Anúncio do HT Forum

Cambridge CXA80 (primeiras impressões)

Discussão em 'Amplificadores, Prés e Integrados' iniciada por iMilazzo, 6 Mar 2016.

  1. iMilazzo

    iMilazzo Lord


    Desde 25 Mar 2004
    Curitiba/PR/Brasil
    Anúncio do HT Forum
    Olá, estimados!

    Seguem as primeiras impressões do meu novo integrado, um Cambridge CXA80, linha CX, mais voltada ao mundo digital, modelo novo da Cambridge e meu produto produto deles. O aparelho chegou a 1 semana, comprei do Pedrão com excelente preço.
    Bem logo de cara o que me chamou a atenção nesse aparelho e que eu acabei gostando muito; ele não tem entradas "nomeadas" como DVD, BD, CD, VCR, AUX, adotando algo bem simples, agora as entradas são apenas A1, A2, A3 ou D1, D2, D3.
    A primeira coisa que percebi assim que liguei o integrado foi um ruido interno, não sei se por vibração ou por causa da fonte toroidal, não sei, só sei que quanto levando ele o ruido some.

    Bem, eu liguei a saida USB do meu nVidia SHIELD Android TV na entrada digital CXA80, foi a única conexão que consegui até agora visto que o Apple TV 4a geração nasceu desprovido de conexões eu tive de comprar um receptor bluetooth pra conseguir ligá-lo, mas vai demorar um pouco pra chegar.

    • Até o momento estou achando ele bastante suave e refinado nos médios e agudos, eu esperava um som mais brilhante pelo que havia lido sobre os Cambridge mas não é o caso do CXA80. Acredito que o responsável por isso seja o DAC. Não liguei nada analógico até agora portanto não consigo comparar.
    • Comparando ele com meu Onkyo TX-NR5010 eu ganhei muito mais detalhamento, mais refinamento nos médios e principalmente agudos mais suaves.
    • Comparando com o Marantz PM8004 que o colega JCMonteiro emprestou 1 semana eu achei os graves do Cambridge mais controlados com uma certa coloração nos médio-graves.
    • Ouço agudos que parecem tímidos mas quando são requisitados eles aparecem, agudos bem extensos por sinal e os graves também.
    Amanhã eu publico mais detalhes.

    Abraços
    Ivan
     
    • 7


    Anúncio do HT Forum
  2. DSATO

    DSATO Usuário


    Desde 21 Jul 2008
    Curitiba/Paraná
    Ivan:

    Primeiro obrigado pela sua ótima recepção e pelas dicas que vc me deu.

    O teu sistema, que é todo digital via PC, esta opção de amplificador com o DAC, casou como uma luva, e pra mim deu um grande salto em qualidade. Seu sistema ficou muito agradável de se ouvir, não só pelo DAC mas pelo conjunto como um todo.

    Parabéns.

    Sato.
     
    • 1
  3. jlcpower

    jlcpower Usuário


    Desde 2 Ago 2012
    Porto Alegre

    Olá @iMilazzo@iMilazzo depois de ter passado alguns dias com o teu novo Integrado, o que você está achando dele de uma maneira geral?

    Quanto à audição de música, você poderia comentar mais um pouco sobre às diferenças que você percebeu entre o Integrado CXA-80 e o Receiver ONKYO, já que você, se não me engano, tem os dois aparelhos.


    Abraço
     
  4. ghn

    ghn Usuário

    120 59 1

    Desde 26 Mar 2016
    Sao Paulo - SP
    Vou comentar sobre o CXA 60 que eh o irmao mais novo do CXA 80, mas ele deve ser bem semelhante ao CXA80. Comparado com meu receiver da Yamaha posso te dizer que eh MUITO melhor! O som eh mais limpo, refinado e preciso. Mesmo com caixas ruins e as fontes nao muito boas, ele toca muito bem. Acompanhado de um cd player CXC da CA e um par de caixas Tops deve ficar fantastico. Um diferencial eh poder tocar via bluetooth com o BT 100. Ouvir spotfy direto no sistema eh pratico demais e a qualidade eh excelente para streamer. Recomendo. Abs GHN
     
