Anúncio do HT Forum

Aberração nos Graves da Sala *stereo

Discussão em 'Acústica e Construção de Salas' iniciada por Fernando Goo, 7 Mai 2018.

  1. Fernando Goo

    Fernando Goo Usuário

    61 14 11

    Desde 5 Mar 2011
    Brasil
    Senhores,


    Tenho uma par de Torres Kef com um integrado Marantz pm6006 posicionados na parede onde tem o corredor(foto anexo).

    Ocorre que a caixa fica na parede ao lado do corredor reproduz ZERO de graves, vejo o cone excursionando vigorosamente, mas nada de grave.

    Já a caixa do lado da parede reproduz graves em excesso, inclusive com efeito Boomy.

    Sei que não é problema das caixas, cabos ou receiver pois já inverti eles.

    Quando direciono o audio através do balance do integrado é até engraçado: Do lado esquerdo nada de graves, do lado direito graves insuportáveis.

    O mais engraçado é que quando afasto as caixas das paredes, o grave na sala some quase completamente e nos outros cômodos do apartamento ficam bastante pronunciados.

    Socorro!

    O que posso fazer?
     

    Anexos:

  2. trenier

    trenier Usuário


    Desde 12 Nov 2008
    Joinville-SC Brasil
    As caixas vão tocar bem diferente mesmo principalmente na faixa de graves, porque a caixa da direita está praticamente dentro de outra caixa no canto da sala. O ideal era ter um equilíbrio, com uma distância considerável da parede.

    Do lado esquerdo a caixa respirar melhor, e talvez até tenha bons graves, mas como a caixa da direita está com muito reforço nas baixas frequências, seu ouvido pode estar lhe enganado em relação a caixa da esquerda.

    Aquele subwoofer que está na frente da torre da direita já experimentou retirar?
    Não consegue colocar todo o sistema na parede oposta caso seja simétrica?
    Se possível faça um teste retirando o rack e posicione as duas caixas mais a frente.
    São algumas soluções que podem amenizar o problema, melhor que isso só fazendo algum tipo de tratamento acústico ou partindo para uma solução como Mini DSP, Dirac, etc.
     
  3. Fernando Goo

    Fernando Goo Usuário

    61 14 11

    Desde 5 Mar 2011
    Brasil

    Olá meu caro, bom dia!

    Obrigado pela ajuda. Quanto aos questionamentos, fora tirar o rack e mudar as caixas de local, já fiz de tudo.

    Coloquei a caixa da direita mais afastada da parede, já coloquei as caixas mais para frente e o sub além de desligado, ele não estava no lado oposto antes.

    O sinistro é que com a caixa da direita afastada das paredes, o grave zera pra frente delas. Só fica grave nos outros quartos que estão atrás da sala.
     
  4. trenier

    trenier Usuário


    Desde 12 Nov 2008
    Joinville-SC Brasil
    As paredes são de concreto ou drywall?
    Qual o modelo da caixa? Duto traseiro ou dianteiro?

    Se você já fez tudo tem aquelas opções que lhe falei, ou ainda pode ter outra alternativa que não estou conseguindo visualizar no momento.
    Vamos ver se aparece mais alguém pra dar uma ideia.
     
  5. carlos_camardella

    carlos_camardella Usuário


    Desde 29 Dez 2004
    Rio de Janeiro
    Não querendo ser chato, mas uma sala praticamente quadrada (4,0 x 4,21m) e um pé direito entre 2,70m e 3,00m, sem um tratamento acústico específico para os graves não vai ter jeito.

    Você vai ter picos e vales muito grandes simplesmente em todas as frequências principais dos graves: 25, 35, 40, 50, 60, 65, 75 e 85Hz (com margem de erro de apenas 2 a 3 Hz em cada um desses valores) independente de onde fiquem posicionadas as suas caixas.

    Só com bass traps mesmo. Salas quase cúbicas são um suplício pra se ter graves, principalmente as com menos de 25m2 de área.
     
  6. Fernando Goo

    Fernando Goo Usuário

    61 14 11

    Desde 5 Mar 2011
    Brasil
    Então, as paredes são todas de alvenaria e o teto tem rebaixamento de gesso que pelo menos não vibra como em uma casa que eu morava.

    As caixas são as Torres kef Q3 com dutos frontais.
     
  7. Fernando Goo

    Fernando Goo Usuário

    61 14 11

    Desde 5 Mar 2011
    Brasil
    Grande Carlos,

    Pensei bastante em tratamento acústico aqui, mas com tamanho da sala que tenho, qualquer centímetro vale ouro.

    Tenho uma amigo dono de uma empresa de gesso, ele me disse que relativo a tratamento acústico ele sugere instalação de tarrafos de metalon, inserção de lá de vidro e depois fechar com gesso. Só que acredito que esta solução isolaria o externo/interno, mas não solucionaria meus problemas acústicos.

    Vou pensar em abafadores acústicos nas paredes frontais e traseiras. Nas laterais já é mais complicado.

    O lance é que de um lado eu tenho reverberação em demasia e no outro alguma coisa que praticamente anula os graves.

    Hoje eu afastei as caixas e zerei o toe-in. Achei melhor o palco, mas os graves ainda continuam muito zoados.

    Sério, estou surtando.
     
  8. carlos_camardella

    carlos_camardella Usuário


    Desde 29 Dez 2004
    Rio de Janeiro
    Fernando,

    Faz as coisas devagar, passo a passo.

    Primeiro ajeita os graves, e depois trata as reflexões quando já souber a posição definitiva das caixas para os graves. Tratar reflexão é só moderar na espuma ou painel de lã de rocha, aplica apenas onde o teste do espelho mandar e no teto e a mudança já vai ser brutal.

    Se você não tem espaço no chão, faz os bass traps no teto, como sancas falsas em formato retangular com seção transversal reta de 60cm x 60cm. Tem um exemplo disso no tópico sobre a acústica da minha sala. Não adianta colocar lã de vidro sobre o gesso para tratar graves, pois os graves não passarão pelo gesso. Você só evita a vibração.

    Você pode montar painéis moveis com absorvedores para tratar as reflexões nas paredes laterais, não precisa que sejam fixos. Podem ficar sobre uma base ou tripé igual de caixa surround.

    Se o seu rebaixamento for de uns 60cm você pode também arrancar o gesso ao redor das paredes e fazer ali o bass trap (que substituiria a sanca)
     
  9. finused

    finused Usuário


    Desde 27 Fev 2006
    ES/Brasil
    Aproveitando o topico, eu abrir um topico https://www.htforum.com/forum/threads/ajuda-com-isolamento-acustico-em-sala-dedicada.293697/ que acho que terei problema com o grave tambem, a sala tem 4x4,5 metros, mas meu maior medo é o som atrapalhar a parte de baixa e de cima, pois estou no primeiro andar, e tem meu pai em baixo e meu irmao por cima.. estava querendo isolar as quatros paredes, mas pelo que li, tenho que me preocupar mais com o piso e o teto.. usando la de vidro para isolar um pouco..
     
  10. carlos_camardella

    carlos_camardella Usuário


    Desde 29 Dez 2004
    Rio de Janeiro
    A vibração do piso se propaga para as paredes, o teto e, por óbvio, o teto de baixo.

    Se você fizer um excelente isolamento no piso e tratar o teto por baixo e por cima do rebaixamento, a coisa se resolve bem.

    Por baixo do piso, você pode usar duas camadas de manta asfáltica (da mais espessa), pegando inclusive o rodapé, e depois recobrir com isso aqui:

    https://www.isover.com.br/construcao-civil/isolamento-acustico-para-piso/optima-piso

    Use um piso laminado espesso por cima, de madeira, MDF, PVC ou mesmo um carpete espesso.
     
  11. carlos_camardella

    carlos_camardella Usuário


    Desde 29 Dez 2004
    Rio de Janeiro
    Opção dada geralmente pelos arquitetos (essa é mais trabalhosa). Mesmo usando essa, eu não prescindiria de colocar o optima piso ou algo semelhante por baixo do piso laminado:

    http://www.abrapex.com.br/31z12IsoAcuPF.html
     
  12. finused

    finused Usuário


    Desde 27 Fev 2006
    ES/Brasil
    Top amigo, eu estava pensando em colocar la de vidro nas paredes laterais, mas como dos lados nao tenho problemas com vizinhos, talvez nao precise para economizar, e fazer somente no piso e teto!
     
  13. Fernando Goo

    Fernando Goo Usuário

    61 14 11

    Desde 5 Mar 2011
    Brasil

    Esta é fácil:

    Coloque isolamento termo-acústico no rebaixamento de gesso no teto de seu apt e como o vizinho de baixo é seu pai, “recomende” que ele faça o mesmo no apartamento dele.

    Bola pra frente e vida que segue.

    Boa sorte com a acústica. :(
     
    Última edição: 10 Mai 2018
    • 1
  14. finused

    finused Usuário


    Desde 27 Fev 2006
    ES/Brasil
    Resumindo, so eu cuidar do teto e do piso para nao passar som pra baixo, vi nos links que me mandou que o eps é bem eficaz pra isso no piso.. acho que dos lados não irei preocupar muito não.. obrigado amigo
     
  15. carlos_camardella

    carlos_camardella Usuário


    Desde 29 Dez 2004
    Rio de Janeiro
    Nada contra colocar também isolamento termo-acústico no rebaixamento de gesso no teto do seu pai. Mas, se não tratar o piso com aquelas sugestões que dei, o resultado vai ser pouco efetivo porque o seu piso vai irradiar para as paredes e, como é laje, também para baixo existe um efeito de amplificação por ressonância que o isolamento termo-acústico no rebaixamento de gesso no teto do seu pai não vai resolver a contento - muito longe disso, até (y)
     
  16. finused

    finused Usuário


    Desde 27 Fev 2006
    ES/Brasil
    Entendi, no caso ele ja fez o rebaixamento com gesso, agora ali nao tem como mexer, terei que fazer no meu piso da sala mesmo.. encher com aquele isopor por baixa do contra-piso e ver se ficar legal!
     
  17. m-costa

    m-costa Usuário

    45 18 5

    Desde 15 Jan 2018
    São Paulo
    Pelo que parece está acontecendo o seguinte.

    A caixa da direita tem graves em excesso pelo fato da parede traseira refletir os graves que saem por trás da caixa. Como teste, encha de cobertores ou espumas o espaço que tem entre a caixa e as paredes (traseira e lateral).

    Deve ter cancelamento de fase na sala, por isso não ouve os graves da caixa da esquerda. Para testar pode colocar uns colchões na parede frontal.

    Esses testes ajudariam a descobrir onde está o problema, mas assim, sua sala não é muito adequada, tem muita porta e janela, o piso não é legal para acústica.
    Como alternativas baratas colocaria tapete (ou carpete), um rack menor e as caixas mais para frente e mais afastadas da parede. Talvez seja interessante colocar na parede que tem a janela.
     
  18. cristianolo

    cristianolo Usuário


    Desde 17 Jan 2009
    Porto Alegre
    O problema ai é geometria e posicionamento
    Não consegue resolver nada de problema xe graves, independente do tratamento que seja feito
     
  19. carlos_camardella

    carlos_camardella Usuário


    Desde 29 Dez 2004
    Rio de Janeiro
    Os problemas ali são vários.

    Se via reposicionamento se conseguir algum grave, ele será tipo de uma nota só igual a subwoofer vagabundo de HT. Precisa um mínimo tratamento para os graves por causa das medidas da sala.
    A caixa direita está imprensada entre o rack e as paredes, e a caixa esquerda está quase num vácuo.
    Teria que colocar algo por tás dessa caixa esquerda, para fechar esse corredor, tipo uma porta de correr bem pesada, que ao ser aberta entraria por trás do rack, podendo ser embutida num painel de MDF, por exemplo, ou dentro da parede mesmo, se possível.

    O rack teria que ser menor para abrir espaço para a caixa direita respirar. E não vai ter boa formação de palco porque o rack ocupa, entre as caixas, o espaço da linha dos tweeters para baixo, logo o rack também deveria ser mais baixo.

    Vai dar trabalho para ficar legal, mas é possível.
     
  20. Fernando Goo

    Fernando Goo Usuário

    61 14 11

    Desde 5 Mar 2011
    Brasil
    “Grave de uma nota só”: é exatamente isto que escuto. Um efeito boomy, retumbante, realmente desagradável.

    Já quando direcionado o balance para a caixa da esquerda, nada de graves.


    Vou seguir os conselhos e:

    1 - colocar um tapete na sala;
    2 - tentar abafar o som atrás e do lado da caixa direita;
    3 - impedir a reflexão do som na parede frontal;
    4 - e mais difícil, isolar o corredor da sala.

    Vou fazer isto tudo de forma provisória e se der certo, penso em uma solução criativa e definitiva.

    O engraçado é que na parede atrás de onde ficam as caixas, que é a primeira porta da direita entrando no corredor, o grave lá dentro é absurdo.

    Acho que mudarei de apartamento.
     
  1. Este site usa cookies. Se você continuar a usar este site, automaticamente concorda com nosso uso de cookies.
    Fechar Aviso