Anúncio do HT Forum
Fechar Aviso
Visitante, temos um novo anunciante, a AutoZ! Por favor ajude a suportar o fórum clicando nos banners e prestigiando os anunciantes! Obrigado.

Ajuda regulagem subwoofer: bumbo alto mas contrabaixo baixo

Discussão em 'Som Automotivo e Multimídia' iniciada por ThiagoCarro, 8 Dez 2018.

  1. ThiagoCarro

    ThiagoCarro Usuário


    Desde 8 Dez 2018
    MG
    Bom tarde, prezados!

    dei um upgrade nos falantes originais do meu carro para ter um som interno mais definido, mas sem a necessidade de tocar "no talo" e nem de mala aberta. Assim sendo, retirei os 4 falantes originais e coloquei um subwoofer slim ativo ligado num kit 2 vias. O bacana deste sub é que ele já possui a saída amplificada pro kit 2 vias, o que tirou a necessidade de ter um amp empurrando o kit 2 vias haja vista q não achei nenhum de baixa potência e cada canal do som do carro tem o máximo de apenas 25w. Liguei também um filtro subsônico para proteger o woofer do kit pois a caixa não possui controle de passa-alta embutido. Os únicos controles dela são volume do sub, ganho de graves de 0 a 9dB e volume das saídas para falante. Resumindo então, ficou ligado assim:

    som----->sub----->filtro subsonico----->kit 2 vias na dianteira

    Ao regular consegui, em vários estilos musicais (maioria metal, rock, pop e sertanejo), obter o palco sonoro com a divisão entre grave, médios e agudos bem legais. Entretanto, na região dos graves é que estou apanhando pois já esgotei todas as combinações possíveis de equalização no rádio e no sub: de modo geral, o bumbo da bateria fica bem realçado e audível, porém, o baixo fica muiiiiiiiiiiiiiito magro.. muito magro que digo é sem volume, sufocado pelos outros instrumentos (em especial pelo bumbo).. mesmo em músicas onde o grave do baixo fica em destaque na gravação, o bumbo acaba abafando (coisa que não acontece qnd ouço a mesma música no pc só com as caixas de som barata dele)... e quando fica só o baixo em destaque, ele fica com o volume baixinho (mais "sentindo" ele do que ouvindo). O curioso aqui é que parece que inverteu o grave de frequência mais alta com o grave que se aproxima do subrave: o bumbo que era pra ser mais "sentido" do que ouvido é nítido e bem definido e o baixo que era pra ser mais ouvido do que "sentido" tá funcionando ao contrário. Bom, e depois de um tempo o som do bumbo gera aquela fadiga auditiva que dá até um alívio quando desliga o som (mesmo não estando no volume alto). Mesmo abaixando quase totalmente o volume do sub e deixando o kit mais alto, o baixo fica perdido no meio das frequências e vc sempre ouve o "tuc tuc tuctuc" do bumbo.

    As vezes acho que possa ser o filtro subsônico que está matando os harmônicos do baixo, pois o woofer do kit começa a responder a 69hz e o filtro subsônico é de 80hz, mas acho pouco provável pois o falante do subwoofer responde de 20 a 80hz (logo, as frequências entre 69 e 80hz estariam sendo reproduzidas pelo sub). Ah, e colocando a fase em 180° consegui resultados melhores do que no 0°. E este comportamento acontece tanto com mp3 (maioria é de 320kbps) qnt com FLAC.

    Vocês têm alguma sugestão de como melhorar isso?

    Obrigado antecipadamente a todos!
     
    Última edição: 8 Dez 2018
  2. ms73

    ms73 Usuário

    Podem existir dois problemas, caixa de graves projetada com um pico muito grande em determinada frequência e a frequência de ressonância do carro, quando as duas coisas coincidem fica insuportável, e certamente o bumbo está na faixa de frequência que está sendo reforçada pela caixa e ou carro enquanto o contrabaixo não está.
    Este problema pode ser resolvido com uma caixa bem projetada e um equalizador para "atenuar" a frequência que está sendo reforçada.
    É preciso saber também se o teu subwoofer tem boa qualidade, se foi feito para reproduzir música e isso não é tão comum atualmente, muitos falantes e caixas são projetados para render bem, tocar alto.
    No caso da frequência de ressonância do carro, tu pode tentar atenuar o problema mudando o local onde a caixa está instalada, mesmo recurso que se usa para tentar acertar o grave de um sub residencial, passear com ele pela sala até encontrar uma boa localização.
     
  3. ms73

    ms73 Usuário

    Tenho um subwoofer selenium antigo que é agradável para reproduzir música, tem oito polegadas e está em caixa selada, mas existem outros detalhes, nem todo falante trabalha bem em caixa selada, e nas especs tu pode ver se será possível montar uma caixa dutada relativamente plana, se o QTS for alto a caixa irá ficar com um pico em determinada frequência, sub com QTS até 0.5 é interessante.
    Estava interessado em um morel primo de 8pol mas o QTS é ato, desisti.
     
  4. ThiagoCarro

    ThiagoCarro Usuário


    Desde 8 Dez 2018
    MG
    Obrigado pela rápida resposta, MS73! irei testar várias posições ao longo da semana para ver a questão de ressonância do carro e reporto aqui! não conhecia este macete... so espero não colocar numa posição em que os harmônicos desmontem o carro rs

    Sobre a questão do sub ter boa qualidade, quais seriam os parâmetros pra eu avaliar isso? O meu é um barato (Falcon XS 400.3 8" - https://falconamplificadores.com.br/?portfolio=xs-400-3-slim-amplificada-3-canais) pois não investi muito tendo em vista que era só um leve upgrade sem necessidade tocar alto; eu queria apenas ter um falante só por conta dos graves.

    Sobre a questão do QTS, aí eu não saberia calcular e nem o manual traz esta informação... mas chutaria que está nos conformes, já que é um produto de prateleira. E vc falou em Selenium, o kit 2 vias é dela.

    Em miúdos então, se a troca de posição não funcionar, a solução seria colocar um eq físico no circuito? Um lógico resolveria? atualmente, tenho tentando fazer a regulagem de grave, médio e agudo rádio do carro (que só tem essas 3 bandas para regular diga-se de passagem) pois a minha ideia era que, independente do áudio estar armazenado no celular (bluetooth, equalizador todo flat) ou no pendrive, eu teria a mesma equalização. Porem, se eu ficar só no celular, colocar o eq do rádio flat e buscar o ajuste pelo equalizador do player do celular (que possui umas 10 bandas) daria o mesmo resultado que o equalizador físico?

    Obrigado mais uma vez.
     
    Última edição: 9 Dez 2018
  5. ms73

    ms73 Usuário

    Levando o tipo de comentário que tu faz me parece que um subwoofer falcon não é suficiente, este tipo de equipamento normalmente toca mas sem qualidade, e a questão não é estar nos conformes, é opção de projeto, um subwoofer que irá reproduzir um pico nos graves pode ser interessante para quem quer fazer barulho, pode ser interessante para o fabricante fazer uma caixinha slim com um pico em determinada frequência para impressionar.
    Quem busca um som mais flat e com qualidade precisa saber o que está procurando, mas fatalmente irá gastar mais.
    Somente comprar um eq não resolve, tu precisa fazer uma medição no teu carro e descobrir em qual frequência está acontecendo a ressonância.
    Ter acesso a um rta é mais complicado, enunca tentei no smarphone mas devem existir apps que permitam reproduzir uma frequência especifica, ou então um programa de pc, eu tenho o tone generator, tu precisa gerar a frequência, reproduzir e medir com um decibelímetro, ou usar outra forma de medição, mas tu precisa saber qual é a frequência problemática, em uma sala podem haver mais mas no carro sempre medi apenas uma frequência grave ressonante.



     
  6. alx1001

    alx1001 Usuário


    Desde 26 Mar 2017
    maringá-pr
    Tá claro que vc tá procurando muito mais do que o sub pode te oferecer.
    A solução pra vc seria uma caixa da JL audio, mas ppode preparar o bolso.
     
  7. ms73

    ms73 Usuário

    Não precisa ser jl audio, existem outras boas opções, subwoofers que foram feitos para tocar música e custam menos.
     
  8. zz top

    zz top Usuário


    Desde 18 Jun 2014
    SP Interior
    Ola, se me permitem dar uns palpites, como sou baixista e pela pouca experiência que tenho em sempre querer ouvir nitidamente o baixo das musicas vou tentar contribuir um pouco.
    Se considerar que o baixo vai aparecer a partir dos 60hz , isso os baixos mais graves e com cordas grossas ou tipo 5 ou 6 cordas, e os baixas 4 cordas com cordas mais finas vai aparecer mais acima disso.
    E se considerarmos que um sistema de som básico normalmente deve ter:
    Supergraves(Subwoofer) - Graves e médio graves(woofer) - Médios e Médios agudos(falante médio/corneta) - Agudos(tweeter)
    Posso dizer que o som do baixo vai aparecer mais no woofer do que no subwoofer, já que o subwoofer vai reproduzir as frequências mais baixas, claro que também reproduz os 60hz ou mais dependendo do subwoofer, mas é o woofer que vai reproduzir com mais clareza as frequências vindo do baixo pois está mais dentro dessa faixa de range.
    Em resumo, pelo seu relato, talvez deva revisar os falantes que estão como woofers, se são falantes bons, se tem o tamanho potência suficiente, ou seja se estão tocando em equilíbrio com o conjunto, pois talvez o sub esteja fazendo bem a sua função, já que o bumbo ta tocando legal, mas os woofers podem estar deixando a desejar por "n" fatores como os falantes como mencionei, mas pode se por divisor de frequência, corte, ou qualquer outra variável e como é um som automotivo as variáveis são muitas.
    Não sei se é esse o problema, mas me pareceu que essas informações poderiam ser útil, espero que ajude.
    Att.
     
  9. alx1001

    alx1001 Usuário


    Desde 26 Mar 2017
    maringá-pr
    Qual sub SLIM vc acha bom então? Poderia indicar?
     
  10. ms73

    ms73 Usuário

    Nunca testei sub slim de boa qualidade, ouvi apenas estes comuns nacionais, acho que sempre haverão limitações, eu compraria um sub de 8 polegadas de bom nível e um bom amp AB com potência suficiente, no caso dos slim procuraria uma boa marca importada.
    Além disso, se eu morasse a 400km de Foz certamente compraria todos os equipamentos por lá.

     
    Última edição: 13 Dez 2018
    • 1
  11. soaresrey

    soaresrey Usuário

    Fale mais desse filtro.. onde comprou, quem projetou e quais as especificações?
     
  12. ms73

    ms73 Usuário

    Me concentrei mais no fato de que algumas notas graves estão sendo reproduzidas em um volume muito mais alto do que outras, e isso normalmente indica que o grave está sendo reproduzido com um pico em determinada frequência.

     
    Última edição: 13 Dez 2018
    • 1
  13. ThiagoCarro

    ThiagoCarro Usuário


    Desde 8 Dez 2018
    MG
    Noite, pessoal! não abandonei a discussão, tava na correria e, nas oportunidades, testando diferentes posições do sub que o ms73 indicou. Contando sobre as experiências deste período:

    - testei o sub em todas as posicoes possiveis (e impossiveis, por curiosidade, tipo, deixar em diagonal no centro do porta-malas) mas não houve muita diferença... então, acho que a ressonancia pela posicao não é o caso
    - perguntei sobre utilizar o equalizador do próprio player do celular - utilizo o VLC, o qual possui equalizador de 10 bandas contra as 3 bandas do radio do carro - e aí comecou a dar resultado! Deixei o equalizador do carro todo flat e fui experimentando no celular... para o meu caso, ao tirar -20dB das faixas de 31 e 63Hz eliminou problema do bumbo... ou seja, ele fica audível mas não fica cansado o ouvido... aumentei +10dB na faixa 135Hz e o baixo apareceu magicamente! Por fim, tirei -20dB das faixas de 8kHz e 16kHz e a fadiga diminui mais ainda... Para as outras faixas, foram mais ajustes de gosto msm para "temperar" do jeito que acho agradável... Embora agora não tenha nenhum som audível incomodando ou fora do lugar, tem alguma frequencia "inaudível" la que ta gerando a fadiga apos umas meia hora ouvindo em volume baixo (ambiente, tipo qnd se ouve radio).... Acho que o segredo tá agora em descobrir qual é a tal frequência... Pensei que isso poderia ter vindo como pico que o ms73 mencionou ao realçar a faixa do 135Hz, mas msm diminuindo a cada manhã (que é quando o ouvido está relaxado) a fadiga sempre vem... Tendo uma folga maior, vou providenciar o teste com rta que o nobre ms73 recomendou.

    Vou responder os outros comentários que foram feitos até aqui... inclusive, agradeço igualmente a todos pelas contribuições. O problema ainda não está resolvido, mas estou encontrando a direção com a ajuda de vocês.
     
  14. ThiagoCarro

    ThiagoCarro Usuário


    Desde 8 Dez 2018
    MG
    Hahah as vezes penso isso também, mas como não queria nada extravagante, som um palco sonoro básico e com volume baixo, optei por não queimar muita grana... confesso que mesmo querendo algo simples, a solução não é tão simples... to na luta há meses pra ter uma regulagem bacana e, pode ser que no final das contas, nem seja possível devido ao kit utilizado. Mas sabe como é, brasileiro desiste nunca rs...
     
  15. ThiagoCarro

    ThiagoCarro Usuário


    Desde 8 Dez 2018
    MG
    Teria um modelo especifico?
     
  16. ThiagoCarro

    ThiagoCarro Usuário


    Desde 8 Dez 2018
    MG
    Nem sabia que precisava e ao pesquisar nas lojas aqui em BH, td mundo ou não conhecia ou dizia que era bobagem... mas resolvi colocar assim msm pois o manual do kit 2 vias falava e eu sou meio sistemático com essas coisas de manual rs... Mas não tem nada demais não, é um filtro passa-alta comum (dá até mesmo pra vc pegar o projeto na net e montar vc msm se tiver tempo) que vai deixar passar pro alto-falante que está sendo protegido so as frequencias a partir de um determinado valor, evitando que ele movimente mais do que foi projetado para se movimentar.

    Dai, comprei um de acordo com a especificacao do manual.. de certa forma, foi dificil achar na internet, mas consegui encontrar novo no Mercado Livre. Minha percepcão é que ninguem tem o habito de instalar o filtro...
     
    Última edição: 20 Dez 2018
  17. Bom dia!
    Pelo seu relato, existe um reforço de equalização exagerado no subgrave, que o fabricante da caixa coloca na resposta do amplificador.
    Talvez o subzinho nem seja tão precário assim, dentro da proposta de um grave discreto.
    Foi um tiro no pé...isso deveria ser disponibilizado numa forma customizavel pelo usuário, como existe em alguns amplificadores.
    Quando vc "neutralizou" o EQ, percebeu q a coisa entra nos eixos.
     
    Última edição: 21 Dez 2018
  18. ThiagoCarro

    ThiagoCarro Usuário


    Desde 8 Dez 2018
    MG
    Opa! aproveitando o gancho do seu comentário e relatando a experiência do final de semana: resolvi cortar todas as frequências, inclusive a dos 135Hz, no máximo pelo eq (no meu caso, -20dB) para, assim, ir aumentando uma por uma e ver qual a que provocava o incômodo. Andei cerca de meia hora com essa configuração e, antes de começar a aumentar uma a uma, já tava lá o trem incomodando de novo... E notei também que o problema está na faixa dos médios pros agudos pois deu pra notar que instrumentos como violão e guitarra ficam bem irritantes depois destas meia hora (tvz isso ficou mais nítido agora que os graves ficaram fora da jogada). Ou seja, estou concluindo que se for problema de equalização, não tem como ser resolvido já que ou o kit 2 vias ou o sub por natureza emitem a frequência (ou os harmônicos) que enchem o saco... e se for problema de ressonância gerada pelo sub, também não consigo resolver já que andei com o sub pelo porta-malas inteiro e ele não cabe debaixo dos bancos dianteiros. Daí acho que não consigo resolver sem botar a mão no bolso - coisa que não pretendo fazer. Era pra ser algo simples e barato ter um kit 2 vias e um sub pra som interno sem necessidade de ter qualidade de estúdio, mas, falhei miseravelmente nessa empreitada pelo visto.
     
  19. Nessa linha de elevar a qualidade e manter a potencia do som original, fiz meu projeto um pouco diferente.
    Se vc é um cara de "encarnar" com som, na linguagem popular, ou talvez com um grau de sinestesia auditiva mais presente - sou desses chatos - o som certinho causa bem estar, mas mal alinhado ou ajustado, incomoda.
    Basicamente: mantive central a original, altofalantes originais. Adicionei um tweeter, um SUB de 6 polegadas.
    Crossover em 1a ordem (01 capacitor no tw, 01 indutor no midbass). Componentes meio escolhidos a dedo.
    Não necessariamente caros, mas escolhidos para uma performance real (considerando o ambiente carral, que é complicado).
    Isso inclui usar um capacitor audio grade.
    Enfim, por ser um misto de exigente, curioso, e buscar o melhor custo, assegurado um beneficio, tive de aprender a fazer o som que me agrada.
     
  20. ThiagoCarro

    ThiagoCarro Usuário


    Desde 8 Dez 2018
    MG

    Abordagem interessante... obrigado por compartilhar, dn_mosfet! Eu ainda na onda de cortar todas as frequencia, diminiui ao máximo o volume do sub pra testar, deixando, assim, só o kit 2 vias trabalhando. Ainda, notei que o ouvido esquerdo (ie, lado do carona) cansa mais rápido. Achei isso curioso, já que que o balanço centralizado o som sai igual nos 2 lados... Bom, alterei o balanço mais para a direita e ficou beeeeeeeem mais ameno o som.. agora demora cerca de 1h para fadigar o ouvido. Assim que tiver um tempo, vou fazer um exame pra ver se não é meu ouvido que está com problemas até mesmo pq notei nesta semana que mesmo ouvindo música em outros lugares (casa, festas etc) meu ouvido tem cansado depois de algumas horas - coisa que não acontecia antes da instalação do som.

    Assim que tiver novidades, escrevo aqui.
     
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso