CLUBE DO DAC T+A DSD 8

Discussão em 'DACs, Transportes e Conversores' iniciada por Malbec, 16 Fev 2020.

Tags:
  1. Emmett Brown

    Emmett Brown Usuário

    1.112 2.524 846

    Desde 21 Abr 2006
    Recife
    Marinaldo tem pré Audiopax, powers Audiopax, caixa Audiopax, consultoria Audiopax... mas bom mesmo é o DAC alemão. "Pode isso, Arnaldo?" hahaha... :)

    Brincadeiras à parte: sem dúvidas, esse é um aparelho excelente, mundialmente aclamado nas exposições de áudio hi-end. Mas a questão do DAC T+A DSD 8 precisa ser verticalizada. Há uma razão pra ele tocar tão bem nos sistemas Audiopax: a forma como ele é implementado no setup deriva da soma das visões "além do alcance" de Jussi Laako (criador do Sygnalist HQ Player) e Silvio Pereira (CEO Audiopax).

    Essa tabelinha - Jussi/Silvio - me parece ser um típico caso raro de pessoas à frente de seu tempo, com visão diferenciada. No universo do áudio de altíssima fidelidade, há incontáveis aparelhos DAC que custam caríssimo mesmo lá fora (e que OU nem chegam ao Brasil OU os preços se apresentam proibitivos pra muitos). O processamento do áudio é feito via hardware, e quem quiser ter acesso a esse som vai precisar desembolsar a quantia necessária.

    O Silvio da Audiopax tem o pensamento alinhado com o do Jussi: passar o trabalho do processamento do áudio para o software (no caso, o HQ Player). Pra isso funcionar, o DAC não pode "imprimir sua característica" (ou seja, não pode haver um "overlay" de filtros - isto é, daquele filtro que vem do software e daquele filtro que está gravado no chipset do DAC).

    Dentro dessa filosofia de aplicação, o uso da trilha DSD desse DAC em específico entra como um viés facilitador, permitindo que o audiófilo, utilizando elementos que dialoguem entre si dentro desse contexto, consiga obter um retorno audível de nível tão alto - e por vezes "melhor" - do que aquele "produto das estrelas" que custa anos de salário ou pro-labore.

    O DAC é bom? Sim, certamente que é. É excelente, não há dúvidas disso! Ele, porém, é ainda melhor e se excede quando utilizado dentro dos parâmetros trilhados pela filosofia Audiopax/Sygnalist.

    A Audiopax não "escolheu" esse DAC à toa, e não foi da noite pro dia. É importante que se diga isso, para que algum desavisado não ache que espetar o DAC no sistema é o que basta pra ter um som natural e fluido como o do Marinaldo ou do Bruno, por exemplo.

    Abraço
     
    Última edição: 23 Fev 2020
    • 3
  2. Malbec

    Malbec Usuário


    Desde 25 Jan 2013
    Brasília-DF
    Concordo plenamente com vc meu amigo, veja o que postei ontem.
     
    • 1
  3. Emmett Brown

    Emmett Brown Usuário

    1.112 2.524 846

    Desde 21 Abr 2006
    Recife
    Nos reviews:

    "The DAC 8 DSD produced enormous soundstages that often extended well past the outer boundaries of the speakers and sometimes seemed bigger than my listening room. I discovered a huge space in every track of Erasure’s Cowboy (16-bit/44.1kHz AIFF, Maverick), and ended up listening to the entire album. In “Rapture,” Erasure’s cover of the Blondie hit from 1980, the notes of the spacey synthesizer intro appear all over the soundstage. The DAC 8 demonstrated terrific width of soundstage by placing some of these notes beyond the speakers’ outer baffles, as well as at various heights between the speakers, above and below the height of the tweeters. The position in space of each note was precise. Then, when the main melody begins, the sound of the band filled the stage, with an excellent balance of the various voices and synthesized instruments. Despite the complexity of the arrangement, nothing predominated until the lead vocal and rap were highlighted at center stage. As each new electronic instrument entered -- especially the clanging tubular bells -- it was clear and distinct, and contrasted with the smoothness of the underlying bass track."

    https://www.soundstagehifi.com/inde...oakustik-dac8-dsd-digital-to-analog-converter
     
    • 3
  4. Emmett Brown

    Emmett Brown Usuário

    1.112 2.524 846

    Desde 21 Abr 2006
    Recife
    DAC T+A DSD 8 em ação no sistema do @Klaatu@Klaatu :



    Meu amigo... meus parabéns. Que som!!!
     
    Última edição: 26 Fev 2020
    • 2
    • 1
  5. PatLemos

    PatLemos Usuário

    312 191 78

    Desde 22 Fev 2012
    João Pessoa/PB/Brasil
    Aguarda pra ouvir quando as vedetes chegarem!
     
    • 1
  6. Klaatu

    Klaatu Klaatu Barada Nikto!


    Desde 3 Fev 2016
    Brasília
    Eu fui um dos felizardos que já recebeu o DAC T+A do novo representante oficial da Marca no Brasil, a Audiopax! :D

    Aliás, já estava de olho nesse equipamento faz muito tempo. Pesquisando em fóruns internacionais me chamou a atenção a gigantesca quantidade de elogios que o DAC recebia, principalmente pela qualidade obtida com processamento DSD 512.

    Então, o DAC 8 aparecia em primeiro lugar na minha lista de "sonhos de consumo"! No entanto, por uma série de motivos, eu ainda não havia conseguido viabilizar a compra...

    A grande surpresa foi quando o Silvio anunciou a parceria entre a Audiopax e a T+A!! :aplauso: Para mim isso significou um atestado de qualidade para esse DAC e essa parceria acabou permitindo a concretização desse sonho!

    Como sempre, contei com o total suporte técnico do Silvio que entregou pessoalmente o T+A aqui em Brasília e, aproveitando a visita, fez uma total revisão em meu sistema (eu utilizo amplificação Audiopax).

    Resultado... Não poderia estar mais satisfeito! Esse DAC realmente merece a fama que tem! Meu sistema foi totalmente alterado e está tocando como nunca! E olha que eu, por uma deficiência do computador, ainda não consegui o processamento DSD 512 com o filtro recomendado. Ou seja, ainda não estou utilizando todo o potencial do DAC! Mas, mesmo assim, a qualidade sonora é espetacular!

    Agradeço ao Silvio por ter viabilizado essa aquisição e também ao Marinaldo pela ótima ideia de criar esse clube!

    Abs!
     
    • 2
  7. Klaatu

    Klaatu Klaatu Barada Nikto!


    Desde 3 Fev 2016
    Brasília
    20200226_121420.jpg

    20200226_121327.jpg
    20200226_121357.jpg
     
    • 1
  8. Malbec

    Malbec Usuário


    Desde 25 Jan 2013
    Brasília-DF
    Klaatu, nós fomos os dois primeiros compradores desse dac fabuloso, que encanta todos que o escutam e por isso fundamos esse clube, espero que aqui se discuta bastante as nuancias, configurações, entradas, filtros etc.
     
    • 1
  9. R.Anthony

    R.Anthony --


    Desde 9 Set 2006
    Bhte - Brasil
    Passando para falar um pouco sobre o DAC.

    A intenção de ter um DAC desse é para potencializar o uso fazendo upsampling e usar a tradicional dupla Roon + HQPlayer para realizar a tarefa.

    Ainda não tenho um servidor dedicado, por isso estou utilizando o meu PC que uso para trabalhar, montado em 2016 visando custo beneficio, sem pretensão alguma para uso em áudio, e agora divide a função de alimentar o DAC.

    O PC é um AMD FX8350 + Placa Mãe Asus M5A97 + 8gb de memória.

    Vamos aos testes iniciais:
    Em Streaming + Upsampling PCM/DSD tem um salto considerável (estava testando DSD128), mas em DSD512 que a musica ganha outra vida, a coisa realmente se transforma e eu ainda não sei quantificar quanto é do DAC e quanto é da resolução.

    Mas é realmente impressionante, muito impressionante, a apresentação muda um pouco, a espacialidade dos instrumentos é nítida, parecem muito melhores definidos e separados, e ouço detalhes que nem sabia que existia na musica.

    Lembrando que as condições são as mais simples possíveis, usando cabo USB comum, porta usb da placa mãe do PC, e internet via cabo.

    O T+A tem pré configurações interessantes, quais eu ainda preciso aprofundar no estudo e nas audições para tecer algum comentário.

    Usando ele em conjunto com o HQplayer e fazendo audição criteriosa com relação aos filtros e PC simples, testei dois moduladores (EC não funciona em DSD512) aqui. Falta poder de processamento.

    E o modulador mais orgânico para o uso com o DAC é o ASDM7.

    Existe também o AMSDM7 512+fs, em um primeiro momento ele é mais "limpo e aerado", mas depois de audições mais longas o outro filtro ASDM7 se mostra mais musical e prazeroso, talvez timbres mais reais.

    O T+A também mostra diferença quando o AMSDM7 512+fs é usado em wide ou clean mode que são pré configurações do DAC. Nesse caso caso o Clean é melhor, ja nos outros moduladores wide se mostrou melhor.

    O Modulador AMSDM7 512+fs, se usado em upsampling menor do que DSD512 parece que não performa como deveria.

    Bom essas são minhas impressões iniciais.

    [​IMG]
     
    • 4
    • 1
  10. Uso aqui também o HQplayer mas com o daczinho IFI.
    As diferenças dos moduladores e filtros são bem sutis mas notáveis no longo prazo.

    Imagino com esse Porsche chamado T+A DAC8.... De sutis devem passar para escancaradas!

    É meu sonho de consumo atual.
     
    Última edição: 23 Mai 2020
    • 4
    • 1
  11. Klaatu

    Klaatu Klaatu Barada Nikto!


    Desde 3 Fev 2016
    Brasília
    Como os amigos sabem, faz algum tempo que sou usuário (bastante satisfeito) da dupla Roon + HQPlayer.

    Utilizo um Dell Gamer i7, exclusivo para o processamento de áudio, com o programa “Fidelizer” que prepara o computador para essa finalidade exclusiva.

    Meu ajuste atual no HQ é: filtro poly sinc xtr mp/modulador ASDM 5EC, taxa de upsampling DSD 48X256. Com o computador atual, este é o limite.

    Tendo dito isso, e considerando que o DAC T+A é notório por sua qualidade de áudio processando DSD 512, entendo que o que vou relatar é passível de melhoria.

    Importante ressaltar que, diferentemente do Anthony, eu já estava “acostumado” com o áudio proporcionado pelo upsampling DSD 256.

    Então, em uma bela noite de verão, o Silvio instalou o DAC T+A em meu sistema!:aplauso: Reforço que todo o resto permaneceu como estava. Nada mais foi alterado. Então, o que ocorreu?

    Bom, vou utilizar a descrição do Anthony, pq foi EXATAMENTE o que observei aqui. A diferença foi IMPRESSIONANTE! Como ele, eu captei detalhes que nunca havia percebido! E coisas do tipo “caramba, que vocal é esse! ” ou "da onde mesmo está vindo esse som??". :D

    Todo o resto que ele relatou eu também havia notado... melhor separação, posicionamento preciso dos instrumentos, tonalidade mais natural... Adiciono a essa lista a formação de um gigantesco palco!

    Assim, ficou muito fácil perceber o benefício gerado pelo novo equipamento.

    Ok, concordo que minhas referências foram estabelecidas com DACs de “classe inferior”. Talvez, por isso, a diferença em relação ao alemão tenha sido tão grande.

    Mas tenho certeza que a aquisição do T+A DSD 8 foi um excelente investimento! Estou realmente satisfeito e percebo que teremos uma longa jornada pela frente!

    Abs!
     
    • 4
    • 2
  12. Emmett Brown

    Emmett Brown Usuário

    1.112 2.524 846

    Desde 21 Abr 2006
    Recife
    Animado com os relatos... vou verificar por aqui também. :aplauso:

    Logo mais eu apareço. Nesse momento meu T+A está na Audiopax passando pela atualização de firmware (a empresa disponibilizou versão atual em que o DAC opera tanto em Windows como em Linux - e não apenas em um ou outro).

    Abração
     
    • 1
  13. R.Anthony

    R.Anthony --


    Desde 9 Set 2006
    Bhte - Brasil
    Firmware bilíngue ? rsrsrs

    hehehe agora falando sério, isso amplia demais o uso do DAC para quem usa interface a base de Linux, na verdade ele funcionava mas ficava limitado com o upsampling via Linux, o que não existe mais.

    Muito bom !!!

    Alias acho que eu até então sou um dos poucos que o uso em Win e sem tais interfaces linux based !
     
    • 1
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso