MD Áudio  Audio Video e Cia     Cirilo Cabos  Devialet
        


Página 25 de 40 PrimeiraPrimeira ... 15202122232425262728293035 ... ÚltimaÚltima
Resultados 361 a 375 de 586

Tópico: Fotos e esquema da parte elétrica após trabalho do eletricista.


  1. #361
    Membro Avatar do(a) Roberto Paiva
    Registro em
    2-11-06
    Localização
    São José / SC
    Mensagens
    980
    Nome Verdadeiro
    Roberto Paiva
    ——————————————
    Obrigado:
    338 concedido(s)
    231 recebidos por 192 msgs

    Meu Sistema
    Sistema do(a) Roberto Paiva
    Fonte(s):
    SACD / DVDAudio / DVD: Denon 1930ci Blu Ray: Pioneer BDP 140 e Samsung BD 1400 com HQV - PS3 - Wii - SKY - Decodificador TV digital: Philips 1007 - CD: Disqueteira Pioneer(301 CDs) PDF 1039
    Receiver/Pré/Pro/Amp:
    Yamaha RXV 1900 (como proc. temporário e amp. as surround) + EMOTIVA XPA3 - Denon AV 591 3D (quarto)
    Caixas Acústicas:
    Frontais: Polk RTI 6 Central: CSi3 Surroud: RC65i Subwoofer: Velodyne DLS 3750 - Kit satelite 5.1 (quarto)
    Cabos:
    HDMI: Monster M1000HD - Trio frontal: SUPRA Ply 3.4 - Surround: Discabos 2x2,5 - RCA: Emotiva serie X - Sub: Monster - Força: PS Áudio Preludi SC (Yamaha) e By Fibra 4mm (XPA3)- Quarto: Discabos
    TV/Monitor/Projetor:
    LG 42" - Philips FullHD 32"
    Acessórios:
    Spikes (By Roberto Paiva) nas caixas frontais, central e sub. Trafo Isolado de 2 KVA (40kg), tomadas HG Leviton 20A e Régua Com filtro Monster HT600

    _rau_
    Muito obrigado pela aula.
    Verifiquei no quadro do prédio, o meu neutro é aterrado sim. Entendo então que devo trazer o terra direto do parafuso de aterramento do neutro, é isso? Chegando no quadro de disjuntor, como ele segue até as tomadas?
    Claro que vou chamar um profissional da area para fazer o serviço, só que quero saber o que ele esta fazendo, pq carteirinha de eletrecista não da credencial pra ele fazer o que quiser aqui no meu ap eheh...gosto de saber tudo o que estão fazendo, pq depois o prejuízo é nosso.
    Obrigado pelas "ancias" explicadas ehehe!!!

    Obrigado!


  2. #362
    Membro
    Registro em
    21-2-05
    Localização
    Vitória / ES
    Mensagens
    341
    ——————————————
    Obrigado:
    51 concedido(s)
    91 recebidos por 51 msgs

    Citação Originalmente Enviado por _rau_ Ver Mensagem
    Sem problemas, eu q desculpo a demora na resposta!

    O outro é meu quadro, SIEMENS. Esse quadro já passou por algumas mudanças internas, não tá mais assim. Recebeu um DPS a mais, pro neutro, mudei um pouco a ligação dos DPS's, botei barramento nos DPS's, etc. Essa é uma foto um pouco mais recente:



    Foto dele com tampa, ainda tava sem DPS's, tava com menos circuitos...

    Rau,

    Mais uma vez muito obrigado pela sua ajuda. De forma alguma voce tem que se desculpar pela demora em responder. Voce já faz um impagável favor de ajudar aqui.

    Em função de suas respostas, vou fazer mais perguntas específicas para ver se consigo chegar a algumas conclusões.

    Sobre o quadro de distribuição:


    Meu quadro atual(original de 30 anos) é para doze disjuntores padrão antigo, NEMA. Medidas internas da caixa de metal do quadro são: 24,5 x 32,0 x 8,5 cm.

    Como os disjuntores IEC são mais finos, talvez dê para colocar 8 disjuntores, mais treis DPSs e 1 IDR tetrapolar, tudo padrão Siemens. Será que cabe?

    Por exemplo, num quadro que antes pegava 12 disjuntores "NEMA", cabem 16 disjuntores "DIN". Geralmente é essa a proporção.

    Acredito então que poderei conseguir utilizar o mesmo quadro, pois com 16 espaços IEC poderei ligar 9 circuitos (atualmente tenho 8) + 1 Disjuntor DR Tetrapolar + 3 DPS.

    Se embaixo há um disjuntor, não precisa de outro em cima a não ser pela conveniência de ter uma chave geral dentro do apartamento para desligar tudo de uma vez só. Mas vale lembrar que o DR não faz papel de proteção contra sobrecorrente nem curto-circuito, isso ficaria a cargo do disjuntor lá de baixo.

    Não tenho disjuntor geral junto ao medidor, lá tem 3 fusíveis de 60 amperes. Então minha idéia é que para aproveitar meu quadro, eu instalaria um Disjuntor DR Tetrapolar, para fazer as duas funções, se conseguir encontrar para comprar aqui no Rio.

    Mas se o seu quadro tiver metal, acho que não precisa de placa, apenas que aparafuse os trilhos DIN com uma espécie de calço no fundo para deixar o trilho mais alto. O calço você pode bolar várias formas, como uma porca pela parte traseira do trilho, fazendo contato com o fundo do quadro.

    A questão do calço ai é só para aproximar os disnjutores IEC da tampa, correto?



    Qual quadro voce recomenda, visando uma instalação bem limpa e sem disjuntores torcidos para os lados?
    SIEMENS, TIGRE, PIAL LEGRAND, CEMAR... Todos de plástico por geralmente possuirem um design que integra com o ambiente, não enferrujarem, terem risco nulo de choque na carcaça...

    Com relação a substituição do quadro, realmente seria o ideal, mas estou pensando em várias dificuldades que surgirão, e a principal é encontrar alguém que faça um serviço decente e confiável, e a outra pior ainda seria ficar sem energia no apartamento por pelo menos uns dois dias eu imagino.
    Outra dificuldade seria fazer o quadro novo casar com as posições atuais de conduites, para evitar mais quebração de parede.

    Voce poderia me passar as dimensões deste seu quadro? Talvez se as dimensões forem próximas eu me animo a fazer quebração (mas o problema de acabamento com os azulejos antigos que não pretendo mudar esta desanimando partir para esta opção).

  3. #363
    Membro
    Registro em
    21-2-05
    Localização
    Vitória / ES
    Mensagens
    341
    ——————————————
    Obrigado:
    51 concedido(s)
    91 recebidos por 51 msgs

    Rau,

    Para que voce possa me ajudar melhor, deixa eu passar mais alguns detalhes da minha instalação:

    O quadro com o medidor esta no Playground, 3 andares acima do térreo. Lá no quadro tem treis fusíveis de 60 amperes que estão lá há 30 anos ?!?!?!, um para cada Fase, subindo 8 andares até meu apartamento (~ 24 metros), com cabos 8 AWG + 1 cabo 8 AWG do Neutro.


    Os cabos sobem num conduite de 1 polegada de metal (acredito que é 1 polegada, não sei as medidas que utilizavam nesta época).
    Os cabos não estão muito apertados neste conduite e parecem que estão em boas condições.
    Reparei que ninguém substitui cabos nem fusíveis ainda no prédio, são 88 apartamentos.

    Pergunta: Fusíveis com 30 anos de uso não devem nem abrir mais quando necessário, correto?

    Estou pensando novamente em fazer um TN-S, levando o terra até o quadro de medição, acho que conseguiria passar um cabo de 6 mm (talvez até um de 10 mm).
    Mas neste caso o quadro de medição esta treis andares acima do ponto provável de aterramento do prédio. Mas os dois barramentos de Neutro nesta sala dos medidores deve (não tem como eu ver) estar ligado diretamente ao aterramento do prédio, correto?


    Neste caso ficaria com um TN-C-S "Global", correto?
    Voce vê algum problema se eu conseguir passar somente cabo 6 mm para este terra?


    Por comentários anteriores seus, já que minhas Fases e Neutro são cabos 8 AWG (8,36 mm2), acredito que poderia utilizar cabo 6 mm para este terra, correto?
    Sei que o ideal seria um de 10 mm, mas não sei se vai passar e talvez passe mas fique muito apertado.

    Um problema que estou vendo é que apesar dos cabos de Fase e Neutro serem 8 AWG, não sei qual a classe de temperatura da capa dos mesmos, suponho que deve ser para 75°C o que os capacitaria para somente 50 amperes (e caso os cabos sejam para 90°C , o máximo seria 55 amperes) e os Fusíveis estão para 60 amperes cada.

    Acho que vou instalar lá no quadro de medição um disjunto geral trifásico de 40 amperes por fase. O que voce acha?
    A idéia é limitar a capacidade devido a idade dos fios.

    No meu quadro de disjuntores, tenho 8 circuitos, 3 com disjuntores de 15 amperes e 5 com disjuntores de 30 amperes. Máquina de lavar, aparelhos de ar-condiconado de 7500 e 12000 BTUs estão conectados em disjuntores de 30 A. O circuito dá máquina esta com fio 10 AWG, o dos ACs com fio 12 AWG e os demais circuitos de iluminação e tomadas com fios 14 AWG.

    Na reforma do quadro pretendo colocar disjuntores de 16 A ou no máximo de 20 A para os AC e de 20 A para a máquina de lavar. Esta seria a opção mais correta? Minha intenção aqui é limitar capacidades porque não pretendo substituir fios por enquanto.

  4. #364
    Membro
    Registro em
    31-7-08
    Localização
    Brasilia
    Mensagens
    675
    ——————————————
    Obrigado:
    0 concedido(s)
    305 recebidos por 159 msgs

    Citação Originalmente Enviado por Rick82 Ver Mensagem

    Em seguida eu gostaria de lhe perguntar se o exemplo a seguir está correto:
    Está correto, só que eu adicionaria um DPS entre neutro/terra no quadro de distribuição caso este esteja localizado há 10 metros ou mais da entrada, além também de adicionar um dispositivo DR.

    Abraço!

    Citação Originalmente Enviado por Roberto Paiva Ver Mensagem
    _rau_


    Verifiquei no quadro do prédio, o meu neutro é aterrado sim. Entendo então que devo trazer o terra direto do parafuso de aterramento do neutro, é isso? Chegando no quadro de disjuntor, como ele segue até as tomadas?

    Obrigado!
    Sim, o fio terra deve vir separado do neutro a partir do ponto inicial, da entrada. O terra chega separado no quadro e é dividido dai em diante para as tomadas, idealmente sai do quadro 1 condutor terra para cada disjuntor (circuito), mas tecnicamente é viável e permitido por norma compartilhar o fio terra de um circuito distindo, desde que toda fiação dos circuitos finais sigam os mesmos conduites (eletrodutos) - apenas por motivos de organização da instalação.

    De nada!

    Citação Originalmente Enviado por dsidney Ver Mensagem
    Rau,

    Em função de suas respostas, vou fazer mais perguntas específicas para ver se consigo chegar a algumas conclusões.

    Sobre o quadro de distribuição:


    Acredito então que poderei conseguir utilizar o mesmo quadro, pois com 16 espaços IEC poderei ligar 9 circuitos (atualmente tenho 8) + 1 Disjuntor DR Tetrapolar + 3 DPS.

    Pra ter certeza mesmo só testando com o material no local.

    Não tenho disjuntor geral junto ao medidor, lá tem 3 fusíveis de 60 amperes. Então minha idéia é que para aproveitar meu quadro, eu instalaria um Disjuntor DR Tetrapolar, para fazer as duas funções, se conseguir encontrar para comprar aqui no Rio.


    O DR no geral só atuará no caso de fuga de corrente, como geral ele só servirá para isso e para desligar a instalação interna como um todo, quando necessário, mas não protege contra sobrecorrente, nem curto-circuito. Os fusíveis de 60A continuarão fazendo a vez dessas proteções.

    A questão do calço ai é só para aproximar os disnjutores IEC da tampa, correto?

    [/COLOR] [/COLOR]


    Correto, isso mesmo!

    Qual quadro voce recomenda, visando uma instalação bem limpa e sem disjuntores torcidos para os lados?


    Respondendo denovo os quadros de plástico que tenha os trilhos de metal como os Siemens não torcem os disjuntores pros lados.

    Com relação a substituição do quadro, realmente seria o ideal, mas estou pensando em várias dificuldades que surgirão, e a principal é encontrar alguém que faça um serviço decente e confiável, e a outra pior ainda seria ficar sem energia no apartamento por pelo menos uns dois dias eu imagino.
    Outra dificuldade seria fazer o quadro novo casar com as posições atuais de conduites, para evitar mais quebração de parede.

    Essa ultima questão, só na hora mesmo pra ver ou pegar o catálogo do fabricante já que quase sempre eles mostram onde fica a furação pros conduites, através de diagramas. Se chumbar o qudro com gesso, poucos minutos depois você já pode montar o quadro, não vela dois dias não, numa manhã só ou tarde daria pra fazer. Marca os fios, pra saber quem é quem, desliga tudo, faz a quebradeira e chumba o novo com gesso, depois só vir ligando tudo.

    Voce poderia me passar as dimensões deste seu quadro? Talvez se as dimensões forem próximas eu me animo a fazer quebração (mas o problema de acabamento com os azulejos antigos que não pretendo mudar esta desanimando partir para esta opção).
    Vou ficar devendo a profundida, mas não deve passar de 12cm, a altura é 43cm e a largura, 34cm.

    Citação Originalmente Enviado por dsidney Ver Mensagem
    Rau,

    Para que voce possa me ajudar melhor, deixa eu passar mais alguns detalhes da minha instalação:

    O quadro com o medidor esta no Playground, 3 andares acima do térreo. Lá no quadro tem treis fusíveis de 60 amperes que estão lá há 30 anos ?!?!?!, um para cada Fase, subindo 8 andares até meu apartamento (~ 24 metros), com cabos 8 AWG + 1 cabo 8 AWG do Neutro.


    Esses fusiveis de 60A estão mesmo nos cabos 8AWG?

    Os cabos sobem num conduite de 1 polegada de metal (acredito que é 1 polegada, não sei as medidas que utilizavam nesta época).
    Os cabos não estão muito apertados neste conduite e parecem que estão em boas condições.
    Reparei que ninguém substitui cabos nem fusíveis ainda no prédio, são 88 apartamentos.


    Pergunta: Fusíveis com 30 anos de uso não devem nem abrir mais quando necessário, correto?


    Os cabos são 8AWG mesmo? Esse cabo equivaleria a um 8.3mm2 se existisse, suportando aí em média 45A! 60A pra proteger esse fio aí está um tanto quanto elevado, em situação limite 50A.
    Eu não confiaria muito, eu trocaria por disjuntor tripolar (trifásico), e de 50A no máximo se a fiação for 8AWG.

    Estou pensando novamente em fazer um TN-S, levando o terra até o quadro de medição, acho que conseguiria passar um cabo de 6 mm (talvez até um de 10 mm).
    Mas neste caso o quadro de medição esta treis andares acima do ponto provável de aterramento do prédio. Mas os dois barramentos de Neutro nesta sala dos medidores deve (não tem como eu ver) estar ligado diretamente ao aterramento do prédio, correto?



    Provavelmente estão ligados sim, lá onde está o transformador do prédio é certeza que está! Geralmente tem um transformador no subterrâneo. O fio por ser 6mm2 sim 8AWG, ainda mais se for utilizar DR pra todos circuitos, mas se for possivel colocar um 10mm2, coloque 10mm2.

    Neste caso ficaria com um TN-C-S "Global", correto?

    Sim, um TN-C-S.

    Voce vê algum problema se eu conseguir passar somente cabo 6 mm para este terra?



    Não tem muito problema.

    Por comentários anteriores seus, já que minhas Fases e Neutro são cabos 8 AWG (8,36 mm2), acredito que poderia utilizar cabo 6 mm para este terra, correto?
    Sei que o ideal seria um de 10 mm, mas não sei se vai passar e talvez passe mas fique muito apertado.

    Se você utilizar um dispositivo DR para proteger tudo, não tem problema usar 6mm2 e mesmo que não use, porque provavelmente seus circuitos finais nenhum terá disjuntor superior a 35A, ou terá? Provavelmente utilizar disjuntores de 10 à 30A, fiação de 1,5 à 4mm2, então qualquer corrente de curto-circuito que descer por esse terra de 6mm2, será seccionada de forma eficaz pelo disjuntor do circuito com problema, dada as distâncias que não são muito longas, ainda mais se usar disjuntores do tipo Curva B - rápida atuação, protegendo assim o usuário contra choques de forma eficiente.

    Um problema que estou vendo é que apesar dos cabos de Fase e Neutro serem 8 AWG, não sei qual a classe de temperatura da capa dos mesmos, suponho que deve ser para 75°C o que os capacitaria para somente 50 amperes (e caso os cabos sejam para 90°C , o máximo seria 55 amperes) e os Fusíveis estão para 60 amperes cada.


    Você tirou as letras dos meus dedos! Como eu disse aí pra trás, 50A é o limite para a fiação 8AWG. Eu não me ligaria muito à suportabilidade do isolamento da fiação, mesmo que elas suportem 75 graus ou 90 graus que seja, quem quer fio chegando em 75 graus? É muita energia sendo disperdiçada! Fio que esquenta é dinheiro indo pelo ralo! A vantagem de a isolação suportar 75 ou 90 graus é só que não vai pegar fogo, mas vai pegar fogo no seu bolso!

    Acho que vou instalar lá no quadro de medição um disjunto geral trifásico de 40 amperes por fase. O que voce acha?
    A idéia é limitar a capacidade devido a idade dos fios.

    Excelente! 40A tá de ótimo tamanho!

    No meu quadro de disjuntores, tenho 8 circuitos, 3 com disjuntores de 15 amperes e 5 com disjuntores de 30 amperes. Máquina de lavar, aparelhos de ar-condiconado de 7500 e 12000 BTUs estão conectados em disjuntores de 30 A. O circuito dá máquina esta com fio 10 AWG, o dos ACs com fio 12 AWG e os demais circuitos de iluminação e tomadas com fios 14 AWG.

    Na reforma do quadro pretendo colocar disjuntores de 16 A ou no máximo de 20 A para os AC e de 20 A para a máquina de lavar. Esta seria a opção mais correta? Minha intenção aqui é limitar capacidades porque não pretendo substituir fios por enquanto.
    Sim, tá bem dimensionado! Recomendo que pro ar-condicionado de 12.000BTU utiliza disjuntor 20A Curva C se encontrar ou 25A Curva B - devido ao pico de corrente na partida do compressor do ar, um Curva B 20A talvez não suportaria o pico de partida, mas o de 25A curva B com grande chances suportaria. Se o circuito for dedicado para o ar-condicionador, não tem problema em usar disjuntor de 30A, pq ele não consumirá nunca issso daí, não chega nem em 10A creio eu, a função do disjuntor nesse caso não é proteger contra sobrecarga e sim contra curto-circuito! Você poderia ter um disjuntor de 60A nesse circuito, desde que só pro ar-condicionado, a função de proteger contra curto-circuito não seria prejudicada nesse caso, mas sim contra sobrecarga.

  5. #365
    Membro
    Registro em
    21-2-05
    Localização
    Vitória / ES
    Mensagens
    341
    ——————————————
    Obrigado:
    51 concedido(s)
    91 recebidos por 51 msgs

    Citação Originalmente Enviado por [B
    _rau_[/B];2697623]

    Esses fusiveis de 60A estão mesmo nos cabos 8AWG?

    Os quatro cabos (3 fases + Neutro), que sobem do medidor até meu quadro de distribuição,
    são realmente 8 AWG.

    Não tenho disjuntor geral junto ao medidor, lá tem 3 fusíveis de 60 amperes
    .
    Então minha idéia é que para aproveitar meu quadro, eu instalaria um Disjuntor DR Tetrapolar, para fazer as duas funções, se conseguir encontrar para comprar aqui no Rio.


    O DR no geral só atuará no caso de fuga de corrente, como geral ele só servirá para isso e para desligar a instalação interna como um todo, quando necessário, mas não protege contra sobrecorrente, nem curto-circuito. Os fusíveis de 60A continuarão fazendo a vez dessas proteções.


    Estou pensando em instalar um Disjuntor DR Tetrapolar de 40A por fase, para fazer as vezes de disjuntor e DR num mesmo espaço.Voce falou aqui em algum post que existe para comprar mas é difícil de achar.


    Essa ultima questão, só na hora mesmo pra ver ou pegar o catálogo do fabricante já que quase sempre eles mostram onde fica a furação pros conduites, através de diagramas.

    Vou tentar ver os catalogos da Siemens online.

    Se chumbar o quadro com gesso, poucos minutos depois você já pode montar o quadro, não leva dois dias não, numa manhã só ou tarde daria pra fazer. Marca os fios, pra saber quem é quem, desliga tudo, faz a quebradeira e chumba o novo com gesso, depois é só vir ligando tudo.

    O problema é acahar alguém que faça isso com rapidez e corretamente, não conheço ningém aqui no Rio que trabalhe com isso e pelas informações que tenho recebido de conhecidos e de experiências com outros serviços, mão de obra de qualidade aqui é muito difícil de encontrar.


    Voce poderia me passar as dimensões deste seu quadro? Talvez se as dimensões forem próximas eu me animo a fazer quebração (mas o problema de acabamento com os azulejos antigos que não pretendo mudar esta desanimando partir para esta opção).

    Vou ficar devendo a profundida, mas não deve passar de 12cm, a altura é 43cm e a largura, 34cm.

    Suponho que a tampa seja maior que o quadro, correto? Neste caso as bordas da tampa poderiam esconder possíveis falhas de acabamento?


    Estive em uma loja que tinha quadros da Siemens, mas não achei este modelo que voce tem.


    Na reforma do quadro pretendo colocar disjuntores de 16 A ou no máximo de 20 A para os AC e de 20 A para a máquina de lavar. Esta seria a opção mais correta? Minha intenção aqui é limitar capacidades porque não pretendo substituir fios por enquanto.

    Sim, tá bem dimensionado! Recomendo que pro ar-condicionado de 12.000BTU utiliza disjuntor 20A Curva C se encontrar ou 25A Curva B - devido ao pico de corrente na partida do compressor do ar, um Curva B 20A talvez não suportaria o pico de partida, mas o de 25A curva B com grande chances suportaria. Se o circuito for dedicado para o ar-condicionador, não tem problema em usar disjuntor de 30A, pq ele não consumirá nunca issso daí, não chega nem em 10A creio eu, a função do disjuntor nesse caso não é proteger contra sobrecarga e sim contra curto-circuito! Você poderia ter um disjuntor de 60A nesse circuito, desde que só pro ar-condicionado, a função de proteger contra curto-circuito não seria prejudicada nesse caso, mas sim contra sobrecarga.

    Agora no momento estou com um problema que pode tornar todo este meu projeto inviável.


    Tentei passar passa-fio de PVC até a tomada que desejo deixar exclusiva para os meus aparelhos de Audio e Video na sala, e não foi possível.

    Aparentemente este conduite de 1 polegada vai do quadro até esta tomada direto na sala (com treis circuitos independentes e seus seis fios), o primeiro circuito encerra alí nesta tomada e de lá seguem mais dois circuitos para os ACs do dois quartos.

    Comprei então um passa-fio de aço de 15 m, e com muita dificuldade consegui enfiar 10 m deste passa-fio (a distância que estimei seria no máximo de 8 a 9 m seguindo abaixo do piso, ao que parece, até esta tomada), mas o mesmo não chegou lá na tomada e parece que esta indo para outro lugar e na verdade nem esta indo mais.

    Parece que não vou mesmo conseguir passar o passa-fio até lá.

    Como alternativa estou pensando em amarrar treis fios novos (fase e neutro rigido 2,5 mm e cabo para o terra com 2,5 mm) nos dois fios 12 AWG que chegam nesta tomada e sair puxando pelo lado do quadro. Desta forma talvez posso garantir de chegar do outro lado com fios novos para este circuito e com o terra para os treis circuitos que seguem neste conduite. Neste caso estaria substituindo os fios 12 AWG só para conseguir passar o cabo terra
    Voce acha que isto poderia dar certo?

    Comecei por este circuito porque é o mais importante para mim, pois é onde estão meus eletronicos mais caros.

    Se não conseguir passar terra para este circuito (e para o circuito do PC no quarto), vou desistir deste projeto de aterramento por completo, pois nunca tive problema de queima de eletrodomésticos e ou eletronicos aqui em 15 anos. E neste caso só vou substituir os disjuntores do quadro com tudo classe B com as suas recomendaçoes de amperagem, substituir os fusíveis lá no medidor por um disjuntor tetrapolar de 40A classe C e instalar o DR também para 40A.


    Os DPSs que tenho instalados no quadro são da Clamper para 275 V e 40 KA. Voce acha que esta bom ou devo mudá-los? (Tavez tenha que mudá-los pelos SLIM, caso seja possível aproveitar o quadro).

    Rau,

    Mais uma vez muito obrigado pela sua inestimável ajuda.

  6. #366
    Membro
    Registro em
    21-2-05
    Localização
    Vitória / ES
    Mensagens
    341
    ——————————————
    Obrigado:
    51 concedido(s)
    91 recebidos por 51 msgs

    Citação Originalmente Enviado por [B
    _rau_[/B];2697623]

    Sim, tá bem dimensionado! Recomendo que pro ar-condicionado de 12.000BTU utiliza disjuntor 20A Curva C se encontrar ou 25A Curva B - devido ao pico de corrente na partida do compressor do ar, um Curva B 20A talvez não suportaria o pico de partida, mas o de 25A curva B com grande chances suportaria. Se o circuito for dedicado para o ar-condicionador, não tem problema em usar disjuntor de 30A, pq ele não consumirá nunca issso daí, não chega nem em 10A creio eu, a função do disjuntor nesse caso não é proteger contra sobrecarga e sim contra curto-circuito! Você poderia ter um disjuntor de 60A nesse circuito, desde que só pro ar-condicionado, a função de proteger contra curto-circuito não seria prejudicada nesse caso, mas sim contra sobrecarga.

    Rau,


    Meus circuitos estão assim:

    1 - Fase 1: Circuito 1: disj. 30 A - fio 10 AWG para a máquina de lavar (esta era a situação original para este disjuntor) + (depois acrescentei) 1 fase com fio 12 AWG para alimentar AC 7500 BTU, ligado em 220 V com duas fases, na suite.
    Circuito 2: disj. 15 A - fio 12 AWG para alimentar Luzes e Tomadas da Cozinha (todos eletrodomésticos que no meu caso é geladeira, fogão a gás, cafeteira e ferro de passar), Área de serviço e DE (total de 5 lampadas e treis tomadas de uso geral).

    2 - Fase 2: Circuito 1: disj. 30 A - fio 12 AWG para a tomada da sala onde ficam os equipamentos de AV e originalmente no mesmo circuito alimentando um AC de 12000 BTUs. Já desconectei o AC deste circuito e vou ter que criar um circuito específico para este.
    Circuito 2: disj. 30 A - fio 12 AWG para o AC de 7500 BTU do segundo quarto.
    Circuito 3: disj. 15 A - fio 10 AWG que para luzes e tomadas da sala + corredor (total de 3 lampadas e 3 tomadas de uso geral).

    3 - Fase 3: Circuito único que alimenta dois circuitos. É 1 disj. de 30 A que alimenta 1 de 15 A + 1 de 30A. (Este é estranho a forma que foi ligado, porque no meu entender não precisava ser assim, pois tem 1 disj. 30A alimentando teóricos 45 A). Os circuitos ligados neste disj. de 30 A, são:
    Circuito 1: disj. 30 A - fio 12 AWG que alimenta uma das fases do AC de 7500 BTU, ligado em 220 V com duas fases, na suite.
    Circuito 2: disj. 15 A - fio 12 AWG que alimenta Luzes e Tomadas nos dois quartos e nos dois banheiros (total de 6 lampadas e 4 tomadas de uso geral, 1 só em cada comodo deste)

    Então, como disse antes,
    na reforma do quadro pretendo colocar os seguintes disjuntores:

    1 - Instalar disjuntores de 16A classe B no lugar dos disjuntores de 15A,
    2 - Instalar disjuntores de 20A classe B para os AC de 7500 BTU, inclusive os dois que alimentam as duas fases do AC 220 V, 7500 BTU, da suite
    3 - Vou criar um circuito exclusivo para o AC de 12000 BTU da sala e seguindo seu conselho então, instalarei 1 disj. de 25 A classe B, ou dois de 20A classe B caso venha a instalar um AC de 220V, com duas fases, correto? (pois estou pensando em comprar um novo do tipo split, pois o atual da Carrier esta trabalhando há 30 anos e acho que esta na hora de colocar um novo).

    Esta seria a opção mais correta?



  7. #367
    Membro
    Registro em
    31-7-08
    Localização
    Brasilia
    Mensagens
    675
    ——————————————
    Obrigado:
    0 concedido(s)
    305 recebidos por 159 msgs

    Citação Originalmente Enviado por dsidney Ver Mensagem

    Agora no momento estou com um problema que pode tornar todo este meu projeto inviável.


    Tentei passar passa-fio de PVC até a tomada que desejo deixar exclusiva para os meus aparelhos de Audio e Video na sala, e não foi possível.

    Aparentemente este conduite de 1 polegada vai do quadro até esta tomada direto na sala (com treis circuitos independentes e seus seis fios), o primeiro circuito encerra alí nesta tomada e de lá seguem mais dois circuitos para os ACs do dois quartos.

    Comprei então um passa-fio de aço de 15 m, e com muita dificuldade consegui enfiar 10 m deste passa-fio (a distância que estimei seria no máximo de 8 a 9 m seguindo abaixo do piso, ao que parece, até esta tomada), mas o mesmo não chegou lá na tomada e parece que esta indo para outro lugar e na verdade nem esta indo mais.

    Parece que não vou mesmo conseguir passar o passa-fio até lá.

    Como alternativa estou pensando em amarrar treis fios novos (fase e neutro rigido 2,5 mm e cabo para o terra com 2,5 mm) nos dois fios 12 AWG que chegam nesta tomada e sair puxando pelo lado do quadro. Desta forma talvez posso garantir de chegar do outro lado com fios novos para este circuito e com o terra para os treis circuitos que seguem neste conduite. Neste caso estaria substituindo os fios 12 AWG só para conseguir passar o cabo terra
    Voce acha que isto poderia dar certo?

    Comecei por este circuito porque é o mais importante para mim, pois é onde estão meus eletronicos mais caros.

    Se não conseguir passar terra para este circuito (e para o circuito do PC no quarto), vou desistir deste projeto de aterramento por completo, pois nunca tive problema de queima de eletrodomésticos e ou eletronicos aqui em 15 anos. E neste caso só vou substituir os disjuntores do quadro com tudo classe B com as suas recomendaçoes de amperagem, substituir os fusíveis lá no medidor por um disjuntor tetrapolar de 40A classe C e instalar o DR também para 40A.


    Os DPSs que tenho instalados no quadro são da Clamper para 275 V e 40 KA. Voce acha que esta bom ou devo mudá-los? (Tavez tenha que mudá-los pelos SLIM, caso seja possível aproveitar o quadro).

    Rau,

    Mais uma vez muito obrigado pela sua inestimável ajuda.

    Já tentou passar algum lubrificante na entrada do conduite e na ponta do passa fio pra ver se consegue deslizar melhor? A outra idéia é realmente amarrar os fios nos fios antigos e puxar fios novos, mas o problema é soltar no meio do caminho e vc não conseguir passar novamente os fios...

    A questão do aterramento não tem muito haver com a proteção contra queima dos equipamentos, tem mais haver com a proteção contra choques, apesar de alguns protetores utilizar o fio terra para escoamento de correntes de picos de tensão, principalmente os protetores de sinal (telefone, TV...).

    Sobre os DPS's, os de 40kA para utilizar dentro do quadro de disjuntores tão de bom tamanho, mas se você tiver numa localização com alta incidência de raios e o prédio possuir para-raios ou algum prédio ao lado possuir, considere a adoção de DPS's de 60kA.



    Citação Originalmente Enviado por dsidney Ver Mensagem

    Rau,


    Meus circuitos estão assim:

    1 - Fase 1: Circuito 1: disj. 30 A - fio 10 AWG para a máquina de lavar (esta era a situação original para este disjuntor) + (depois acrescentei) 1 fase com fio 12 AWG para alimentar AC 7500 BTU, ligado em 220 V com duas fases, na suite.
    Circuito 2: disj. 15 A - fio 12 AWG para alimentar Luzes e Tomadas da Cozinha (todos eletrodomésticos que no meu caso é geladeira, fogão a gás, cafeteira e ferro de passar), Área de serviço e DE (total de 5 lampadas e treis tomadas de uso geral).

    2 - Fase 2: Circuito 1: disj. 30 A - fio 12 AWG para a tomada da sala onde ficam os equipamentos de AV e originalmente no mesmo circuito alimentando um AC de 12000 BTUs. Já desconectei o AC deste circuito e vou ter que criar um circuito específico para este.
    Circuito 2: disj. 30 A - fio 12 AWG para o AC de 7500 BTU do segundo quarto.
    Circuito 3: disj. 15 A - fio 10 AWG que para luzes e tomadas da sala + corredor (total de 3 lampadas e 3 tomadas de uso geral).

    3 - Fase 3: Circuito único que alimenta dois circuitos. É 1 disj. de 30 A que alimenta 1 de 15 A + 1 de 30A. (Este é estranho a forma que foi ligado, porque no meu entender não precisava ser assim, pois tem 1 disj. 30A alimentando teóricos 45 A). Os circuitos ligados neste disj. de 30 A, são:
    Circuito 1: disj. 30 A - fio 12 AWG que alimenta uma das fases do AC de 7500 BTU, ligado em 220 V com duas fases, na suite.
    Circuito 2: disj. 15 A - fio 12 AWG que alimenta Luzes e Tomadas nos dois quartos e nos dois banheiros (total de 6 lampadas e 4 tomadas de uso geral, 1 só em cada comodo deste)

    Então, como disse antes,
    na reforma do quadro pretendo colocar os seguintes disjuntores:

    1 - Instalar disjuntores de 16A classe B no lugar dos disjuntores de 15A,
    2 - Instalar disjuntores de 20A classe B para os AC de 7500 BTU, inclusive os dois que alimentam as duas fases do AC 220 V, 7500 BTU, da suite
    3 - Vou criar um circuito exclusivo para o AC de 12000 BTU da sala e seguindo seu conselho então, instalarei 1 disj. de 25 A classe B, ou dois de 20A classe B caso venha a instalar um AC de 220V, com duas fases, correto? (pois estou pensando em comprar um novo do tipo split, pois o atual da Carrier esta trabalhando há 30 anos e acho que esta na hora de colocar um novo).

    Esta seria a opção mais correta?



    Esses disjuntores que atendem os circuitos 220V (com duas fases) são disjuntores bifásicos, correto?

    1 - Correto.

    2 - Em circuitos Fase-Fase vc deve comprar um disjuntor bifásico (bipolar) e não utilizar dois disjuntores.

    3 - Mesma coisa, disjuntor bipolar e não dois disjuntores caso utilize 220V.

    Disjuntor bipolar:



    Disjuntor tripolar:


  8. #368
    Membro
    Registro em
    21-2-05
    Localização
    Vitória / ES
    Mensagens
    341
    ——————————————
    Obrigado:
    51 concedido(s)
    91 recebidos por 51 msgs

    [QUOTE=_rau_;2698052]
    Já tentou passar algum lubrificante na entrada do conduite e na ponta do passa fio pra ver se consegue deslizar melhor? A outra idéia é realmente amarrar os fios nos fios antigos e puxar fios novos, mas o problema é soltar no meio do caminho e vc não conseguir passar novamente os fios...

    Ainda não tentei, mas pretendo. Pode sugerir algum produto específico?

    Estou preocupado deste passa-fio de aço acabar cortando a capa de um ou mais fios e acabar gerando fuga nos conduites de ferro e/ou até curto-circuito dentro do conduite. Voce acha que é possível?


    A questão do aterramento não tem muito haver com a proteção contra queima dos equipamentos, tem mais haver com a proteção contra choques, apesar de alguns protetores utilizar o fio terra para escoamento de correntes de picos de tensão, principalmente os protetores de sinal (telefone, TV...).

    Favor ver resposta abaixo.


    Sobre os DPS's, os de 40kA para utilizar dentro do quadro de disjuntores tão de bom tamanho, mas se você tiver numa localização com alta incidência de raios e o prédio possuir para-raios ou algum prédio ao lado possuir, considere a adoção de DPS's de 60kA.

    Aqui no meu prédio tem para-raios, assim como em todos os prédios vizinhos. A região onde fica meu prédio é de grande incidência de raios no período das chuvas.
    Como provavelmente devo ter que comprar DPSs do tipo slim para caber no quadro (caso venha a aproveitar meu quadro mesmo), neste caso compro todos os treis de 60 KA, correto?



    Esses disjuntores que atendem os circuitos 220V (com duas fases) são disjuntores bifásicos, correto?

    O AC de 220 V que tenho de 7500 BTUs, as fases saem de dois disjuntores separados. Esta é uma coisa que vou ter que corrigir. Já tinha aprendido isto com voce aqui também.


    Mas neste caso então, como tinha proposto acima, tanto para o AC de 7500 BTU de 220V, quanto para o provável novo AC de 12000 BTU de 220V, da sala, voce concorda que que sejam disjuntores bipolares de 20 A, classe B?
    Porque a carga dos mesmos esta dividida entre as duas fases, correto?



    1 - Correto.

    2 - Em circuitos Fase-Fase vc deve comprar um disjuntor bifásico (bipolar) e não utilizar dois disjuntores. Vou corrigir isto.

    3 - Mesma coisa, disjuntor bipolar e não dois disjuntores caso utilize 220V. Ok.

    Disjuntor bipolar:


    [QUOTE]

    Rau,

    Muito obrigado novamente.

    A questão da função principal do aterramento ser para proteção das pessoas já tinha aprendido aqui com voce no seu tópico sobre aterramento que é muito bom. O que agradeço imensamente.


    Ainda assim queria ter o aterramento e poder comprar um bom condiconador para utilizar com meus aparelhos de AV.

    E no caso dos meus eletronicos (e para todo mundo é assim aqui no Brasil) são as coisas mais caras e frágeis que temos normalmente em casa (TV, BRplayer, DVD, HT, PC, etc), e em todo lugar aqui no forum dizem que tem que ter aterramento e condicionadores para estes produtos durarem mais.

    Até recomendam para não utilizar estabilizadores para não reduzir vida útil dos mesmos. E adivinha o que, antes de começar a ler sobre isto aqui no forum, o que tinha comprado e usava era exatamente um Estabilizador da SMS (CONDICIONADOR DE ENERGIA SMS HOME THEATHER PROTECTOR µHT 5000S).

    Comprei na FastShop como condicionador para Home Theather e depois de muito tempo (mais de ano) que fui perceber que nas costas do mesmo a SMS identifica-o como Estabilizador. E de fato ele dá aqueles estalos característicos de reles constantemente com as variações de tensões aqui.

    Este é o aparelho: http://www.dvdnow.com.br/descricao.asp?codigo=HT5000S

    Pode ser que a gente fique meio paranóico com isto frequentando este forum, mas creio que precaver é sempre a melhor opção. Por isso estava querendo tanto instalar aterramento no apartamento todo, mas as dificuldades estão só aumentando para isso.

    Mas eu vou te contar uma pior ainda. Comprei, por hora (pois pretendo comprar um condicionador mesmo), para substituir este Estabilizador SMS, um filtro Panamax M8-AV-PRO, este modelo aqui http://www.panamax.com/Products/Floo...M8-AV-PRO.aspx ,

    e para minha surpresa, quando o liguei aqui em casa, a luz indicadora de aterramento bom (Ground OK) esta acesa direto, vai entender, pois não tenho aterramento nenhum e a tomada esta até solta da parede, pois estou tentando passar fio.

    Para voce ver a minha decepção e falta de confiança nestes aparelhos, e tudo marcas famosas e "confiáveis".

    ---------- Mensagem adicionada às 01:43 ---------- Mensagem anterior foi enviada às 01:36 ----------

    Algumas coisas a mais que voce não reparou nas respostas e perguntas,

    Esses fusiveis de 60A estão mesmo nos cabos 8AWG?

    Os quatro cabos (3 fases + Neutro), que sobem do medidor até meu quadro de distribuição,
    são realmente 8 AWG.

    Não tenho disjuntor geral junto ao medidor, lá tem 3 fusíveis de 60 amperes
    .
    Então minha idéia é que para aproveitar meu quadro, eu instalaria um Disjuntor DR Tetrapolar, para fazer as duas funções, se conseguir encontrar para comprar aqui no Rio.


    O DR no geral só atuará no caso de fuga de corrente, como geral ele só servirá para isso e para desligar a instalação interna como um todo, quando necessário, mas não protege contra sobrecorrente, nem curto-circuito. Os fusíveis de 60A continuarão fazendo a vez dessas proteções.


    Estou pensando em instalar um Disjuntor DR Tetrapolar de 40A por fase, para fazer as vezes de disjuntor e DR num mesmo espaço. Voce falou aqui em algum post que existe para comprar mas é difícil de achar.


    Essa ultima questão, só na hora mesmo pra ver ou pegar o catálogo do fabricante já que quase sempre eles mostram onde fica a furação pros conduites, através de diagramas.

    Vou tentar ver os catalogos da Siemens online.

    Se chumbar o quadro com gesso, poucos minutos depois você já pode montar o quadro, não leva dois dias não, numa manhã só ou tarde daria pra fazer. Marca os fios, pra saber quem é quem, desliga tudo, faz a quebradeira e chumba o novo com gesso, depois é só vir ligando tudo.

    O problema é acahar alguém que faça isso com rapidez e corretamente, não conheço ningém aqui no Rio que trabalhe com isso e pelas informações que tenho recebido de conhecidos e de experiências com outros serviços, mão de obra de qualidade aqui é muito difícil de encontrar.


    Vou ficar devendo a profundidade, mas não deve passar de 12cm, a altura é 43cm e a largura, 34cm.

    Suponho que a tampa seja maior que o quadro, correto?
    Neste caso as bordas da tampa poderiam esconder possíveis falhas de acabamento?


    Estive em uma loja que tinha quadros da Siemens, mas não achei este modelo que voce tem.
    Pode me dizer qual é o modelo do seu quadro, para que possa procurar no site da Siemens?

  9. #369
    Membro
    Registro em
    24-5-10
    Localização
    SP
    Mensagens
    138
    ——————————————
    Obrigado:
    21 concedido(s)
    33 recebidos por 17 msgs

    Citação Originalmente Enviado por _rau_ Ver Mensagem
    Está correto, só que eu adicionaria um DPS entre neutro/terra no quadro de distribuição caso este esteja localizado há 10 metros ou mais da entrada, além também de adicionar um dispositivo DR.

    Abraço!

    Certo, então ficou assim:



    Veja que, alem do DPS entre Neutro/Terra do quadro de distribuição, eu adicionei um outro DPS, também entre Neutro/Terra, no quadro Geral.

    Isto ajudaria/atrapalharia em algo?

    E a posição do DR depois do DPS está correta?



    Valeu pela ajuda cara.


    Abraços,
    Att. Ricardo

  10. #370
    Membro
    Registro em
    31-7-08
    Localização
    Brasilia
    Mensagens
    675
    ——————————————
    Obrigado:
    0 concedido(s)
    305 recebidos por 159 msgs

    [QUOTE=dsidney;2698328]
    Citação Originalmente Enviado por _rau_ Ver Mensagem

    Pode sugerir algum produto específico?

    Vejo o pessoal usando os mais diferentes tipos de produtos, uns condenam, outros falam que não tem problema nenhum, eu por exemplo recomendo vaselina sólida, mas outros condenam, só que condenam e não saber dizer o que usar. Eu não vejo problema em usar vaselina ou mesmo um óleo vegetal de cozinha, só que faz muita meleira.


    Estou preocupado deste passa-fio de aço acabar cortando a capa de um ou mais fios e acabar gerando fuga nos conduites de ferro e/ou até curto-circuito dentro do conduite. Voce acha que é possível?


    Pode acontecer, é mais preferível a de PVC com um lubrficante...



    ...neste caso compro todos os treis de 60 KA, correto?


    Sim, então é melhor que seja os de 60kA. A vida útil desses inclusive é mais alta.

    Esta é uma coisa que vou ter que corrigir. Já tinha aprendido isto com voce aqui também.

    Porque a carga dos mesmos esta dividida entre as duas fases, correto?[/COLOR]

    Disjuntores bifásicos ou trifásicos quase sempre são Curva C... Pode usar 20A então. A carga não é dividida entre as fases, a corrente medida nas duas fases é igual, o que ocorre é que em 220V a corrente necessária para operar o equipamento é mais baixa do que se o mesmo equipamento fosse 127V. Em 127V com certeza o pico de corrente de partida é mais alto que em 220V, mas é proporcional à corrente de consumo constante. Se por exemplo em 220V a corrente constante é de 10A e o pico de partida é de digamos 30A, em 127V em teoria seria o dobro desses valores em ambos momentos.

    Disjuntores Curva B desarmam entre 3 e 5 x à corrente nominal do mesmo e os Curva C entre 5 e 10x. Ex:

    Disjuntor 20A Curva B:

    Ele pode desarmar com picos indo de 60 (3x 20A) até 100A (5x 20A)

    Disjuntor 20A Curva C:

    100 à 200A como no exemplo acima.

    O que determina se ele vai desarmar com 3x ou 5x ou 5 à 10X a corrente nominal é o tempo de duração do pico de corrente.

    Ainda assim queria ter o aterramento e poder comprar um bom condiconador para utilizar com meus aparelhos de AV.

    Sim, aterramento é sempre algo desejável que se possua, na verdade obrigatório, mas nem sempre viável ou levado a sério por muitos.

    E no caso dos meus eletronicos (e para todo mundo é assim aqui no Brasil) são as coisas mais caras e frágeis que temos normalmente em casa (TV, BRplayer, DVD, HT, PC, etc), e em todo lugar aqui no forum dizem que tem que ter aterramento e condicionadores para estes produtos durarem mais.

    Há um misto de verdade e mito nessa afirmação de que aterramento aumenta a durabilidade. Verdade porque algumas proteções utiliza o fio terra e mito porque é sabido que muitos equipamentos não possuem o fio terra, mesmo alguns eletrônicos sensíveis e eles não vão ter a vida útil mais baixa por causa disso. Aí alegam que esses equipamentos foram adaptados para não ter o fio terra, mas isso não é verdade, o fio terra sempre foi e será um meio de proteção do usuário e secundariamente atua como refencial de tensão (0V) para o funcionamento dos filtros contra EMI/RFI e terceariamente atua como via de escoamento para surtos elétricos - quando usado protetores adequados para isso.

    Até recomendam para não utilizar estabilizadores para não reduzir vida útil dos mesmos. E adivinha o que, antes de começar a ler sobre isto aqui no forum, o que tinha comprado e usava era exatamente um Estabilizador da SMS (CONDICIONADOR DE ENERGIA SMS HOME THEATHER PROTECTOR µHT 5000S).

    O assunto estabilizador é bem polêmico, mas é sim sabido que seu método de operação não é justificável nos dias de hoje, nem era em muitos dias de "óntem". Somente a partir de 2008 estabilizadores passaram a possuir algumas proteções desejáveis de forma obrigatória, mas que podem ser encontradas em outros produtos...

    Comprei na FastShop como condicionador para Home Theather e depois de muito tempo (mais de ano) que fui perceber que nas costas do mesmo a SMS identifica-o como Estabilizador. E de fato ele dá aqueles estalos característicos de reles constantemente com as variações de tensões aqui.

    Os relés são os maiores vilões dos que são contra o estabilizador, porque supostamente geram picos de tensão. Mas digo que em qualquer projeto bem construido, o engenheiro toma cuidado de internamente do produto limitar esses picos de tensão com proteções na saída do produto.


    Este é o aparelho: http://www.dvdnow.com.br/descricao.asp?codigo=HT5000S

    Pode ser que a gente fique meio paranóico com isto frequentando este forum, mas creio que precaver é sempre a melhor opção. Por isso estava querendo tanto instalar aterramento no apartamento todo, mas as dificuldades estão só aumentando para isso.

    Muitas vezes eu tenho visto um excesso de paranóia e preciosismos injustificáveis com relação à proteções. As pessoas tão tornando isso um objeto de preocupação diária em suas vídas e creio que isso não é muito saudável não, pra pessoa. Faça o que for possível, sem nóias. Eu costumo olhar sempre pro passado, quando essas preocupações eram inexistentes e tudo corria muito bem. Eu fui bem paraoico com essas coisas por um tempo e percebi, felizmente de forma rápida, que não vale a pena toda essa preocupação. A gente acaba gastando muito dinheiro e se estressando atoa pra mesmo assim o equipamento queimar ou pifar por qualquer outra razão.

    Mas eu vou te contar uma pior ainda. Comprei, por hora (pois pretendo comprar um condicionador mesmo), para substituir este Estabilizador SMS, um filtro Panamax M8-AV-PRO, este modelo aqui http://www.panamax.com/Products/Floo...M8-HT-PRO.aspx ,

    e para minha surpresa, quando o liguei aqui em casa, a luz indicadora de aterramento bom (Ground OK) esta acesa direto, vai entender, pois não tenho aterramento nenhum e a tomada esta até solta da parede, pois estou tentando passar fio.

    Você já procurou saber se o LED aceso indica que o aterramento é inexistente e se LED apagado é de fato "Ground ok"? Pode ser isso. Nos filtros APC é assim.

    Para voce ver a minha decepção e falta de confiança nestes aparelhos, e tudo marcas famosas e "confiáveis".

    Por esse motivo e outras coisas, não vale a pena ficar com preocupações excessivas. Eu já cheguei uma época varar madrugadas em claro só lendo sobre o assunto, ficando preocupando e querendo gastar mais e mais dinheiro para adequar as proteções. Digo e repito, não vale a pena tanta preocupação.

    Estou pensando em instalar um Disjuntor DR Tetrapolar de 40A por fase, para fazer as vezes de disjuntor e DR num mesmo espaço. Voce falou aqui em algum post que existe para comprar mas é difícil de achar.

    *Disjuntor* DR de fato é diferente de *Dispositivo* DR apesar de nenhum vendendor entender isso. *Disjuntor* DR nunca vi pra vender por aqui... Disjuntor DR tem três funções: Proteção contra sobrecorrente, curto-circuito e fuga de corrente, já o Dispositivo DR só fuga de corrente.

    O problema é acahar alguém que faça isso com rapidez e corretamente, não conheço ningém aqui no Rio que trabalhe com isso e pelas informações que tenho recebido de conhecidos e de experiências com outros serviços, mão de obra de qualidade aqui é muito difícil de encontrar. [/B]


    Sempre tem gente boa por aí, pena ser a minoria. Dá uma entrada lá no Orkut, na comunidade Amantes da Eletricidade, tem uma galera bem profissa lá, quem sabe encontra um aí perto de vc.

    Suponho que a tampa seja maior que o quadro, correto?

    Sim, pouca coisa, mais ou menos 1 cm.

    Neste caso as bordas da tampa poderiam esconder possíveis falhas de acabamento?[/B][/COLOR]

    O da Siemens pelo menos, esconde, os Tigre tb e são os mais fáceis de se achar.


    Estive em uma loja que tinha quadros da Siemens, mas não achei este modelo que voce tem.
    Pode me dizer qual é o modelo do seu quadro, para que possa procurar no site da Siemens?
    Simbox XF 24 disjuntores. O código do produto agora não me lembro... era 8GB alguma coisa...

    Atualização: Catálogo Siemens Simbox .

    http://www.siemens.com.br/templates/...x?channel=9799

    Clique no link "Take One Simbox XF"



    Citação Originalmente Enviado por Rick82 Ver Mensagem
    Certo, então ficou assim:

    Veja que, alem do DPS entre Neutro/Terra do quadro de distribuição, eu adicionei um outro DPS, também entre Neutro/Terra, no quadro Geral.

    Isto ajudaria/atrapalharia em algo?

    E a posição do DR depois do DPS está correta?

    Não tem necessidade do DPS entre neutro-terra na entrada pq neutro terra estão atados ali. A necessidade só aumenta quando o ponto equipotencial entre neutro-terra vai aumentando de distância, ja que a auto-indutância do cabeamento é aumentada durante descargas atmosféricas descarregadas no neutro, logo quanto maior a descarga feita do DPS entre Fase-Neutro, jogada no neutro, e maior for a distância do ponto equipotencial, maior a DDP entre Neutro-Terra, logo é recomendável que haja pontos específicos com DPS entre Neutro-Terra, de preferência no meio e final da instalação (após a tomada - uso de filtros/condicionadores com esse tipo de proteção).

    A posição do DR está correta sim.

  11. #371
    Membro
    Registro em
    24-5-10
    Localização
    SP
    Mensagens
    138
    ——————————————
    Obrigado:
    21 concedido(s)
    33 recebidos por 17 msgs

    Citação Originalmente Enviado por _rau_ Ver Mensagem
    Não tem necessidade do DPS entre neutro-terra na entrada pq neutro terra estão atados ali. A necessidade só aumenta quando o ponto equipotencial entre neutro-terra vai aumentando de distância, ja que a auto-indutância do cabeamento é aumentada durante descargas atmosféricas descarregadas no neutro, logo quanto maior a descarga feita do DPS entre Fase-Neutro, jogada no neutro, e maior for a distância do ponto equipotencial, maior a DDP entre Neutro-Terra, logo é recomendável que haja pontos específicos com DPS entre Neutro-Terra, de preferência no meio e final da instalação (após a tomada - uso de filtros/condicionadores com esse tipo de proteção).

    A posição do DR está correta sim.
    ok, vou retirar o DPS entre Neutro/Terra do Quadro Geral.

    Fora isto, tem mais alguma maneira de deixar o "circuito" ainda mais seguro? Adicionar mais DPSs p/ tentar dobrar a capacidade de proteção? Ou qualquer outro meio, independentemente do custo necessário.

    Obs.: Por curiosidade, o que aconteceria se eu fizesse um Terra exclusivo pra um determinado equipamento, e utilizar o condutor PE para os demais equipamentos da residência, isto poderia ser feito? Teria algum porem?


    Abraços,
    Att. Ricardo

  12. #372
    Membro
    Registro em
    31-7-08
    Localização
    Brasilia
    Mensagens
    675
    ——————————————
    Obrigado:
    0 concedido(s)
    305 recebidos por 159 msgs

    Do jeito que tá está ótimo, DPS na entrada, DPS no meio da instalação e após a tomada vc pode adicionar alguma proteção de qualidade. Os DPS's só dimensiona-los corretamente.

    Um terra exclusivo se configura em um terra TT, esse circuito deveria ser protegido tanto por DR como por DPS entre esse terra e o neutro, o DPS deve ser o de maior capacidade que vc encontrar, pelo menos 60kA. Dessa forma se consegue usar um terra exclusivo de forma mais segura possível. É recomendável testar semestralmente o DR através do seu botão de teste.

  13. #373
    Membro
    Registro em
    21-2-05
    Localização
    Vitória / ES
    Mensagens
    341
    ——————————————
    Obrigado:
    51 concedido(s)
    91 recebidos por 51 msgs

    [QUOTE=_rau_;2698925]
    Citação Originalmente Enviado por dsidney Ver Mensagem

    Simbox XF 24 disjuntores. O código do produto agora não me lembro... era 8GB alguma coisa...

    Atualização: Catálogo Siemens Simbox .

    http://www.siemens.com.br/templates/...x?channel=9799

    Clique no link "Take One Simbox XF"

    Rau,

    Muito, muito obrigado mesmo, novamente.

    Todas as respostas e recomendações são excelentes como sempre.


    Não vou fazer mais perguntas por hoje.

    Há um misto de verdade e mito nessa afirmação de que aterramento aumenta a durabilidade. Verdade porque algumas proteções utilizam o fio terra e mito porque é sabido que muitos equipamentos não possuem o fio terra, mesmo alguns eletrônicos sensíveis e eles não vão ter a vida útil mais baixa por causa disso. Aí alegam que esses equipamentos foram adaptados para não ter o fio terra, mas isso não é verdade, o fio terra sempre foi e será um meio de proteção do usuário e secundariamente atua como refencial de tensão (0V) para o funcionamento dos filtros contra EMI/RFI e terceariamente atua como via de escoamento para surtos elétricos - quando usado protetores adequados para isso.

    Isto é uma verdade absoluta. No meu caso mesmo, os melhores equipamentos de AV que tenho e prezo mais (produtos de marcas respeitadas e com qualidade reconhecida), que são meu BD player Oppo BDP83, meu Receiver JVC e um processador de video da DVDO EDGE, nenhum deles tem terra na tomada (e nem fiozinho verde separado saindo da carcaça).


    Você já procurou saber se o LED aceso indica que o aterramento é inexistente e se LED apagado é de fato "Ground ok"? Pode ser isso. Nos filtros APC é assim.

    Neste filtro de acordo com o manual da Panamax, a luz verde acesa indica que a tomada esta com o terra conectado apropriadamente. Incrível não é! Eu fiquei besta com esse resultado, pois tinha impressão de que os produtos da Panamax eram os melhores para esse tipo de proteção.

    Tenha uma ótima semana e tudo de bom para voce!


    Sidney

  14. #374
    Membro
    Registro em
    24-5-10
    Localização
    SP
    Mensagens
    138
    ——————————————
    Obrigado:
    21 concedido(s)
    33 recebidos por 17 msgs

    Citação Originalmente Enviado por _rau_ Ver Mensagem
    Do jeito que tá está ótimo, DPS na entrada, DPS no meio da instalação e após a tomada vc pode adicionar alguma proteção de qualidade. Os DPS's só dimensiona-los corretamente.

    Um terra exclusivo se configura em um terra TT, esse circuito deveria ser protegido tanto por DR como por DPS entre esse terra e o neutro, o DPS deve ser o de maior capacidade que vc encontrar, pelo menos 60kA. Dessa forma se consegue usar um terra exclusivo de forma mais segura possível. É recomendável testar semestralmente o DR através do seu botão de teste.
    Pois é, eu questionei sobre a possibilidade de um Terra exclusivo pelo fato de que, dentro de algumas semanas, eu passarei a trabalhar com uma Estação de Processamento Gráfico de uso critico, e eu gostaria de deixá-la em uma rede o mais "limpa" possível.

    Por isto lhe pergunto, no caso do padrão TN-S, com todos os equipamentos utilizando um mesmo condutor (PE) para a função Terra, não haveria nenhum tipo de "perda de performance/qualidade do Terra" por assim dizer?


    Obs.: Como proteção final eu já adquiri um No-Break Senoidal Interativo (conforme NBR 15014), entretanto há alguns dias descobri que o equipamento em questão utiliza o método de filtragem por Ferro-Ressonância, e por motivos de segurança talvez eu venha a substituir o referido equipamento por um APC On-Line de Dupla Conversão.

  15. #375
    Membro
    Registro em
    31-7-08
    Localização
    Brasilia
    Mensagens
    675
    ——————————————
    Obrigado:
    0 concedido(s)
    305 recebidos por 159 msgs

    [QUOTE=dsidney;2699262]
    Citação Originalmente Enviado por _rau_ Ver Mensagem


    Você já procurou saber se o LED aceso indica que o aterramento é inexistente e se LED apagado é de fato "Ground ok"? Pode ser isso. Nos filtros APC é assim.

    Neste filtro de acordo com o manual da Panamax, a luz verde acesa indica que a tomada esta com o terra conectado apropriadamente. Incrível não é! Eu fiquei besta com esse resultado, pois tinha impressão de que os produtos da Panamax eram os melhores para esse tipo de proteção.

    Tenha uma ótima semana e tudo de bom para voce!


    Sidney

    Faça o seguinte teste, pega um multimetro ou mesmo uma lampada com bocal e liga entre Fase-Terra e veja o que dá, se a lampada acender forte ou o multimetro acusar 127V, pode ser que o pino interno da tomada da parede, se for de três pinos, esteja ligado direto no neutro.

    Citação Originalmente Enviado por Rick82 Ver Mensagem
    Pois é, eu questionei sobre a possibilidade de um Terra exclusivo pelo fato de que, dentro de algumas semanas, eu passarei a trabalhar com uma Estação de Processamento Gráfico de uso critico, e eu gostaria de deixá-la em uma rede o mais "limpa" possível.

    Por isto lhe pergunto, no caso do padrão TN-S, com todos os equipamentos utilizando um mesmo condutor (PE) para a função Terra, não haveria nenhum tipo de "perda de performance/qualidade do Terra" por assim dizer?


    Obs.: Como proteção final eu já adquiri um No-Break Senoidal Interativo (conforme NBR 15014), entretanto há alguns dias descobri que o equipamento em questão utiliza o método de filtragem por Ferro-Ressonância, e por motivos de segurança talvez eu venha a substituir o referido equipamento por um APC On-Line de Dupla Conversão.
    Em que consiste essa estação de processamento gráfico? De um PC e equipamentos de audio/vídeo? Seguindo as recomendações da NBR5410, todo equipamento informático deve ser provido de um aterramento TN-S. Essa questão de "limpeza" não tem muito fundamento para equipamentos informáticos já que sua fonte de alimentação isola completamente o aterramento dos componentes alimentados pela fonte. Dentro das fontes há um pequeno transformador isolador que trabalha em alta frequência... Não há porque haver problema de qualidade/perfomance pelo aterramento ser TN-S. Há sim uma afirmação, de que um aterramento TT para equipamentos puros de audio/video dá melhores resultados, mas só se sente diferença no "topo do pinheiro" como diz o Jorge Knirsch ou seja, com equipamentos tops dos tops e sala de audição com acústica de "outro mundo". :-) Segundo ele a relação Sinal x Ruido é maior com aterramento TT do que TN e isso é verdade, mas dúvido que dê alguma diferença para a grande maioria das aplicações, em equipamentos de TI não dá diferença alguma em performance ou qualidade.

    Jamais tenha dois sistemas de aterramento separados para equipamentos que interagirão entre si ou seja, que estejam interconectados por algum condutor metalico, seja qual cabo for, de sinal, de força...

    Um nobreak Online Dupla conversão só se justifica para missões críticas onde não se pode assumir nenhum risco, por minimo que seja, por causa de problemas na rede elétrica, por mais que outras soluções mais baratas dê um nível relativamente elevado de segurança.

 
 
 
Página 25 de 40 PrimeiraPrimeira ... 15202122232425262728293035 ... ÚltimaÚltima

Tags para este Tópico

Regras de Postagem

  • Você não pode criar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode anexar arquivos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  
  • Tags estão Ligado(s)
  • Smilies estão Ligado(s)
  • Tag [IMG] está Ligado(s)
  • Tag [VIDEO] está Ligado(s)
  • Código HTML está Desligado