Caixas DALI (Dinamarquesa)

Discussão em 'Caixas Acústicas e Subwoofers' iniciada por R.O.N.A.L.D.O, 11 Ago 2006.

  1. Renato Gomes

    Renato Gomes Arquiteto e Urbanista


    Desde 18 Mar 2007
    Rio de Janeiro/RJ/Brasil
    Anúncio do HT Forum
    Sergio e Cocuroci podiam fazer as pazes e virem juntos para o evento "Dali Carioca" aqui no Rio :D
     


    Anúncio do HT Forum
  2. sergiomuller

    sergiomuller Usuário


    Desde 27 Fev 2005
    recife
    Renato,

    sim recebi seu email e assim que chegar no RJ entro em contato com voce p/ acertarmos as audições!!!

    Quanto a Eu e o Rona fazermos as pazes, isso é impossível!!! Já que não brigamos nunca ( ou quase nunca!!!:lol: ) e não conseguimos viver um sem o outro!!!!!! Claro que no bom sentido novamente!!!:ataque:


    Ronaldo,

    sem dúvidas o 100% perfeito é testarmos onde vamos usar!!! Mas isso, quase nunca é possível!!!
    Difícil mesmo é comprar sem se quer ouvir/ver, por isso acredito que entre o 100% perfeito e 100% arriscado, se ficarmos no "ponto de equilíbrio" 50% prá lá e 50% prá cá, já conseguimos minimizar vários riscos!!!(y)


    Como minha mãe sempre disse, " A verdade mora no meio termo!" .

    Grande abraço p/ os amigos,


    Sérgio
     
  3. jmgurgel

    jmgurgel Usuário

    As minhas Ikon 6 estão com aproximadamente 80 h. de queima e o que noto além de um melhor realismo de instrumentos são os graves que se projetaram mais. Preciso urgentemente tratar acusticamente a sala que tem 36 m2 (grande área envidraçada e abertura para mezanino) e no futuro, adicionar um integrado para as frontais. Apesar de ser iniciante , sei que a IKON pode render muito mais com uma melhor eletrônica (estou usando um Marantz 5600) e aceito sugestões. Escuto mais musica erudita e tenho descartado o Sub deixando-o apenas para filmes e musica popular.

    José Mauricio
     
  4. jmgurgel

    jmgurgel Usuário


    Prezado colega,
    Também estou com uma Ikon 6 (80 h. de queima) e gostaria de saber que cabos e amplificação você usa.

    Jose Mauricio
     
  5. jmgurgel

    jmgurgel Usuário

    De pouco adianta eu ouvir as Ikon 6 com eletronica Cary/ATI e cabeamento LC no seu show-romm se na minha sala elas vão ter que tocar com

    Também escutei a Concept 2 no HTRECIFE e realmente com a eletronica do Sérgio (acustica, cabos, player, energia) tocaram muito bem. Ainda bem que levei as minhas IKON 6 sem testá-las mas imagino o que pederiam render.
     
  6. Nascimento

    Nascimento Usuário


    Hummmmm ja entendi, tem cada uma neste forum ! :ataque: :ataque: :ataque: :ataque:
    bricadeirinha :D
     
    • 1
  7. Russo

    Russo LoucoporSom


    Desde 31 Mai 2002
    Campinas - SP
    Pessoal,

    Meu pensamento é o seguinte.
    Geralmente quando se vai trocar de caixas, pensa-se num upgrade.
    Então os lojistas disponibilizam em seu showroom os setups com o que têm de melhor para poder tentar mostrar todo o potencial do produto. Óbvio que as caixas tocarão diferente na sua sala, mas no showroom você pôde ouvir praticamente todo o potencial das caixas. Então, se no seu setup elas não tiverem tocando a mesma coisa, é certo que algo deve mudar e você terá que rever cada elo do sistema, pois você já conheceu até onde a caixa pôde chegar, ouviu, gostou e comprou.
    Não adianta trocar um equipamento e pronto, tá tudo certinho do jeito que você queria.
    Esse hobby requer muitos ajustes e cada sistema é um sistema único onde cada componente (sala, elétrica, acústica, fonte, amplificação, caixas, cabos, voodoos, etc...) dará sua contribuição. Não existe uma ciência exata nesse negócio.(y)
    E além do que, como os lojistas sobreviveriam? He, he, he...:lol:

    Abração,
     
    • 1
  8. R.O.N.A.L.D.O

    R.O.N.A.L.D.O Usuário


    Desde 25 Out 2002
    Recife - PE
    Márcio,

    Eu acho esse assunto, (teste antes de comprar), tão importante que acabei de abrir um tópico específico sobre isso para que possamos discutir profundamente o tema, poste essa sua mensagem lá. ;)
     
  9. Russo

    Russo LoucoporSom


    Desde 31 Mai 2002
    Campinas - SP
    Graande Ronaldo,

    Já postei a cópia lá.(y)

    Abração,
     
  10. Renato Gomes

    Renato Gomes Arquiteto e Urbanista


    Desde 18 Mar 2007
    Rio de Janeiro/RJ/Brasil
    Caro Russo,
    Já vi cada showroom que sem saca*****, deveriam prender quem preparou tais salas. Parecem que não tem a mínima noção de áudio e de como se prepara um ambiente para música ou filmes. O pior é que as vezes se tratam de marcas conceituadas, dirigidas a um publico mais exigente... mas fazer o que? so tenho a lamentar...
     
  11. arielcs

    arielcs Musica de Qualidade


    :aplauso: Corretissimo Marcio :concordo: :aplauso:
     
  12. Russo

    Russo LoucoporSom


    Desde 31 Mai 2002
    Campinas - SP
    Olá Renato.

    Minha opinião é a de que todo showroom deveria ter o propósito de demonstrar as qualidades dos produtos.
    A propaganda é a alma do negócio. Se não consegue mostrar isso, como pode sobreviver? Infelizmente tem gente assim. Fazer o que? Boa sorte a estes lojistas, pois vão precisar muito dela.
    Abraços,
     
    • 1
  13. Dmaumau

    Dmaumau Moving Forward


    Desde 9 Out 2002
    Campinas / Sampa
    Esse é outro assunto complicado.

    Você pode buscar 2 comportamentos dentro de um show-room.

    O primeiro seria desempenho máximo às custas do ambiente, com tratamento elétrico e acústico full.

    Nesse caso você poderá demonstrar o máximo desempenho possível daquele sistema em particular, naquela sala projetada para não influenciar no resultado final.

    O segundo é deixar a sala com pouco ou quase nenhum tratamento, que é o caso em que BOA parcela parcela dos clientes vai utilizar no dia-a-dia.

    Um meio-termo entre ambos até deve ser possível, mas à quem ele vai agradar, quanto vai custar e como fazer algo "transformer" ?

    O que acham ?
     
  14. arielcs

    arielcs Musica de Qualidade

    Mauricio eu acho que o vendedor tem que me mostrar a qualidade maxima que um produto pode chegar.
    Se minha casa e aparelhagem nao chegam no mesmo nivel, a culpa nunca será do produto/vendedor. ;)
     
  15. Dmaumau

    Dmaumau Moving Forward


    Desde 9 Out 2002
    Campinas / Sampa
    É a minha preferência pessoal também, mas diz a lenda que a maioria dos clientes quer ouvir na casa dele exatamente o mesmo que ouviu no show-room, portanto se você nivela por cima, aumenta as expectativas e compromete o resultado final da venda.

    Como eu disse, é BEM complicado...
     
  16. Renato Gomes

    Renato Gomes Arquiteto e Urbanista


    Desde 18 Mar 2007
    Rio de Janeiro/RJ/Brasil
    Tudo deve ser conversado. O que acontece quase sempre é que a conversa entre vendedor e cliente é algo brando... sem aprofundamento sobre audio. Penso que o ideal, independente das características do ambiente do showroom, é que a compra se torne uma decisão baseada em um bom tempo de explicação para os clientes sobre o(s) componente(s) vendido(s) e as características da sala de audição.
    Esse ideal, ao meu ver, ainda está muito longe de ser atingido.
    (y)
     
  17. arielcs

    arielcs Musica de Qualidade

    Srs, ontem fiz alguns ajustes de posiçao na Ikon 6.
    Parti dos calculos do Cardas, e aos poucos fui trazendo a caixa para o melhor ponto.
    Na minha sala (quase quadrada) a mudança de ponto entre a parede do fundo é mais sentida do que a distancia lateral. Esta parece nao ter tanta influencia.
    Achar o ponto nao esta facil. Com maior distancia do fundo o palco (que se forma das caixas para tras) fica maravilhoso mas perco um pouco dos graves.

    Acredito que mais horas de queima sao ainda necessarias. Estao com +ou- 70 horas.

    Os graves começaram a soltar-se um pouco mais. Controlados, sem gordura. Os agudos com melhor decaimento. Os medios, os que menos mudaram, continuam maravilhosos.

    Os vocais femininos ficam cada vez mais presentes na sala. Venho redescobrindo alguns cds de jazz instrumental. Sao pequenos detalhes como dedilhados, o som do ar de um sax saindo entre as notas, as diferentes tonalidades quando a baqueta bate em posiçoes diferentes no mesmo prato etc.

    Ate agora as Ikon 6 tem se mostrado um grande projeto.

    E continua a queima. ;) (y)
     
  18. Renato Gomes

    Renato Gomes Arquiteto e Urbanista


    Desde 18 Mar 2007
    Rio de Janeiro/RJ/Brasil
    Ariel,
    Estou ansioso para ouvi-las aqui no Rio. Mas tenho que confessar que estou meio decepcionado após ter lido o review da stereophile sobre as Ikon 6. A pessoa que fez o review deixou bem claro que ela fica bem atrás da Monitor Audio RS6, e é bem fraquinha no quesito "grave". Não que este não seja detalhado e articulado, mas sim com pouco impacto e extensão.
    O que você pode dizer? Ou prefere não dizer nada e esperar até que ela atinja as horas necessárias de queima ? :D
    Abraços (y)
    Renato
     
  19. arielcs

    arielcs Musica de Qualidade

    Renato, respeito muito a Stereophile mas vejo como mais uma analise de revista. Levamos em conta, nos auxilia, mas nao pode ser fator de decisao.

    Vendo a quantidade de revistas que falam bem, e a premiam, o projeto é excelente. Se retirarmos um pouco o lado comercial de algumas, mesmo assim, trata-se de um produto com qualidade.

    Ontem escutei um disco excelente, Keb' Mo' The Door. O realismo das batidas da bateria, seca e rapida e a sonoridade do baixo, firme, cheio, sem embolar, e demonstrando as notas com precisão, fazem minha opiniao ser diferente do articulista.

    Volto a falar, audio é muito subjetivo, é gosto, é constituiçao fisica (do ouvido) etc etc. Ja cansamos de falar isso aqui. Nao existem verdades, apenas relatos e opinioes pessoais.

    De acordo com o representante/fabricante, bem como das revistas, as Ikon demandam queima longa.
    Estou seguindo todas as orientaçoes que pude receber, até para nao fazer um julgamento precipitado, tanto para o bem como para o mal.
    É facil cometer erros nessa fase.
    Alem disso terei os ajustes com os cabos, o qual quero fazer apos a queima. Uma etapa de cada vez.

    Até agora estou muito satisfeito. (y)
     
    • 1
  20. ÉdisonCh

    ÉdisonCh Usuário


    Desde 1 Dez 2005
    Araras/SP/BR
    Áudio não é química, é alquimia :D .

    Precisa um caldeirão maneiro e uma bruxa safada para sair o encantamento certo. Senão o príncipe pode virar sapo :D .

    Abraço,

    Édison
     
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso