Anúncio do HT Forum

A Pequena Sereia* / Русалочка (1976) - Vladimir Bychkov

Discussão em 'Cinema e Filmes' iniciada por Zé da Adega, 30 Out 2018.

  1. Zé da Adega

    Zé da Adega Usuário

    34 11 3

    Desde 20 Out 2018
    Lisboa, Portugal
    Anúncio do HT Forum
    A Pequena Sereia* / Русалочка

    [​IMG]

    Título original I (Búlgaro): Малката русалка
    Título original II (Russo): Русалочка
    Título português não oficial: A Pequena Sereia*
    *Título português do conto de fadas
    Nota 1: Não confundir com o filme checoslovaco do mesmo ano e com o mesmo título, conforme a língua, também adaptação do conto "A Pequena Sereia". (http://www.imdb.com/title/tt0074846/)
    Nota 2: Co-produção entre a Bulgária (Estúdios Boyana Film) e União Soviética (Gorky Film Studios)
    Data de lançamento: 17 de Dezembro de 1976 (Bulgária) / Janeiro de 1977 (União Soviética)
    Realizador: Vladimir Bychkov
    Género(s): Fantasia, Drama, Romance
    Duração: 78 min
    IMDB: http://www.imdb.com/title/tt0160801/
    Wikipédia - versão alemã, artigo da extinta R.D.A.: http://de.wikipedia.org/wiki/Die_traurige_Nixe
    Wikipédia - versão russa: http://ru.wikipedia.org/wiki/Русалочка_(фильм)
    (São as únicas 2 versões no wikipédia, e ambas requerem tradução com o Google Chrome)

    Sinopse:

    Adaptação cinematográfica do conto de fadas clássico A Pequena Sereia, de Hans Christian Andersen.


    Trailer Amador:




    Excerto criado por mim, com tradução portuguesa minha em legendas PT-PT (activem as legendas portuguesas no vídeo do You Tube). Sequência do mercado medieval:



    Deve ser a primeira vez que existem legendas portuguesa para um pedaço deste filme desconhecido no Ocidente. :assobio: Mas 40 anos depois aqui estão elas. :aplauso:

    Eu achei a letra interessante, na parte que refere a beber cerveja, em vez de haver guerra.

    Tentei colocar uma nota do tradutor a definir um Téspio, mas a legenda ficou muito grande. Um Téspio era uma habitante de Téspia, cidade da Grécia Antiga, famosa por ser o berço das artes do palco.

    [​IMG]

    Esta letra, traduzida para português, por mim, inclui o verso seguinte:

    "Muito melhor que o som dos canhões ouvir,
    Um copo cheio de boa cerveja beber.
    A Baco todos permanecem fiéis,
    Seja um Sapateiro ou um Cavaleiro."


    Isto para mim mim revela grande sabedoria milenar medieval e soviética, ou não seria eu o Zé da Adega! :lol::assobio::aplauso:

    Em seguida irei analisar o choque moral deste filme soviético, perante o actual cinema ocidental.:aff:
     
    Última edição: 30 Out 2018
    • 1
  2. Zé da Adega

    Zé da Adega Usuário

    34 11 3

    Desde 20 Out 2018
    Lisboa, Portugal
    A Pequena Sereia, em versão infantil com nudez do Cinema de Leste. Realismo Cinematográfico ou choque moral entre as duas Europas?

    [​IMG]

    Em resposta ao meu título da crítica, não faço ideia...Parece-me um pormenor notório apenas a nível de história do cinema mundial. Esta é uma co-produção internacional entre a União Soviética e a Bulgária de 1976, e no mesmo ano a Checoslováquia fez também um filme, com o mesmo título, mas sem nudez, os cinemas das três nações referidas, estavam todos subordinados ao estilo do Realismo Cinematográfico, como a adaptaçao checoslovaca (é outro filme totalmente diferente) não tem nudez, o alibí do realismo não funciona.

    Ou seja, a sereia aparece nua, apenas por opção pessoal e artística dos cineastas da Bulgária e Rússia. Mas tudo bem, não tenho nada contra e até tirei o screenshot bonito que mostrei acima. Até em países mais conservadores, a classificação etária nunca ultrapassou o M/6, porque são cenas curtas e não eróticas, filmadas com grande cuidado.

    [​IMG]

    Todos nós sabemos que no bloco soviético, o regime comunista fez perseguição à religião e que quase impunha o ateísmo por decreto-lei, mas tal não significa que as ditaduras comunistas fossem moralmente livres, sem pudor, porque não o foram. Em geral um país como a Espanha ou França é actualmente mais moralmente livre do que foi o bloco soviético, mas não o eram em 1976, quando este filme foi feito, escolhi o exemplo destes dois países (Espanha e França) por serem os países mais libertinos actualmente na classificação etária (os que permitem mesmo nudez para todas as idades). Falei sobre isto no tópico do Ao, o Último Neandertal, mas por acaso não referi lá que a série espanhola "Cuénta-me como paso" tinha classificação etária para todos, antes de ser actualmente para maiores de 7 anos.

    A Rússia hoje aprova leis de perseguição religiosa, e é frequentemente castigada pelo Tribunal Europeu dos Direitos Humanos. A liberdade moral que existia no cinema soviético, foi perdida na actual Rússia.

    Este assunto é complicado e mais tarde poderei criar um tópico nesta secção do HT Fórum, onde citarei os casos que conheço da evolução da censura na Europa (a França é um caso muito interessante). Nesse contexto, tem interesse este tópico, para ficarem com uma ideia de como era a moral do Cinema Soviético em 1976.

    [​IMG]

    A letra que eu traduzi para português (no vídeo da ficha técnica) é uma boa letra anti-guerra, em contraste com o Cinema de certos países, onde acham um escândalo o actor fumar um cigarro ou beber álcool, em paz e sossego, mas acham bem guerra e violência.

    [​IMG]

    Não posso falar muito mais do filme... É um filme bonito mas simples, adaptação de um conto de fadas, com um final muito triste e trágico, em que ninguém vive feliz para sempre.

    O choque entre o estilo do Cinema de Leste e os estilos de outros tipos de Cinema, é muito pronunciado neste filme.

    [​IMG]

    Sei que vou deixar a Missa a Metade, mas termino aqui. Deixo apenas o clip da versão checoslovaca, de faca e alguidar (filme desequilibrado e não recomendado devido à infantilidade da 1ª parte, embora a 2ª parte seja boa), em contraste com a versão sólida e equilibrada Búlgara-Russa, âmbito desta crítica, com qualidade crescente:

     
  1. Este site usa cookies. Se você continuar a usar este site, automaticamente concorda com nosso uso de cookies.
    Fechar Aviso