    Última edição: 6 Abr 2016
    #4    
    • 1
  5. iMilazzo

    iMilazzo Lord


    Desde 25 Mar 2004
    Curitiba/PR/Brasil
    Vamos lá, quem conhece meu review do Onkyo TX-NR5008/5010 vs Denon 3808 (http://www.htforum.com/forum/threads/onkyo-tx-nr5008-vs-denon-avr-3808ci.220170/) vou usar o mesmo padrão pra ter facilitar o entendimento e termos mais referências.
    Em todas as comparações abaixo o Onkyo TX-NR5010 está com o recurso Audyssey ativado, fica muito incompatível a comparação entre os dois produtos sem o Audyssey ativo no receiver, em uma palavra só, o som do receiver apaga.
    Eu usei as mesmas música (apesar de estar ouvindo muito mais) pra facilitar as comparações e para ter uma espécie de histórico mas fica muito difícil não ser repetitivo no uso das palavras visto que a maioria das diferenças anteriores se repetiram aqui também.
    Em relação as varias trocas de equipamentos uma coisa pude identificar, a assinatura da Monitor Audio GX100, que me impressiona nos graves e agudos mas tem uma certa característica de fadiga nos médios-agudos, com uma leve acentuação em torno dos 150-250hz e nos médios de 2-4kHz.

    Assinatura

    • Houve um grande salto no detalhamento, espacialidade e o palco também melhorou bastante e eu ganhei em dinâmica, agora os picos de volume em alguns momentos de algumas música são até altos demais porém eu realmente esperava um salto maior nos agudos mas para minha surpresa o Onkyo TX-NR5010 (com Audyssey) apresenta mais brilho sendo que os agudos do Cambridge são mais suaves, aliás, suavidade é a palavra de mais peso quando eu ouço o Cambridge, principalmente em fontes digitais, flac, HI-RES, o DAC dele é muito, muito bom.
    Musicas
    • Jill Scott - Who is Jill Scott?: Comparando o Cambridge CXA80 com TX-NR5010 percebe-se o quanto o som do CXA80 é flat, mas acho que isso se deve a curva de impedância da GX100 que tem essa característica (os técnicos/engenheiros de plantão que o digam com mais autoridade). Os graves desse álbum são referência pra mim, ele tem bastante detalhes nos médios e agudos, um ótimo álbum pra se ter por perto. O CXA80 reproduziu os graves mais baixos sempre melhorando em extensão e presença conforme o burn-in foi passando mantendo sempre a qualidade "suave" no som principalmente médios centrais com agudos mais extensos, o detalhamento é muito, muito superior ao Onkyo e o CXA80 não perde essas características com volumes baixos, ao contrário, seu som é sempre igual não importa o volume (não consegui passar da metade, problemas com o vizinho do andar debaixo).
    • Holly Brook - Like Blood Like Honey: Cantora americana também conhecida somo Skylar Grey. Esse é bem intimista, com ótima textura e muito corpo, a voz de Holly Brook é muito bem focada e bem detalhada. Ambos os equipamentos reproduzem muitíssimo bem esse tipo de música, mas o CXA80 ganhou com mais corpo, textura e com mais presença e um palco bem mais projetado.
    • João Gilberto, Tom Jobim, Stan Getz: Eu tenho quase todas as versões disponíveis desse algum a que usei aqui foi a versão expandida 24 bits/192kHz, em Garota de Ipanema o contra-baixo no CXA80 salta e chega a tremer as janelas em relação ao Onkyo, o sax de Stan Getz ficou projetado e bem dinâmico no CXA80 do que no Onkyo não dá pra ouvir a noite sem ter de abaixar o volume nos solos de sax e uma característica talvez do DAC, no Onkyo eu ouço agudos levemente estridentes e um poucos de hissssss já no CXA80 percebe-se mais silêncio e suavidade nos agudos desse album. Também descobri outra coisa, eu estou usando o BT100 (Receptor Bluetooth da própria Cambridge) e descobri que cada vez que pareio esse dispositivo ele alterna os canais L/R.
    • Norah Jones, Diana Krall, Melody Gardot: O Onkyo gosta mais de vozes femininas enquanto o CXA80 topa o que vier.
    Sessão: Conhecendo de novo velhos sons
    • Jeremy Monteiro/Anastasia - A Song for You (Carpinters): O Onkyo toca muito bem essa música mas foi no CXA80 que pude perceber alguns detalhes a mais que eu nunca havia ouvido nessa música principalmente no piano e no final onde o CXA80 responde mais alto quando a música fica mais intensa.
    • Fourplay - Between the Sheets: Essa música tem uma característica muito peculiar. Em cada sistema que se ouve é uma música completamente diferente que se experimenta. Aqui foi um pouco mais de tudo, mais graves, mais presença, mais palco, agudos mais extensos porém mais suaves que no Onkyo.
    • Rachelle Ferrell - I Forgive You, Why you wanna mess it all up : A primeira música no Cambridge me lembrou os médios que uma vez ouvi nesse CD num Wadia com Classé e B&W CDM7NT mas foi nos médio-graves e nos agudos que senti mais diferença, com mais palco que no Onkyo que tocou tudo isso nessa sessão muito mas soou "tímido" em relação ao CXA80.
    • Luciana Souza - varias: Luciana Souza canta MPB, Jazz e até Pablo Neruda, rssss. Mais uma demonstração de como o CXA80 projeta mais e controla melhor o palco do que o Onkyo e a dinâmica é muito mas muito maior no CXA80.
    • Deep Forest - Boheme: Esse também é um álbum que muda conforme muda muito de acordo com a eletrônica/acústica, nesse álbum o que eu não gostei foram dos médios muito projetados realmente muito dinâmicos ao ponto de me incomodar um pouco porém novamente redescobri o álbum com novos detalhes que não havia percebido, certos timbres e texturas ganharam uma nova identidade.
    Abraços,
    Ivan Milazzotti
     
    • 9
  6. iMilazzo

    iMilazzo Lord


    Desde 25 Mar 2004
    Curitiba/PR/Brasil
    Paragrafo 2º...

    A INTERAÇÃO DIGITAL

    Outra coisa que eu gostaria de compartilhar com vocês é sobre a(s) maneira(s) como estou ligando meus dispositivos no Cambridge CXA80 e que talvez possam agregar algo aos amigos.
    Hoje eu estou com vários dispositivos que são respectivamente:

    Todos esses dispositivos conseguem se conectar com o Cambridge CXA80 alguns de várias maneiras e para isso estou usando os seguinte acessórios:
    Para ligar o WDTV eu utilizo um cabo ótico e conecto na única entrada ótica do CXA80.
    Para ligar o SHIELD estou usando a saida USB, como o SHIELD é Android alguns aplicativos podem ser instalados nele como o BubbleUPnP for DLNA/Chromecast que permite que transmita/envie do Desktop usando JRiver e o AirPlay/DLNA Receiver (PRO) que permite eu conecte qualquer dispositivo Apple (incluindo o iTunes do Desktop) ao SHIELD. Também tem o UPnPlay que permite ter acesso ao JRiver direto do SHIELD.
    O Auris bluMe e o BT100 permitem que todos os dispositivos Apple (exceto iTunes) e o nVidia se conectem ao CXA80 com a diferença que o Auris tem saidas RCA analógicas e 1 coaxial digital, portanto possui um DAC e o BT100 apenas habilita o bluetooth e permite a conexão direta desse jeito ele usa o DAC do CXA80.

    Estou salvando umas telas assim que puder eu complemento o post:



    Abraços
    Ivan
     
    Última edição: 7 Abr 2016
    • 8
  7. jcmonteirojr

    jcmonteirojr Usuário


    Desde 30 Jan 2009
    Curiiba/Parana/Brasil
    Caro ivan, bom review esse, hein?
    Como você é detalhista na audição !!!! Quando levei meu Marantz pra sua casa eu ja tinha notado isso.
    Você consegue ouvir detalhes que meu ouvido nem está tão acostumado assim.
    Que bom que você está gostando do seu Cambridge.
    Espero conseguir ter tempo de ouvir seu novo integrado.
    Parabens ai meu amigo.
     
    • 1
  8. Wilton

    Wilton Powered by Music


    Desde 26 Mar 2004
    SP
    Parabéns pelo amplificador e pelo review.

    Como já disse algumas vezes: sim, dá pra ser feliz utilizando um receiver top de linha para audições em stereo.

    Mas um bom integrado sempre pode trazer aquele "algo mais". O detalhe, o controle dos graves, a resolução a extensão das notas...

    Sobre o comparativo, apenas uma opinião pessoal: possuindo apenas o receiver, sem dúvida os ajustes, como Audissey, equalização, etc, são recursos que estão lá a seu dispor e acabam dando aquele up no resultado final.
    Mas para comparar com um integrado, apesar da perda que você menciona, o "justo" seria o receiver em Direct, com nível de volume compatível ao integrado.
    Aí sem dúvida as diferenças salvarão a seus ouvidos.
    Claro, em minha opinião.

    Novamente parabéns.

    Abç
     
    • 1
  9. Batman-X

    Batman-X Usuário


    Desde 29 Jan 2006
    Morrinhos-GO
    Muito bom o review. Meus parabéns. (y)

    Só lembrando que esse receiver da Onkyo já desbancou vários receivers de várias fabricantes famosas mundo a fora. Com o preço dele(3 mil dólares)da para comprar uns 3 Cambridge CXA80. :D:p(y)

    Para contribuir ao tópico segue alguns reviews desses novos produtos da Cambridge.

    http://www.audioappraisal.com/cambridge-audio-cxa80-review/
    http://www.whathifi.com/cambridge-audio/cxa60/review
    http://www.trustedreviews.com/cambridge-audio-cxn-review

    Lembrando que o CXA60 tem a mesma qualidade do CXA80. OK!


    DETALHE: Eu conheço bem os DACS da Wolfson. Pois tenho um receiver Pioneer Elite que utiliza DACS da mesma fabricante. Portanto o som deva ser bem gostoso, prazeroso de se ouvir. Não sendo tão frio/analítico quanto os modelos 651A/851A por exemplo.

    Deva ter dado um casamento muito bom com as MA GX. Pois essas são bem detalhadas e possuem as altas bem presentes. Se for colocada com amplificação mais neutro e/ou analítica pode não agradar. Podendo assim passar do ponto e deixar as audições cansativas, chegando a causar fadigas auditivas. (y)
     
    Última edição: 8 Abr 2016
    • 2
  10. iMilazzo

    iMilazzo Lord


    Desde 25 Mar 2004
    Curitiba/PR/Brasil
    Olá Batman, realmente esse DAC é um dos melhores no mercado atualmente, baixo SNR e baixa distorção também, mas eu realmente queria ver a Cambridge usar o WM8741 que pelo que li também oferece suporte a DSD:

    "The WM8741 also supports DSD bitstream data format, in both direct DSD and PCM-converted DSD modes".

    Concordo plenamente com você Wilton, a diferença entre o 5010 em Pure Direct é que ganhasse MUITO mais ambiência enquanto o Audyssey apenas deixa o som flat melhorando palco e corrigindo as falhas das GX100 e da minha sala também, rssss. Eu sou fã de sistemas de correção, talvez por isso minha escolha.

    Abraços
    Ivan
     
  11. mazvieira

    mazvieira Usuário


    Desde 24 Jun 2011
    Porto Alegre - RS
    Ivan,

    Você já escutou o integrado Cambridge 851A? Se sim, como seria a comparação deste com o modelo CXA80?

    Abraços,
    Marcelo.
     
  12. iMilazzo

    iMilazzo Lord


    Desde 25 Mar 2004
    Curitiba/PR/Brasil
    Sinto muito mas nunca ouvi Marcelo.

    Abraços
    Ivan
     
  13. Batman-X

    Batman-X Usuário


    Desde 29 Jan 2006
    Morrinhos-GO
    • 1
  14. danoficial

    danoficial Usuário


    Desde 21 Jun 2007
    Formiga/MG/Brasil
    Estou interessado no CXa60, porém gostaria de saber se estes integrados possuem bypass, pois quero conectá-lo ao
    meu receiver para alimentar as frontais no multicanal.
     
  15. Gafanhoto-RJ

    Gafanhoto-RJ Vendo e ouvindo

    8.925 5.970 866

    Desde 1 Out 2006
    RJ/RJ/BR
    Acho que a fonte mais confiável para a resposta é entrar no site da Cambridge r conferir no manual... Mas, quando eu tava pesquisando qual integrado comprar me disseram que não tinha. Na verdade nem o 851A tem, mas em contrapartida tem o recurso de FIZ VOLUME, que permite que o integrado seja automaticamente regulado para um volume pré-fixado, resultando basicamente no mesmo resultado do bypass.

    Dá um confere no site deles, mas tenho quase certeza de que os CXA não tem bypass nem fix volume.
     
    • 1
  16. Gafanhoto-RJ

    Gafanhoto-RJ Vendo e ouvindo

    8.925 5.970 866

    Desde 1 Out 2006
    RJ/RJ/BR
    Em tempo,

    A ausência de volume fixo ou bypass não impede de utilizar como power das frontais em MCH. Você só terá que memorizar em que volume calibrou o MCH e retornar sempre para aquele volume quando for utilizar assim.
     
    • 1
  17. Batman-X

    Batman-X Usuário


    Desde 29 Jan 2006
    Morrinhos-GO
    Não precisa ter essa função. Basta ligar as auxiliares do integrado nas pre out do receiver. Aí quando for usar em MC é só selecionar essa auxiliar do integrado que ele vai trabalhar como power no seu MC. OK!
     
    • 1
  18. Osvalter

    Osvalter Do or do not, there is no try

    2.968 1.032 986

    Desde 17 Set 2004
    Cotia/SP/Brasil
    Muito bom review! parabéns (y):aplauso::aplauso::aplauso:

    eu aprendo muito sobre estilos que eu não conhecia bem como identificação das características sonoras (y)

    Não tenho muito o que dizer, talvez a colocação "...Onkyo eu ouço agudos levemente estridentes e um poucos de hissssss já no CXA80 percebe-se mais silêncio e suavidade nos agudos desse album... "
    isso é o que me incomoda, e em todos os receivers que ouvi TODOS apresentam esta rasgada típica de sistemas digital e também na grande maioria dos sistemas (integrados e modulados) que tive. Somente não ocorreu o "hissss" quando passei para valvulado puro (não hibrido) aí os vocais sim ficaram uma delícia com naturalidade incrível, realmente outra coisa.

    aproveitando, a música Jill Scott - Who is Jill Scott? de qual album é ?
     
  19. Gafanhoto-RJ

    Gafanhoto-RJ Vendo e ouvindo

    8.925 5.970 866

    Desde 1 Out 2006
    RJ/RJ/BR
    Mas se não observar a questão do volume vai ficar "descalibrado" em relação às demais caixas, prejudicando o correto envolvimento. Com bypass, bastaria ligar como você comentou e ativá-lo. Sem bypass terá que colocar o volume num valor pré-definido sempre, manualmente.
     
  20. Batman-X

    Batman-X Usuário


    Desde 29 Jan 2006
    Morrinhos-GO
    Grilo é só fazer o ajuste pelo receiver uma única vez e pronto. O volume do integrado é só vc mudar. Não vejo problema algum nisso. Já sabendo qual volume está regulado é só colocar no mesmo. OK!

    Desde o valvulado eu usava dessa forma e não via problema algum. (y)

    Falo da mesma forma com o Cambridge 851A. (y)
     
    Última edição: 24 Mai 2016
    • 1
  1. Este site usa cookies. Se você continuar a usar este site, automaticamente concorda com nosso uso de cookies.
    Fechar Aviso