Clube do NAS DLINK DNS-320 ShareCenter

Discussão em 'HTPCs e Media Centers' iniciada por felipe.sartor, 1 Abr 2013.

  1. felipe.sartor

    felipe.sartor Usuário Ativo

    571 59 28

    Desde 13 Nov 2012
    Guarulhos/SP
    Venho inaugurar o clube do NAS DLink DNS 320.
    Muito provavelmente tudo que se disser por aqui servirá para a familia DLink DNS.

    Até o momento, de todos os modelos que pesquisei, esse se mostrou como melhor custo/beneficio.
    - Ele tem uma taxa de transferência razoável.
    - Aceita 1 ou 2 HDs simultâneos, em RAID 0, RAID 1, JBOD ou nada.
    - Pode ser expansível para 6TBs (usando 2x 3TB).
    - Download de torrents (P2P) e acesso externo.
    - Baixo consumo de energia.

    [​IMG]
    [​IMG]

    [​IMG]
    COMPARTILHE ARQUIVOS DIGITAIS LOCALMENTE E VIA INTERNET COM SEGURANÇA

    O Armazenamento de Rede de 2 Baias ShareCenter, quando utilizado com unidades internas SATA1, permite que os usuários compartilhem documentos, arquivos e mídia digital como músicas, fotos e vídeos com outros usuários em uma rede residencial ou de escritório. Também é possível acessar os arquivos remotamente via Internet utilizando o servidor de FTP seguro incorporado e o servidor de arquivos web.

    REALIZE O STREAMING DE CONTEÚDO DE MÍDIA DIGITAL COM O SERVIDOR DE MÍDIA INCORPORADO

    Faça o backup dos seus arquivos de mídia digital para o ShareCenter para proteção, e desfrute dos benefícios do servidor de mídia UPnP AV certificado pela DLNA®. Realize o stream de conteúdo digital para reprodutores de mídia compatíveis como o PlayStation® 3, Microsoft® Xbox, e linha de produtos MediaLounge da D-Link.

    DESFRUTE DO DESEMPENHO, PROTEÇÃO E FLEXIBILIDADE

    A disponibilidade de quatro modos de disco rígido diferentes (Standard, JBOD, RAID 0, RAID 1) permite que os usuários selecionem a conexão mais apropriada para suas necessidades. O modo Standard cria dois discos rígidos acessíveis separadamente. O JBOD combina as duas unidades para criar um único volume fácil de usar. O RAID 0 combina as duas unidades em uma configuração em faixas, que oferece o maior desempenho ao utilizar uma conexão Gigabit Ethernet. O RAID 1 cria uma cópia dos seus dados nas duas unidades, oferecendo máxima proteção; se uma unidade falha enquanto estiver configurada como RAID 1, a unidade não afetada continua funcionando como um drive único até que a unidade defeituosa seja substituída. O novo drive será então espelhado novamente, permitindo que o ShareCenter volte para sua proteção total.

    PADRÕES
    -IEEE 802.3
    -IEEE 802.3ab
    -IEEE 802.3u
    -TCP/IP
    -CIFS/SMB
    -NFS
    -AFP
    -Cliente DHCP
    -DDNS
    -NTP
    -FTP sobre SSL/TLS, FXP
    -HTTP/HTTPS
    -LLTD
    -PnP -X
    -UPnP AV
    -USB 2.0
    -Bonjour

    PORTAS
    -Porta Gigabit Ethernet 10/100/1000
    -Porta USB 2.0
    -Power

    TIPO DE DISCO RÍGIDO SUPORTADO
    -SATA I/II interno de 3.5"

    GERENCIAMENTO DE CONTAS
    -Gerenciamento de contas de usuários
    -Gerenciamento de contas de grupos
    -Gerenciamento de cotas de usuários/grupos
    -Gerenciamento de acesso à rede
    -Gerenciamento da montagem ISO

    GERENCIAMENTO DE BACKUPS
    -Programar backups do PC para o NAS
    -Programar backups locais
    -Programar backups remotos
    -Suporte Apple Time Machine
    -Backups USB

    GERENCIAMENTO DE DOWNLOADS
    -Download programado HTTP/FTP
    -Downloader Peer to Peer (P2P)

    GERENCIAMENTO DE DISCOS
    -Múltiplas configurações de discos rígidos: RAID 0, RAID 1, JBoD, Standard
    -Migração RAID de Não RAID para RAID 1
    -Formato de discos rígidos: EXT3
    -Scandisk
    -S.M.A.R.T.
    -Suporta Formato Avançado HDD

    COMPARTILHAMENTO DE ARQUIVOS
    -Máx. Contas de usuários: 64
    -Máx. Grupos: 10
    -Máx. Pastas compartilhadas: 64 (sem BT)
    -Máx. Conexões Samba simultâneas: 64

    COMPARTILHAMENTO REMOTO DE ARQUIVOS
    -Acesso remoto a arquivos (AjaXplorer)

    GERENCIAMENTO DE ENERGIA
    -Modo de economia de energia
    -Recuperação de energia automática
    -Desligamento programado
    -Controle de Ventoinhas Inteligentes
    -D-Link Green Ethernet

    FONTE DE ALIMENTAÇÃO
    -Fonte de alimentação externa
    -Comutação DC 12 V / 4 A

    CONSUMO DE ENERGIA
    -Modo normal: 15.7 W
    -Modo em espera: 8.2 W

    TEMPERATURA
    -Operação: 0° a 40° C (32° a 104° F)
    -Armazenamento: -20° a 70° C (-4° a 158° F)

    DIMENSÕES (C x P x A)
    -Item: 146,4 x 115 x 178,5 mm (5,8 x 4,5 x 7,0 polegadas)
    -Embalagem: 278 x 208 x 184 mm (8,2 x 10,9 x 7,2 polegadas)

    PESO
    -Item: 0.85 kg (1,87 libras)
    -Embalagem: 1,93 kg (4,246 libras)



    GUIA DE REFERÊNCIA

    Separei os conteúdos listados no tópico em categorias divididas por "nível técnico".
    Todos os novos proprietários deveriam, a principio, ler o conteúdo básico, pois com essas informações já é possível atender a praticamente todos os requisitos de uso.

    Os tópicos intermediários e avançados são destinados a poucos grupos de usuários que necessitam de soluções mais completas ou entusiastas. Lembrando que, apesar de muitos tutoriais estarem bem completos, é necessário um mínimo conhecimento em Linux.

    [BÁSICO]

    Instalação e configuração
    P2P / Torrents: Baixar Magnet Links
    P2P / Torrents: Como alterar o caminho dos downloads P2P
    Como reconhecer os HDs em um computador

    [INTERMEDIÁRIO]

    P2P / Torrents: Instalando o Transmission (P2P) através do fun_plug
    Contornando o problema do DLNA: Instalação do Twonky Media Server

    [AVANÇADO]

    Instalação do Debian Squeeze:

    Instalação do OwnCloud (https://owncloud.org/):

    Instalação do MiniDLNA Media Server (http://sourceforge.net/projects/minidlna/):

    Instalação do Plex Media Server (www.plexapp.com):

    Firmware alternativo (Alt-F)

    ADD-ONS OFICIAIS PARA O FIRMWARE ORIGINAL [320L e demais (EXCETO 320)]

    [LINKS E INFORMAÇÕES ÚTEIS]

    DNS-320
    Página oficial Dlink DNS320 (site brasileiro)
    Fórum oficial da DLink (inglês)
    Lista de HDs compativeis (reportadas por usuários ao site da DLink)
    Firmware - v2.03 final Rev A
    Firmware - v1.01b02 Rev B (para hardwares versão B1 e B2)
    FTP DLink (Repositório de Firmwares, Manuais, etc) <- ULTIMOS FIRMWARES!*

    DNS-320L
    Página oficial Dlink DNS320L (site brasileiro)
    Fórum oficial da DLink (inglês)
    Lista de HDs compativeis (reportadas por usuários ao site da DLink)
    Firmware - v1.03b04 (para hardwares A1, A2 e A3)
    FTP DLink (Repositório de Firmwares, Manuais, etc) <- ULTIMOS FIRMWARES!*

    Apple
    Como acessar arquivos do NAS através do IOS (sem depender do ITunes)


    [FAQ - Soluções de problemas pontuais]
     
    Última edição: 22 Jun 2015
    sinestro, demiurge, aherdy e 6 outros agradeceram.


    Anúncio do HT Forum
  2. felipe.sartor

    felipe.sartor Usuário Ativo

    571 59 28

    Desde 13 Nov 2012
    Guarulhos/SP
    Extremamente simples. De 10 a zero na configuração do meu antigo IOMEGA IX2-200. Nesse quesito a DLink acertou na mosca (e olha que eu sempre tive preconceitos com essa marca).

    1. Basta apenas abrir a tampa superior, encaixar os HDs de 3.5" em suas baias livres, espetar o cabo de rede e ligar o aparelho que, em poucos segundos, ele já estará ligado e poderá ser encontrado na rede. Note que os slots das HDs vem descritos como HD L e HD R (left / right), ou seja, esquerda e direita. Não existindo assim nenhuma indicação sobre qual é o HD1 ou HD Master. Não há nada que indique a necessidade de ser usado o slot direito ou esquerdo no caso de haver apenas 1 disco a ser utilizado.

    2. Agora é só colocar o cd de instalação e utilizar o utilitário para realizar as configurações.
      Ele encontrará automaticamente o equipamento na sua rede (se sua máquina estiver conectada a ela, obviamente).

      Apenas 3 pontos a tomar cuidado sobre a configuração (pois o resto é só clicar em NEXT e seguir as instruções):
      • É importante definir um endereço de email ao qual ele enviará notificações em casos de falhas e possíveis alertas. Para isso é preciso dar seu usuário/senha e definir o servidor SMTP. Uma dica aqui (que eu vou fazer em breve) é criar uma conta de email apenas para seu NAS utilizar. Assim você não deixa suas credenciais salvas no aparelho.
      • Escolher a forma que o ShareCenter irá trabalhar com os discos. Seja RAID 0, RAID 1, JBOD ou Standard.
        No meu caso, configurei com apenas 1 HD de 2tb (Seagate Baracuda 2tb SATA III). Ou seja, nada de RAIDs ou JBOD. O próprio ShareCenter tem um gestor de formatação de disco. Basta executar que ele deixa qualquer HD que for espetada prontinha para uso (muito diferente do meu antigo IOMEGA, que mantinha parte do sistema Linux nos discos. E era um parto utilizar outra HD).

        Note que em suas especificações é dito que suporta SATA I/II e o meu disco é SATA III. Talvez nao alcance o máximo desempenho, trabalhando em SATA II, porém não tive nenhum problema de incompatibilidade. Tudo OK aqui.
      • Em certo momento da instalação é solicitada a informação sobre endereçamento IP. Se você tem um roteador, o que é muito provável (rs), ele fará o papel de DHCP.
        Eu recomendo fortemente que você configure no seu roteador um endereço ip fixo para o seu NAS, através do MAC ADDRESS. Para localizá-lo, basta acessar a lista de máquinas na rede que você o identificará.
        Se isso for feito, então deixe essa opção do NAS habilitada (endereço IP dinâmico).

        Caso você não queira fazer isso fisicamente em seu router, pode utilizar o próprio gerenciador do NAS para definir um IP fixo. Mas lembre-se: Muito provavelmente acontecerão conflitos de ip em sua rede.

    3. Nesse ponto o equipamento já está configurado perfeitamente na rede e pode ser encontrado através do próprio Windows (ou Linux, ou outros).
      Porém caso você seja um usuário leigo e não saiba acessá-lo dessa forma, o utilitário dá a opção de realizar um mapeamento de unidade de rede. Ou seja, você pode configurar teu equipamento para ser visto através do menu "MEU COMPUTADOR" como sendo uma unidade de disco (assim como o famoso "C:"). Por exemplo, você pode deixá-lo como "Z:".
    Tudo muito simples e muito bem explicado no passo a passo. Agora você já pode retirar o cd, que não será mais necessário.

    Após tudo configurado, basta acessar o endereço ip do NAS (através do navegador) para acessar o painél de controles e definir algumas configurações avançadas.

    Por padrão, o ShareCenter já vem com a pasta raiz da unidade compartilhada (volume_1). É possível alterar os compartilhamentos no painél de controles.

    EDIT: Caso necessite de um melhor detalhamento sobre configurações e montagem, veja nesse link um ótimo guia, sugerido AQUI, pelo usuário LCPotye:
    http://www.jose-crispim.pt/artigos/armazenamento/armaz_art/04_nas_install.html
     
    Última edição: 19 Jan 2015
    Ninjitisu e FelipeDutra agradeceram.
  3. maguxx

    maguxx Mestre Ancião

    739 0 16

    Desde 17 Jan 2007
    Guarulhos
    parabens pelo brinquedo felipe...

    eu possuo o modelo mais novo o dns 323, estou muito satisfeito com o aparelho. Porém preciso passar minha rede para gigabit pois os m2ts estão travando na rede ao passar para o xbmc.

    att
     
    #3    
  4. felipe.sartor

    felipe.sartor Usuário Ativo

    571 59 28

    Desde 13 Nov 2012
    Guarulhos/SP
    Obrigado.
    Por enquanto não tenho do que reclamar. Obviamente por ser um modelo de baixo custo não posso cobrar um ótimo desempenho como eu cobraria de um Synology ou Iomega, por exemplo.

    Nos meus primeiros testes, por Wireless a taxa de transferência ficou em apenas 8~9/MBps. Por cabo, entre 10~11/MBps.

    Obviamente é uma taxa baixa. Tenho certeza que consigo melhorar isso ajeitando minha rede, pois por enquanto estou sofrendo do mesmo mal que você: minha rede é 10/100. Graças à porcaria de modem/router que veio com a GVT.

    Comprei esse equipamento apenas para fins de multimídia (e backup). Então nem preciso de tanto desempenho assim. Apenas mais paciência mesmo. Por enquanto tem sido suficiente para assistir filmes 3D 1080p pelo meu WD TV (que também está plugado no cabo) sem travar, então estou bem satisfeito.

    Assim que tiver algum tempo livre vou escrever algumas opiniões e dicas (que tive que procurar nos foruns gringos).
     
  5. felipe.sartor

    felipe.sartor Usuário Ativo

    571 59 28

    Desde 13 Nov 2012
    Guarulhos/SP
    Até o presente momento ainda não é possível adicionar um magnet link. Nenhuma previsão nos foruns oficiais de um release que faça isso. O DNS320 ainda suporta somente arquivos .torrent. Uma pena, pois está praticamente em desuso hoje em dia.

    Para tal tarefa existem 2 opções atualmente:

    1. Instalar alguns pacotes linux que façam o trabalho (e podem te fazer perder a garantia/suporte oficial). Nesse caso, é da instalação do fun_plug que estou falando. Veja aqui nesse post como fazer.

    2. Gerar o arquivo .torrent de um magnet link. Não é a coisa mais elegante, mas é bem funcional e simples. Então mãos na massa!

      Ao baixar um link magnet, basta configurar o seu programa de download p2p para salvar o arquivo .torrent em um local do disco que você conheça.

      No uTorrent (que é o programa p2p mais popular) você pode realizar essa configuração em:
      options > preferences > directories
      E setar a opção 'store torrents in' com o caminho desejado onde serão salvos os .torrents dos magnet links.

      Sendo assim, inicie o download desse magnet, vá até o diretório definido nas configurações do seu programa, espere até o arquivo .torrent aparecer, cancele o download e jogue esse arquivo para o nas! Muito rápido. Não demora quase nada.

    Dica: Ao configurar o diretório do .torrent a ser baixado pelo uTorrent, se você tiver mapeado a pasta P2P na tua rede, pode deixar baixar direto para a pasta P2P/Torrent. Sendo assim, o torrent já entrará automaticamente na fila de downloads do gerenciador do NAS (pois todos os .torrents jogados nessa pasta são iniciados automaticamente, sem precisar adicionar o caminho pelo gerenciador).
     
    cfcsosa agradeceu.
  6. felipe.sartor

    felipe.sartor Usuário Ativo

    571 59 28

    Desde 13 Nov 2012
    Guarulhos/SP
    O caminho original onde o gerenciador de downloads p2p baixa os arquivos é:
    volume_1/p2p/

    Não é possivel alterar o diretório que ele faz o download. Apenas o volume em que ele os guarda.

    Problema 1: Não é possivel encontrar essa pasta através da minha rede Windows!

    Sim, o Windows não detecta a mesma. O que você pode fazer para conseguir encontrá-la é abrir o gerenciador do NAS e ir até o menu de compartilhamento de rede.
    Lá você consegue navegar pelas pastas do seu volume e assim, realizar o compartilhamento da pasta p2p.

    Pronto, agora ela será vista em sua rede Windows.

    Problema 2: Transferir os arquivos da pasta P2P para outra pasta.

    No meu caso, utilizo o NAS apenas para servidor multimidia, então possuo arquivos relativamente pesados.

    Quando você acessa o equipamento pela sua rede e faz uma cópia de algum arquivo e o cola em outro diretório, o que acontece é que pode demorar muito para isso ser feito.
    Você pode pensar que é algum problema do NAS, pois não deveria demorar tanto mover arquivos dentro do mesmo disco.
    Porém lembre-se: Ao realizar um CTRL-C e CTRL-V de algum arquivo de outra máquina da rede você está copiando/movendo o arquivo do diretório em questão para sua máquina local, e só então você retorna esse arquivo ao seu destino.
    Pode demorar horas para transferir um mísero filme da pasta P2P para sua pasta desejada se assim for feito.

    Solução: Mover os arquivos desejados pelo próprio gerenciador de arquivos do NAS. Abra seu painél de controles e vá até o 'Web File Server'.
    Com ele você consegue navegar em todas as pastas (mesmo as que não estão compartilhadas).
    Também consegue clicar com o direito e realizar as ações mais comuns, como recortar e colar.

    Selecione o arquivo desejado, recorte, vá até o diretório desejado e cole.
    Pronto! Praticamente como se estivesse fazendo a operação localmente.
     
    djrick74 agradeceu.
  7. felipe.sartor

    felipe.sartor Usuário Ativo

    571 59 28

    Desde 13 Nov 2012
    Guarulhos/SP
    Quem quiser tentar brincar um pouco com o NAS e instalar outro gerenciador de downloads de torrents, pode começar pelo Transmission. Mas para isso é necessário realizar algumas etapas não tão simples. A iniciar pelo pacote que irá liberar nossos acessos por telnet e ssh ao NAS.

    O fun_plug é um pacote linux que permite que realizemos alguns "tweaks". Ele libera intalações de Telnet, SSH, MySql, Apache, entre outros.
    Sua instalação é ridiculamente simples, porém sua configuração no entanto, não.

    Para ver todos os pacotes "instaláveis" através desse plugin, basta acessar esse link:
    http://www.inreto.de/dns323/fun-plug/0.7/arm/PACKAGES.html

    Aqui existe um tutorial em português interessante para a instalação apenas do fun_plug:

    http://www.devhouse.com.br/instalando-o-fonz-fun_plug-no-d-link-dns-320-nas/

    Mas o melhor tutorial que encontrei para o nosso modelo segue no link abaixo.
    Na mesma página também temos o tutorial de como instalar o Transmission.

    http://klseet.com/index.php/d-link-dns-320-nas/173

    Importante:
    Ainda não realizei essa instalação para testar, mas já pesquisei bastante. Então não posso afirmar se realmente o tutorial está 100% ou se tem alguma coisa divergente.

    Se alguém realizar essa instalação, favor comentar e postar possíveis correções/updates.

    EDIT:
    - Correção do bug que faz o transmission parar de responder após restart do NAS
     
    sinestro agradeceu.
  8. vitaoudi

    vitaoudi Usuário

    74 1 8

    Desde 20 Mar 2009
    UBERLANDIA
    Felipe, vc sabe se eh possivel instalar o jdownloader e media server ( plex, xbmc) nele??

     
  9. felipe.sartor

    felipe.sartor Usuário Ativo

    571 59 28

    Desde 13 Nov 2012
    Guarulhos/SP
    Olha, acho que especificamente o XBMC não é possível, já que ele não tem interface gráfica que não seja pelo browser (e nem saída para monitor ou HDMI). Mesmo se for possível instalar como servidor DLNA não vejo vantagem, já que para esse propósito ele não é tão eficiente.

    O PLEX talvez sim. Porém acredito ter que fazer algumas gambiarras na instalação. Não faço idéia de como fazer isso. Nunca instalei o Plex em nenhum linux.

    Ele já vem com um servidor DLNA sem vergonha instalado, então creio existirem outros disponíveis através do fun_plug. Se não me engando, já li rumores de gente que instalou um sistema Debian inteiro nele e trabalha tudo em linha de comando SSH. Mas isso pra mim não é negócio. rs

    Aqui existe um tutorial que encontrei sobre a instalação de um servidor chamado Twonky Server. Acredito ser um media server interessante:
    http://nas-tweaks.net/384/installation-of-twonky-server-7-on-nas-devices/

    Só tem um outro porém: o hardware dele é bem simples. Não sei se aguentaria o tranco de um filme com alto bitrate.
     
  10. AAHSP

    AAHSP Usuário

    44 0 6

    Desde 10 Jun 2007
    São paulo
    Oi Felipe, Comprou ele aqui no Brasil ou trouxe de fora? Poderia indicar onde comprou?

    Valeu
    André
     
    #10    
  11. felipe.sartor

    felipe.sartor Usuário Ativo

    571 59 28

    Desde 13 Nov 2012
    Guarulhos/SP
    Comprei aqui mesmo. Paguei R$399,00 com frete incluso aqui nessa loja:
    http://www.techclube.com.br/storage-g-link-dns-320-2-hd-s-3t-dns-320

    Tudo certinho, compensou o boleto em 2 dias, enviaram no dia que foi compensado. Chegou muito bem embalado.
    Nada a reclamar da loja.
     
  12. marcio.conte

    marcio.conte Usuário

    2 0 0

    Desde 22 Abr 2013
    Florianópolis/SC/BR
    Olá Felipe,
    Estou pensando em comprar um NAS de baixo custo com as mesmas características que acredito você tenha usado para escolher o melhor custo x benefício.
    Nas minhas buscas encontrei (no mesmo site onde você comprou o seu) um tal DNS-320L... pelo que entendi é uma versão mais recente e que tem um custo muito semelhante. O problema é que não o encontrei no site da d-link Brasil (apesar de algumas referências apontarem para isso). Você conhece? Chegou a avaliá-lo na sua compra? O que acha?
     
  13. felipe.sartor

    felipe.sartor Usuário Ativo

    571 59 28

    Desde 13 Nov 2012
    Guarulhos/SP
    Olha, pela rápida fuçada que dei aqui na internet, encontrei uma razoável diferença de hardware entre eles.
    Aqui tem o link do 320L no site da DLINK: http://www.dlink.com.br/produtos-detalhes/items/dns-320l.html

    DNS-320L
    Processor: Marvell Kirkwood 88F6702 @1GHz
    Ethernet: Marvell 88E1318
    Memory: 256MB
    Flash: 128MB
    Kernel: 2.6.31.8
    C-Lbrary: 4.3.2
    FileSystem: EXT4
    USB port: 1 x 2.0 (rear)
    Cooling Fan: AVC DS04010B12U
    Power Adapter: 12V, 3A

    DNS-320
    Processor: Marvell Kirkwood 88F6281 @800Mhz
    Ethernet: Marvell 88E1116R
    Memory: 128MB
    Flash: 128MB
    Kernel: 2.6.22.18
    C-library: 4.2.1
    FileSystem: EXT3
    USB port: 1 x 2.0 (front)
    Cooling Fan: ADDA AD0405HB-G73
    Power Adapter: 12V, 4A

    Na época que comprei, não tinha visto o 320L. Mas também acredito que não faria diferença.. Seu processador é um pouco mais potente, e possui mais memória. Talvez a memória ajude um pouco na taxa de gravação e/ou leitura dos arquivos, trabalhando como um cache maior.. Não sei.
    Mas acredito que se houver alguma melhora de acordo com o hardware, não seja tão considerável.

    Pra mim, o principal ponto de diferença é no sistema de arquivos. EXT4 é melhor que EXT3.
    Veja dois testes de performance (Leitura / Escrita) que achei:

    [​IMG]
    [​IMG]

    Se o preço estiver praticamente igual, com certeza vá no melhor hardware. rs
    Se for uma diferença de preço razoável e o uso não exigir alto desempenho, pegue o mais barato mesmo.

    EDITADO: Nesse exato momento existe uma grande diferença também nos firmwares oficiais. O firmware do 320L suporta NATIVAMENTE alguns ADD-ONs desenvolvidos pela comunidade, enquanto o do 320 ainda não. E segundo a DLink, não existe data prevista para isso.
     
    Última edição: 10 Dez 2014
  14. viniartes

    viniartes Usuário

    1 0 0

    Desde 25 Abr 2013
    Lavras Minas Gerais Brasil
    Felipe, parabéns pelo post acima mas não tive o mesmo sucesso que você, portanto gostaria de pedir sua ajuda e do demais amigos do forum estou tendo um problema estranho não consigo acessar meu sharecenter 320L ao ligar o equipamento ele liga o led do power na cor azul e fica piscando direto, dai quando tento acessar ele não tenho sucesso, quando chega na parte de configurar o ip de acesso ele pede uma senha, cujo manual fala que é usuário admin e senha em branco, coloco a senha mas ele me retorna erro de usuário e senha, você saberia me auxiliar de alguma maneira a configura-lo ?
     
  15. leoribeiro

    leoribeiro Usuário

    131 0 0

    Desde 23 Ago 2008
    Salvador
    Vamos ver se minha experiencia lhe ajuda , adquirir um ontem e ja tive que trocar pois o primeiro nao reconhecia o HD, quando ligar a luz do power fica piscando como se estivesse dando boot , a luz do hd se nao tiver formatado por ele vai ficar vermelha, quando a luz do power parar de piscar ai vc pode usar o cd para iniciar a configuração.

    Eu estou com algumas duvidas também , ja acesso o NAS e vejo as configurações , o meu com um certo tempo desliga e so fica acessa a luz do HD , nao sei como religa-lo ou tira-lo da hibernação , ja desabilitei a hibernação dos HDS

    A finalidade do meu é para baixar torrentes e para usar o recurso de DLNA , para servir como servidor de midia para minha casa onde tenho 4 tvs smart .

    Se alguem ja tiver essa experiencia agradeceria.
     
  16. felipe.sartor

    felipe.sartor Usuário Ativo

    571 59 28

    Desde 13 Nov 2012
    Guarulhos/SP
    Sobre a senha, tente coisas do tipo:
    user: admin e passw: admin ou administrator
    ou usuário e senha em branco.

    Se não der mesmo assim, tente fazer um reset. Eu acho que ele tem um botão de reset atrás.
    Dê uma lida no manual. Pena não estar na frente do meu agora para ajudá-lo.

    ---------- Mensagem adicionada às 14:41 ---------- Mensagem anterior foi enviada às 14:37 ----------

    Seu HD já está configurado certinho? Formatado? Quantos HDs estão nele e em que formato está o RAID?
    Ele está funcionando e o unico problema é sobre o desligamento automático, certo?

    Tenho dois palpites iniciais:
    1) Seu hd pode estar bixado ou não suportar hibernação.. (torcemos para não)
    2) Você tem algum problema na rede elétrica. Pelo que percebi, esse NAS consome muito pouca energia. E parece ser bem sensivel quanto a surtos e picos de tensões. Talvez sua eletricidade caia e o desligue. Tem uma opção (que não me lembro agora onde é) onde você pode dizer o que fazer no caso de queda de energia: Deixar desligado ou retornar ao estado em que ele se encontrava. Deixe essa opção habilitada. Se a energia cair e ele estiver ligado, quando a energia voltar ele se ligará automaticamente.
    Faça isso e ative o envio de emails. Selecione a opção de email quando ele for ligado. Assim você consegue acompanhar o que está acontecendo.
     
  17. leoribeiro

    leoribeiro Usuário

    131 0 0

    Desde 23 Ago 2008
    Salvador

    Gostaria de agradecer sua atenção :

    Esta tudo ok , era so questao de configuração, mesmo quando ele desliga eu o acesso digitando o ip dele e entrando na interface de configuração.


    1- Coloquei ele direto na minha rede domestica , ligado ao roteador sem fio , configurei ele como ip fixo e as demais informações, e deixei o ip dele reservado no roteador tplink.
    2- ativei a função p2p e ja fiz um teste baixando torrent, funcionou tranquilo
    3- mapei a unidade de rede nos computadores para ter acesso a ele ( estou usando para teste 1 hd de 1tb, devo partir para 2 de 2tb )
    4- ativei pelo manual a função DLNA ( a que mais me importa ) as tv o reconhecem, mas aparecem 3 pastas vazias ( video, musica , e foto ), agora eu vou me concentrar para poder usar ele para puxar os filmes e seriados que estao amarzenados nele sendo puxados pelas tv smart. ( preciso de saber mais , estou pesquisando )


    Sobre ele desligar tem uma funçao idle time que vc determina em quando o aparelho desliga sem uso açao, vc pode religa-lo pelo web management

    ---------- Mensagem adicionada às 11:57 ---------- Mensagem anterior foi enviada às 11:55 ----------

    O botao do reset do 320 L fica em baixo dele
     
  18. otavio_neto2000

    otavio_neto2000 Usuário

    191 1 18

    Desde 30 Jun 2009
    Natal;RN;Brasil
    Caros amigos, estou querendo transformar o DNS-320 em um NVR (Network Video Recorder) para gravar imagens de Cameras IP. A D-Link tem um produto especifico para isso, é o DNR-322L.
    A pergunta é: Usando o que foi comentado na pagina anterior, é possível instalar um software de gravação de cameras IP nele através do fun_plug?
     
  19. felipe.sartor

    felipe.sartor Usuário Ativo

    571 59 28

    Desde 13 Nov 2012
    Guarulhos/SP
    Cara, sobre a função DLNA... não querendo te decepcionar, maaaassssss... o servidor nativo dele é muito xinfrim. Tenho uns 20 filmes e umas 5 séries nele. Vários formatos. E ele não encontrou nada até agora. Mas para mim não importa, pois eu tenho um WD TV acessando diretamente o NAS. Mas se você for usar ele com esse principio, melhor instalar o fun_plug e tentar instalar o Twonky (que eu sei que é possivel) ou outro qualquer. :(
     
    richarddepaula agradeceu.
  20. Jorpaes

    Jorpaes Usuário Muito Ativo

    3.277 380 63

    Desde 21 Jun 2010
    RJ
    Olá pessoal,

    Estou pensando em algum storage e encontrei este tópico, talvez compre o 320L e gostaria da opinião de quem já tem o produto ou algo parecido.

    Minha TV não é smart, tenho uma LCD de 40" e uso um hd externo de 500GB onde faço o processo de baixar os filmes, colocá-lo no HD e plugar na USB desta tv.

    A minha ideia é, ter o storage ligado por cabo, no roteador, e pela USB nesta tv LCD de 40". (exemplo abaixo)

    [​IMG]

    Pergunto: vai funcionar?
    Será que a USB da minha tv irá reconhecer os HDs do storage?

    Li no manual da minha tv que um dispositivo USB que necessite de muita energia (mais de 500 mA ou 5V), pode não ser suportado.

    A princípio um storage tem sua própria fonte e entendo que não usaria a fonte pela USB, estou correto?

    Escrevi para a Samsung Brasil, veja abaixo a resposta:

    Conforme no manual consta O Media Play suporta apenas os dispositivos de classe de armazenamento em massa USB (MSC). MSC é um dispositivo de armazenamento em massa (Mass Storage Class Bulk-Only Transport). Exemplos de MSC são microunidades (thumb drives), leitores de cartões Flash e USB HDD (HUB e USB não são compatíveis). Os dispositivos devem ser conectados diretamente à porta USB da TV. Nesse caso seu aparelho suporta storage porem não garantimos funcionamento de acessórios não originais Samsung,

    Vi no site americano da Samsung essa descrição:

    Important:
    Although there are many DLNA certified programs available for use and Samsung does not discourage anyone from using other DLNA software we only support and guarantee functionality with Samsungs PC Share Manager software.
    Samsung does not support streaming from NAS (Network Attached Storage) devices. Third party software may allow this, however it is not supported by Samsung.



    Aguardo opiniões e orientações.