Anúncio do HT Forum

Clube PS Audio

Discussão em 'DACs, Transportes e Conversores' iniciada por amolan, 1 Ago 2016.

  1. Pguapo

    Pguapo Usuário


    Desde 7 Set 2009
    São Paulo
    O problema é que equipamentos dessa gama têm que ser bons tanto objetivamente quanto subjetivamente.... medir tão mal é muito estranho...
    Acho que muitas vezes audiófilos insistem em certos dogmas para justificar opiniões equivocadas, isso é muito complicado mesmo.
    Só queria ouvir a opinião de quem tem o equipo
     
    • 2
  2. doors.sl

    doors.sl Usuário


    Desde 10 Jul 2010
    Santa Catarina
    Já teve a minha opinião e no link que te passei do fórum da Psaudio terá muitas outras de diversos usuários sobre o tema.
    Boa leitura.
    https://forum.psaudio.com/t/another-review-of-the-ds-dac/13027
     
    Última edição: 6 Out 2019
  3. masabueno

    masabueno masabueno


    Desde 27 Dez 2011
    São Paulo / SP / Brasil
    Objetivamente pode parecer estranho, mas veja: também me parece estranho ler números e concluir algo global. Independentemente do preço, como você está colocando.

    Para uma métrica, pode satisfazer. Para outra, pode parecer absurdo. No mundo dos fones, um W3000ANV, da Audio-Technica, poderia parecer horrível se olhar pela sua curva de resposta.
     
    • 2
  4. jvvita

    jvvita Usuário


    Desde 4 Abr 2018
    São Paulo
    Felipe,

    tenho acompanhado bastante suas iniciativas e seu desejo de otimização total da parte digital do seu sistema. Eu invisto bastante tempo, pensamento e recursos nisso também, e assim queria compartilhar contigo algumas descobertas minhas.

    Sobre fibra ótica: hoje eu uso o SOtM switch, conectado via fibra a um outro switch (Mikrotik), e via cabo ao streamer (já volto a ele). A melhora é bastante perceptível, se comparo conectar o Mikrotik ao SOtM via cabo. O maior segredo, para mim, está em ter apenas o streamer conectado via cabo ao switch. Assim, o switch tem duas conexões: a fibra que o liga ao resto da rede, e o cabo que o liga ao streamer.

    Sobre cabo de rede: hoje uso Kubala Sosna Elation. Substituiu um cat7 que estava usando. Na verdade, a lição é não usar cat7 ou cat8 (tipo STP), porque são cabos que tem o terra conectado ao plug. Ou seja, além dos 4 pares trançados, o plug comunica também o terra. Isso faz com que haja uma ligação entre o terra do switch e o terra do streamer, que não pode não ser boa. Como o switch usa fonte sem terra (floating), pode transferir ruído para o streamer. Usando cat5e ou cat6, em que o terra não está conectado ao plug, evita-se esse risco.

    Sobre a fonte (player, server etc): minha experiência é que, ao isolar a rede via fibra, o servidor não importa. Já fiz vários. Desde NAS, passando pelo roon rock e chegando em um i9, com 32gb de RAM. Usei linux, windows server 2012, windows server 2016, windows server 2019, euphony, audiolinux, audiophile optimizer, HQPlayer. Sempre irrelevante. A única mudança foi o upsampling do HQPlayer, mas não é isso que estamos comparando. Portanto, "para atrás" da fibra você pode ter qualquer coisa. Minha conclusão tem uma premissa: circuito elétrico dedicado ao audio, sem compartilhar o circuito com o computador "barulhento"

    Sobre o streamer: faz toda a diferença do mundo. E também faz toda diferença evitar USB. Eu já usei de tudo: SOtM, ultrarendu, microrendu, placa SOtM no micro (com todos aqueles sistemas operacionais que te falei), matrix spdif-2. Minha conclusão foi: ultrarendu + matrix spdif-2, na saída i2s, melhor combinação possível para o DirectStream Sr.

    Tudo isso até eu investir no Vivaldi. O sistema Vivaldi tem o dac, o clock, e o upsampler. O upsampler conecta-se via rede, e se comunica ao DAC via AES/EBU. Melhor solução possível.

    Minha conclusão: invista tudo o que puder no streamer. Se o seu DAC permitir, use i2s. Os computadores são barulhentos, e para otimizar são difíceis e caros.

    Espero ter ajudado.
     
    • 4
  5. FelipeRolim

    FelipeRolim Keep Improving Myself


    Desde 17 Ago 2008
    Quatiguá/Paraná/Brasil
    Olá @jvvita@jvvita. Grato por lembrar de mim. Seus relatos são muito interessantes. No futuro, também pretendo seguir o caminho da dCS, e neste caso um novo leque de possibilidades será aberto. Em princípio pretendo comprar um DAC mais barato e já fora de linha, o Debussy, e depois seguir nos upgrades dentro da própria marca. Um Vivaldi está fora de cogitação. Sobre as interfaces, já olhei com muito interesse para essa Matrix SPDIF-2, mas o rol de possibilidades é ampliado em muito com um DAC com conexões diversas, especialmente a AES/EBU. Ainda em matéria de interfaces, tenho especial interesse pela Berkeley Alpha USB, mas o objetivo principal é por as mãos num Debussy e começar a explorá-lo aos poucos. Atualmente, como o Ayre QB-9 somente tem conexão USB, tenho feito otimizações constantes no meu transporte relativos a esta conexão, mas muita coisa pode mudar no futuro, inclusive em relação a cabo de rede.

    Abraço e continue compartilhando conosco as suas impressões. Elas são muito valiosas.

    Em tempo: nunca experimentei um cabo de rede "pronto e acabado" como este seu Kubala Sosna. O único de nível audio grade que conheço é justamente o que tenho, o ViaBlue EP-7S, montado com conectores Telegärtner MFP8. No meu caso, por orientação obtida de um colega estrangeiro, experimentei diversas configurações, e a que melhor surtiu efeito foi aterrar exclusivamente a ponta do equipamento de destino (o segundo computador, já que faço streaming direto de um para o outro, sem nenhum switch entreposto). Certamente por conta dos motivos que você já elencou, aterrar as duas pontas não surtiu um bom resultado.
     
    Última edição: 14 Out 2019
  6. masabueno

    masabueno masabueno


    Desde 27 Dez 2011
    São Paulo / SP / Brasil
    [​IMG]

    :assobio:
     
  7. jvvita

    jvvita Usuário


    Desde 4 Abr 2018
    São Paulo
    O dCS é muito bom. Mas entre o dCS debussy e o DirectStream, tenho dúvidas qual o melhor custo/benefício.

    A qualidade de som do DirectStream é muito alta. Apesar de os objetivistas não terem gostado, o som é muito mais agradável do que os dacs com chip ess.

    Com uma fonte bem otimizada, ele é espetacular.

    Com relação ao aterramento, aterrar apenas uma ponta é uma técnica bem difundida, e utilizada por exemplo pelo McGowan da PSAudio. A

    existe uma outra corrente, liderada pelo John Swenson da Uptone que faz um aterramento diferente. Ele conecta as duas pontas da malha de shielding usando um fio. Assim, a malha fica em loop. Essa técnica está sendo muito utilizada, inclusive os cabos Ghent tem uma variação que eles chamam de JSSG. Temnuma variação ainda mais sofisticada, chamada de JSSG360 Se você procurar no fórum da audiophilestyle vai achar muita coisa. Por exemplo
    https://audiophilestyle.com/forums/...-the-sq-of-computer-audio-streaming/page/323/

    Eu pessoalmente sou bem cético com relação a vantagem de fazer o grounding no cabo de rede. Dada a natureza diferencial dos pares, e a correção digital de erros, não vejo muito benefício. Mas enfim, em frente.
     
    • 2
    • 1
  8. doors.sl

    doors.sl Usuário


    Desde 10 Jul 2010
    Santa Catarina
    Caro @jvvita@jvvita , muito bacana os seus relatos. Acredito já ter passado por jornada semelhante ao amigo e testado muitas das soluções que testastes por aí.
    Também utilizo rede de fibra ótica semelhante a topologia que mencionastes e gostei do resultado.
    No que tange a conexão USB, concordo com você também. Depois que o combo (Matrix Spidf 2 + Uptone LPS 1.2 + Cabo DC Ghent Audio Gothan + HDMI WW Starlight 7) entrou no sistema, o Direcstream Sr. subiu para outro patamar. Foi um salto significativo e a melhora mais evidente que já presenciei aqui nos upgrades de dispositivos digitais. Achei a conexão I2S no Direcstream superior a USB, não tem nem como comparar. A melhor coisa que já fiz foi abandonar a USB, pena que a placa Pink Faun não suporta DSD.
    A nova atualização Windom do Direcstream também trouxe um resultado muito bom para o áudio digital, foi outro upgrade que gostei muito.
     
    Última edição: 14 Out 2019
    • 1
  9. joaopmts

    joaopmts Usuário


    Desde 8 Mai 2017
    Sao Paulo
    Pessoal, depois que vi o ASR fui testar o tal ruido e consegui notar, deixando meu DAC no 100 e ganho alto e meu amplificador de fones quase no maximo.

    Bom isso nao me chateou pois uso o amplificador bem baixo para empurrar meus fones entao nao ouço o tal ruido, e tocando musicas sequer consigo ouvi lo.

    Minha pergunta fica, voces tem esse ruido tambem ?

    Muita gente que li acaba usando o DSD no ganho baixo, o que voces preferem ? O que voces usam ?

    Obrigado

    Joao
     
  10. joaopmts

    joaopmts Usuário


    Desde 8 Mai 2017
    Sao Paulo
    @doors.sl@doors.sl O que achou desse combo vs a Bridge ? Eu aqui tenho uma Singxer SU1 conectada via i2s e acabei achando a Beidge II bem mais musical.
     
  11. doors.sl

    doors.sl Usuário


    Desde 10 Jul 2010
    Santa Catarina
    Caro @joaopmts@joaopmts , nunca escutei este ruído no meu aparelho.
    Aqui não utilizo fones de ouvido, apenas ligo o Direcstream diretamente no meu integrado.
    Com a nova atualização Windom, eu preferi manter o volume do Direcstream SR. em 100 e deixo o ganho normal. Ficou o melhor para o meu sistema.
    Quando setei o ganho baixo e volume em 100, eu achei que o som fica mais "warm" e relaxado e perde um pouco da dinâmica. A depender do sistema e do gosto é uma boa combinação também. Para o meu gosto e os equipamentos que possuo, eu preferi ganho normal e volume em 100 com a versão Windom.
     
    • 1
  12. joaopmts

    joaopmts Usuário


    Desde 8 Mai 2017
    Sao Paulo
    Obrigado pela respota.

    Sobre a configuração tambem deixo desse jeito, acho que continuarei assim entao

    Sobre o ruido,bom esse ruido nao tinha notado ate colocar meu amplificador quase no maximo e sem tocar nada, fones sao bem mais sensiveis do que as caixas. Dei uma olhada no forum da PSA e varias pessoas notam tambem. Espero ser algo normal, o proprio Ted falou tem. Mas nao custa nada perguntar se os amigos notam tabem rsrsr

    Obrigado e um abraço !!
     
    • 1
  13. doors.sl

    doors.sl Usuário


    Desde 10 Jul 2010
    Santa Catarina
    Eu acho a Bridge II muito bacana pela praticidade e qualidade que ela fornece. Para aqueles usuários que não possuem paciência de configurar PCs e ter vários componentes "pendurados" pelo sistema é uma solução simples e eficaz. Testei a Bridge II alimentada com conversores de fibra optica e via RJ45 diretamente ao roteador. Acho que pelo custo dela é uma excelente solução, além de ser muito prático. Agora quando comparei o combo (Matrix Spdif 2 + Uptone LPS 1.2 + Cabo Dc Ghent Audio Gothan + Hdmi Wireworld Starlight 7) vs Bridge II, achei a solução I2S com melhor qualidade sonora.
    Mas o custo é bem mais elevado também. Se somares o gasto com um bom PC+Softwares ou um bom Streamer+ uma boa fonte de alimentação e todo o conjunto I2S supramencionado dá quase para comprar outro Direcstream.
     
