Anúncio do HT Forum

Clube Novo Virtus e Polo TSI

Discussão em 'Mercado, Marcas e Modelos' iniciada por CarlosRoberto, 22 Fev 2017.

  1. M E N A U

    M E N A U _____________ad augusta _____________per angusta


    Desde 13 Abr 2010
    Aqui-BR
    Que esse 1.0T vai ter potência suficiente pra ultrapassagens é algo quase certo.
    A questão é que intuitivamente, numa ultrapassagem em pista simples, tende-se a pisar fundo.
    Um motorista comum, maioria, não sabe nada de curva de torque, que não adianta cravar o pé neste caso, fazer subir o giro, com kick down e redução de marcha.
    E nesta situação, deve ser fácil chegar e ultrapassar os 4.000 RPM, situação, que, conforme relatos há vibração do conjunto, sentida inclusive no pé e piso do carro.
    É uma características que alguns podem reprovar, mas pelo conjunto da obra não desabonaria o carro.
    Ou seja, é o oposto de um motor VTEC, girador, que se acostuma a buscar RPM acima de 4.000, onde o carro acorda pra valer, com alguma grita, mas sem aspereza ou vibrações.
    Não julgo razoável não conseguir admitir eventuais pontos fracos, os quais ainda, são só em tese, baseados nos primeiros reviews.
     
    • 1
  2. LDHT

    LDHT Usuário


    Desde 22 Mar 2017
    Curitiba
    Os turbos com essas turbininhas pequenas tudo morrem bem antes da faixa vermelha, a diferença é quanto demoram pra morrer... O motor do novo Civic Si por exemplo é uma lástima. :D
     
  3. dedraks

    dedraks Usuário


    Desde 27 Ago 2007
    Belo Horizonte/MG
    Meu carro é um 2.0 aspirado com 19.7kgfm a 2600RPM. Tem desempenho razoável. Mas bebe que é uma desgraça.
     
  4. M E N A U

    M E N A U _____________ad augusta _____________per angusta


    Desde 13 Abr 2010
    Aqui-BR
    Do meu 1.8 VTEC AT não posso reclamar do consumo rodoviário, desde que mantenha-me dentro dos limites legais, maioria das vezes 110 km/h nas rodovias que mais uso. Nesta situação, andando a 117 km/h, já considerando a margem de erro e tolerância de radar, a média é de 15,5 km/l com gasohol.
    Agora se pegar trecho longo de limite de 100km/h, chega nos 17 km/l de autonomia com gasohol, aferido na bomba. No etanol nestas condições chega a 12,5 km/l.
    Preço do km rodado hoje com etanol, só em estrada, nas condições mais favoráveis: R$ 0,18.
    Em compensação, no trecho urbano e travado, com ar-condicionado ligado: 4,5 km/l, R$ 0,49 por km rodado.
     
    • 1
  5. M E N A U

    M E N A U _____________ad augusta _____________per angusta


    Desde 13 Abr 2010
    Aqui-BR
    Detalhe: é um CIVIC EXS 2010, que falta 400km pra 100.000km.
    É um velhinho...
     
    Última edição: 6 Out 2017
  6. R.BUENO

    R.BUENO Usuário

    Alguém arriscaria um palpite sobre um confronto do Polo MSI 1.6 16V vs. Argo ?
    O que pensam à respeito?
     
  7. Alessio

    Alessio Curtindo em alta definição...


    Desde 18 Ago 2006
    Lavras/MG
    O Polo bate o Argo no projeto em si, muito mais moderno, só que eu acho o Argo muito mais bonito e atrativo, se ele tivesse ao menos um powertrain moderno, um 1,3 FireFly turbo seria imbatível.

    Vai do gosto de cada um, eu não teria nenhum dos dois, mas...............
     
    • 1
  8. fox_hound

    fox_hound Usuário

    68 27 1

    Desde 20 Jan 2009
    Teresina
    Acho que a FIAT, no geral, acerta melhor a suspensão do seus carros para as condições brasileiras, quando comparada a VW.
     
    • 1
  9. Aulef

    Aulef Usuário


    Desde 11 Out 2009
    Brasil
    Vejam bem, é preciso que evitem avaliar desempenho em cima de valores pontuais. O correto é verificar curvas de torque x rpm x velocidade e de potencia x rpm x velocidade.

    De forma resumida, um motor "pequeno", e com poucos cilindros, tem pouco fôlego em alta velocidade, pois o giro já está alto nessa faixa mais elevada. Com giro alto, a tendência do torque é reduzir quando o motorista acelerar. E aí é que o motorista senta a falta. Isso fica mais claro no gráfico abaixo. A partir de 4.000 rpm, o torque desse motor DIMINUI.

    [​IMG]

    Ao invés de eu continuar explicando aqui, vocês mesmos podem fazer testes comparando, por exemplo, o HB20 1.6 com o HB20 1.0 3cc turbo. Ou então, podem olhar para o passado, e comparar o Gol 1.0 turbo com o gol 1.8.
     
  10. luciano_f

    luciano_f Usuário


    Desde 22 Fev 2014
    Maringa
    Isso é bem verdade só que olhando o gráfico desse GOLF que é o mesmo motor do Polo se percebe que a 6000 RPM ainda temos um torque aproximado de 120 nM
    que é equivalente a alguns motores da Fiat como o motor Fire 1.4 Evo Flex.

    curva-e-torque-1-4-evo-e-1-6-etorq.jpg
     
    • 1
  11. LDHT

    LDHT Usuário


    Desde 22 Mar 2017
    Curitiba
    O torque diminui mas a potência vai aumentando até uns 5500 rpm, depois cai... É qdo se deve trocar de marcha em uma condução agressiva.

    A vantagem do torque em baixa é o motor puxar mesmo a baixos rpm, mas pra extrair o máximo do carro vc vai ter que ir um pouco além, até o pico de potência.

    Se não me engano, a VW declara potência máxima a 5750 rpm. Pra mandar esse pico mais adiante, seria necessária uma turbina maior, com implicações na dirigibilidade (latência em baixa).

    Nesses vídeos de aceleração de carros turbo como VW, BMW, etc., nas primeiras marchas o ponto de troca normalmente é mais alto, pq se vc trocar a marcha muito cedo, vc manda o carro pro pico de torque na marcha seguinte, e como ainda se está numa marcha baixa, o excesso de força faz o carro destracionar. Nas marchas mais altas é o contrário, deve-se trocar de marcha só um pouco adiante do pico de potência, de maneira a manter a linearidade da aceleração do carro.
     
    Última edição: 7 Out 2017
    • 1
  12. minfisto

    minfisto Usuário

    5.247 5.050 901

    Desde 24 Jan 2007
    Londrina-Pr
    Vou citar os carros que ja tive. Fusion - a 120km/h em 6 marcha ele trafega tranquilamente a 2500rpm, no Mini Cooper 2100rpm no 3008 2300rpm. Um carro turbo pra estar girando em 4000rpm em ultima marcha, tem que estar a uma velocidade no mínimo acima de 150km/h!!!! Realmente ai não vai faltar fôlego pra vc chegar a 180km/h!!!! reduzindo marcha. Em estradas, as retomadas de velocidade pra ultrapassagens geralmente são na faixa de 40 a 80km/h (2 ou 3 marcha) e ai o que vale é o escalonamento de marchas para o melhor aproveitamento do torque, no caso do carros Turbo as faixas de troca são bem abaixo de seu pares aspirados e o tempo de reaceleração sempre vai ser maior que similares aspirados como se comprova em testes de retomada e se você aumentar o peso dos dois carros proporcionalmente ambos vao perder tempo de retomada de maneira similar pois o que vale é o torque que o carro produz independente do numero de cilindros e cilindrada.
    Agora se voce, pegar um carro Diesel como o Compass que tem torque a partir de 1750rpm com limite em 3750rpm ai concordo com voce, pois a faixa de torque é muito estreita e esse é um dos motivos dos motores Diesel serem fracos de retomada.
     
    • 2
  13. rpmal

    rpmal Usuário

    5.600 2.655 213

    Desde 10 Out 2012
    Maceió/Alagoas/Brasil
    Pois é, o comentário do colega ao dizer que aos 4.000rpm o motor morre ficou incompleto, esqueceu de mencionar que o carro tem 6 marchas pra empurrar, batendo marcha no limite certo só haverá ganho da 1a até a 6a marcha, quando o pico do torque começar a baixar o carro já estará bem próximo dos 200km/h.

    O que achei bem interessante é a programação do cambio aceitar reduções até próximo dos 6.000rpm, pra quem vai sair de um cambio manual acostumado a tocar na estrada com reduções em curvas mais fechadas e tbm o uso do freio motor pra economizar pastilhas e combustível é uma ótima notícia.
     
    • 1
  14. MarcosPR

    MarcosPR Usuário


    Desde 22 Abr 2010
    Curitiba, PR, Brasil
    Eu entendo a crítica em relação aos motores turbo downsized em condições muito específicas, mas também acho que esses motores oferecem uma flexibilidade no dia-a-dia que os aspirados não têm. Um exemplo concreto: quando eu morava na Alemanha, eu usei por várias vezes a 320d (alugada), até que eventualmente eu comprei uma 325i para mim (da série E90, portanto ainda com o 6 em linha). O meu carro era absolutamente delicioso de se dirigir na estrada, em altas rotações, mas era bem "xoxo" pra andar na cidade com o pé em cima. Já a 320d, com o seu torque em baixa, era muito mais gostosa de dirigir no anda-e-para urbano (exceto pelo ruído do motor, apesar que os diesel melhoraram muito nesse quesito). E a 320d também atendia muito bem na estrada, embora a 325i fosse muito mais gostosa de se guiar nesse caso.

    Então, ao meu ver, enquanto os elétricos não chegam, a tendência é que praticamente todos os carros do mercado (exceto em nichos específicos, em que se valoriza a performance) sucumbam ao downsizing combinado com a turboalimentação - noves fora tecnologias como a HCCI da Mazda, que não creio que seriam disseminadas facilmente para todas as marcas.
     
    • 5
  15. newGTI

    newGTI Usuário

    1.764 1.916 261

    Desde 2 Nov 2013
    Brasil
    Morar na Alemanha. Está aí uma experiência bacana.

    Já fui diversas vezes pra lá e conheço bem o país. Mas morar um bom tempo é outra coisa.
     
    • 1
  16. LDHT

    LDHT Usuário


    Desde 22 Mar 2017
    Curitiba
    O que acontece com os motores turbo é que a eficiência térmica deles é bem maior devido ao enriquecimento artificial da mistura... Qdo finalmente acharam uma maneira de minimizar o lag, ali morreu o motor aspirado. Um movimento iniciado por, quem diria, a BMW, qdo iniciou a produção do N54.

    Na estrada, retomada é mais importante do que velocidade final... Então perde o sentido um motor que enche até o fim. Se usar marchas mais curtas vc perde ainda mais em consumo...
     
    • 3
  17. gvspfc

    gvspfc Usuário


    Desde 20 Mar 2008
    Blumenau/SC/Brasil
    Tô achando que esse carro não existe. Primeiro a css me falou sexta passada, agora era pra ser amanhã, o que não se confirmou novamente! Rsrsrs
     
  18. Trendkill

    Trendkill Die Hard


    Desde 12 Nov 2008
    Brasília
    Meu pai pegou um na pré venda e disseram pra ele que o carro só deve chegar nas css em novembro. Até os de test drive estão sem previsão.
     
    • 1
  19. MarcosPR

    MarcosPR Usuário


    Desde 22 Abr 2010
    Curitiba, PR, Brasil
    Então ... eu falei do exemplo da estrada porque na Autobahn eu podia andar (pelo menos em alguns trechos) na velocidade em que eu quisesse, ou seja, podia usar o carro com uma pegada realmente esportiva. O que é ainda valorizado no motor aspirado é a chamada "entrega de potência linear", ou seja, conforme você acelera o motor não tem "saltos" repentinos que dependem da atuação do turbo. É lógico que soluções como o twinscroll minimizam isso, mas nesse ponto o aspirado sempre vai ter vantagem - para os entusiastas, é claro. Então, concordo que o motor aspirado tende a sobreviver por enquanto em dois nichos extremamente opostos: carros de alta performance para um mercado que valorize essa característica de curvas lineares de potência e torque - e que não dá a mínima pra eficiência energética - e na base da pirâmide, em que o turbo não é usado por uma questão de custo de fabricação mesmo...
     
    • 4
  20. rpmal

    rpmal Usuário

    5.600 2.655 213

    Desde 10 Out 2012
    Maceió/Alagoas/Brasil
    Segundo informações de um primo q é vendedor VW, o faturamento pelas ccs dos Polos que já estão fabricados (em estoque na fábrica) começa dia 11.11, daqui 1 mês. Previsão de que o test drive chegue no próximo dia 20 de outubro.
     
    • 1
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso