elétrico entrei em contato com o setor de vendas em SP que, por achar que Curitiba estivesse no sul do sul :riso: me informou o representante de lá, que por sua vez me repassou o de Porto Alegre que passou o de Caxias que não me retornou.:Putz:

Assim que tiver notícias posto aqui.

Luís Marrese
28-07-2008, 20:42
Isaac,

Insistir na solicitação vai ser perda de tempo mesmo, e o problema de desconhecimento da linha Airguard não se restringe somente a Minas Gerais. Entrei em contato diretamente com a fábrica em Santo André, e a atendente me informou que essa linha (Airguard)somente é vendida em grandes quantidades para pessoas jurídicas. Aqui em São Paulo, na Rua Santa Ifigênia encontrei também o Gsett mais ou menos pelo mesmo preço daí, mas não tenho maiores informações sobre esse cabo e também não sei se valeria a pena. Vamos aguardar nossos colegas mais experientes para que nos ajudem na escolha. Grande abraço,

Luis Marrese

José Carlos
28-07-2008, 20:52
José Carlos,

Há poucos dias fui à Santa Ifigênia e encontrei o cabo Prysmian Gsette sendo vendido por metro na Andra, se não me engano. Lembro-me que era uma loja de esquina, logo no início da rua. Não custa dar uma pesquisada. Grande abraço,

Luis Marrese


Caro Luis,

Obrigado pela dica mas não é o Gsette que eu me referia e sim a um cabo para uso em situações especiais, tais como plataformas de petróleo, etc.
Ele só é vendido em bobinas de 1000m e a construção é totalmente diferente.

Abraços,

José Carlos
28-07-2008, 20:55
Caro Luis,

O cabo a que me referia é exatamente o AirGuard. Os vendedores de lojas de material elétrico não conhecem porque ele é especial e vendido sob encomenda.
Estou achando estranho venderem rolos de 300m pois o departamento de vendas da Prysmian me informou que só vendem em bobinas de 1000m. Eu acho que o SAC está com informção errada.

At.;

José Carlos
28-07-2008, 20:58
Pessoal,

O melhor cabo nacional para uma instalação verdadeiramente high-end é o Prysmian AirGuard da série 3,6-6kV, com encordoamento classe 2 (não é um multifilar, que são os classe 5, e nem um só condutor sólido, que são os classe 1. Ele possui mais de um fio sólido por condutor, mas são poucos). O bicho possui materiais de primeira categoria, geometria helicoidal e blindagem por condutor e no cabo todo!!!

Olhem nas páginas 8 e 9 desse manual:

http://www.br.prysmian.com/pt_BR/cables_systems/energy/product_families/pdf/AirGuard.pdf

O problema é seu diâmetro, que obriga a se ter eletrodutos exclusivos para ele. E o preço também deve ser algo em torno de R$20,00 ou mais o metro. Mas pode ter certeza que praticamente nenhum cabo de instalação elétrica que se diga audiófilo/high-end no mundo consegue superá-lo, a menos que use tecnologias semelhantes às dos cabos AC high-end dos aparelhos, mas aí o preço por metro vai às alturas, inviabilizando totalmente uma instalação de alguns metros . Esse cabo é indicadíssimo para fazer-se um cabo AC DIY com aqueles plugs carérrimos, mas para cabos AC pode-se usar o seu primo mais pobre, de 0,6 - 1kV, com condutores multifilares.

Depois eu passo mais alguns bizus, com coisas mais pé no chão.

Abraços,
C.A.


Caro Carlos,

Eu já fiz uma cotação desse cabo só que não a tenho comigo agora. Poderei informar na quinta-feira. Espero que ninguém a tenha jogado fora. Te digo que sai por mais de R$20,00 o metro pois é feito apenas sob encomenda.

At.;

Batuta
29-07-2008, 00:19
Parabéns Camardella!:aplauso::rever1:

Mais uma grande dica pros amigos do fórum, altíssima qualidade a preço justo.
Agora é só achar um meio de comprar.:)

:legal:
Robson

Isaac Boy
29-07-2008, 11:28
Gente,

Mas se o cabo só é vendido sob encomenda, em bobinas de 1.000 metros, na faixa de 20,00 o metro, estamos falando em uma encomenda de 20.000 reais.

Se fizermos uma compra conjunta, ainda precisaremos de 100 participantes se cada um quiser 10 metros, ou 20 se cada um ficar com 50 metros (e contribuir com R$ 1.000,00). Precisaríamos ainda de uma pessoa jurídica para comprar e haveria o frete para entregar a cada um (o que não deve ser muito barato e/ou fácil, pelo peso e volume).

Além disso, pela bitola do cabo penso que ele é completamente impossível de ser usado em eletroduto doméstico (seria viável, talvez, apenas para quem está construindo incluir um eletroduto para esse cabo). Este tipo de cabo, nas instalações industriais, normalmente corre em bandejas.

Para uso como cabo de força, também acho complicado a questão das terminações. São necessárias tomadas bem grandes em ambas as pontas...

Acho que a indicação do cabo foi interessante para "conhecimento", mas acho sua utilização prática pouco viável para a finalidade que estamos propondo.

Davide
29-07-2008, 11:36
Concordo com a opinão do Isaac :legal: no papel o cabo é excelente (obrigado ao Camardella pelo trabalho de pesquisa e informação:legal:) mas é um cabo tatalmente fora da nossa realidade.

Muitos de nós já se espantam em utilizar um 6mm² rígido pela dificuldade de trabalhar com ele nos conduites normais da maioria de nossas contruções terreas, imagine então apartamento.

Nessa linha de raciocínio creio que nosso foco ainda seja outro :legal: um pouco mais "normal" :legal:

Nilde
29-07-2008, 14:31
Caros
Estou atento a este tópico, como disse la atras, estou reformulando a instalação elétrica para o meu sistema.
Porém estou com uma dúvida danada,.
Necessito mesmo de que a instalação elétrica tenha estes cuidados tão rigorosos (cabo prysmian airguard desde o painel de distribuição) ou poderíamos utilizar cabos excelentes após a tomada? e aí sim fariam a diferença com eliminação de ruidos e etc..
Ou com a solução do cabo Airguard poderíamos dispensar os cabos caros entre a tomada e os equipos?

No meu caso necessito de 04 cabos e para não gastar muito o orçamento está em R$ 4,4 k preços aqui no Brasil de cabos importados.

abs

carlos_camardella
29-07-2008, 14:32
Pessoal,

Tentei entrar em contato com um pessoal de Marinha de Guerra, onde trabalhei faz tempo e usávemos um cabo muito parecido, importado.

Aparentemente essas bobinas de 1000m seriam vendidas para algumas pessoas jurídicas muito específicos, não necessáriamente distribuidores oficiais, que as separariam em tamanhos menores para seus clientes industriais. Mesmo para instalações em plataformas e navios de Guerra, convenhamos 1 km de um cabo desses é um baita de um rolo, quase tão grande como aqueles de cabos de troncos telefônicos de pares de cobre, ia sobrar muito cabo e teria que ficar ocupando espaço em um almoxarifado. Num navio de Guerra daria para fazer várias voltas lá dentro (à excesssão dos porta-aviões nucleares americanos)...

Uma opção seria usar o cabo primo-pobre mesmo e arrumar uma forma de blindá-lo externamente.

(1) Para quem está construindo ou reformando a sala de som/HT, basta usar como eletrodutos canos d´agua de cobre, daqueles de água quente para banheiros, e aterrar o conduíte decentemente. Mesmo não aterrado já seria uma baita de uma blindagem para o cabo, aterrado então é perfeito. Como canos de cobre são meio caros, o ideal é fazer algo com o menor precurso possível, sem subir e descer pelas paredes e teto como se faz na instalação de eletrodutos comuns. E tem-se que usar um cabo com capa dielétrica muito boa, pois o conduíte metálico causará um curto entre os fios fase/neutro ou fase/terra se eles não forem muito bem isolados dele, se bem que antigamente as casas tinham eletrodutos de ferro e os fios eram com capa de pano !!! Usar o cabo primo-pobre mais eletroduto de cobre aterrado dará uma instalação AC com excelente imunidade à captação de RF e EMI (os canos têm de ser soldados ou rosqueados antes de os colocar na parede, não podem haver aberturas entre as varetas de cano)

(2) Para quem já tem eletroduto passado, pode-se usar o primo-pobre ou um semelhante e tentar blindá-lo externamente, com várias camadas de folha de alumínio (pois fazer uma trança de cobre envolta do cabo eu acho inviável) e depois passar por cima do cabo uma capa de PVC daquelas cordas grossas que vendem em lojas de couro, ou seja, retira-se a corda de dentro da capa (que têm em geral desenhos coloridos) e passa-se o cabo por dentro, evitando-se que a folha de alumínio se rasgue quando for passar o cabo pelo eletroduto. E, se possível, da mesma forma aterrar o bicho.

Também se pode usar fios rígidos trançados na furadeira (usando 3 tranças por metro), blindar por fora e passar a capa, como explicado acima.

Mas haja saco para fazer isso...

Particularmente, se for possível comprar o primo-rico, eu esqueceria os eletrodutos, dava um jeito de distrair a patroa e meteria a Makita na parede, passava o cabo e depois tampava o rasgo. Já fiz isso com o cabo para a NET e outro plastichumbo para o ar-condicionado e ficou excelente - basta prender o cabo com cimento em alguns pontos da canaleta rasgada e depois tampar com massa corrida. Espera-se a massa corrida secar, depois se faz o acabamento final com a mesma massa, lixando e pintando (a primeira "emassada" ficará cheia de imperfeições e rachaduras). Dá pra fazer também com a furadeira e uma broca muito larga, mas dá mais trabalho.

Pra fazer isso tem que ser cabo à prova de umidade, mofo, fogo, etc., para não deteriorar dentro da parede e não se correr risco de incêndio.

Os grandes segredos dos cabos AC são a blindagem, a bitola e a geometria trançada, para que se evite captação de inteferências externas e se tenha capacidade de corrrente. Nos cabos de equipamentos temos os conectores como "plus", nos cabos da parede temos os condutores sólidos como "plus".

Abraços,
C.A.

sitari
31-07-2008, 09:47
Parece ser uma coisa tipica para nós Brasileiros, somos tido como um povo versatil e que usa a imaginação para idealizar/fazer as coisas, tai um bom exemplo, apesar da excelente colaboração do Carlos, como sempre. O referido cabo não nos é disponibilizado, pelo menos no momento, acho...para venda no varejo, tudo bem que pelas caracteristicas do mesmo não seria algo muito facil de se manter um estoque(lojista) e expolo,etc...talvez o mercado de rua não justifica-se tal investimento, mas de qualquer forma temos que recorrer a outras alternativas para substituir á algo que a principio nos pareceu interessante para dizer no minimo, isso porque pelo que eu lí/entendi no site da Prysmian o mesmo foi desenvolvido aqui no Brasil inclusive sendo fabricado. O site da Prysmian não é nada amigavel para ver seus produtos, tudo tem-se que baixar, é um saco, desanima mesmo:aiai: Acho até que o chamado "primo-pobre" não é disponivel no mercado formal. Acho que a proposta inicial recai fortemente sobre seu título "Furutech ou Belden".:legal:

Abraços

Silvio

Luís Marrese
01-08-2008, 17:49
Depois de todas essas informações, vcs acham que devemos voltar às marcas que foram tema do tópico ou ainda há outras alternativas mais baratas e de qualidade para as nossas instalações elétricas?

RockAndRoll
01-08-2008, 22:24
Luís,
Eu não tive dificuldade de encontrar o Prysmian G-Sette, pode ser uma boa opção em relação ao Airguard.
Abs

José Carlos
02-08-2008, 12:36
Apenas para dar satisfação ao pessoal do fórum.

Eu havia dito em post anterior que na quinta informaria o preço do cabo Airguard. Infelizmente, jogaram fora o orçamento e não tenho como informar o valor, neste momento.

Abraços,

José Carlos
04-08-2008, 09:43
Pessoal,

Como prometido:

Cabo Airguard 3x2,5mm² 1kV 1000m = R$10.816,00

At.;

Luís Marrese
04-08-2008, 11:19
Então, a R$ 10,82/m o Airguard não está tão caro assim. Basta juntarmos umas vinte pessoas dispostas a adquirir 50m de cabo cada uma. O que vcs acham?

elmano
04-08-2008, 11:50
Luis, nesse preço, fico com 60 metros.

Abraço.
Elmano.

José Carlos
04-08-2008, 19:48
Bom pessoal,

Esse preço é para pessoa jurídica. Eu fiz a cotação através da empresa onde trabalho que tem algumas vantagens de compra diretamente com a Prysmian.

Eu acredito que, SE a Prysmian vender para pessoa física, o que eu acho muito difícil, pois teríamos que procurar um revendedor, o preço será maior. E se não me engano, o valor muda com a cotação do cobre no mercado mundial.

Como diz o ditado, não custa tentar.:legal:

At.;

Marcinho
05-08-2008, 01:55
olá senhores. permitam-me uma breve apresentação. meu nome é marcio reis e trabalho como operador de áudio (shows/estúdio) e encontrei esse forum quando pesquisava sobre energia elétrica (nosso pesadelo).
o bom nível das discursões e a presteza e educação das pessoas me motivaram a entrar "na roda".
falando sobre o cabeamento: quando vocês falam de tirar do "quadro" vocês se referem ao quadro de distribuição (dentro da residência) ou ao quadro do relógio (entrada) ?

Batuta
05-08-2008, 07:12
Pessoal,

Como prometido:

Cabo Airguard 3x2,5mm² 1kV 1000m = R$10.816,00

At.;

José Carlos,

Valeu pela pesquisa.:legal:
O que você cotou foi o primo pobre, não é? E o valor do primo rico, chegou a ver?;)

:legal:
Robson

Harq
05-08-2008, 08:18
Está difícil de achar este Prysmian Air Guard de 3,6 - 6KV.
Alguém tem mais notícia sobre o mesmo?
Estou achando só Gsette 6mm a R$2,41/m.
Hugo

Harq
05-08-2008, 09:06
Carlos_Carmadella,
Qual sua opinião sobre utilizar o Prysmian Gsette Sintenax Flex Controle (3X6mm2) em um eletroduto metálico (25mm) para alimentar a tomada dedicada distante 30 metros do medidor da concessionária?
Hugo

Davide
05-08-2008, 09:10
olá senhores. permitam-me uma breve apresentação. meu nome é marcio reis e trabalho como operador de áudio (shows/estúdio) e encontrei esse forum quando pesquisava sobre energia elétrica (nosso pesadelo).
o bom nível das discursões e a presteza e educação das pessoas me motivaram a entrar "na roda".
falando sobre o cabeamento: quando vocês falam de tirar do "quadro" vocês se referem ao quadro de distribuição (dentro da residência) ou ao quadro do relógio (entrada) ?

Márcio, bem vindo ao fórum, se fizer uma busca verá a enorme quantidade de debates sobre esse assunto, a importãncia de se tirar a alimentação o mais direto possível da entrada da casa e até termos fases distintas para o áudio, o que é mais difícil.:legal:

Sempre que puder tire diretamente do quadro, com fiação dedicada, terra dedicado, reforço de neutro, sem disjuntores no caminho, se possível sem fusível entrecortando o cabo, enfim, tem uma série de qustões que debatemos há tempos sobre este controverso assunto.:legal:

Abraços

carlos_camardella
06-08-2008, 00:18
,
...Qual sua opinião sobre utilizar o Prysmian Gsette Sintenax Flex Controle (3X6mm2)...

Embora não se compare aos Airguard, Furutech e Belden, ainda assim é uma boa solução, pela "blindagem" oferecida pelo eletroduto (note que este eletroduto não pode ter derivações para outros eletrodutos nem fissuras ou aberturas para caixas de passagem no meio do caminho, pois aí se perde o efeito de blindagem). No entanto, perde para o uso de 3 fios de 6mm2 individuais e sólidos, trançados na furadeira, com 3 voltas por metro, principalmente em se tratando de 30 metros. :legal:

Abraço,
C.A.

Davide
06-08-2008, 10:22
Carlos, já que tocou no assunto, por favor, uma duvida :legal:

em casa uso 3 fios rigidos de 6mm² exatamente como você recomenda ser menos pior :legal:

só que passados no conduíte às cegas, sem essa trançada. O que se perde na prática, ouvindo? Dá pra quantificar ou imaginar o resultado?

Abraços

carlos_camardella
06-08-2008, 15:02
Davide,Quando os fios não são trançados eles não sofrem do mesmo tipo de interferências ao longo do percurso. Imagine, por absurdo, que você tem o fio da Fase indo por uma parede e o fio do Neutro indo pela outra parede, do lado oposto, e os dois se encontrando na tomada da parede que interliga as duas, onde está seu sistema de A/V.Imagine que no outro lado da parede onde passa a fase exista uma TV ou computador com fonte chaveada, induzindo interferência de alta freqüência (30kHz, em geral). Imagine, também, que do outro lado da parede oposta está sua cozinha, com o liqüidificador, a geladeira, etc. induzindo interferência de freqüências mais baixas (60 Hz e seus harmônicos).Nesse caso, a Fase e o Neutro estão sofrendo intereferências distintas, que vão se refletir no seu equipamento de A/V.Caso a fase e o neutro sejam trançados, as interferências induzidas nos dois serão praticamente as mesmas, e o trançamento as reduz bastante porque há inversão geométrica entre os condutores. Ao não trançar o cabo, os dois fios sofrerão interferências um pouco distintas por causa da diferença de percurso, que impede que sejam mutuamente anuladas pela inversão geométrica que ocorre devido ao trançamento.Note que esse é um modo de redução de interferências de modo comum por EMI, por causa da inversão dos condutores que tende a anular o campo eletromagnético interferente resultante. Mas, para RFI, só blindagem, aterramento e balanceamento fazem efeito. No caso do AC, o balanceamento de pouco adianta, pois a interferência pode até não vir pelo cabo, mas vai entrar pela tomada, induzir no transformador das fontes dos aparelhos, etc. Porém, para cabos de pequenos sinais (interconexão) é de grande ajuda caso o aparelho fonte e o aparelho receptor adotem técnicas decentes e iguais de balanceamento (o aparelho não precisa ser balanceado, ou seja, com circuitos duplicados) e estejam localizados em ambiente inóspito ou com cabos muito longos, que é o caso dos aparelhos profissionais decentes.Quanto ao que você ouve, vai depender do tipo e nível de intereferências e da suscetibilidade do aparelho. Em geral, o som fica mais sujo, mais comprimido, mais chapado (menor soundstage), mais insosso, sem muita extensão. Mal comparando, quanto pior a rede AC, mais parecido com MP3 codificado a 192kbps ficará o som (ou com o som meio "sujo" , com aqueles agudos dos HT-in-a-box) isso sem falar de ruídos espúrios, excesso de temperatura, etc. etc. Mas não tenho como generalizar, porque cada aparelho e cada tipo de interferência levam a resultados distintos.Abraço,C.A.

Davide
06-08-2008, 16:32
Obrigado Carlos :aplauso: bela explicação :legal:

quando troquei os fios 6mm² flexíveis para 6mm² rigidos (nenhum dos dois trançados) notei boa diferença (pra melhor) :legal:

como tenho praticamente certeza que, retirando os fios existentes para trançar, eles ficarão curtos e terão de receber uma emenda, você imagina que seja um up trocar os 6mm² por outros novos trançados? Perguntinha difícil :D

te digo isso porque, no fundo no fundo, eu não creio que uma mudança para flexível seria vantajosa em um percurso de 25 metros lineares, a não ser que seja um hiper-cabo como estes Furutech ou Belden sugeridos :legal:

abraços

DIMAS CASSITA JR
06-08-2008, 17:52
Caros amigos, os seus problemas com energia eletrica já tem solução é so comprar este cabo :riso: :ataque::aplauso: :rever1:.
Preço de 2mts US$ 4.999,99

http://www.nordost.com/assets/images/valhalla.jpg
VALHALLA Reference Power Cord from Nordost redefines the


:: specificationsEntire Valhalla Line (http://www.nordost.com/index.php?id=320)http://www.nordost.com/assets/images/arrow-right-blue-on-white.gif http://www.nordost.com/assets/images/photos/Valhalla_Power.jpg

Construction: Precision Micro Mono-Filament
Insulation: FEP
Conductors: 7 x 16 AWG with 70 microns Extruded Silver over 99.999999% OFC
Connectors: Gold Plated IEC/Wall plug US/UK/EUR
Color: Clear Red and Black filaments
Speed: 91% Speed of light
Power Rating: 60AMP
Capacitance: 8pF/ft
DC Resistance: 1.3 Ohms per 1000ft/304M as terminated

Davide
06-08-2008, 18:25
o melhor de tudo isso caro Dimas, que temos felizardos em nossa fileiras que já possuem um cabo desses, mas, nem por isso, descuidaram do planejamento e execução da elétrica :D

abraços

Isaac Boy
06-08-2008, 19:23
Um cabo desse checa a qualidade e faz um carinho em cada elétron que passa por ele.

E se tiver alguma interferência de RF dá uma sopradinha para ele ficar limpinho!

:ataque: :ataque: :ataque:

jewel
06-08-2008, 21:29
Esse cabo vem com cofre?:bD

carlos_camardella
07-08-2008, 10:30
Esse é um dos raros exemplos de cabos caros pra K7 que é bom pra K7.
Mas, como eu sempre digo, não vale o que custa. Produzí-lo pela fábrica não sai nem US$500,00, se tanto.Comprá-lo, ou não, é um juízo de valor pessoal e intransferível, uma vez que a relação custo-benefício é péssima e você está pagando muito mais pelo status do que pelo incremento de qualidade. Mas status também é algo muito desejado entre audiófilos, por isso os preços dos cabos são inflacionados.

Pessoalmente, entre gastar US$5.000,00 com esse cabo ou juntar esses US$5K com mais US$3K para fazer um bom upgrade do equipamento que seria conectado a ele, não preciso dizer qual seria a minha escolha. Um excelente cabo AC de US$800,00, estourando US$1K, é o suficiente para qualquer aparelho do nível de um Mark Levinson, Gryphon ou Sphinx. Accuphase nem digo, pois eles recomendam não trocar o cabo, logo já se economiza uma boa grana só nisso, se você for de Accuphase.

Por outro lado, se você já tem um sistema top de US$30K, 40K, com componentes equilibrados e compatíveis, sinérgicos, há que se pensar que o valor relativo desse cabo em relação ao seu sistema nem é tão grande assim, e muito provavelmente esse valor não causaria grande impacto em seu bolso.
Mas não pense que seu Gryphon vai se transformar em outro equipamento por causa dele. Se você já tem um excelente cabo abaixo de 1K, pode ter certeza que seu Gryphon dará conta do recado, sem contar que os cabos originais geralmente são muito bons e já vêm com o aparelho. Com um cabo AC top, pode ficar um ou dois pentelhésimos melhor.

Eu concordo integralmente com os engenheiros da Accuphase: um sistema equilibrado (ou seja, aparelhos com eletrônica e sonoridade sinérgicos), em uma sala boa, que o comporte, pouco se beneficia de cabos milionários, mas é certo que precisa de cabos muito bons (e compatíveis) para mostrar todo o seu potencial, isso é realmente necessário em um sistema top. Não adianta usar aquele cabo AC que veio no seu monitor de vídeo tubão de 17 polegadas que você está jogando fora...

Apenas gostaria de deixar uma sugestão, após alguns bons anos de experiência audiófila: antes de sair atabalhoadamente comprando cabos de alguns milhares de dólares só porque outros o têm e recomendam, ou porque você o ouviu no sistema de um amigo,

teste o cabo em seu sistema, e o compare com outros mais baratos !!!

O erro mais comum em audiófilos, mesmo os mais experientes, é gastar uma fortuna num cabo sem fazer exaustivos testes com este e outros. Não páro de receber relatos de audiófilos mais apressados, desesperançosos ou desesperados, que compraram cabos de 2K, 3K ou até mais e depois um cabo de menos de US$800 ficou um tantinho de nada inferior, quase imperceptível, ou apenas diferente, ou até melhor. Aí sujeito deixa de trocar o aparelho por outro superior porque gastou sua reserva com cabos top. Desculpe, mas pra mim isso é uma total falta de senso crítico.

Claro que um upgrade mal feito de equipamento pode lhe custar uma fortuna e não lhe trazer o resultado esperado, mas se você fizer os testes direitinho, na sua sala e no seu sistema, na maioria esmagadora das situações a troca de aparelhos lhe dará uma diferença de qualidade de áudio bem superior à troca de cabos. Claro que não dá pra comparar a troca de um cabo de US$600,00 para um de US$1,5K com a troca de um pré-amplificador ou integrado de US$5K por um de US$12K. Mas temos aí uma diferença de US$7K entre aparelhos. Trocar seu cabo AC de US$600,00 pelo de US$5K será que é melhor do que manter seu cabo atual e juntar mais uma merreca e trocar de pré ou integrado por um infinitamente melhor ??? Lógico, estou supondo que o cabo de US$600,00 já é um cabo bom, pois convenhamos que para comprar um cabo AC de US$600,00 só se ele for realmente bom, não é verdade ? Se isso não aconteceu, você já começou fazendo errado e provavelmente vai continuar errando, independente de quanto gaste.

Por outro lado, você limitar o gasto em cabos por um determinado percentual do valor do aparelho não é algo muito confiável, mas tenhamos em mente que gastar num único cabo mais de 50% do valor do aparelho a ele conectado é algo no mínimo muito estranho, e me faz desconfiar que se o aparelho só fica bom com um cabo caro assim, então o aparelho não é digno desse cabo e nem de seu sistema, ou você está querendo um milagre...

Faça um favor a si mesmo: não queira se exibir para os amigos audióflos com cabos caros, pois em geral a maioria de seus amigos (e sua esposa) não é audiófila e se impressiona muito mais com um baita receiver de HT de 5000 watts PMPO, analisador de espectro e um monte de caixas, do que um CD-player high-end que você coloca o disco por cima como se fosse um discman (sic) e um amplificador integrado feioso com apenas dois grandes botões no painel e sem luzinha nenhuma, e ainda umas caixa acústicas de design bem duvidoso, e sem subwoofer !!!

Compre um cabo caro se e somente se os seus ouvidos ouviram uma diferença justificável e você comparou esse cabo com outros mais baratos e também de qualidade reconhecida, por um bom período de tempo. Nunca se esqueça dos fatores psicológicos e das diferenças de percepção entre as pessoas.

Como exemplo, eu ouço tênues barulhos nos meus carros que me enlouquecem, e nenhum mecânico ou minha esposa escutam ou dão importância, mesmo nos Mercedes e BMWs tops de linha eu ouço ruídos, eles estão lá sim e eu em geral consigo acabar com eles. Algumas vezes eles acabam piorando e se tornando mais perceptíveis ou revelam defeitos, mas nem sempre isso acontece. Também tenho uma sensibilidade muito grande para identificar quando um amplificador está começando a entrar em clipping, coisa que muito audiófilo de carteirinha não consegue e culpa a acústica, a sinergia, os cabos, as caixas, a enrgia elétrica, a compressão dinâmica imposta pelo condicionador, etc. Por outro lado, eu não sei quando meu filho ou minha cachorra estão ficando gripados ou com algum mínimo problema respiratório só de ouvir sua respiração, mas minha esposa tem uma sensibilidade auditiva altíssima para isso, podia ser médica se quizesse. Portanto, cada ouvido é único.



Abraços,
C.A.

DIMAS CASSITA JR
07-08-2008, 12:17
Esse é um dos raros exemplos de cabos caros pra K7 que é bom pra K7.
Mas, como eu sempre digo, não vale o que custa. Produzí-lo pela fábrica não sai nem US$500,00, se tanto.Comprá-lo, ou não, é um juízo de valor pessoal e intransferível, uma vez que a relação custo-benefício é péssima e você está pagando muito mais pelo status do que pelo incremento de qualidade. Mas status também é algo muito desejado entre audiófilos, por isso os preços dos cabos são inflacionados.

Pessoalmente, entre gastar US$5.000,00 com esse cabo ou juntar esses US$5K com mais US$3K para fazer um bom upgrade do equipamento que seria conectado a ele, não preciso dizer qual seria a minha escolha. Um excelente cabo AC de US$800,00, estourando US$1K, é o suficiente para qualquer aparelho do nível de um Mark Levinson, Gryphon ou Sphinx. Accuphase nem digo, pois eles recomendam não trocar o cabo, logo já se economiza uma boa grana só nisso, se você for de Accuphase.

Por outro lado, se você já tem um sistema top de US$30K, 40K, com componentes equilibrados e compatíveis, sinérgicos, há que se pensar que o valor relativo desse cabo em relação ao seu sistema nem é tão grande assim, e muito provavelmente esse valor não causaria grande impacto em seu bolso.
Mas não pense que seu Gryphon vai se transformar em outro equipamento por causa dele. Se você já tem um excelente cabo abaixo de 1K, pode ter certeza que seu Gryphon dará conta do recado, sem contar que os cabos originais geralmente são muito bons e já vêm com o aparelho. Com um cabo AC top, pode ficar um ou dois pentelhésimos melhor.

Eu concordo integralmente com os engenheiros da Accuphase: um sistema equilibrado (ou seja, aparelhos com eletrônica e sonoridade sinérgicos), em uma sala boa, que o comporte, pouco se beneficia de cabos milionários, mas é certo que precisa de cabos muito bons (e compatíveis) para mostrar todo o seu potencial, isso é realmente necessário em um sistema top. Não adianta usar aquele cabo AC que veio no seu monitor de vídeo tubão de 17 polegadas que você está jogando fora...

Apenas gostaria de deixar uma sugestão, após alguns bons anos de experiência audiófila: antes de sair atabalhoadamente comprando cabos de alguns milhares de dólares só porque outros o têm e recomendam, ou porque você o ouviu no sistema de um amigo,

teste o cabo em seu sistema, e o compare com outros mais baratos !!!

O erro mais comum em audiófilos, mesmo os mais experientes, é gastar uma fortuna num cabo sem fazer exaustivos testes com este e outros. Não páro de receber relatos de audiófilos mais apressados, desesperançosos ou desesperados, que compraram cabos de 2K, 3K ou até mais e depois um cabo de menos de US$800 ficou um tantinho de nada inferior, quase imperceptível, ou apenas diferente, ou até melhor. Aí sujeito deixa de trocar o aparelho por outro superior porque gastou sua reserva com cabos top. Desculpe, mas pra mim isso é uma total falta de senso crítico.

Claro que um upgrade mal feito de equipamento pode lhe custar uma fortuna e não lhe trazer o resultado esperado, mas se você fizer os testes direitinho, na sua sala e no seu sistema, na maioria esmagadora das situações a troca de aparelhos lhe dará uma diferença de qualidade de áudio bem superior à troca de cabos. Claro que não dá pra comparar a troca de um cabo de US$600,00 para um de US$1,5K com a troca de um pré-amplificador ou integrado de US$5K por um de US$12K. Mas temos aí uma diferença de US$7K entre aparelhos. Trocar seu cabo AC de US$600,00 pelo de US$5K será que é melhor do que manter seu cabo atual e juntar mais uma merreca e trocar de pré ou integrado por um infinitamente melhor ??? Lógico, estou supondo que o cabo de US$600,00 já é um cabo bom, pois convenhamos que para comprar um cabo AC de US$600,00 só se ele for realmente bom, não é verdade ? Se isso não aconteceu, você já começou fazendo errado e provavelmente vai continuar errando, independente de quanto gaste.

Por outro lado, você limitar o gasto em cabos por um determinado percentual do valor do aparelho não é algo muito confiável, mas tenhamos em mente que gastar num único cabo mais de 50% do valor do aparelho a ele conectado é algo no mínimo muito estranho, e me faz desconfiar que se o aparelho só fica bom com um cabo caro assim, então o aparelho não é digno desse cabo e nem de seu sistema, ou você está querendo um milagre...

Faça um favor a si mesmo: não queira se exibir para os amigos audióflos com cabos caros, pois em geral a maioria de seus amigos (e sua esposa) não é audiófila e se impressiona muito mais com um baita receiver de HT de 5000 watts PMPO, analisador de espectro e um monte de caixas, do que um CD-player high-end que você coloca o disco por cima como se fosse um discman (sic) e um amplificador integrado feioso com apenas dois grandes botões no painel e sem luzinha nenhuma, e ainda umas caixa acústicas de design bem duvidoso, e sem subwoofer !!!

Compre um cabo caro se e somente se os seus ouvidos ouviram uma diferença justificável e você comparou esse cabo com outros mais baratos e também de qualidade reconhecida, por um bom período de tempo. Nunca se esqueça dos fatores psicológicos e das diferenças de percepção entre as pessoas.

Como exemplo, eu ouço tênues barulhos nos meus carros que me enlouquecem, e nenhum mecânico ou minha esposa escutam ou dão importância, mesmo nos Mercedes e BMWs tops de linha eu ouço ruídos, eles estão lá sim e eu em geral consigo acabar com eles. Algumas vezes eles acabam piorando e se tornando mais perceptíveis ou revelam defeitos, mas nem sempre isso acontece. Também tenho uma sensibilidade muito grande para identificar quando um amplificador está começando a entrar em clipping, coisa que muito audiófilo de carteirinha não consegue e culpa a acústica, a sinergia, os cabos, as caixas, a enrgia elétrica, a compressão dinâmica imposta pelo condicionador, etc. Por outro lado, eu não sei quando meu filho ou minha cachorra estão ficando gripados ou com algum mínimo problema respiratório só de ouvir sua respiração, mas minha esposa tem uma sensibilidade auditiva altíssima para isso, podia ser médica se quizesse. Portanto, cada ouvido é único.



Abraços,
C.A.


Concordo plenamente com tudo o que foi dito :tu: :aplauso: .


Abs, Dimas

niko
07-08-2008, 13:11
Dimas, também concordo com o Carmadella, mas não precisa citar toda a mensagem grande dele.:legal:

carlos_camardella
07-08-2008, 13:24
Obrigado Carlos

Disponha :legal:

quando troquei os fios 6mm² flexíveis para 6mm² rigidos (nenhum dos dois trançados) notei boa diferença (pra melhor)

Isso é o "esperado" que ocorra.

você imagina que seja um up trocar os 6mm² por outros novos trançados?

É um up sim, mas a quantificação da melhora depende diretamente do nível de interferência que você tiver, pode não dar nada ou quase nada. Uma coisa que você pode fazer, caso dê, é mais ou menos o que as empresas de telefonia faziam antes dos anos 50: transposição. Naquela época os fios de telefone corriam parelelos e se fazia a transposição apenas quando eles passavam no poste. Logo, se você fizer um ponto de trança na saída do relógio, ou no disjuntor, e depois outra inversão onde der no meio do caminho (numa caixa de passagem, por exemplo) e na saída da tomada já ajuda e pode surtir o mesmo efeito que trannçar o cabo todo, se você tiver pouca interferência. Por outro lado, dessa forma a capacitância do cabo será menor e não vai ajudar a matar interferências (sujeiras no AC) que penetrem nos fios pelas suas pontas (vindas do relógio ou disjuntor, p. ex.). Mas, quando o nível de interferências é muito alto, o passo da trança (quantidade, quanto mais nós por metro, melhor, mas tem que tomar cuidado para não ficar muito capacitivo para distâncias acima de 20 metros e prejudicar as puxadas de corrente) e a perfeição na geometria (ou seja, os fios ficarem sempre bem encostados, com diâmetro dos condutores sem variar, dielétrico de espessura estável, etc.) são essenciais para se neutralizar as interferências EMI de modo comum.

eu não creio que uma mudança para flexível seria vantajosa em um percurso de 25 metros lineares, a não ser que seja um hiper-cabo ...

Eu também não acho uma boa não. Para longos percursos tem que ser fio sólido, ou um cabo multifilar que tenha sido pensado especificamente para evitar esses tipos de problemas, ou seja, pelo menos blindado, com poucos fiapos no condutor, com geometria do condutor diferenciada dos multifilares comuns, trançamento adequado, etc.



Abração,
C.A.

sitari
07-08-2008, 14:50
Eu fiz exatamente isso que o Carlos citou, ou seja, trançar o cabo no inicio junto a caixa de entrada de energia e depois no final dela já junto aos equipamentos, foram as únicas partes que me possibilitou essa trança. A interferencia que meu sistema tem é apenas no subwoofer, o mesmo sintoniza a rádio trianon AM, mas reduzi bem essa interferencia, puxando o terra do cabo/net para o sub...paliativo, mas resolveu;

Silvio

DIMAS CASSITA JR
07-08-2008, 16:19
Dimas, também concordo com o Carmadella, mas não precisa citar toda a mensagem grande dele.:legal:


Niko estava usando um NOT e ele não tem mouse e não estou acostumado com isso e passei sem querer o dedo mais forte naquele negocio preto antens de concluir exatamente como queria a mensagem. Desculpa :riso: não vai acontecer mais.


Abs, Dimas

Davide
07-08-2008, 16:50
C.A., mais uma vez obrigado :legal:

niko
07-08-2008, 16:57
Dimas,

Desculpado.:hilario:

DIMAS CASSITA JR
07-08-2008, 18:55
Por Gentileza Sr Carlos Camardella, me tire uma duvida.

Quando fiz a minha sala dedicada de Audio usei da rede ate minha sala o cabo Power Clean, porem acho eu que sera que é preciso ter um cabo bom da rede ate a sala de audiçao, não poderia somente usar um cabo de força de otima qualidade da parede da sala onde é o termino do cabo que vem da rede, até onde esta todos os equipamentos, pensando assim não teria porque ter 10, 15, 25 mts de cabo de força de boa qualidade para fazer a ligação da rede ate a sala de audiçao.


Eu e muitos por exemplo alem de ter cabo dedicado da rede ate a sala tambem tenho um outro cabo acredito eu de melhor qualidade que o Power Clean para so depois serem ligados os aparelhos no condicionador de energia ou tomadas. Sera que precisaria do Power Clean, ou apenas o ultimo cabo.


Abs, Dimas

cheriato
30-09-2008, 00:09
Ola pessoal li que conseguiram o preco do cabo airguard, e ai nao conseguiram juntar o pessoal para comprar?

marcoantonio
04-06-2009, 12:37
Como estou pensando em dar um up na minha elétrica, quero dizer que foi muito produtivo a leitura deste tópico.

Infelizmnte, parece que aquele cabo da Prysmian AirGuard é muito difícil de conseguir.

E ai? Qual foi a solução pra quem não conseguiu o Airguard?

Renato
04-06-2009, 14:00
Marco,

Fiquei com a mesma dúvida. Minha idéia aqui é puxar do poste por via aérea até a parede lateral da sala, mas é uma brincadeira entre 20 e 25 metros... como tenho duas fases + neutro, estava pensando em usar 3 rígidos de 6mm e outro felxível para o terra... o terra farei no quintal e será bem próximo do ponto de entrada dessa parede. :legal:

Mas qual cabo usar ?


Davide,

Qual você usou aí?


C.A.,

Alguma sugestão de cabo PP "comprável" ? E se usar 4 pernas de cabos "monos" bem parrudos?


Abração,

Renato

RockAndRoll
04-06-2009, 14:22
Aqui, por orientação do Vlamir, quando eu comprei uns metros de Powerclean, eu usei o Prysmian G Sette Tetracabo. O diâmetro vai variar de acordo com a distãncia. Atualmente nem estou usando o Powerclean. O Prysmian vai na tomada do AcO. Mas ainda não concluí a instalação definitiva.
Para configurações MUITO refinadas, se a distãncia for pequena (tipo menos de 10 mts, pode ser que valha a pena usar até mesmo um Furutech ou Oyaide). O cabeamento interno da sala do F. Andrette é assim.

ÉdisonCh
04-06-2009, 14:54
Marco,

Minha idéia aqui é puxar do poste por via aérea até a parede lateral da sala, mas é uma brincadeira entre 20 e 25 metros... como tenho duas fases + neutro, estava pensando em usar 3 rígidos de 6mm e outro felxível para o terra... o terra farei no quintal e será bem próximo do ponto de entrada dessa parede.

Mas pode ???

Existe um padrão da concessionária que determina o uso de cabos de bitolas pré-determinadas para as instalações elétricas. Eles não falam em fios, mas em cabos.

Por esse motivo, usei 2 pares de fios sólidos de Pirelli 6mm2, um par por FASE, apenas na parte interna da rede, depois da caixa de entrada. No neutro e no terra uso cabo Pirelli de 10mm2 (ou será 8mm2?).

Minha intenção, agora, é substituir os Pirelli por um FIO de melhor qualidade.

Segundo o Ulisses e o Cláudio Lameira, os fios OFC que comercializam (de 4 mm2) têm uma capacidade de condução superior ao dos fios de 6mm2 da Pirelli.

Embora os respeite muito, fico em dúvida em gastar uma pequena fortuna para trazer a eletricidade do poste de entrada (na verdade, do relógio da entrada) até a tomada do AcOrganizer e acabar tendo um desempenho igual ou muito próximo.

Já tentei deixar com apenas um fio sólido de 6 mm2, mas a diferença de desempenho foi muito grande. Logo terei que comprar o suficiente para 4 fios de 4mm2 de 17 a 18 metros (não pretendo substituir o de neutro nem o de terra).

Seria o suficiente para comprar de 100 a 150 CDs importados, ou comprar um ou dois cabos de força de primeira linha.

Será que uma melhoria no trecho final da rede elétrica, por exemplo, nos últimos 4 metros antes da tomada, não faria o mesmo efeito ?

Renato
04-06-2009, 15:06
Édison,

Agora eu bonhei... vamos por partes:

Eu moro em casa, vou trazer do poste/relógio do meu quintal para a sala, vou "bypassar" o quadro de distribuição que continuará fazendo o trabalho para toda a casa e isso me avita o trabalho de tentar passar esses cabos pelo conduites internos da casa o que seria uma trabalheira danada... boto um dijuntor ou fusível nessa parede da sala e pronto! :legal: Como estou em vias de fazer uma sala dedicada, depois vai ser mole jogar para a sala dedicada por conta da localização disso tudo...

Não vou mudar nada do poste da Rua até o meu poste e sendo assim, acho que não há qualquer regulamentação, desde que obedeça regras de segurança e etc Ou estou errado ? :).

Com relação a sua instalação, fiquei na dúvida. Você passou 4 rígidos (trançados?) e usa 2 por fase, fora um outro cabo (possivelmente PP com 2 filamentos) onde usa para terra e neutro, é isso?

Abração,

Renato

Davide
04-06-2009, 15:20
Reanto, sem duvida a melhor escolha NMO, é o Pirelli/Prysman 6mm² rigido e flexível para terra, solução barata e eficiente :legal: assim como o Carlos também assinalou, quem sabe apenas, tomando os cuidados com as "tranças" :legal:

como na minha sala (atrás da TV) tenho uma caixinha de derivação (que dela vai para duas tomadas Furutech) os Pirellis vão até ela, daí em diante duas pernas do Power Clean para as tomadas para facilitar a conexão pois o rígido dificulta um pouco isso. A união entre os dois foi feita utilizando uniões mecânicas "split-bolt", aguentam aperto até tirar sangue dos fios :D

abraços

---------- Mensagem adicionada às 15:20 ---------- Mensagem anterior foi às 15:12 ----------

Renato, só um up :legal:

de fato eu também fiz assim, bypassei o quadro de disjuntores da casa :legal: a rede dedicada é direto do relógio à sala, sem desvios :legal:

e sem nada mesmo, a caixa de derivação era pra abrigar os disjuntores que foram retirados por sujarem o áudio, e depois fusível, que também sambou por também colorir :legal: hoje é direto, os fusíveis dos aparelhos que garantem tudo :legal: como a instalação tá pra lá de bem feita e segura, pois o conduite é especial para essa utilização e tem 1" e 1/2, me sinto seguro assim :legal: em todo caso a derivação das fases está depois dos fusíveis principais da entrada da casa, portanto, risco de curto maior é também garantido de certa forma por eles :legal:

outro detalhe é a ligação do poste à tua casa, peça pra concessionária revisar esta perna de ligação (invente algo pra isso) eu tinha um problema de mau contato na climpagem no poste e isso dava uma sujada estranha de vez em quando no som :legal: depois de revisarem ficou jóia :legal:

ÉdisonCh
04-06-2009, 21:33
Davide,

estou querendo inventar uma desculpa há muito tempo.

Renato.

Você está fazendo quase exatamente o que fiz.

Eu trago dois dios Pirelli Prysmann 6mm2 POR FASE diretamente da caixa de entrada até a tomada do AcOrganizer. Não tenho qualquer proteção, a não ser os fusíveis Siemmens da Caixa Seccionadora da entrada, cada um deles com 100 ampéres. Minha única proteção real contra surtos de voltagem (contra problemas maiores na rede, os fusíveis mesmo sendo de 100A protegem) são os fusíveis FURUTECH do AcOrganizer. E os dos aparelhos.

Tem dado certo, graças a D.... .

O próprio grande guru, o Knirsch, defende o uso dos Pirelli Prysmann.

Eu tinha uma caixa Seccionadora NHT00 com fusíveis de 25A (acho). Para isso eu pegava a eletricidade ANTES do fusível de entrada. Mas, eliminei essa caixa, e passei a pegar a eletricidade DEPOIS dos fusíveis de entrada (de 100A), como recomendou o Cláudio Lameira. O sistema cresceu muito após isso, em vários aspectos. Tentei um fio só de 6mm2 também, e não ficou bom, pois os quase 18m. de extensão desses fios prejudicavam o desempenho com fios de bitola menor.

O cálculo inicial do Knirsch indicava um fio de 10 mm2. Mas em dupla ele não fazia as curvas do conduíte. Por isso, optei por 6mm2 por fase.

O Lameira cobra R$ 20,00 o metro do fio OFC de 4 mm2. Precisarei de 4.:susto:

Até aí, a gente ajeita. O problema é que desconfio que os Pirelli de 6 mm2 sejam equivalentes ou muito pouco inferiores.

O Ulisses, a Logical e a Furutech já vendem os fios em cabos de três elementos. Ora, irei precisar de 4, 2 por fase. Fica difícil e muito caro.

O AcOrganizer utiliza NEUTRO e TERRA, cumulativamente. A bitola do neutro e do terra deve ser aproximadamente o dobro da bitola de cada fase, segundo várias pessoas me sugeriram. Por esse motivo, optei por cabos Pirelli de 10 mm2. Parece-me que está adequado.

É muito, mas é só isso.

Davide
05-06-2009, 10:35
Édison, na verdade não foi bem desculpa, foi um defeito mesmo que aleguei à concessionária :legal:

com o multitester na mão havia variação de voltagem (sempre na mesma fase), ela sempre oscilava para baixo, tipo um mau contato mesmo, sempre cismei com isso, havia uma oscilação estranha mas num determinado dia isso chegou a cair pra 60 volts, piscava nas lampadas.

Aí não tive duvidas, chamei e era defeitaço mesmo, deficiência na crimpagem ou desgaste pela ação do tempo, aproveitaram e refizeram de todas as terminações :legal: era justamente a fase que alimenta o integrado

depois de resolvido mudou palco, transparência, corpo, macro e micro detalhamento....hehe...sacanagem, essa é pra dar uma força mesmo :legal:

aproveita :D

abraços

Renato
05-06-2009, 10:49
Édison e Davide,

Muito obrigado mesmo por compartilhar as respectivas instalações.... :legal:

Não é a toa que esse espaço é único!

Abração,

Renato