    • 1
  14. jvvita

    jvvita Usuário


    Desde 4 Abr 2018
    São Paulo
    João, esse ruído que você está ouvindo deve ser do amplificador + fone. Para ouvir o ruído de fundo do dac, você deve diminuir ao máximo o volume. Como o ruído básico (noise floor) é constante, ao diminuir o volume do dac você aproximará o topo do sinal do noise floor.

    Assim:
    O ruído do dac, segundo medido pela ASR, é -90dbfs. Com o dac no volume máximo, o sinal pode ir até 0dbfs, deixando um espaço de 90db entre ele e o ruído. Porém, se você diminuir o volume do dac pela metade, o sinal irá até aprox -50dbfs. Aí, o espaço para o ruído será de apenas 40db. Nesse setup, que vai te obrigar a colocar o volume do preamp muito alto, passagens mais quietas das músicas podem ficar encobertas pelo ruído de fundo, ficando distorcidas e embaralhadas.

    Faz sentido?
     
    • 1
  15. joaopmts

    joaopmts Usuário


    Desde 8 Mai 2017
    Sao Paulo
    @jvvita@jvvita Fiz o teste que recomendou e o ruido nao baixa nem aumenta. Quando teclo OFF no controle, o AMP + Fone ficam em silencio total. Ou seja, o ruido vem do DAC e nao varia conforme o volume do DAC. Estou meio perdido na sua explicação. Eu ouço o noise floor entao ?
     
  16. jvvita

    jvvita Usuário


    Desde 4 Abr 2018
    São Paulo
    Você está ouvindo o ruído do transformador de saída, por conta do alto ganho do amplificador. Veja que o próprio Ted Smith se manifesta que o volume precisa estar inferior a 60db para que o noise floor possa influenciar na audição de música (interferindo com os últimos bits, que correspondem aos volumes mais baixos da gravação).

    Single bit DSD based DACs have more random noise in their outputs than other DAC designs. That noise isn’t correlated to the material being played so it ignored very well by our ear/brain. That noise is low enough to typically be inaudible at realistic listening levels but high enough to be audible with the gain that some systems have when music isn’t playing.

    The problem comes with very high gain (or very efficient speaker) systems. If the typical volume setting of the DS isn’t above say 60 or so then the analog noise floor of the DS can be audible at those levels. As mentioned above to address this we provide the 20dB attenuator, when engaged it lowers the noise floor by 20dB and allows using a volume setting that’s 40 ticks higher.

    It is the case that many of us can hear the noise if we listen close to our speakers when the music is paused, but by either using an external preamp or by setting the 20dB attenuator to the “best” setting for a given system the noise shouldn’t be audible when playing at typical levels.
     
    • 1
    • 1
  17. doors.sl

    doors.sl Usuário


    Desde 10 Jul 2010
    Santa Catarina
    Qual/Quais filtros do HQPLAYER tem usado? Sempre que realizei testes no HQPLAYER encontrava filtros que ficavam muito bons para determinadas músicas, mas quando alternava o estilo musical não ficava tão bom, soava até um pouco artificial às vezes.
     
  18. jvvita

    jvvita Usuário


    Desde 4 Abr 2018
    São Paulo
    Faz tempo que parei de usar. Da última vez, usada Poly sinc ext, out closed tap 16M, com NS-5. Mas fazia o upsampling para pcm 352.8khz, deixando a conversão para DSD para o filtro do DirectStream. Para mim, essa era a melhor configuracao
     
    • 1
  19. doors.sl

    doors.sl Usuário


    Desde 10 Jul 2010
    Santa Catarina
    @jvvita@jvvita
    Bacana meu amigo,
    Eu cheguei a fazer upsampling para pcm 352.8khz também, mas não lembro os filtros que utilizei na ocasião. Uma hora vou experimentar novamente com os filtros que mencionastes para ver como fica com a Uptone LPS 1.2 e o cabo DC Ghent Gothan.
    Esta última atualizalição do Direcstream ficou tão boa que nem dá vontade de mexer em mais nada. O palco e o detalhamento ficaram incríveis.
     
    Última edição: 14 Out 2019
  20. joaopmts

    joaopmts Usuário


    Desde 8 Mai 2017
    Sao Paulo
    Agora sim entendi tudo @jvvita@jvvita . Muito obrigado pela explicação !
     
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso