Anúncio do HT Forum

Clube Devialet

Discussão em 'Amplificadores, Prés e Integrados' iniciada por jl audio f113, 25 Jul 2013.

  1. gelreal

    gelreal Usuário


    Desde 4 Fev 2010
    Rio de Janeiro
    Anúncio do HT Forum
    Como faz para controlar o Devialet pelo tablet? Qual aplicativo devo baixar?
     


    Anúncio do HT Forum
  2. RAULNETO

    RAULNETO Usuário

    Player, uso o Roon, da Roon Labs. Excelente com Devialet. Dá pra controlar via Android ou Mac, só que a versão do IOS deve ser mais ou menos atual.

    Se estás te referindo a CR, há aplicativos como o Expert, em que dá para controlar as principais funções, como volume e setar as portas
     
  3. OliveiraJr

    OliveiraJr Ouvinte


    Desde 5 Jun 2006
    Aracaju/SE/Brasil
    Oi, na loja do iPhone o aplicativo se chama Devialet Expert Remote. Acho que no Android é o mesmo nome.
     
    • 2
  4. JulioCesar

    JulioCesar Habeas Corpus


    Desde 6 Jan 2006
    Aparecida SP
    Mas , de qualquer forma, o controle físico é um diferencial do Devialet, eu não viveria sem...
     
  5. RAULNETO

    RAULNETO Usuário

    Sinceramente, eu vivo sem. Primeiro, porque o botão giratório do volume do meu CR nunca funcionou direito. Depois, porque, ao controlar pelo App via celular, eu posso enxergar o que está acontecendo, sobretudo posso ver o marcador do volume, coisa que, pelo CR físico, é impossível
     
  6. gelreal

    gelreal Usuário


    Desde 4 Fev 2010
    Rio de Janeiro
    [QUOTE="RAULNETO, post: 8813540, member: 113850" o botão giratório do volume do meu CR nunca funcionou direito. [/QUOTE]

    Acho que essa sensação é pq o botão é "a prova de pressa", ou seja, se girar rápido ele não atende. Experimente girar ele devagar e se acostumar e vai ver que ele funciona muito bem, mas sem pressa.
    Acho que pode ser isso
    Abraço


    Gilmar
     
  7. RAULNETO

    RAULNETO Usuário

    Gilmar, quem dera fosse. Eu acho que o CR veio com defeito. Idiota como sou, não reclamei. Achei que poderia dar um jeito. Não dei. Todavia, como consigo viver muito bem assim, não me incomodo tanto. Como disse, controlo o player e as funções CR tudo por celular. Uma mão na roda, como se diz. Então, não me faz falta, sinceramente. Apenas algumas funções que o app não executa eu faço no CR físico. Já me acostumei assim.

    Abraço!
     
  8. gelreal

    gelreal Usuário


    Desde 4 Fev 2010
    Rio de Janeiro
    Pô Raul, que chato. Desculpe se interpretei errado...
     
  9. RAULNETO

    RAULNETO Usuário

    O que é isso, Gilmar, não há porque se desculpar. A sua dica foi importante, adequada e pertinente. Mas já tentei de tudo mesmo. Até achei que pudesse ser algum problema na configuração do Devialet, que é todo customizável. Mas infelizmente não consegui resolver. Daí, como dizia minha avó: o que não tem remédio, remediado está. Larguei de mão e comecei a usar o celular. Para mim isso não traz nenhum inconveniente maior, por isso não dei muita importância. Sou muito prático em relação a isso.

    De qualquer modo, apenas me culpo por não haver reclamado antes quando comprei o aparelho. Deveria ter feito isso, já que seria responsabilidade do vendedor a funcionalidade integral de todos os componentes.

    Grande abraço e excelentes audições!
     
    • 1
  10. OliveiraJr

    OliveiraJr Ouvinte


    Desde 5 Jun 2006
    Aracaju/SE/Brasil
    Pessoal
    Finalmente dou por testado e aprovado um no up no meu sistema: substitui a conexão Ethernet por fibra ótica, e passei a deixar o servidor ROON fora da sala de áudio. O investimento para a mudança foi de cerca de 700,00, usando uma fibra de 20 metros e a configuração é a seguinte:
    Fora da sala de áudio: Roteador internet da casa ---> cabo CAT7 uGreen e 1m ---> conversor para fibra ótica ---> fibra
    Na sala de áudio: chegada da fibra ---> conversor da fibra ótica --> cabo Ethernete Cat7 de 40cm --> entrada Ethernet do Devialet

    O resultado disso: performance, estabilidade, menos interferência magnética e da rede elétrica no sinal. Consequência no som: sensação maior de silêncio, ausência de ruído de fundo; foco e imagem mais precisos.

    Recomendo. Na verdade, acho que é melhor e mais barato empurrar o sinal digital dos Devialet via porta digital (esqueçam cabos USB e a traquitana necessária para eles trabalhem bem). Deixe seu servidor bem longe (no meu caso, uso um iMac i7, com 32 Mb de RAM e 1 TB de HD SSD; mas vou substitui-lo nas próximas semanas por um NUC Intel i7 dedicado, com o ROCK como sistema operacional rodando o ROON, aproveitando a mesma conexão de rede que descrevi acima.
    IMG_0250_Fotor.jpg

    Esta caixinha é o conversor (o único inconveniente: precisa ser alimentado por uma fonte elétrica, veja o pino de alimentação na parte superior). Este fio cor laranja é a fibra ótica, neste caso um par já conectado. Você encontra essas fibras com o n ome cordão ótico no mercado livre, em vários tamanhos. Pode chegar a centenas de metros funcionando bem; no meu caso, 20m custou 90,00 mais taxas de correio para entrega postal.
     
    • 5
    • 1
  11. OliveiraJr

    OliveiraJr Ouvinte


    Desde 5 Jun 2006
    Aracaju/SE/Brasil
    Agora uma foto do cabo já instalado no sistema:

    IMG_0488_Fotor.jpg

    Como a caixinha e cabos são bem leves, optei por simplesmente colá-la com adesivo dupla face no rack. De um lado, chega a fibra ótica (cor laranja); do outro sai um cabo de rede CAT7 de apenas 40 cm que é concetado no Devialet - a foto é ruim, desculpem!).
     
    • 5
  12. OliveiraJr

    OliveiraJr Ouvinte


    Desde 5 Jun 2006
    Aracaju/SE/Brasil
    Finalmente, um up no toca-disco também:
    Gosto do meu TD Solid Acoustic, mas a fonte elétrica dele é dessas caixinhas horrorosas parecendo fonte de celular. Troquei por uma fonte estabilizada MOJO, e gostei do UP também IMG_0487_Fotor.jpg , mas como aqui o foco é o Devialet deixo para comentar mais em outro post na sessão adequada.
     
    • 2
  13. weltec

    weltec Usuário

    6.318 4.042 526

    Desde 15 Nov 2011
    Rio de Janeiro

    Logo pode vir o teste de utilizar fonte linear especial nos transdutores.

    Verifique se o peso do fio da fonte puxando para baixo naquele pequeníssimo ângulo na entrada do plug não vai gerar mau
    contato ao longo do tempo(y)
     
    • 1
  14. Mr.Bojangles

    Mr.Bojangles Usuário


    Desde 29 Jun 2010
    Porto Alegre RS Brazil
    Após séculos parado aqui, resolvi finalmente instalar o Roon ROCK num gabinete Streacom com i7 7700 e ver qual era a desse sistema minimalista. Li que não precisa necessariamente de um NUC para instalar o ROCK, funcionou de primeira nessa configuração e acredito que funcione em qualquer uma que tenha CPU Intel de 6a geração pra cima e uma placa mãe com slot para SSD M.2.
    O lado ruim é que esse micro vai funcionar exclusivamente nessa função, nem monitor terá após instalado o RoonOS.
    Agora, o lado BOM é que tudo melhorou bastante!!!
    Antes usava o Roon num NUC i5 de 6ª geração, com 32GB de memória e SSD M.2 de 512GB, sempre rodando Windows 10.
    No Streacom é esse i7 de 7ª geração com um SSD M.2 de 128GB e 16GB de memória, 8GB seria suficiente mas eram os pentes que tinha aqui.
    Os arquivos de música não mudaram de lugar, continuam no NAS velho de guerra.
    Impressionante como a performance dessa CPU é superior ao NUC da geração anterior, na hora de importar a biblioteca foi tudo bem rápido, o sitema carrega mais rápido também, basta ligar e logo aparece na rede disponível. Afinal, é uma instalação Linux ultra minimalista e dedicada apenas ao RoonOS.
    Achei que o áudio ficou mais arejado/relaxado, gostei muito e recomendo pra quem já usa o Roon e tenha algum micro sobrando em casa com slot para SSD M.2 e CPU Intel, a instalação é super rápida, o que demora é para importar o backup da instalação anterior e atualizar as bibliotecas.
    (y)
     
    • 1
  15. OliveiraJr

    OliveiraJr Ouvinte


    Desde 5 Jun 2006
    Aracaju/SE/Brasil
    Meu próximo upgrade será sair Roon no iMac i5 916MB e 1024GB em SSD) para uma instalação ROCK em um NUC Intel i7, que vai fica fora da sala de som, usando fibra ótica para alcançar o Devialet. Um tablet Android na sala permitirá acessar a biblioteca, escolher música e, usando o Chrome, acompanhar letras e informações da música enquanto reproduzida, função que agora o ROON lhe possibilita WEB.
     
  16. OliveiraJr

    OliveiraJr Ouvinte


    Desde 5 Jun 2006
    Aracaju/SE/Brasil
    Um Intel NUC é um produto da Intel (que é famosa como fabricante de microprocessadores) e, fisicamente, consiste de uma caixinha plástica de 11x12x5 cm apenas, acho que pesa umas duzentas gramas apenas. De acordo com o modelo escolhido, dentro haverá apenas uma placa mãe com um processador i3, i5 ou i7.

    Muita gente boa do áudio, quando precisa instalar o NUC próximo ao sistema de som opta por modificar o Gabinete plástico da Intel e trocá-lo por um case de alumínio maior e mais pesado, com maior capacidade de isolamento. Para áudio, é bom que essa hardware não requeira ventoinhas para refrigerar, e por isso o pessoal escolhe o chip i5, que consegue trabalhar apenas com dissipadores de alumínio, sem exaustores que podem fazer barulho na sala.

    Mas se você optou como eu para mandar o sinal para a sala de som através de uma cabo de rede, em especial se você usa um Devialet, pode deixar seu NUC fora da sala, e aí um Intel i7 tem maior capacidade de processamento e portanto é a melhor escolha, e sai mais barato deixá-lo na caixinha original que a própria Intel fornece.

    Bem, comprando um Intel NUC você tem um mini (bem mini mesmo) computador, certo? Ainda não, porque essa caixinha não tem nenhuma memória, nenhum HD, nem teclado, mouse nem nada dessas coisas. Você terá que comprar pelo menos a memória (optei por 32 Gb, mas o pessoal diz que até 8Gb funciona, e 16Gb estaria de bom tamanho). Além disso é preciso comprar pelo menos um HD SSD (SSD é o HD de estado sólido, não tem movimento mecânico, é como se fosse um pendrive, mas superrápido). O meu é o Samsung EVO M.2, de 250GB. Não precisa mais que isso, pois seus arquivos de música não vão ficar aí, apenas o sistema operacional, o programa e seus arquivos básicos de biblioteca.

    Quando comprar esses componentes tente compra com alguém que já lhe forneça tudo montado e instalado; evita dor de cabeça de lidar com esses componentes pequeninos.

    Mas qual sistema operacional vai rodar nesse super mini computador????? O ROCK.

    Não é o Windows ou IOS? Não, é um Linux reduzido, capado de grande parte das coisas que normalmente um sistema operacional traz em um computador. Ele se presta a rodar apenas o ROON. O ROCK é grátis, mas você precisará pagar pela licença do ROON.

    Bem, alguém do ramo montará os componentes dentro da caixinha Intel NUC, usará um monitor e baixará no seu SSD os programas básicos (você pode fazer, mas se tiver intimidade com o assunto e paciência). Chegando essa caixinha na sua casa, como ela fará parte do seu sistema de som????

    Bem, você conectará um cabo de rede Ethernet saindo do seu roteador na caixinha, e usará um outro computador ou tablet para rodar o ROON. O próprio ROON ao perceber o NUC na rede já lhe perguntará se ele será o "core" do seu sistema. A partir daí você precisará configurar um local na rede onde estará guardada sua biblioteca de música (um NAS; um hd ou algum servidor de arquivos); também é bom configurar um local para backup da sua "library" onde os arquivos de música estarão relacionados aos metadados ou informações complementares sobre eles, como albuns, títulos das músicas, capas, etc.

    O próprio ROON compila sozinho sua "library"e completa sua instalação (que está fora da sua sala de som, lembra?).

    Pois bem, na sala de som uso o mesmo ROON instalado agora em um tablet ou em um notebook ou mesmo no celular) para escolher músicas e dispará-las para o Devialet (ah, o ROON reconhece o Devialet e lhe habilita enviar o áudio para várias "zonas", uma delas seria a sua sala dedicada de áudio ou seu sistema de home.

    No meu caso, o sinal digital trafega para o Devialet pela porta de rede Ethernet, em fibra ótica (veja meu post anterior).

    O resultado disso tudo é o melhor que conheço em música digital. Nada de cabos USB, nada de poluição na sala. Roteador, computador, tudo lá fora. Dentro, apenas música.

    O nível de detalhe se amplia, silêncio, aumenta o detalhamento... Enfim, uma solução fantástica e muito mais barata que o tipo de coisa que audiófilos costumam comprar para seu sistema.

    Arquivos DSD tocam primorosamente; arquivos MQA são muito bons e arquivos FLAC são reproduzidos tal qual excelentes players CDs permitiam (eu usei PUCCINI e Esoteric X-01), e você pode buscar sua música diretamente em um serviço como o TIDAL que lhe dá acesso a milhões de álbuns.

    Ah, o que a caixinha não traz é uma boa fonte de alimentação. A solução é adquirir uma fonte de verdade, bem dimensionada, como essa MOJO, de fabricação americana, que aparece na foto. É um sensível upgrade.

    No meu caso, o sistema anterior usava o mesmo software, mas rodava tudo em um MAC normal, que agora fica fora da sala de áudio e funciona como um servidor de arquivos para o som.

    fullsizeoutput_17a2.jpeg
     
    • 4
  17. OliveiraJr

    OliveiraJr Ouvinte


    Desde 5 Jun 2006
    Aracaju/SE/Brasil
    O sistema minimalista ficou assim, na sala: só os Devialet (dois, bem baixinhos quase invisíveis na prateleira do meio). Embaixo, um dinossauro e uma bailarina de porcelana dividem o espaço com um condicionar AC Organizer SE; no tampo superior o toca disco Solid Acoustic e sua fonte nova (o resto são penduricalhos). O rack é de madeira, com prateleiras bem espessas que trabalham soltas da estrutura principal, suspensas por isoladores. O resto do sistema trabalha fora da sala de som, e consiste em uma fonte de alimentação MOJO super reforçada, um NUC Intel, e fibra ótica até o Devialet. Apenas para completar a descrição, o resto do sistema são os cabos Kubala-Sosna.

    Acho que os Devialet trabalham melhor assim, para música digital.

    746aEPFjQ2KKJajvND5oFg.jpg R7ULq7mIRBuzxE+yvWWWcg.jpg E+1qC7sfStmrzB6LYACphQ.jpg IMG_0600.JPG
     
    • 6
  18. JulioCesar

    JulioCesar Habeas Corpus


    Desde 6 Jan 2006
    Aparecida SP
    Acho que o dinossauro pode atrapalhar a dispersão do som...kkk
    Parabéns, eu gosto assim mesmo, o mais clean possível.
     
    • 1
  19. Rogerio D.

    Rogerio D. Moved by Movies, Coffee and Music


    Desde 13 Out 2005
    Umuarama Paraná Brasil
    Que espetáculo @OliveiraJr@OliveiraJr parabéns pela linda sala e setup :aplauso::aplauso::aplauso::aplauso:
     
    • 1
  20. Mr.Bojangles

    Mr.Bojangles Usuário


    Desde 29 Jun 2010
    Porto Alegre RS Brazil
    Parabéns pelo sistema! Ficou bem bonito!
    Quanto ao NUC, para funcionar o ROCK bastaria um SSD M.2 de 64GB que já sobra, nem precisa ser o Samsung mais rápido, pois o ROCK é minimalista e carrega instantaneamente.
    No meu usei o que tinha em casa disponível, o M.2 é de 128GB comum da Intel, com CPU i7 7700K e a memória foi um par de pentes totalizando 16GB mas também é excessivo, 8 GB já ficaria excelente.
    Quem não tiver um NUC, experimente o ROCK numa motherboard com suporte à CPU Intel de 7a geração pra cima, i5 já seria perfeito. Vale à pena, a instalação do ROCK OS é muito tranquila e rápida.
     
    • 1
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso