Anúncio do HT Forum

Clube AAT

Discussão em 'Caixas Acústicas e Subwoofers' iniciada por Anddre, 29 Jul 2011.

  1. Anddre

    Anddre Apreciando a boa música...


    Desde 2 Jul 2005
    Teresópolis
    Anúncio do HT Forum
    Peço desculpas por ter aberto o tópico no sub-fórum errado. Vai ver que é a falta de postar por aqui que me deixou enferrujado ^^.

    O Tópico segue no link : http://www.htforum.com/vb/showthread.php/169879-Clube-AAT

    Fim da Edição
    Pessoal,

    Depois de um longo inverno sem nada postar por aqui, saio do período de hibernação por uma boa causa :concordo::

    Gostaria de falar sobre o amplificador stereo da AAT - modelo PM-1V. :aplauso:

    A AAT (Advanced Audio Technologies) é uma empresa brasileira do nosso amigo João Yazbek que atua nos segmentos de automação, projetos de home audio e car audio.

    Na parte de home audio seus amplificadores para sub woofer já conquistaram vários clientes. O João fazia também, antigamente, mods e upgrades de equipamentos.

    Voltando ao produto:

    Especificações Técnicas retiradas do site: JYAZBEK

    O modelo PM-1V é um amplificador de potência estéreo idêntico ao PM-1, porém com controle de volume frontal. As demais características se mantém inalteradas, como a potência de 180 W RMS EIA RS-490 em 4 ohms, com excepcional performance e relação custo-benefício. Montado em uma caixa com altura de 2 unidades rack (2U), oferece excelente performance com baixo custo unitário. Essas características o tornam indicado para diversas aplicações, como amplificador em sistemas residenciais de média potência e alta qualidade, ou como amplificador de segunda zona de áudio em sistemas de home-theater.

    As principais características técnicas do produto são:

    - Amplificador de potência em classe AB com tecnologia bipolar;
    -Controle de volume por meio de potenciômetro Alps "Blue Velvet" acoplado a um Knob sólido de aluminio anodizado com 48 mm de diâmetro;
    - Fonte de alimentação com transformador toroidal e capacitância total de 40.000 uF, utilizando capacitores by-pass de filme metalizado para excelente resposta nos graves e transparência nos médios e agudos. A fonte deste amplificador foi projetada através de uma técnica que permite se obter benefício similar ao de uma fonte dedicada para cada canal, porém sem o inerente aumento de custo da solução com duas fontes separadas e dois transformadores, conhecida como duplo monobloco;
    - Placa de circuito impresso em fibra de vidro com furos metalizados e com plano de terra em ambas as faces para obtenção de excelente relação sinal-ruído;
    - Conectores de entrada e saída banhados a ouro, sendo que os de saída são do tipo heavy-duty, para alta corrente, aceitando fios com até 5 mm de diâmetro.
    - Conector de entrada de rede CA do tipo tripolar 2P+T, padrão IEC-320;
    - Chave de Ground Lift com 3 posições: OFF, acoplamento AC e acoplamento DC, para efetiva eliminação de eventuais loops de terra em instalações complexas;
    - Este produto foi dimensionado para operação contínua com cargas reativas de 4 ohms sem a ocorrência de limitação térmica.

    Disponível no acabamento: painel frontal em acrílico preto e chassis estampado com pintura epoxi preta micro-texturizada.


    ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS:

    • Potência RMS EIA RS-490 (1) mínima, medida a 120 VAC de rede:

      - em 8 ohms: 125W
      - em 4 ohms: 180W
    • Potência RMS de contínua (2), medida a 120 VAC de rede:
      - em 8 ohms: 90W
      - em 4 ohms: 130W
    • Potência máxima por canal(3), medida a 120 VAC de rede:
      - em 8 ohms: 300W
      - em 4 ohms: 520W
    • Distorção harmônica + ruído (THD+N):
      - a 60W RMS e 4 ohms: 0,011%;
      - tipicamente: <0.009% <LI class=style1>Resposta em frequência:
      -0.2 dB em 10 Hz e 100 KHz
      -3dB em 3 Hz e 300KHz;
    • Relação Sinal-Ruído (ref.Pmax):
      > 110 dB (unweighted)
      > 115 dB (weighted);<LI class=style1>Sensibilidade para Potência Máxima: 0,95 VRMS;
    • Capacidade máxima de corrente do amplificador: 11 A;
    • Fator de amortecimento: >1000 a 100 Hz;<LI class=style1>Slew rate: 20 V/usec;<LI class=style1>Separação entre canais: >77 dB (1KHz); <LI class=style1>Impedância de entrada: 10 KOhms mínima;
    • Consumo máximo: 150W / 200VA;
    • Peso: 7 KG;
    • Dimensões em mm: 480 (L) x 310 (P) x 89 (A);
    • Outras características:- Proteção contra curto-circuito e sobrecorrente na saída;
      - Proteção de sub-tensão, sobre-tensão e térmica, ;
      - Atraso na ligação ("turn-on delay") para evitar ruídos (plops) durante a ligação do amplificador;
      - O módulo é construído utilizando placas de circuito impresso de fibra de vidro de dupla face com furos metalizados, feita em CAD ("Computer Aided Design");
      - Dissipação natural de calor sem ventoinhas para operação silenciosa.
    • Garantia de dois anos, de acordo com os termos constantes no Manual do Usuário.
    O meu modelo veio com a opção de duas entradas: uma onde o sinal passa pelo atenuador, outra onde o sinal é processado diretamente com amplificador, ou seja, igual ao modelo PM-1.

    O produto é muito bem feito e apresenta uma versatilidade incrível pois pode funcionar como a base de um sistema intimista constituído de fonte, ele mesmo e caixas já que o seu atenuador fará o sistema funcionar como um integrado. A outra opção é funcionar como um power propriamente dito.

    Tudo isso para a nossa alegria, já que nmho, o nosso hobby constitui, principalmente, de duas coisas:

    - ouvir música;
    - testar diferentes configurações;

    Com relação à sua performance, o que posso dizer até o momento é.... UAU!! Quem conhece o João sabe que ele é por demais conservador e crítico em termos de medições e resultados das mesmas. Dessa forma, o produto realmente mostra ao que veio e possui uma excelente separação de canais, dinâmica, punch e um controle de graves surpreendente (acredito que o seu fator de amortecimento tenha um papel muito importante nesse quesito).

    No meu sistema, enquanto minhas caixas não chegam, eu usando-o como power no momento (prometo maiores detalhes ao longo da semana que vem com relação à sua função com atenuador) em um sistema tri-amplificado.

    Também estou esperando para as próximas semanas a visita de um amigo que trará suas Thiel para fazermos uma farrinha de áudio por aqui na região serrana.

    Em um outro cenário, já tendo feito várias experiências por aqui, tenho absoluta convicção de que o produto atenderá plenamente quem gosta de ter um power para alimentar suas frontais e aliviar um pouco seu receiver.

    Como se tudo isso que coloquei já não fosse bom o bastante, vem agora a melhor parte do mesmo: o preço. Trata-se de uma opção sem igual no mercado, nmho.

    Em conversa com o João, ele me disse que está no forno o projeto do seu, leia-se PM-1, irmão mais velho e mais parrudo, o PM-2 (nome provisório) que terá 200W em 8ohms e 300W em 4ohms. Espero que o João não fique bravo comigo por estar anunciando esse novo projeto antes do tempo :D, mas achei interessante comentar visto que esse produto atenderia também ao pessoal que possui caixas que demandam mais potência ;).

    Para comprar o produto basta visitar o site de outro nosso querido e competente amigo, o Renato, no link . Acredito também que o PM-1V deve funcionar magistralmente com o KIT BAUBO do Renato.

    Fica aqui então inaugurado o espaço para que possamos conversar à respeito desses produtos e de nossos testes.

    Mais tarde eu coloco fotos do aparelho.

    Um Abração,
    André
     


    Anúncio do HT Forum
  2. FullRangeMan

    FullRangeMan Stereo Only Audiophile.

    Legal, mais um fabricante nacional.
    Como o amp está em desenvolvimento ainda, se for possível colocar aletas de alumínio anodizadas preto seria ótimo para a dissipação do calor e melhor aparência.

    No circuito de saída se for Mosfet single ended seria um grande passo em relação aos demais amps nacionais, como usado nos caros Gamut, Bryston B100 e FirstWatt(Nelson Pass), apenas um par de transistor na saída é muito interessante, mesmo p/mim q gosto de válvulas.
    Desejo muito sucesso ao fabricante.
     
  3. luciano clementino

    luciano clementino Usuário

    550 28 1

    Desde 4 Jan 2009
    Magé/RJ/Brasil
    ola andre , fis um topico como este
     
  4. vtl

    vtl Usuário

    1 0 0

    Desde 6 Set 2013
    Belo Horizonte
    Os Subwoofers CUBE de 8",10 e 12' são simplesmente surpreendentes, não ficando atrás em nada aos HIgh- END importados,que tem muitos $$$ no preço e desempenho igual a pior!
    Vale a pena entrar no Site da AAT e conferir,além da reportagem d revista Home Teather desse mês! Foram classificados como Surpreendentes pela crítica !! Produto 100% nacional para o mundo HIGH-END
    :aplauso:(y)
     
  5. JYazbek

    JYazbek Usuário


    Desde 22 Out 2003
    SP/Brasil
    Como não temos somente o PM-1 como produto e a expansãod a marca tem sido vigorosa, julgo adequado voltar a usar o clube AAT.

    Segue um press-release nosso:
    Subwoofer Cube é destaque na Casa Cor Pernambuco
    Com acabamento elegante em várias cores, modeloda Advanced Audio Technologies está conquistando arquitetos de todo o país

    São Paulo, 24 de março de 2014 &#8212; Quem disse que as caixas acústicas precisam ficar escondidas noambiente? Disponível em várias cores e com acabamento premium, o subwooferCube, sucesso de vendas da AAT (Advanced Audio Technologies®), é o melhorexemplo de que design e alta performance podem caminhar juntos. Quem ganha é oconsumidor, que pode ter uma caixa acústica bonita e capaz de oferecer gravesde qualidade, deixando o som de qualquer espaço mais encorpado.

    O casamento deu tão certo que os visitantes da 17ª edição da Casa CorPernambuco tem a chance de conhecer o novo subwoofer de perto. Este ano, amostra ocupa uma elegante mansão na orla de Piedade, em Jaboatão dosGuararapes, até o dia 27 de abril. Lá, o público vai perceber como os modelosda linha Cube se integram a qualquer tipo de decoração e ambiente, dos maismodernos e alegres aos mais sóbrios e tradicionais.

    &#8220;Chega de esconder o subwoofer&#8221;, afirma o arquiteto e urbanista Rafael Tenório,que assina o ambiente Café, onde a caixa acústica foi instalada. Trata-se de umespaço contemporâneo com diferentes texturas, cores e contrastes, que estáconquistando os pernambucanos. &#8220;Na cor amarela, o modelo da linha Cube levouvida e descontração ao espaço, promovendo uma total integração com o ambiente.&#8221;

    Com 100m², o Café é um dos 30 ambientes da Casa Cor Pernambuco deste ano. Aotodo, cerca de 36 arquitetos da região participam da mostra, que é a maisimportante do Estado.

    &#8220;Estamos muito felizes em promover essa união entre beleza e desempenho com onosso subwoofer Cube&#8221;, declara Mônica Yazbek, diretora da AAT. &#8220;Ter oreconhecimento dos arquitetos nos dá a certeza de que estamos no caminhocerto.&#8221;

    Informações para a imprensa
    Advanced Audio Technologies®
    Eduardo Bonjoch | imprensa@jyazbek.com | (11) 3368-4509/ (11) 99876-6428

    Serviço
    Casa Cor Pernambuco
    Data: de 18 de março a 27 de abril
    Local: Avenida Beira Mar, 1.320 - Piedade - Jaboatão dos Guararapes(PE)
    Funcionamento: de segunda a sexta das 16h às 22h
    Sábados e Feriados das 13h às 22h
    Domingos das 13h às 20h
    Telefone: (81) 3325-2410
    Site: http://www.casacor.com.br/pernambuco

    Sobre a Advanced Audio Technologies®

    Os produtos da AAT (Advanced Audio Technologies®) são conhecidos no mercado porsua excelente qualidade e relação custo-benefício. A AAT é uma marca daJ.Yazbek Indústria Eletrônica, empresa localizada em São Paulo, que fabricatambém produtos de áudio para uso automotivo sob a marca Y2 Audio. Fundada porengenheiros com longa experiência internacional no desenvolvimento de produtosde áudio e vídeo, a J.Yazbek usa o conhecimento adquirido no Brasil e noexterior para trazer ao mercado produtos inovadores, com performance equalidade surpreendentes a um preço adequado à realidade brasileira. Parasaber mais sobre a J. Yazbek Indústria Eletrônica e suas marcas próprias,acesse www.jyazbek.com.bre acompanhe o dia a dia das marcas nas redes sociais: www.facebook.com/AATaudio,www.facebook.com/Y2audio


    - - - Atualizado - - -

    Foto do produto no ambiente pode ser vista aqui:

    https://www.facebook.com/#!/AATaudio?hc_location=timeline
     
  6. brgomes

    brgomes Apaixonado por som...


    Desde 25 Dez 2012
    Recife
    Parabéns João e todos da AAT, belo produto.

     
  7. *Toledo*

    *Toledo* Usuário


    Desde 31 Mai 2006
    Paulínia - SP
    Ainda não vi as bookshelfs pra vender em lugar nenhum...
     
  8. JYazbek

    JYazbek Usuário


    Desde 22 Out 2003
    SP/Brasil
    Segue abaixo uma correção do press-release:
    =============================
    Subwoofer Cube é destaque na Casa Cor Pernambuco
    Com acabamento elegante em várias cores, modelo daAdvanced Audio Technologies está conquistando arquitetos de todo o país
    SãoPaulo, 24 de março de 2014 &#8212; Quemdisse que as caixas acústicas precisam ficar escondidas no ambiente? Disponívelem várias cores e com acabamento premium, o subwoofer Cube, sucesso de vendasda AAT (Advanced Audio Technologies®), é o melhor exemplo de que design e altaperformance podem caminhar juntos. Quem ganha é o consumidor, que pode ter umacaixa acústica bonita e capaz de oferecer graves de qualidade, deixando o somde qualquer espaço mais encorpado.Ocasamento deu tão certo que os visitantes da 17ª edição da Casa Cor Pernambucotem a chance de conhecer o novo subwoofer de perto. Este ano, a mostra ocupauma elegante mansão na orla de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, até o dia27 de abril. Lá, o público vai perceber como os modelos da linha Cube seintegram a qualquer tipo de decoração e ambiente, dos mais modernos e alegresaos mais sóbrios e tradicionais.&#8220;Chegade esconder o subwoofer&#8221;, afirma o arquiteto e urbanista Rafael Tenório, queassina o ambiente Café, onde a caixa acústica foi instalada. Toda a parte deáudio e automação do espaço foi entregue à empresa Pra Casa, comandada porRodrigo e Bruno Duarte e que já marca presença no mercado pernambucano há cercade três anos. Emsua 3ª parceria em ambientes de Rafael Tenório na Casa Cor Pernambuco, osempresários conseguiram valorizar a performance dos equipamentos de áudio em umprojeto contemporâneo com diferentes texturas, cores e contrastes, que estáconquistando o público. &#8220;Na cor amarela, o modelo da linha Cube levou vida edescontração ao espaço, promovendo uma total integração com o ambiente&#8221;,comenta Tenório.Com100m², o Café é um dos 30 ambientes da Casa Cor Pernambuco deste ano. Ao todo,cerca de 36 arquitetos da região participam da mostra, que é a mais importantedo Estado.&#8220;Estamosmuito felizes em promover essa união entre beleza e desempenho com o nossosubwoofer Cube&#8221;, declara Mônica Yazbek, diretora da AAT. &#8220;Ter o reconhecimentodos arquitetos nos dá a certeza de que estamos no caminho certo.&#8221;Informações para a imprensaAdvancedAudio Technologies®EduardoBonjoch | imprensa@jyazbek.com | (11)3368-4509/ (11) 99876-6428
    Serviço
    Casa Cor Pernambuco
    Data: de 18 de março a 27 deabril
    Local: Avenida Beira Mar,1.320 - Piedade - Jaboatão dos Guararapes(PE)
    Funcionamento: de segunda asexta das 16h às 22h
    Sábados e Feriados das 13h às22h
    Domingos das 13h às 20h
    Telefone: (81) 3325-2410
    Site: http://www.casacor.com.br/pernambuco

    Sobre a Advanced Audio Technologies®

    Os produtos da AAT (AdvancedAudio Technologies®) são conhecidos no mercado por sua excelente qualidadee relação custo-benefício. A AAT é uma marca da J.Yazbek Indústria Eletrônica,empresa localizada em São Paulo, que fabrica também produtos de áudio para usoautomotivo sob a marca Y2 Audio. Fundada por engenheiros com longa experiênciainternacional no desenvolvimento de produtos de áudio e vídeo, a J.Yazbek usa oconhecimento adquirido no Brasil e no exterior para trazer ao mercado produtosinovadores, com performance e qualidade surpreendentes a um preço adequado àrealidade brasileira. Para saber mais sobre a J. Yazbek IndústriaEletrônica e suas marcas próprias, acesse www.jyazbek.com e acompanhe o dia a dia das marcas nas redes sociais: www.facebook.com/AATaudio, www.facebook.com/Y2audio.


    - - - Atualizado - - -

    caro Toledo,

    tivemos algum atraso na importação dos falantes e uma certa dificuldade com os ímãs de neodímio que seguram a tela. Ambos estão resolvidos. Por isso você não as viu em lugar nenhum. Mas na semana que vem esperamos já começar a colocá-la nos pontos de venda. Nesse meio tempo demos mais uma refinada no cross-over, e ela está com uma resolução impressionante.
     
  9. Bronx

    Bronx Usuário

    João meu amigo!

    Parabéns pelas belas palavras que seu produto recebeu...

    Mesmo sem ter visto e ouvido o cube tenho certeza que tudo é merecido...

    Continue assim... Sucesso!

    Abraço

    Aman
     
  10. JYazbek

    JYazbek Usuário


    Desde 22 Out 2003
    SP/Brasil
  11. BetoBala

    BetoBala Usuário


    Desde 7 Dez 2012
    Natal/RN/Brasil
    Adquiri hoje um Cube 10 Classic e agora é esperar a entrega pela transportadora. Quando tiver as primeiras impressões, posto aqui.
     
  12. JYazbek

    JYazbek Usuário


    Desde 22 Out 2003
    SP/Brasil
    Confiram na Revista Home Theater & Casa Digital deste mês a avaliação de mais um produto AAT: a caixa com Bluetooth iBlu.

    Mais um produto aprovado pelos reviewers, com a tradicional qualidade AAT.
     
  13. JYazbek

    JYazbek Usuário


    Desde 22 Out 2003
    SP/Brasil
    Confiram também na revista Audio e Video Design e Automação (não é a CAVI) de abril de 2014 a cobertura da Casa Cor Pernambuco. Nós estamos com nosso CUBE 8", na cor amarela, em destaque na reportagem. O CUBE está no ambiente Café, assinado pelo arquiteto rafael Tenório.

    Comentário do Rodrigo, proprietário do Pracasa Audio Video e Automação, que elaborou o projeto de Audio e automação:" O acabamento impecável da pintura em alto brilho do CUBE, os graves gostosos de ouvir e o envolvimento visual que ele trouxe ao espaço foram grandes diferenciais".
     
  14. ryo

    ryo Usuário


    Desde 11 Mai 2013
    sao paulo
    Alguem ja ouviu as book???

    Estao no nivel das Q300 ou klipsch reference?

    Sou muito a favor de produtos nacionais com qualidade e preco justo

    Abracos
     
  15. BetoBala

    BetoBala Usuário


    Desde 7 Dez 2012
    Natal/RN/Brasil
    Chegou o meu sub Cube 10 e aqui vão as primeiras avaliações:

    A embalagem chegou intacta com o gabinete protegido por isopor e tecido.

    Gostei bastante do acabamento em laca preta. A pintura é bem acabada, sem defeitos e com cantos arredondados.

    O gabinete é bastante robusto, assim como os conectores do painel do amplificador. Senti falta de uma marcação em destaque para os botões de volume e do ajuste da frequência, o que facilitaria a visualização da posição atual destes botões.

    Pela fotos do site, tive a impressão de que a frente do gabinete era chanfrada, mas o gabinete é liso. Talvez o ângulo da foto tenha provocado o sombreamento.

    O cabo de força é simples mas cumpre o seu papel e por enquanto não será substituído.

    Funcionamento: o amplificador é bastante sensível, estou usando o volume praticamente no mínimo. Como o meu receiver é 7.2, utilizei as duas saída para alimentar o sub e estou usando o corte de frequência no sub. Talvez por estar usando as duas saídas, o volume esteja tão sensível. Como as minhas frontais tem boa resposta, estou usando o corte na menor frequência.

    Em resumo, gostei bastante, tanto da estética quanto do funcionamento. Tem potência e qualidade de sobra. Agora é curtir.

    Parabéns a AAT.
     
  16. lucciano_8

    lucciano_8 Usuário


    Desde 29 Set 2011
    Conceição do Coité
    Boa noite BetoBala! vi que vc comprou um subwoofer Cube 10" e gostaria de tirar uma dúvida contigo, estou bastante interessado em pegar um sub da AAT, porem estou com uma dúvida quanto ao tamanho, vc relata que ele tem potência de sobra, vc poderia informar qual o tamanho da sua sala? a minha tem 18m2, qual a sua opinião o de 10' estaria de bom tamanha ou partiria para o de 12"?

    desde já agradeço a atenção!
    Luciano
     
  17. streva

    streva Usuário


    Desde 1 Fev 2009
    Salvador/Bahia/Brasil
    Também estou com a mesma dúvida do Lucciano. não sei se eu pego o 10" ou o de 12" para uma sala de 18m2 com uma varanda de 8m2. Ajuda aí Galera!!!
     
  18. BetoBala

    BetoBala Usuário


    Desde 7 Dez 2012
    Natal/RN/Brasil
    Lucciano, Streva, minha sala tem 3,2 x 4,6 = 14,72 m2.

    O volume no sub está entre 30 e 40% e no receiver, o canal do sub está quase no mínimo. De uma escala de -20 a 20 (não sei informar se é em db) está em -15. Os demais canais estão em 0. Em relação ao sub da JBL que foi substituído, a sensibilidade do AAT é bem maior. Usava o JBL mais ou menos em 50% com o ajuste no receiver em 0. Além disso, estou usando o corte no máximo, acho que 40hz, o que já diminui bastante o som emitido pelo sub. No JBl usava o corte em 120hz.

    A escolha vai depender também das frontais, mas acredito que para uma sala de 18m2, o sub de 10 é bem suficiente. O sub de 12, entretanto, chega em 20hz, segundo a AAT, enquanto o de 10 chega em 25hz. É analisar este fator também. No meu caso, escolhi o de 10 por ter menores dimensões. O sub antigo da JBL era de 12 e resolvi pegar um menor por motivos estéticos.
     
  19. lucciano_8

    lucciano_8 Usuário


    Desde 29 Set 2011
    Conceição do Coité
    Obrigado BetoBala pela resposta... acabei que pegando o de 12'' mesmo, o preço baixou um pouco, então aproveitei, mas pelo que vc falou o de 10" já seria suficiente, mas tudo bem é melhor pecar pelo excesso que por falta rsrsrs... se possível vc poderia me dar umas dicas de configuração do Subwoofer? nunca configurei nenhum, terei q configurar tanto no sub quanto no receiver?

    Desde já agradeço
    Luciano (y)
     
  20. BetoBala

    BetoBala Usuário


    Desde 7 Dez 2012
    Natal/RN/Brasil
    Com certeza não vai se arrepender por ter pego o de 12...
    Então, o sub tem duas entradas (três conectores): uma stereo (dois conectores) e outra LFE (mono &#8211; um conector).
    Na entrada stereo, o ajuste do corte de frequência é feito no sub (no botão acima do volume). O sub reproduzirá as frequências abaixo do valor selecionado, tendo como limite inferior 20 hz (para o seu modelo). Quanto maior o valor setado, maior a gama de frequência reproduzida pelo sub, ou seja, uma maior parte do som será reproduzida pelo sub.
    Na entrada LFE (tem que ligar uma chave no sub, abaixo do controle de frequência), o corte é ajustado no receiver. Este controle normalmente é feito na função de configuração das caixas, onde além da frequência, em geral, são ajustados também o volume e a distância do sub até a posição do ouvinte.
    Dependendo do receiver, é possível controlar se a baixa frequência vai para as caixas frontais, para o sub ou para ambos. Aí tem que ver no manual do receiver para ver como configurar. Vc pode rodar o ajuste do receiver com o microfone e depois alterar os valores obtidos de forma que a audição fique ao seu gosto, variando a frequência de corte e a configuração das caixas frontais e do sub.
    Para ligar o sub no receiver, pode ser utilizado um cabo mono e a entrada LFE (a maioria dos receiver tem esta saída). Desta forma, o controle de frequência no sub fica inoperante, sendo ajustado no receiver. Provavelmente, é a configuração mais comum.
    No meu caso, utilizei as duas saídas de sub do meu receiver, ligando na entrada stereo do sub e ajustando a frequência de corte no sub.
     
  1. Este site usa cookies. Se você continuar a usar este site, automaticamente concorda com nosso uso de cookies.
    Fechar Aviso