Áudio Balanceado/Desbalanceado

Discussão em 'Tecnologia e Novos Formatos de Áudio' iniciada por Alisson22, 30 Jan 2008.

  1. Alisson22

    Alisson22 Usuário


    Desde 25 Out 2007
    Rio de Janeiro RJ Brasil
    Boa tarde srs,

    Estou fazendo um estudo sobre áudio balanceado/desbalanceado novamente, a um tempo atrás, li que o áudio balanceado são dois condutores e a malha e o desbalanceado~são os dois condutores sem a malha.

    Agora estou estudando o livro Pratical Recording Techiniques (muito bom por sinal) e nele fala que o áudio balanceado são realmente dois condutores envoltos de malha e o áudio desbalanceado é apenas um condutor envolto de malha. Em relação à conectores em equipamentos, pelo que entendi, o indicado é que o áudio balanceado seria indicado para conectores P10 TRS (estéreo, certo?) e o áudio desbalanceado ficaria por conta de conectores P10 TS (sendo então mono). Tal fato até se explica pois, obviamente, o TRS permite a conexão de dois condutores e a malha, enquanto o TS conecta apenas um condutor e a malha.

    A dúvida é a seguinte: teremos então uma linha balanceada quando estivermos trabalhando com áudio estéreo e uma linha desbalanceada quando estivermos trabalhando com áudio mono?

    Estou estudando o assunto, gostaria então (caso seja uma grande besteira o que estou falando) de aprender um pouco com os amigos sobre áudio balanceado e desbalanceado. A aplicação prática disso ficou um pouco vaga ainda pra mim.

    Obrigado a todos

    Abraços
     
  2. niko

    niko Um eterno aprendiz


    Desde 18 Jul 2005
    São Paulo/SP
    Oi Alisson,

    Uma conexão balanceada possui duas linhas transmitindo o sinal, sendo uma delas com a fase invertida em relação ao sinal original + terra. Acontece que o receptor pega o sinal invertido e aplica no sinal original. Qualquer desvio originado de interferência, afeta ambas as linhas e é descartado pelo receptor.

    Além disso, o conector de cabo balanceado mais comum é o XLR, que por si só já é um grande avanço em relação aos conectores RCA, pois o contato é mais firme.(y)
     
  3. Carlos Dantas

    Carlos Dantas Usuário


    Desde 1 Jul 2002
    São Paulo
    Prezado Allison
    Tentando esclarecer um pouco o que vem a ser entrada/saída balnaceada e desbalanceada, vamos começar pela que é mais comum em equipamentos de áudio doméstico;
    a) Entrada/saída desbalanceda; se caracteriza por apresentar tomadas (fêmea) do tipo RCA. O pino central carrega a informação de áudio e a carcaça é ligada ao terra do equipamento que carrega tambem o retorno do áudio que vem pelo pino central. Os cabos RCA tem um condutor central (sinal de audio) que está envolto por uma malha metálica que serve para blindar os sinal contra interferências, estabelecer a conexão de terra entre os equipamentos ligados e transportar o sinal de retorno de áudio. Chama-se desbalanceada porque o condutor de terra (malha) transporta igualmente o sinal de retorno de áudio.
    b) Entrada balanceada; se caracteriza pelo uso de conectores do tipo XLR3 de 3 pinos. Dois destes pinos carregam o sinal de audio e o retorno do sinal de audio. O condutor de terra(normalmente pino1) é separado dos condutores de sinal. Os cabos XLR comtem então 3 fios, dois para o audio e um ´para o terra. O condutor terra é feito feito por uma malha metálica de blindagem dos condutores centrais. Diz-se que as entrdas/saídas dos XLR são balanceadas porque os dois condutores de audio (principal e retorno) apresentam em relação à terra impedâncias iguais. Assim, para voce fazer uma ligação estéreo entre dois equipamentos usando cabos XLR voce precisa de 2 cabos XLR, um para o canal esquerdo e outro para o canal direito. Os conectores/cabos XLR são usados principalmente para uso com equipamentos profissionais. A sua vantagem sobre os cabos RCA é que são muito mais robustos a qualquer tipo de interferência externa. Nos estúdios de gravação podem atingir até dezenas de metros de comprimento sem acusarem interferências externas. Para os equipamentos de audio domésticos as distâncias são muito menores (1 a 2m) não exigindo o grau de robustez dos cabos XLR. Uma outra vantagem da conexão XLR é que ela pode resolver alguns problemas de formação de loops captadores de interferência(zumbido principalmente) , às vezes difícil de resolver com conexões RCA. Sabendo como interligar os equipamentos estes loops tambem podem ser evitados usando-se conexões do tipo RCA. Par uso exclusivamente doméstico acho que não se justifica o uso de conexão XLR a menos que estes equipamentos tambem possam ser usados para uso profissional. Quanto a conexão XLR produzir uma qualidade de som superior a da conexão RCA isto não tem respaldo de uma análise tecnia, acho que é mais um deste mitos que existem no audio, a não ser que o problema de interferências externas seja grave na sua sala de audição.
    Abraços
    Dantas
     
    • 4
  4. Alexandre Jr

    Alexandre Jr Yes!


    Desde 1 Mai 2007
    Jaú/SP/Brasil
    Grande Professor Dantas. Bela explicação. :aplauso:Ao que parece, fica um tanto quanto desmistificada a "estória" de que equipamentos balanceados (para uso doméstico) são (bem) melhores. Resta só, portanto, que, em regra, são mais caros.
    Alexandre
     
  5. gui_STET

    gui_STET Usuário

    humm... agora vai uma perguntinha de quem não entende nada de audio.
    Como se faz para ligar por exemplo meu PC que tem saída desbalanceada a um crossover ou amplificador com entrada balanceada??? Tem como??
     
  6. Cal

    Cal Rubro Negro


    Desde 8 Ago 2006
    Rio de Janeiro
    Professor Dantas,

    Mais uma vez uma aula em seus comentários. Excelente.:aplauso::aplauso::aplauso:
     
    #6    
  7. Cal

    Cal Rubro Negro


    Desde 8 Ago 2006
    Rio de Janeiro
    O seu comentário

    "...Quanto a conexão XLR produzir uma qualidade de som superior a da conexão RCA isto não tem respaldo de uma análise tecnia, acho que é mais um deste mitos que existem no audio".

    Desmistifica muita coisa.
     
    #7    
  8. Alexandre Jr

    Alexandre Jr Yes!


    Desde 1 Mai 2007
    Jaú/SP/Brasil
  9. Nilde

    Nilde Vivendo a Vida


    Desde 9 Ago 2007
    Floripa/Rancho Queimado
    Caros
    Surgiu uma grande dúvida.
    Estava percorrendo os sites patrocinadores do HT forum e me deparei com a seguinte questão:
    Quando se usa cabo balanceado entre por exemplo Pré e Power não faz sentido usar as entradas RCA entre pré e fontes. Alias até atrapalharia a mistura????
    Ou seja ou tudo RCA ou tudo XLR.
    No meu caso uso os XLR para interligar o pre e o power, ja entre as fontes e o pré uso os RCA por absoluta inexistencia das entradas em XLR.
    Afinal por que a Bryston faria um pré com digamos " deficiencia"?
    Sou leigo no assunto
     
  10. niko

    niko Um eterno aprendiz


    Desde 18 Jul 2005
    São Paulo/SP
    EMHO, é isso mesmo.(y) Ou tudo RCA ou tudo balanceado, desde que o pré e o power sejam totalmente balanceados, fazendo com que o sinal original e o invertido transitem da fonte para a etapa de amplificação sem nenhum processamento, minimizando o ruído de fundo.(y)
     
  11. Nilde

    Nilde Vivendo a Vida


    Desde 9 Ago 2007
    Floripa/Rancho Queimado

    Cara, tudo bem faz sentido,mas então a BRY está fazendo alguma "besteira" já que só tem saídas balanceadas e todas as entradas são RCA?
     
  12. niko

    niko Um eterno aprendiz


    Desde 18 Jul 2005
    São Paulo/SP
    Esse Bryston com certeza não é totalmente balanceado. Simples assim. Já meu BAT é totalmente balanceado, inclusive não tem nenhuma entrada ou saída RCA (5 entradas XLR / 3 saídas XLR). Qual conceito é melhor ou pior? Depende da implementação. Mas digo que a mistura de RCA e XLR faz com que haja mais etapas de processamento (analógico) diferencial.

    No seu caso, eu faria a ligação totalmente via cabos RCA, até para economizar ($$$) e também não fazer com que o sinal passe pelo circuito diferencial das entradas XLR dos equipos envolvidos.
     
  13. Nilde

    Nilde Vivendo a Vida


    Desde 9 Ago 2007
    Floripa/Rancho Queimado
    No seu caso, eu faria a ligação totalmente via cabos RCA, até para economizar ($$$) e também não fazer com que o sinal passe pelo circuito diferencial das entradas XLR dos equipos envolvidos.[/quote]


    Ricardo valeu a tua resposta e daí surgiu outra dúvida.
    Para economizar já que todos os cabos de interconexão pre power ja são XLR, pergunto.
    Comprei um outro power estereo, posso então adquirir um par de cabos RCA para interligar o pre BRY a este novo power para ouvir em estereo, o CD, TD e outros analógicos e para multicanal continuar usando os XLR?
    Não haveria também algum desequilibrio misturar saidas em XLR e outras em RCA?
     
  14. niko

    niko Um eterno aprendiz


    Desde 18 Jul 2005
    São Paulo/SP
    Alterei o meu post para tentar te ajudar:

    Dá um tempinho no seu upgrade. Para estéreo, tens um belo amplificador, player e caixas. O pré é excelente para multicanal, e muito bom em estéreo, mas um pouco abaixo do nível do amplificador e das caixas. Mas deve dar um belo som.(y)

    Mais para frente, pense em um pré melhor, mas curta seu som sem neuras.(y) Neste caso, acho que a diferença entre RCA e XLR vai ser mínima.
     
  15. Nilde

    Nilde Vivendo a Vida


    Desde 9 Ago 2007
    Floripa/Rancho Queimado
    Mais para frente, pense em um pré melhor, mas curta seu som sem neuras.(y) Neste caso, acho que a diferença entre RCA e XLR vai ser mínima.[/quote]


    Ok, andei vendo o 326s (usado). Bom intão tá.
    Valeu, realmente este mundo do som é mais louco :choque:do que o do vinho, assim vou ter que beber:drink: um bom vinho e curtir o que tenho.

    Abraços
     
  16. niko

    niko Um eterno aprendiz


    Desde 18 Jul 2005
    São Paulo/SP
    Belo de um pré(y)

    Mas, bem caro. Se tiver bala, beleza. Mas com o que tem já dá um belo de um som.:aplauso:
     
  17. Caio Ferrari

    Caio Ferrari Usuário


    Desde 5 Ago 2005
    São Paulo - SP - Brasil
    O cabo balanceado só faz sentido quando grandes distâncias estão envolvidas. Ele tende a acabar com os ruídos gerados por cabos muito longos que estão muito expostos a fontes de interferência.

    Por isso seu uso é mais difundido no audio profissional.
     
  18. Valdei Júnior

    Valdei Júnior Usuário

    2 1 1

    Desde 9 Out 2017
    Potim - SP
     
  19. Valdei Júnior

    Valdei Júnior Usuário

    2 1 1

    Desde 9 Out 2017
    Potim - SP
    Prezado Carlos Dantas

    É o seguinte , não existe condutor para retorno de áudio no cabo , que te falou isto pra você falou uma grande bobagem , descarte isto por completo. Quem te falou isto não entende nada é um leigo falando Asneira, o áudio sai da fonte de áudio que o gerou e vai para o destino e não retorna nada ! Não existe pino de retorno de áudio, que Besteira ! Isto até me irritou .
    Mas vamos aos fatos :
    Saída de áudio balanceado : A fonte de áudio , por exemplo uma saída de uma mesa de som :
    Vamos aplicar uma senoide de 1Khz de 1 volts pico a pico com um gerador de áudio ( um som de média frequência ) em uma das entradas da mesa e vamos abrir o volume da mesa de som , o c.i de saída da mesa entrega o sinal de áudio da seguinte forma : pino Hot ou fase positiva (pino 2) erroneamente chamado apenas de positivo mas ficou assim usualmente falado , este sinal de 1Khz fica em fase comparado com o sinal de entrada. E o pino Cold ou fase negativa (pino 3) erroneamente chamado de apenas de negativo , nele o sinal de 1khz fica defasado em 180º em relação ao pino 2 , e o pino 1 vai ao terra.
    Saída desbalanceada : O conector possui apenas o Fase e o terra ou seja o pino fase " + " e o terra " - " , o pino fase é erroneamente chamado de positivo pois ele no semiciclo positivo do áudio é positivo + e no semiciclo negativo - é negativo em referencia ao terra , ou seja cada semi ciclo ele esta com uma polaridade , E temos o pino terra chamado erroneamente de negativo que é o pino de referencia de tensão para o pino fase. Ou seja temos pino fase e pino terra somente
    Então no sinal desbalanceado o sinal de 1Khz esta por completo no pino fase , erroneamente chamado de positivo , ( quem conhece uma senoide os dois semiciclos ele fica oscilando a polaridade no borne + um semiciclo positivo e o outro negativo ) em referencia ao terra.

    Vantagem do balanceado :
    Como eu tenho um sinal igual ( de 1 Khz exemplo dado acima ) com defasagem de 180 º quando ele entra no circuito balanceado o circuito Amp op comparam os dois sinais e ele sendo iguais se somam ex : sinal no pino 2 = 1 volts pico a pico de 1Khz no pino 3 = 1 volts pico a pico de 1Khz a saída do circuito Amp Op será = 2 volts pico a pico de 1 khz que é a frequência que injetamos na entrada da mesa de som . Quando uma interferência ou um zumbido é captado ele é gerado em apenas uma fase , por isto o amp op não o amplifica ficando o sistema mais protegido contra interferência. O amp op do circuito balanceado amplifica somente a soma de sinais iguais.
    Já no circuito desbalanceado é mais fácil de ocorrer zumbidos e interferência porque não existe esta comparação . Para o circuito desbalanceado tudo que esta ali faz parte do áudio inclusive as interferência. Pois o sinal esta por completo em apenas um pino, não tendo como compará-lo com outro.
     
    • 1
  20. Japa1991

    Japa1991 Usuário


    Desde 19 Mai 2020
    Ribeirão Preto
    Por favor, eu tenho uma dúvida, se voces puderem me ajudar. Eu tenho uma interface Behringer UM2 com saída RCA desbalanceada e quero ligar monitor JBL 305p mkii, que só tem entrada balanceada p10/XLR. Qual seria a melhor opção para fazer essa ligação?
    Um cabo RCA-XLR resolveria?
     
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso