Anúncio do HT Forum

Clube dos cabos ASI Liveline

Discussão em 'Cabos e Conexões de Áudio' iniciada por Luiz Hallei, 8 Abr 2010.

  1. Luiz Hallei

    Luiz Hallei Usuário


    Desde 14 Abr 2006
    BRASIL
    Anúncio do HT Forum
    Pessoal: compartilho aqui uma experiência super legal(y)
    Desde que cedi às evidências que cabos fazem muita diferença:concordo:, podendo fazer brilhar ou matar um sistema todo, comecei a prestar atenção nas mudanças que os colegas e amigos faziam, aos custos disso:lol: e principalmente ao que eu pudesse testar em casa.
    Percebi que existem muitos quebra-galhos:preoc:, bons cabos de entrada(y), ótimos cabos:aplauso: e os super-cabos:aplauso:
    Recebi ontem do Samú um ASI Liveline... fui dormir às 2 da madruga:queixo: .
    Já tinha dois ótimos cabos(um Supra Sword para médios/agudos e me dava o luxo de um Krell Reference somente para os graves), mas o ASI sozinho faz tudo e mais um pouco.
    Não é algo que possa ser medido "em metros" :lol:, até pq já sai de uma condição privilegiada, mas ele conseguiu acrescentar bastante num sistema que eu já considerava no limite.
    Clareza, timbre, foco e o seu forte: palco estupendo:aplauso: sensação de instrumento real tocando lá na sua frente.
    Um Super-Cabo.
    Posto fotos e novas impressões em breve.
     
    Anúncio do HT Forum
  2. Lut&erio @lves

    Lut&erio @lves Usuário


    Desde 15 Jun 2003
    Minas Gerais
    ASI Liveline - você ainda vai ouvir falar destes cabos.

    Tenho um par tocando minhas caixas e estou gostando.

    Apesar de desconhecidos por aqui estes cabos são bem legais(y)
     
  3. Luiz Hallei

    Luiz Hallei Usuário


    Desde 14 Abr 2006
    BRASIL
    Eu e o Edu Prado passamos a tarde hoje testando algumas configurações aqui em casa (Edu, um prazer recebê-lo sempre:aplauso:)
    Uma configuração fez com que o sistema tocasse algo que eu nunca esperaria ouvir aqui em casa:

    2 XLR Valhalla (entre player e pré e entre pré-power) e o ASI nas caixas.

    Um "dedinho" abaixo em arejamento e clareza do XLR Valhalla entre pré-player e o XLR ASI entre pre-power, um belíssimo cabo:aplauso:.

    Em termos de timbre ambas as configurações se equivalem.
    Confirmo uma conclusão minha que mudanças de cabeamento muitas vezes são mais interessantes que a troca de eletrônica.
    Vc se espanta com que vc já tem e o que ele possa render ainda.
     
  4. Luís Marrese

    Luís Marrese Usuário


    Desde 27 Abr 2007
    MG
    Gostaria também de compartilhar com os colegas as primeiras impressões que tive do cabo ASI Interconect, graças a simpatia e confiança do nobre amigo Samuel, que gentilmente cedeu-me um cabo XLR para testar em meu sistema, mais especificamente fazendo a ligação entre o power Primare A32 e o pré EAR 868.
    As primeiras impressões são excelentes. Pude observar de cara que se trata de um produto excepcional. O silêncio de fundo é fantástico, e, com isso, destacam-se os detalhes com muita facilidade, privilegiando o palco sonoro. É um cabo muito detalhado e refinado, sem ser analítico. Proporcionou uma musicalidade incrível e a vontade que tenho é de ficar ouvindo horas e horas dado o seu conforto auditivo. Devo dizer que estou impressionado. O problema é um só: não dá vontade de devolver e, quem sabe, em breve, juntando uns troquinhos, possa adquiri-lo. Com certeza, é o melhor cabo interconect que já passou em meu sistema. Abraço a todos.

    Luis Marrese(y)
     
  5. ivaldo bara

    ivaldo bara Usuário


    Desde 22 Out 2006
    erechim rs brasil
    Colegas

    Já existe distribuidor destes cabos no Brasil?
    ou os colegas adquiriram pela internet?

    Ivaldo
     
  6. Lut&erio @lves

    Lut&erio @lves Usuário


    Desde 15 Jun 2003
    Minas Gerais
    Os meus eu adquiri do Samuel aqui do Forum

    O Samuel é um cara super paciente e super gente fina. Deixo aqui registrado o meu agradecimento a ele.
    Enchi a paciência dele semanas a fio com perguntas e duvidas e ele foi super bacana.

    E como já eram cabos que ele estava testando no sistema dele já vieram queimados. Foi chegar, montar e curtir.

    Uma coisa que achei legal neste cabo é que você consegue usá-lo com spade ou banana. Junto com o cabo vem as 2 opções e você monta a que melhor lhe convier. Achei uma boa sacada do fabricante.
     
  7. Samuel

    Samuel Eric Draven


    Desde 27 Out 2003
    Campinas-SP
    Luterio

    Fico agradecido pelos seus elogios. Muito obrigado.(y)
     
  8. Luiz Hallei

    Luiz Hallei Usuário


    Desde 14 Abr 2006
    BRASIL
    É o Samú mesmo quem representa os cabos por essas bandas.
    São novos no mercado e vc não acha nos usados.
    Os testes que fiz foram assustadores:preoc:: para as Tannoy foram os melhores que testei até hoje (abertos, controlados, palco estupendo(y))
    O XLR da ASI está próximo ao patamar de um Valhalla de interconexão.
    Gostaria muito de um dia poder testar 2 ASI de interconexão e ver como ficam em dupla, já que no teste de sábado eu usei ASI+ Valhalla, Transparent + Valhalla e 2 Valhallas, o que convenhamos é uma covardia pois o sinergismo é absurdo.
    Já encomendei o meu de caixa(y)
    Não tive como não colocá-lo de vez tocando por aqui:D
     
  9. Leo1311

    Leo1311 Usuário


    Desde 14 Mai 2008
    Brasília/DF
  10. Tive o prazer de ficar alguns dias com este cabo, após três dias cheguei a mesma conclusão que o Tom! :aplauso:

    :aplauso: :aplauso: :aplauso: :aplauso: :aplauso: :aplauso: :aplauso:


    Muito pertinente a sua observação, já ouvi muitos cabos aqui em casa, cabos notadamente ruins, outros medianos e alguns bons mas poucos bons e não analíticos, não adianta ser detalhado, ter timbre, ter micro e macro dinâmica e ser analítico, na minha opinião cabo analítico acaba levando a fadiga auditiva.



    Quero acrescentar mais um review interessante.

    http://sixmoons.com/audioreviews/acousticsystem6/liveline_2.html


     
  11. Luiz Hallei

    Luiz Hallei Usuário


    Desde 14 Abr 2006
    BRASIL
    O meu chegou hoje:D
    Com umas poucas horas de amaciamento já mostrou pra que veio:aplauso:
     
  12. Leo1311

    Leo1311 Usuário


    Desde 14 Mai 2008
    Brasília/DF
    Luiz,

    parabéns! Qual foi o cabo?

    Quando puder, poste novas impressões.

    Abraço,

    Léo.
     
  13. cesar miranda

    cesar miranda Usuário


    Desde 20 Ago 2008
    sao paulo/sp/brasil
    Lembro-me como se fosse ontem, a primeira vez que ouvi um sistema de Áudio dedicado. Foi um convite de um amigo de orquestra em 2001, quando ensaiávamos um quarteto de cordas de Beethoven e outro de Haydn.
    Na semana seguinte fui visitá-lo, e fiquei encantado com o que ouvi ali. Seu sistema era
    formado por caixas Dynaudio Contour 1.3SE,Cabos Van Den Hul ,Cd player Rega 2000, Pré Audible ilusion,e Power Bryston, tudo pra mim era novidade, Guardo boas lembranças daquele dia, só não imaginava que iria me envolver tanto com a Audiofilia.
    Esta relação com o Áudio em particular, deu-se pelo fato de haver muitas semelhanças com a escolha de meus instrumentos (Violino, Arco, Cordas e Breu) dada a complexidade, sinergia e varias combinações para adquirir o resultado utilizados em minhas avaliações. Explico: Termos como; Equilíbrio Tonal, Corpo Harmônico, Dinâmica, Resposta, Timbre (Brilhante, Opaco, Nasal, Metálico, Aberto, Apagado) e outras características que encontramos em comum na avaliação do Áudio Hi End e nas escolhas de alguns instrumentos musicais.
    Esta longa introdução é pra dizer que, sempre que possível, utilizo minha experiência
    como musico para escolhas de cada equipamento de áudio, como se escolhesse um violino, arco, ou corda!
    A partir de agora, quero compartilhar minhas experiências com estes incríveis cabos da
    ASI Liveline do criador Franck Tchang .
    Em meu sistema atual, tive a oportunidade de ouvir e ter vários cabos de Caixa,Interligação RCA, e Força. Cito alguns exemplos; Supra Sword (rca,caixa) Chord Índigo (rca) Purist Aqueous (rca) Logical Millenium (rca,força) Anti Cable (rca,caixa)
    Combak xdc-2 (força),Van Den Hul Mainsserver (força) Zu Libtec (caixa) e ainda comigo o Zu Varial mk3 (rca) e o Virtual Dynamics David 2 (força).
    Dados do sistema: Audiopax mono model 55, Audiopax Pré model 5 , Audiopax Pré model apx-01. Cd player Rega Apollo, Bluenote Sttibert (empréstimo),Caixas Audiopax
    Kxw 505 e Amphion Argon 2 (empréstimo).
    Recebi 2 pares do ASI interligação RCA e 2 cabo de força,fui informado que já estavam amaciados e isso facilitou a audição.
    Comecei ouvindo um violino solo,em seguida violino Barroco, depois cravo,piano,Flauta solo, Clarinete,percussão , vozes a capela, quarteto de cordas,quinteto de metais, Blues, Jazz,e orquestra .
    O primeiro impacto, o primeiro acorde, o timbre foram mais reais, soando menos gravação, e mais próximos de um evento real. Se tivesse que definir em apenas uma palavra, diria ( neutralidade )ausência de assinatura sônica .
    Este cabo é muito revelador,porem não adiciona características particulares como luminosidade e abertura nos médios altos e agudos,muito comum em cabos caríssimos que ouvi.
    O ASI Liveline,se molda de acordo com o componente detrás dele,seu comportamento é muito fiel,não espere que resolva possíveis deficiências,Ele não se presta a equalizações.
    A certeza de sua neutralidade e fidelidade veio por utilizar 2 pres amplificadores e 2 cd players,demonstrando sem perdão todas as qualidades e limitações.
    Utilizando o Pré apx-01 single ended valvulado, o som era doce,os transientes mais relaxado,os graves mais soltos,os médios soavam liquidos e refinados,o ataque era menos impactante e o palco mais difuso.
    Ao utilizar o Audiopax model 5,muitas características se alteraram significativamente,como:Transientes mais precisos,Graves muito controlados,transparência superior,foco muito preciso,timbre mais real e menos arredondado,dinâmica soberba, e corpo harmônico muito proporcional.Como disse o ASI Liveline deixa os componentes soarem o que realmente são!
    O mesmo aconteceu com a troca de CD players. Com o Rega Apollo tudo soa muito equilibrado, porem seu palco é um pouco baixo, sua macro dinâmica é inferior ao Bluenote Sttibert e o corpo harmônico é um pouco menor, no demais o Rega Apollo é superior em transparência, transientes, ataque, precisão, foco dos instrumentos, e mais uma vez o ASI parece não alterar as características do equipamento, revelando tudo com incrível neutralidade.

    Conclusão
    Claro que toda esta experiência, foi baseada e comparada com todos os cabos a cima citados ,mas devo dizer que somente o Zu Varial mk3 e o Chord Índigo pode ombrear com o ASI Liveline.
    O Zu Varial mk3 é incrivelmente detalhado, mas as vezes parece ser um pouco nervoso e o grave é um pouco seco demais para meu gosto,Ele melhora os graves do pré Apx -01 deixando-os mais secos,mais passa um pouco do ponto no Pré Model 5,e ai o ASI mostra sua superioridade não adicionando e nem subtraindo nada.
    O Chord índigo é muito bom, porem seu extremo agudo tem uma leve borda brilhante e incomoda com o tempo, e sua transparência é menor que a dos concorrentes.
    Com relação ao Cabo de Força, ele compartilha das mesmas características mágicas de neutralidade dos cabos de interligações.

    Gostaria de agradecer e parabenizar o colega deste fórum o Samuel Borges por tão feliz representação oficial destes incríveis cabos da ASI Liveline. P.S; Vale lembrar que o Srajan Ebaen (6moons) e outros articulistas estão usando como referencia em seus sistemas os cabos da ASI LIVELINE,o cabo (RCA,e o Digital) foi considerado melhor que o Sthealt Indra de mais de 5000 mil dólares. (Preco USA)

    Abraço a todos
     
  14. Luiz Hallei

    Luiz Hallei Usuário


    Desde 14 Abr 2006
    BRASIL
    O Cesar Miranda falou tudo e no final colocou uma coisa bem interessante: alguns cabos tem ótimas performances, fazem parte ds linha top da marca, mas depois de pouco tempo algo passa a te incomodar na sonoridade: um excesso disso, um brilho fora, um certo velamento naquilo... acaba dando a sensação de falta de naturalidade.

    Naturalidade é a principal característica do ASI.(y)
     
  15. cesar miranda

    cesar miranda Usuário


    Desde 20 Ago 2008
    sao paulo/sp/brasil
    Luiz, obrigado por citar o meu teste,e realmente temos muita sorte de conhecer este incrivel cabo.

    Abraçao:feliz:
     
  16. galvs

    galvs suficiente


    Desde 1 Mar 2007
    Porto Alegre/RS/Brasil
    [FONT=Arial,Helvetica,Geneva,Swiss,SunSans-Regular]Do review:
    http://sixmoons.com/audioreviews/acousticsystem6/liveline.html


    Termination with a Neutrik RCA connector is next. From all the connectors Franck tested personally and then with a listener panel, the ultra-cheap Neutriks sounded best. Only, he still saw the need for three decompression holes to the connector's body.

    [​IMG]

    Senhores, fico pensando qual seria a função dos "orifícios de descompressão" no(s) conectore(s) do cabo.
    Alguém poderia tecer considerações a respeito?
    [/FONT]
     
  17. cesar miranda

    cesar miranda Usuário


    Desde 20 Ago 2008
    sao paulo/sp/brasil
    (y)
    Nao Faco a menor ideia,mas acredito que o proprio fabricante possa responder a voce,ok! (y)
     
  18. Batuta

    Batuta Sou Todo Ouvidos


    Desde 10 Set 2006
    Rio de Janeiro/RJ/Brasil
    Orifícios de descompressão?!?:confuso::suspeito:
    Será que tem explicação pra isso?

    (y)
    Robson
     
  19. Samuel

    Samuel Eric Draven


    Desde 27 Out 2003
    Campinas-SP
    O conceito é simples.
    Basicamente o papel dos furos é ajudar a dissipar a energia que o conector recebe de volta por conta das reverberações da sala. Lembrando que tudo numa sala vibra quando vc ouve música. Por isso que muitos audiófilos usam racks sólidos, spikes nas caixas e etc.

    É o mesmo princípio utilizado em vários outros cabos hi-end com sistemas anti-vibração.

    Esse mesmo expediente é utilizado nos cabos de caixa da ASI e ajudam a diminuir os problemas com ressonâncias. Dessa forma os graves ficam mais corretos, secos e precisos.(y)
     
  20. zerob

    zerob Usuário


    Desde 8 Ago 2005
    R.J.
    Bom dia ,

    O , digamos , conceito do montador , é tudo menos simples .

    Todos os objetos numa sala estão sempre recebendo vibrações provenientes de diversas fontes sonoras ( de uma buzina na rua a um CD tocando ) , dependendo das características de cada objeto ( um cinzeiro , uma cortina ou um conector ) a absorção e a reflexão das ondas ocorrerão de maneiras distintas .

    Vamos admitir , a titulo de hipótese , que um conector receba vibrações a ponto destas afetarem o seu desempenho ( hipótese esta que precisa de muito embasamento , muito maior elaboração e , é claro , evidências , para que ao menos possa merecer ser considerada ) .

    Supondo-se a validade desta hipótese , , não seria mais lógico então que o conector fosse revestido com um material fono-absorvente ou então forrado internamente com um ( estas são as soluções existentes no mundo fisico : para enfrentar absorção , dissipação ou reflexão )

    Mas colocar três furos num conector ( por que furos e não ranhuras ? ) e afirmar que a " energia " ali acumulada será assim " descomprimida " ( decompressed ) parece mais uma solução tirada do principio da caldeira a vapor .

    Abraços ,

    zerob
     
  1. Este site usa cookies. Se você continuar a usar este site, automaticamente concorda com nosso uso de cookies.
    Fechar Aviso