Anúncio do HT Forum
Fechar Aviso
Visitante, temos um novo anunciante, a AutoZ! Por favor ajude a suportar o fórum clicando nos banners e prestigiando os anunciantes! Obrigado.

All new Jeep "Compass" 2017

Discussão em 'Mercado, Marcas e Modelos' iniciada por newGTI, 17 Set 2016.

  1. Já tava na hora mesmo, esse motor flex não casou muito bem no compass, consumo elevado e o desempenho não é dos melhores, ao contrário do diesel que tem um bom desempenho e é econômico
     
  2. CARROS DA JEEP E FIAT TERÃO MOTORES TURBO E CVT EM 2020
    https://revistaautoesporte.globo.co...e-fiat-terao-motores-turbo-e-cvt-em-2020.html
    revistaautoesporte.globo.com

    6-8 minutos
    [​IMG]Jeep Renegade 1.3 turbo pode receber retoques para combinar com a nova mecânica (Foto: Divulgação)

    A FCA (Fiat Chrysler Automobile) está preparando para o segundo semestre de 2020 boas novidades tecnológicas para os consumidores brasileiros e latino-americanos. A data e dados de rendimento foram antecipadas por Autoesporte. A primeira dessas grandes novidades está na nova família de motores batizados simplesmente de T3 e T4 (motores turbo de 3 e 4 cilindros). Um grande destaque dessa nova família de motores está na grande versatilidade de potência que eles podem ser calibrados: Pode variar de modestos 100cv com torque máximo ao redor dos 16 kgfm na versão menos potente até 180cv com aproximadamente 28kgfm de torque máximo na versão mais potente, ambos flex.

    Esses novos motores terão capacidade cúbica de 1 litro e três cilindros para o chamado T3 e 1.3 de quatro cilindros para a versão batizada de T4. Em sua configuração básica, ambos terão duplo comando de válvulas no cabeçote, quatro válvulas por cilindro e serão alimentados através de um sistema eletrônico de injeção direta.

    O comando das válvulas de admissão terá variador de fase, permitindo ganho de torque nas baixas rotações e potência máxima nas altas rotações. A exemplo do que a FCA já faz aqui com seus motores aspirados 1.0 e 1.3, as versões turbo são construtivamente semelhantes, tendo como única diferença o número de cilindros: Pistões e bielas são idênticos em ambos os motores turbo e a única diferença está apenas no número de cilindros, três no 1.0 e quatro no 1.3. A modularidade entre os motores (compartilhamento de peças em comum e outros componentes) já é destaque na linha de aspirados Firefly 1.0 e 1.3.

    E quais carros vão ter motores turbo?

    Na versão 1.3 de quatro cilindros turbinada, as potências podem variar dos 140cv com cerca de 25mkgf de torque, até os 180cv com cerca de 28mkgf de torque. Inicialmente, esses novos motores turbo deverão ser oferecidos nas versões mais caras da linha Jeep Renegade (a configuração de entrada permanecerá com o 1.8 E.TorQ) e no Compass, esse apenas com o 1.3 Turbo de quatro cilindros, provavelmente com 180cv substituindo o 2.0 flex de 166cv. Essas alterações deverão ocorrer nos modelos produzidos no final de 2020 já como modelo 2021.

    [​IMG]Fiat Toro 2.4 pode deixar de ser produzida para entrar o novo motor turbo (Foto: Divulgação)

    Na Fiat, inicialmente a nova família equipará a picape Toro com o 1.3 Turbo e uma potência próxima dos 150cv e 26mkgf, substituindo o 1.8 E.TorQ. É importante ressaltar que na versão de entrada da Toro, assim como no Renegade, permanecerá o 1.8 aspirado. Só que o 2.4 da Toro pode ser substituido pelo turbo em versão mais forte.

    Novo câmbio CVT substitui automático e automatizado

    Juntamente com as novas famílias de motores, estará chegando também o novo câmbio automático CVT, aquele com relações de marchas infinitas. Esse novo câmbio intermediará a passagem do automatizado GSR para o automático de 6 marchas com conversor de torque. Como, para o consumidor, o CVT é sinônimo de modernidade e de um câmbio que é tido como tendência mundial, a FCA deverá, aos poucos, ir tirando de cena o automático Aisin de 6 marchas e o automatizado GSR, substituindo-os pelo CVT. Certamente nesse caso o consumidor terá nas mãos um câmbio bem atual, e que deverá trazer uma significativa melhora no desempenho e no consumo de combustível. Sem dúvida uma evolução nas linhas Jeep e Fiat.

    Assim como a nova família de motores, os novos câmbios começarão a sair da linha de produção no final de 2020 como modelo 2021. Inicialmente se beneficiará desse novo powertrain os Jeep Renegade e Compass e na Fiat a picape Toro. Mas, ainda para 2021, Argo e Cronos nas versões mais caras também receberão esses upgrades mecânicos, tornando-os mais modernos e competitivos.

    Motores trazem tecnologia de primeira

    Outro grande destaque dessa nova família de motores está na novidade das turbinas variáveis. Normalmente encontradas nos motores diesel, elas se destacam por permitir que o motor forneça grande força nas baixas rotações e alto desempenho nos regimes mais altos. Ambos são desenvolvidos totalmente na Itália, que ficou com a responsabilidade de criação dos turbos enquanto para a engenharia brasileira ficou a responsabilidade da criação e desenvolvimento dos motores 1.0 e 1.3 Firefly aspirados presentes hoje no mercado. Falta ainda à FCA bater o martelo de onde essa nova família será produzida além da Europa:

    Estão em disputa uma fábrica brasileira de grande capacidade que exportaria esse novo motor para todas as partes do mundo (como a nova planta de motores de Betim) ou uma fábrica chinesa que exportaria esse motor para América Latina e Oriente.

    Como os motores turbo permitem potências e torques que podem variar de acordo com a necessidade do veículo que ele será instalado, no 1.0 três cilindros fala-se que sua potência poderia variar dos 100cv iniciais com 16 kgfm de torque até cerca de 130cv com torque máximo de cerca de 21kgfm, uma força extra que hoje a FCA não tem nada à oferecer. Essa é a versatilidade permitida por um motor turbo, em que a mesma unidade motriz pode ter potência e torque ajustados de acordo com o que a montadora necessita.
     
    • 2
  3. lasld

    lasld Usuário


    Desde 8 Mai 2013
    Belo Horizonte
    Bela notícia, Matthew. :aplauso: Apesar de estar com um Tiguan hoje, torço sinceramente pelo sucesso da Jeep, pois produz um produto nacional, e de reconhecido sucesso.

    Já prevejo uma briga "feia" entre o futuro Tarek (VW) e o futuro Compass (FCA), reestilizado e com motor turbo. Aguardemos.

    Abraço,
     
  4. kravmaga

    kravmaga Usuário

    826 1.234 396

    Desde 25 Jul 2008
    Rio de Janeiro
    De motor parece que vai melhorar muito mas de câmbio trocando por CVT?! Pode ser que o consumo melhore mas vai matar boa parte da sensação de mais desempenho que os motores turbo passam.
     
  5. atrsantos

    atrsantos Usuário


    Desde 28 Mai 2006
    Vinhedo-SP
    Estou pensando em trocar meu Jeep Trailhawk por outro do mesmo modelo (mudei para condição PCD), uma das pisadas de bola da Jeep do ano 2017 era o retrovisor rebatido eletricamente mas de forma manual. Sabem dizer se isto já mudou? Ou seja, ao desligar o carro recolhe os retrovisores?

    Outra falha era não ter Android Car e IOS CarPlay, nos modelos novos funciona bem este recurso?

    Pretendo vender o meu 2017 branco polar com teto, poderíamos ter classificados de carros aqui no HTF.
     
  6. Filipe C

    Filipe C Usuário


    Desde 5 Mar 2017
    Criciúma
    Estamos sem Compass...
    Após muitas idas e vindas da çuz de injeção e do aviso "verificar motor" intercalado com o aviso de "verificar start stop", deixei o carro na ccs Jeep Gambatto de Criciúma.

    Hoje pegamos o carro de volta, pois segundo o consultor esperariamos chegar algum chicote com diagnóstico de defeito e rodaríamos normalmente até isso. Carro foi pego com as luzes de diagnóstico apagadas, enfim, para podermos realmente rodar tranquilamente até a chegada da peça defeituosa.

    Patroa chegou em casa, desligou o carro, deixou uns 20 minutos desligado e ao sair de volta, ligou o carro com aviso de "verificar câmbio" e os outros avisos anteriores. Desistiu de qualquer tentativa e o carro voltou de guincho pra CCS.

    Não estamos tão brabos porque temos o 308 THP para viajar e parece que na quinta feira sera disponibilizado um carro reserva para podermos manter nossa rotina normalmente.

    Atualizo vcs sobre essa saga

    Compass Limited Flex 18/18, tirada em final de junho de 2018 com cerca de 16.000km
     
    • 1
  7. plisb

    plisb Carpe diem!


    Desde 15 Set 2011
    Floripa & BalCam | SC
    O que dizer: Jeep? Fiat? Nessas horas, Toyota, Honda e Hyundai mandam abraços de "confiabilidade"... nos rankings de confiabilidade da JD Powers, coincidentemente, Jeep/Fiat estão sempre nos últimos lugares ...
     
    • 2
  8. marcio_neves2003

    marcio_neves2003 Usuário

    5.007 4.741 523

    Desde 23 Set 2009
    Brasília/DF/Brasil
    E depois o problema é a Pejot, piadas a parte esses problemas elétricos nos Compass são recorrentes aqui e em grupos de WhatsApp, uma pena porque o carro é bacana, a minha experiência com o carro/marca foi tranquila e positiva (ainda bem) mas confesso que sempre ficava preocupado em ser um dos premiados e eu pego estrada nos meus carros quase sempre!
     
    • 2
  9. Filipe C

    Filipe C Usuário


    Desde 5 Mar 2017
    Criciúma
    É o que eu digo em relação ao que ocorre aqui em casa.
    O difamadissimo Peugeot , aos 63.000km mandando abraços à toda poderosa Compass aos 16.000km.

    O Peugeot, conosco há quase 3 anos, jamais se aproximou de uma pane. Todo e qualquer problema que teve foi ínfimo perto desse episódio.

    O futuro da Compass aqui em casa vai depender muito do tratamento que a Jeep nos dispensar.

    Se a patroa pegar birra, por mim que venda até pq a fipe ainda é mais alta do que o valor pago no Produtor Rural
     
  10. newGTI

    newGTI Usuário

    1.732 1.887 201

    Desde 2 Nov 2013
    Brasil
    Caramba... fiquei muito tempo longe do fórum e das notícias sobre o Compass. Pelo visto não mudou muita coisa.

    Ficamos apenas 3 meses com um Trailhawk. Pelo visto foi a decisão certa.
     
    • 1
    • 1
  11. Filipe C

    Filipe C Usuário


    Desde 5 Mar 2017
    Criciúma
    Sim.
    E seguimos sem ela e sem carro reserva.
    O gerente de pós venda da ccs é muito gente boa e esforçado. Me manda diversos prints das solicitações dele pra FCA sobre nosso caso, mas a FCA é um lixo.

    Acho que segunda conseguiremos um carro, pelo menos parece que sera automático, pois o manual pouco serviria, pois a patroa nao dirige carro manual.

    A peça deve chegar dia 08 e é um chicote do motor+câmbio.

    Tomara que resolva.

    Por mim ela pode vender esse carro e pegar uma old Tiguan 1.4 2017 com pacote elegance. Econômica, desempenho bom e confiável.
    Ainda colocará uns trocos no bolso
     
    • 1
    • 1
  12. atrsantos

    atrsantos Usuário


    Desde 28 Mai 2006
    Vinhedo-SP
    Carro é questão de sorte em qualquer marca. Lembro do seu caso, ficou 3 meses, em uma estrada o carro apagou e teve que ser guinchado. O meu está com dois anos e meio e os problema que tive: Barulhos na coluna (resolvido), marcador de pressão dos pneus (resolvido). Estou vendendo o meu Trailhawk com teto para pegar outro, agora com teto e pacote hi-tec. Como disse, carro é questão de sorte, para nós foi tão bom que vou pegar outro, para vocês não foi bom e trocou com 3 meses.
     
    • 4
  13. Filipe C

    Filipe C Usuário


    Desde 5 Mar 2017
    Criciúma
    Compass está longe de ser questão de sorte.
    É a mesma coisa que dizer que ford com powershift e golf dsg7 tambem é questão de sorte.

    Não faz sentido nesses casos.
     
    • 1
  14. atrsantos

    atrsantos Usuário


    Desde 28 Mai 2006
    Vinhedo-SP
    @Filipe C@Filipe C,

    Não pode considerar apenas comentários em fóruns para decidir isto. Um carro que vende 5 mil unidades / mês vai ter mais reclamações porque vende mais, mas quantos não vem aqui elogiar? Eu mesmo participei deste fórum lá no começo, quando o @newGTI@newGTI teve problemas, depois fiquei muito tempo sem passar por aqui, assim como eu devem existir muitos, se não tem o que reclamar não tem muito o que fazer. Eu passo de vez em quando para ajudar um ou outro, mas não dou muito atenção às reclamações, porque continuo dizer, carro é questão de sorte. Se você acha que a maioria dos Compass são ruins, minha frase ainda continua válida, pois eu tive sorte.

    Falar que a Assistência técnica é horrível, sim isto é, o problema que tive com marcador de pressão dos pneus tive que voltar na assistência 3 vezes. Generalizar que o carro é ruim já é outra questão, os problemas que tive são sem importância, o que o @newGTI@newGTI foi grave. Eu mesmo conheço outros dois amigos que tem e é só elogios. Para mim, está sendo o melhor carro que já tive.
     
    • 3
  15. Filipe C

    Filipe C Usuário


    Desde 5 Mar 2017
    Criciúma
    Para nós também era só elogios, até o episódio.
    Só não reputo ele grave porque por SORTE aconteceu do lado de casa.

    Vender 5.000 por mês não é desculpa. Corolla também vende, fora os populares e na Compass, os problemas são quase sempre relacionados à eletrônica.
     
    • 2
    • 2
  16. lucius

    lucius POWERED BY MARIA CLARA


    Desde 6 Nov 2002
    BH
    Cada caso é um caso.

    O que define a eventual "ruindade" :D de um produto de produção em massa é uma regra estatística que vincula-se a análise de frequência e severidade dos eventos reputados como defeitos, dentro do universo dos produtos colocados em mercado.

    Ainda, sempre haverá os chamados eventos de tolerância, pois a própria produção em massa se guia por métrica que flutua entre tolerâncias prefixadas.

    Acho que ainda não seria prudente invocar o "unsafe at any speed" para o Compass, ou vaticinar o caos, pois há também uma métrica vinculada a satisfação que aponta que 95% dos clientes muito insatisfeitos não reclamam, simplesmente mudam de fornecedor. Este ponto é de análise importante, pois o numero de vendas do veículo indica movimento contrário.

    Por isto acredito que cada caso é um caso para este nosso universo restrito aqui.

    Eu fui "sorteado" com a questão dos amortecedores, mas foram trocados em garantia, mas não "ganhei" as panes elétricas.

    O serviço das concessionárias está longe do padrão Toyota, tenho também um corolla e vivo bem este padrão do pós venda. Se a Toyota lançar um "compass" eu volto pra lá, mas enquanto não lança (RAV não conta), fico por aqui mesmo.
     
    • 5
  17. (y)
    Retribuo.
     
  18. Filipe C

    Filipe C Usuário


    Desde 5 Mar 2017
    Criciúma
    Uma semana de carro na ccs e recem hj me dersm carro reserva pelo Privilege para rodar.

    Um Argo 1.0 basicão.
    Que demora pra arranjar carro reserva. Eles só alugam carros da FCA e pelo que vejo não são muitas locadoras que tem Fiat e Jeep.
     
  19. JATNETO

    JATNETO Usuário


    Desde 8 Jun 2009
    VITORIA/ES/BRASIL
    Coloquei meu carro na revisão hoje e quase tive um infarto.....
    Solicitei que trocassem uma das lâmpadas das luzes diurnas que havia queimado recentemente e me ligaram dando o orçamento..... 1.200,00 reais.....
    Falaram que é lâmpada importada, etc, etc, etc.... NADA justifica cobrarem um valor tão estratosférico... Fiz uma pesquisa rápida na internet e elas são vendidas por pouco menos de 200 reais..
    Meu questionamento: alguém já substitui esta lâmpada? Esse produto vendido no Mercado Livre é confiável? Se puderem me passar a especificação dela para que eu procure na internet eu agradeço antecipadamente.
     
  20. lucius

    lucius POWERED BY MARIA CLARA


    Desde 6 Nov 2002
    BH
    jATNETO,

    Troquei minhas DRL´s e farol de neblina por led na concessionária ainda em janeiro, paguei caro R$ 650,00, mas esses R$ 1.200,00 aí estão absurdos.
     
    • 1
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso