Anúncio do HT Forum

Boas Piadinhas

Discussão em 'Zona Livre' iniciada por Murilo, 17 Jun 2005.

  1. Murilo

    Murilo Moderador

    Está ai uma boa idéia...


    Toca o celular...

    - Alô
    - Alô, Senhor Joao?
    - Sim
    - Sr. Joao, aqui é da VIVO, estamos ligando para oferecer a promoção VIVO 1.382 minutos, onde o Sr. tem direito...
    - Desculpe - interrompo, mas quem está falando?
    - Aqui é Rosicleide Judite, da VIVO, e estamos ligando...
    - Rosicleide, me desculpe, mas para nossa segurança, gostaria de conferir alguns dados antes de continuar a conversa, pode ser?
    - ... bem, pode.
    - Vc trabalha em que área, na VIVO?
    - Telemarketing Pró Ativo.
    - VC tem número de matrícula na VIVO?
    - Senhor, desculpe, mas não creio que essa informação seja necessária.
    - Então terei que desligar, pois não posso ter segurança que falo com uma funcionária da VIVO.
    - Mas posso garantir...
    - Além do mais, sempre sou obrigado a fornecer meus dados a uma legião de atendentes sempre que tento falar com a VIVO.
    - Minha matrícula é 6696969.
    - Só um momento enquanto verifico.
    ...

    (Dois minutos)
    - Só mais um momento.
    - ...
    (Cinco minutos)
    - Senhor?
    - Só mais um momento Rosicleide, por favor, nossos sistemas estão lentos hoje.
    - Mas senhor...
    - Pronto, Rosicleide, obrigado por haver aguardado. Qual o assunto?
    - Aqui é da VIVO, estamos ligando para oferecer a promoção VIVO 1.382 minutos, onde o Sr. tem direito a falar 1 .300 minutos e ganha 82 minutos de graça, além de poder enviar 372 VIVO Torpedos totalmente grátis. O senhor está interessado, Sr. Guilherme?
    - Rosicleide, vou ter que transferir você para a minha esposa, por que é ela que decide sobre alteração de planos de telefones celulares. Por favor, não desligue, pois essa ligação é muito importante para mim.

    Coloco o celular em frente ao aparelho de som, deixo a música Festa no Apê do Latino tocando no Repeat e vou para o bar tomar uma cervejinha...
     
  2. Lula e Palocci enviaram um fax para o governo de Israel solicitando uma
    doação para o Programa Fome Zero. No dia seguinte receberam a resposta,
    que dizia:

    BL MB VBB 6 2

    Palocci não conseguiu decifrar e foi até Lula que, com seus profundos
    conhecimentos de gramática, analisou o documento e chegou a mais uma de
    suas magníficas conclusões de que:

    BL - Beleza
    MB - Muito breve
    VBB - Via Banco do Brasil
    6 2 - US$ 6.200.000,00

    Verificada se existia a tal conta no BB nada foi encontrado. Ordenou então
    que procurasse em todos os bancos BB: Banco Bradesco, Banco de Boston,etc.

    Nada!

    Foi aí que alguém sugeriu que fosse convocado para decifrar a correspondência
    o Jacózinho, um funcionário judeu do terceiro escalão do Planalto.

    Jacózinho olhou para o documento:

    BL MB VBB 6 2

    Em menos de 30 segundos, o Jacob traduziu:

    Brezidente Lula, Ministra Balofi, vai Buda Bariu Seis Dois...



    José Francisco
     
  3. Dmaumau

    Dmaumau Moving Forward


    Desde 9 Out 2002
    Campinas / Sampa
    Pessoal,

    Periodicamente fazemos uma limpeza desse tópico, pois não há nada mais chato do que uma piada velha ;), e hoje foi esse dia.

    Sintam-se à vontade para continuar contribuindo (y)
     
  4. Dennis

    Dennis Moderador


    Desde 21 Mai 2002
    Complementando a mensagem do Maurício, este tópico "descambou" em nível, tornando-se uma área totalmente sem controle dentro do fórum.

    Gostaríamos de pedir que prestassem atenção especial à linguagem usada nas piadas - que podem ser contadas de várias maneiras - para evitarem ter suas mensagens removidas.

    Obrigado.
     
  5. Redlaw

    Redlaw Usuário


    Desde 13 Dez 2003
    Brasil
    O sujeito casou e foi para a lua de mel. Pouco depois o noivo voltou para casa e falou para a mãe que tinha abandonado a noiva.

    A mãe perguntou o motivo, e o sujeito disse que o motivo era que a noiva ainda era virgem.

    A mãe respondeu, isso mesmo filho, se não serviu para os outros, para você também não.

    [ ]'s Walder.
     
  6. §ilvio

    §ilvio Usuário


    Desde 1 Mai 2004
    Campinas - SP
    Essa vai para os colegas advogados...

    Um agente de trânsito pára um veículo em excesso de velocidade dirigido por um advogado.

    Agente: Posso ver a sua carteira de habilitação?

    Advogado: Não tenho. Foi suspensa na última vez em que cometi uma infração.

    Agente: Posso então ver o registro de propriedade do veículo?Advogado: O carro não é meu. Roubei.

    Agente: O carro é roubado?

    Advogado: Sim, é verdade. Mas agora que penso nisso, acho que vi o registro depropriedade no porta-luvas, quando coloquei minha arma lá...

    Agente: Tem uma arma no porta-luvas?

    Advogado: Sim. Coloquei-a lá depois de matar a dona do carro e colocar o corpo dela no porta-malas.

    Agente: Tem um corpo no porta-malas????

    Advogado: Sim, senhor.

    Ao ouvir isso, o agente chamou imediatamente o seu superior. O carro foi rapidamente cercado por um cordão policial e o capitão aproximou-se do veículo para controlar a situação.

    Capitão: Senhor, posso ver a sua carteira de habilitação?

    Advogado: Claro, aqui está ela.

    Capitão: A quem pertence este veículo?

    Advogado: É meu, senhor guarda. Aqui tem o registro de propriedade.

    Capitão: Abra, por gentileza, o seu porta-luvas, lentamente, para eu verificar.

    Advogado: Sim, senhor. (O porta-luvas está vazio.)

    Capitão: Quer abrir o porta-malas, por favor?

    Advogado: Sim, senhor. (Não tem corpo nenhum.)

    Capitão: Não compreendo. O agente que o mandou parar disse que você afirmou não ter carteira de habilitação, ter roubado o carro, ter uma arma no porta-luvas e um corpo no porta-malas!!!!

    Advogado: Ah, claro!! E aposto que o mentiroso também lhe disse que eu ia em excesso de velocidade, não?

    rsrsrs, É isso que se chama "desqualificar a testemunha" ?? rsrsrs
     
  7. Redlaw

    Redlaw Usuário


    Desde 13 Dez 2003
    Brasil
    O advogado morreu e entrou na fila para entrar no céu. Na fila tinha gente de tudo quanto era tipo, e inclusive um papa.

    Quando chegou a vez do advogado, São Pedro com imensas mesuras disse: "nossa, você pode ir para aquele palacete branco perto do lago".

    Chegou a vez do papa, São Pedro o atendeu com desdém, e o mandou para uma casa comum. O papa protestou, disse que havia servido Deus por muito tempo na terra, etc., e que para o advogado havia dado o palacete.

    São Pedro respondeu que papas o céu tinha muitos, mas que advogado era o primeiro.

    [ ]'s Walder.
     
  8. §ilvio

    §ilvio Usuário


    Desde 1 Mai 2004
    Campinas - SP
    Nova grife chique:
     
  9. J. Schmaedecke

    J. Schmaedecke Usuário


    Desde 19 Mai 2003
    Porto Alegre - RS
    O que diria o "Robin" ao encontrar os 20 milhões com o Deputado PFL Bispo:
    --Santa Lavagem Batman. :rofl:
     
  10. vabn

    vabn Usuário


    Desde 2 Jun 2004
    Brasil
    Sensacional

    Um homem que estava desempregado, entra num concurso da Microsoft para ser faxineiro. O Gerente de RH o entrevista, faz um teste (varrer o chão) e lhe diz: "O serviço é seu"; me de seu e-mail e eu lhe enviarei a ficha pra preencher, e a data e hora em que deverá se apresentar para o serviço. O homem, desesperado, responde que não tem computador, e muito menos e-mail, quer dizer que virtualmente não existe, e, como não existe, não pode ter o trabalho.

    O homem sai, desesperado, sem saber o que fazer; somente tem R$ 10 no bolso. Então decide ir ao supermercado e comprar uma caixa de 10 quilos de tomates. Bate de porta em porta vendendo os tomates a quilo, e, em menos de duas horas, tinha conseguido duplicar o capital. Repete a operação mais três vezes e volta a casa com R$ 60.

    Então, ele verifica que pode sobreviver dessa maneira, sai de casa cada dia mais cedo e volta a casa mais tarde, e assim triplica ou quadruplica o dinheiro a cada dia. Pouco tempo depois, compra uma Kombi, depois troca por um caminhão e pouco tempo depois chega a ter uma pequena frota de veículos para distribuição.

    Passados 5 anos, o homem é dono de uma das maiores distribuidoras de alimentos dos Estados Unidos. Pensando no futuro da sua família, decide tirar um seguro de vida. Chama um corretor, acerta um plano e quando a conversa acaba, o corretor lhe pede o e-mail para enviar a proposta. O homem disse que não tem e-mail. Curioso, o corretor lhe disse:
    - Você não tem e-mail e chegou a construir este império, imagine o que você seria se tivesse e-mail!!

    O homem pensa e responde:
    - Seria faxineiro da Microsoft !!

    Moral da história 1 : A Internet não soluciona sua vida

    Moral da história 2: Se você quer ser faxineiro da Microsoft, procure ter um e-mail.

    Moral da história 3: Se você não tem e-mail e trabalha muito, pode ser milionário.

    Moral da história 4: Se você recebeu isto por e-mail, você está mais perto de ser faxineiro do que ser milionário
     
  11. johnnie

    johnnie Usuário


    Desde 25 Out 2002
    Bahia
    Maurício é pra vc(y)

    Brasileiro e o Argentino

    Dois agricultores, um argentino e um brasileiro, conversam:

    - Qual é o tamanho da sua fazenda? - pergunta o argentino.
    Responde o brasileiro:

    - Para os padrões brasileiros, a minha fazenda tem um tamanho razoável, trinta alqueires. E a sua?

    Responde o argentino:

    - Olha, eu saio de casa de manhã, pego o meu jipe e ao meio-dia ainda não percorri a metade da minha propriedade.

    - Pois é - retruca o brasileiro - eu também já tive um jipe argentino.

    - É uma m e r d a!
     
  12. vabn

    vabn Usuário


    Desde 2 Jun 2004
    Brasil
    Colaborando com o tópico:

    FÉ DE PAPAGAIO.....

    Desesperada, uma senhora procura um padre:

    - Padre, eu estou com um problema. Eu tenho duas papagaias, mas elas só sabem falar uma coisa.

    - O que elas falam ? - Perguntou o padre.

    - Olá, nós somos prostitutas. Vocês querem se divertir? - Disse a senhora, envergonhada.

    - Isso é terrível. - Respondeu o padre.

    - Eu sei, mas ganhei essas papagaias, elas pertenciam a um prostíbulo, não sei mais o que fazer ...

    - Mas eu tenho uma solução para o seu problema: Leve suas papagaias para minha casa e eu as colocarei junto com meus dois papagaios, os quais ensinei a rezar. Nunca vi dois papagaios tão fiéis. Passam o dia todo rezando fervorosamente.

    No dia seguinte, a mulher levou suas papagaias para a casa do padre.

    Assim que foram colocadas na gaiola elas disseram:

    - Olá, nós somos prostitutas. Vocês querem se divertir ?

    Ao ouvir isso, um papagaio olhou para o outro e disse:

    - Jogue o terço fora ! Nossas preces foram atendidas !

    Abração a todos

    Victório Benatti
     
  13. LUIS - RS

    LUIS - RS Campeão de TUDO


    Desde 15 Mar 2004
    Porto Alegre
    Sabedoria Árabe

    Amit era um alto funcionário da corte do Rei Akbar. Há muito tempo, nutria
    um desejo incontrolável de acariciar os voluptuosos seios da rainha até se
    fartar. Todas as vezes que tentou, porém, deu-se mal. Um dia, ele revelou
    seu desejo a Birbal, principal conselheiro do rei, e pediu que ele fizesse
    algo para ajudá-lo. Birbal, depois de muito pensar, concordou, sob a
    condição de Amit lhe pagar mil moedas de ouro. Amit aceitou o acordo.

    No dia seguinte, Birbal preparou um líquido que causava comichões e
    derramou no sutiã da rainha, que o deixara fora enquanto tomava banho.
    Logo a coceira começou e aumentou de intensidade, deixando o rei preocupado.

    Estavam sendo feitas consultas a médicos, quando Birbal disse que apenas
    uma saliva especial, se aplicada por quatro horas, curaria o mal. Birbal também
    disse que essa saliva só poderia ser encontrada na boca de Amit.
    O Rei Akbar chamou Amit que, pelas quatro horas seguintes, fartou-se em
    chupar à vontade os suculentos e deliciosos seios da rainha.

    Lambendo, mordendo, apertando, acariciando e passando a mão, ele fez o que
    sempre desejou. Satisfeito, ele se encontrou com Birbal. Com seu desejo
    plenamente realizado e sua luxúria satisfeita, Amit se recusou a pagar ao
    conselheiro e, ainda por cima, o escorraçou.Amit sabia que, naturalmente,
    Birbal nunca poderia contar o fato ao rei.

    Mas Amit havia subestimado Birbal. No dia seguinte, por vingança, Birbal
    colocou o mesmo líquido na cueca do Rei que, imediatamente, mandou chamar Amit...

    Moral da História: "Nunca deixe de honrar seus compromissos." :D
     
  14. Vovô Simpson

    Vovô Simpson Usuário


    Desde 25 Mar 2004
    Belo Horizonte/MG/Brasil
    CARTA À AMANTE DO MEU MARIDO

    Cara sócia,
    >
    > Há uns oito anos eu venho fingindo que não sei da sua existência.
    >Claro, isso até agora foi bastante desagradável, mas ao mesmo tempo, muito
    >conveniente pra mim.
    > Como você deve saber, meu marido sempre teve um excelente salário.
    >Imagina, lógico que você sabe, afinal uma mulher bonita como você e com
    >trinta anos só ficaria mesmo com um homem de cinquenta e sete anos desde os
    >seus vinte e dois, por dinheiro. Afinal, convenhamos, ele é careca,
    >barrigudo, chato, lerdo e caso você não saiba, não toma banho todos os dias.
    >Isso sem falar que ele ronca como um urso e sofre de bronquite asmática
    >crônica, o que faz com que ele produza sons ensurdecedores, principalmente à
    >noite.
    > É óbvio que quando nos casamos, tudo era bem diferente. Ele era
    >esbelto, tinha uma cabeleira invejável, não roncava, a bronquite ainda não
    >existia porque ele não fumava quatro maços de cigarros por dia. Peguei,
    >portanto, o filé, você ficou com a muxiba.
    > Recentemente, encontrei uma carta sua no bolso do paletó dele, onde
    >você dá um ultimato no infeliz. Ou eu ou ela! (a ela sou eu).
    > Bem que eu tenho notado que o pobre coitado tem estado nervoso,
    >ansioso e desesperado. Imagina, se uma peça de museu como ele vai querer
    >perder essa mamata de desfilar por aí com uma mulher como você?
    > Mas a boa notícia vem agora. Prepare-se, você vai se emocionar!
    > Eu resolvi facilitar as coisas para vocês. Hoje, pela manhã, pedi o
    >divórcio
    >
    > Aliás, não sei se você já sabe, agora no final da tarde ele me ligou
    >desesperado contando que foi demitido. Coitadinho, não é mesmo? Há,
    >exatamente, oito anos ele era presidente daquela multinacional. E você sabia
    >que ele foi demitido por justa causa? Menina nem te conto, aqui entre nós,
    >meteu a mão no que não devia.
    > Bem, mas você deve estar se perguntando por que eu não estou tão
    >desesperada quanto você está agora.
    > É o seguinte, querida: algumas coisas bastante interessantes têm
    >acontecido na minha vida nessas últimas semanas.
    > Primeiro, ganhei na mega-sena, sozinha, quarenta milhões! Estava
    >acumulada.
    > Claro que quem foi receber esse dinheiro foi minha irmã, pessoa da
    >minha mais alta confiança, para que o seu barrigudinho não tenha direito a
    >um centavo sequer, e ele, obviamente, ainda não sabe disso.
    > Mas não fique triste, nem tudo está perdido para vocês. Eu procurei me
    >informar e descobri que você tem um empreguinho de secretária num escritório
    >fajuto de advocacia, assim, poderá comprar o viagra de que ele tanto precisa
    >
    > Quanto a mim, cara sócia, já estou com um gatão de vinte oito anos que
    >nunca viu um comprimido desses azuis, exatamente porque não precisa deles.
    >Ah..
    > Ouvi dizer que tem uma farmácia que está fazendo promoção, os remédios
    >em geral estão bastante em conta, depois mando o endereço certinho pra você.
    > Cara sócia, quer dizer, ex-sócia, uma vez que não dividimos mais o
    >mesmo .. homem, desejo, de coração, que vocês sejam felizes e até dou minha
    >mão à palmatória que o amor venceu, o seu. Afinal eu já não aguentava mais
    >aquela praga vivendo ao meu lado, mas me acomodei por causa dos nossos
    >filhos e, também, porque boa ou ruim tínhamos uma história de anos.
    > Caso você não saiba, eu tenho quarenta e oito anos e ainda dou um
    >excelente caldo, haja vista que o meu gato tem vinte e oito e nem imagina
    >que eu ganhei na mega-sena, portanto não está comigo por dinheiro.
    > Felicidades!
    >
    > PS - Nunca esqueça de colocar gorro e meia no seu barrigudinho na hora
    >de dormir. Ele cisma que assim tosse menos durante a noite. (Pura ilusão!).
     
  15. fabio costa

    fabio costa Onkyo + Polk


    Desde 25 Nov 2004
    RJ
    O casal está passeando pela praia, e ela pede que ele lhe compre um biquíni.

    Ele responde: - Com esse corpo de máquina de lavar? Nem pensar!

    Continuam caminhando, e ela insiste: - Bom, então compra um vestido para mim?

    Ele responde: - Com esse corpo de máquina de lavar? Nem pensar!


    Passa o dia...
    À noite, já na cama, o marido vira para a esposa e pergunta: - E aí, mulher? Vamos botar a máquina de lavar para funcionar?

    E a mulher, com ar de desprezo, responde: - Para lavar só esse pedacinho de pano? Ah...! Lava na mão mesmo, que dá menos trabalho!

     
  16. Graveyard

    Graveyard And then there were none


    Desde 27 Mai 2003
    Brasilia/DF
    O ELEVADOR

    Num elevador estavam um ARGENTINO, um BRASILEIRO, uma FREIRA e uma GAROTA GOSTOSA.

    De repente, faltou energia no prédio e o elevador pára,às escuras.Na escuridão do elevador, escuta-se o som de um beijo seguido de um tapa.

    Ato contínuo, a energia é restabelecida, a luz volta e todos no elevador ficam
    calados pensando.

    E foram estes os pensamentos de cada um:

    A FREIRA: "Um dos dois deve ter beijado a GAROTA e ela revidou com um tapa".

    A GAROTA: "Um dos dois deve ter tentado me beijar, acabou beijando a FREIRA e levou uma tapa".

    O ARGENTINO: "Esse BRASILEIRO safado beijou a GAROTA e ela me deu tapa pensando ter sido eu".

    O BRASILEIRO: "Ha,ha,ha...beijei a palma da minha mão e lasquei um tapa nesse ARGENTINO filho da ****".
     
  17. Roque

    Roque Usuário


    Desde 28 Nov 2003
    Indaiatuba - SP / Recife-PE
    O BRASIL EXPLICADO EM GALINHAS.

    Pegaram o cara em flagrante roubando galinhas de um
    galinheiro e o
    levaram para a delegacia.

    D - Delegado
    L - Ladrão

    D - Que vida mansa, heim, vagabundo? Roubando galinha
    para ter o que
    comer sem precisar trabalhar. Vai para a cadeia!
    L - Não era para mim não. Era para vender.

    D - Pior, venda de artigo roubado. Concorrência
    desleal com o comércio
    estabelecido. Sem-vergonha!
    L - Mas eu vendia mais caro.

    D - Mais caro?
    L - Espalhei o boato que as galinhas do galinheiro
    eram bichadas e as
    minhas galinhas não. E que as do galinheiro botavam
    ovos brancos
    enquanto as minhas botavam ovos marrons.

    D - Mas eram as mesmas galinhas, safado.
    L - Os ovos das minhas eu pintava.

    D - Que grande pilantra... (mas já havia um certo
    respeito no tom do
    delegado...)
    D - Ainda bem que tu vai preso. Se o dono do
    galinheiro te pega...
    L - Já me pegou. Fiz um acerto com ele. Me comprometi
    a não espalhar
    mais boato sobre as galinhas dele, e ele se
    comprometeu a aumentar os
    preços dos produtos dele para ficarem iguais aos meus.
    Convidamos outros
    donos de galinheiros a entrar no nosso esquema.
    Formamos um oligopólio.
    Ou, no caso, um ovigopólio.




    D - E o que você faz com o lucro do seu negócio?
    L - Especulo com dólar. Invisto alguma coisa no
    tráfico de drogas.
    Comprei alguns deputados. Dois ou três ministros.
    Consegui
    exclusividade no suprimento de galinhas e ovos para
    programas de
    alimentação do governo e superfaturo os preços

    **O delegado mandou pedir um cafezinho para o preso e
    perguntou se a
    cadeira estava confortável, se ele não queria uma
    almofada. Depois
    perguntou:

    D - Doutor, não me leve a mal, mas com tudo isso, o
    senhor não está
    milionário?
    L - Trilionário. Sem contar o que eu sonego de Imposto
    de Renda e o que
    tenho depositado ilegalmente no exterior.

    D - E, com tudo isso, o senhor continua roubando
    galinhas?
    L - Às vezes. Sabe como é.

    D - Não sei não, excelência. Me explique.
    L - É que, em todas essas minhas atividades, eu sinto
    falta de uma
    coisa. O risco, entende? Daquela sensação de perigo,
    de estar fazendo
    uma coisa proibida, da iminência do castigo. Só
    roubando galinhas eu me
    sinto realmente um ladrão, e isso é excitante. Como
    agora fui preso,
    finalmente vou para a cadeia. É uma experiência nova.

    D - O que é isso, excelência? O senhor não vai ser
    preso não.
    L - Mas fui pego em flagrante pulando a cerca do
    galinheiro!

    D - Sim. Mas primário, e com esses antecedentes...
     
  18. J. Schmaedecke

    J. Schmaedecke Usuário


    Desde 19 Mai 2003
    Porto Alegre - RS
    (Desculpem-me o CapsLock.)

    UMA LOIRA QUERIA FALAR COM A MÃE, QUE ESTAVA NA POLÔNIA, E FOI A UM POSTO
    TELEFÔNICO. COMO O ATENDENTE LHE DISSE QUE CUSTAVA 3 REAIS POR MINUTO, E
    ELA NÃO TINHA DINHEIRO, ELA DISSE QUE FARIA QUALQUER COISA PARA PODER FALAR
    COM SUA MÃE. E O HOMEM PERGUNTOU:
    - QUALQUER COISA?
    -SIM. - RESPONDEU A LOIRA
    - ACOMPANHE-ME ATÉ A SALA AO LADO.
    ELE DISSE:
    - ABAIXE O ZIPER DA MINHA CALÇA!!!!
    ELA ABAIXOU E O HOMEM DIZ:
    -PODE COMEÇAR!!!!!
    ELA APROXIMA A BOCA DO DITO CUJO E DIZ:
    -ALÔ, MÃE....NEM IMAGINA DE ONDE ESTOU FALANDO!!!!
     
  19. Alex Sound

    Alex Sound Usuário


    Desde 23 Jul 2003
    Londrina - PR
  20. vabn

    vabn Usuário


    Desde 2 Jun 2004
    Brasil
    Manoel...


    Diga-me, Manoel, tua mulher faz sexo com você por
    amor ou por interesse?
    Olha, Joaquim, eu acho que é por amor...
    Como é que você sabe?
    Porque ela não demonstra nenhum interesse!!!



    Manuel chega na zona louco por um programinha e
    pergunta pra cafetina:
    Quanto está a custaire o coito com uma das
    meretrizes?
    Depende do tempo! diz a cafetina.
    Pois, baim... Suponhamos que chova...



    O português entra no restaurante e pergunta:
    Por favor, me dá uma bacalhoada!
    Ao que o atendente pergunta:
    Já sei! O senhor é português?
    Como descobriste? Foi por causa do meu sotaque ou
    pelo fato de eu ter
    pedido
    bacalhoada?
    Nem um nem outro... É que aqui é o Mc Donald's!!!



    Um português foi preso numa cela em frente à de um
    leproso.
    Dia após dia, ele observava o leproso cuidando de
    suas feridas. Até que
    certa
    vez, caiu um dedo do leproso. Este o pegou e o
    atirou pela janela.
    Uma semana depois, caiu outro dedo e o leproso
    atirou-o pela janela.
    Algum tempo depois, caiu uma orelha, o leproso
    atirou-a pela janela.
    Uma semana depois, caiu o pé, o leproso atirou-o
    pela janela. Aí, o
    português
    não agüentou mais e pediu uma audiência com o
    Diretor.
    -Olha, senhor diretor, eu não quero ser chamado
    de dedo duro, mas o gajo
    que
    está na cela em frente a minha está fugindo aos
    pouquinhos...
     
  1. Este site usa cookies. Se você continuar a usar este site, automaticamente concorda com nosso uso de cookies.
    Fechar Aviso