Anúncio do HT Forum

Clube Sax Soul - Novo fabricante Brasileiro de cabos

Discussão em 'Cabos e Conexões de Áudio' iniciada por Lut&erio @lves, 18 Jun 2015.

  1. Ivancm

    Ivancm Usuário


    Desde 3 Jan 2003
    Curitiba
    Anúncio do HT Forum
    Juan SL respeito a sua opinião, mas não concordo. O caro não é consequência da qualidade. Se fosse assim um telefone celular de qualidade deveria valer alguns milhões de dólares.
    E se fosse comparado a qualquer cabo para aparelhos de Áudio, no quesito a complexidade e tecnologia, então deveria valer algumas dezenas de milhões de dólares.
    Me desculpe, mas muita gente aqui no Áudio usa mais a emoção do que a razão na hora de fazer as suas compras.
     
    • 2
  2. juan SL

    juan SL Usuário


    Desde 19 Jan 2012
    sao paulo
    Eu entedi seu ponto de vista, e concordo que há muita emoção, mas isso não é só no áudio, é em tudo!

    O celular não deve custar mais que 300 reais de custo de produção, e são vendidos a 4 mil reais, e nem de longe são de alta fidelidade em alguma coisa...
    O que quis dizer é que, qualquer um pode e deveria ser feliz com o seu sistema, pelo menos por um bom tempo... se quiser mais qualidade vai ter sim de pagar mais por isso.
    É justo? nem sempre, mas o mundo é assim.
    Preciso de um cabo de 20 mil para me deleitar com a música? Não. Mas se eu quiser extrair muito do que está no meu álbum preferido, talvez sim.
    O maior problema de muitos audiófilos hoje é não apreciar música, e aí tanto faz se tem um set de um milhão ou de 10 mil, viverá infeliz com o que tem sempre!

    O Audio está mudando, Andrew Jones está provando isso, virão outros como ele, mas uma coisa é fazer um produto soar correto com todos os quesitos de uma metodologia em pé de igualdade e coerência custando mil dólares, outra é um produto ser fora de série custando mil dólares, não veremos muito disso num nicho de mercado tão pequeno como este.
     
    • 2
  3. juan SL

    juan SL Usuário


    Desde 19 Jan 2012
    sao paulo
    Em tempo...
    Tem razão, o caro não é consequência da qualidade, é por causa do mercado mesmo.
     
    • 2
  4. Ivancm

    Ivancm Usuário


    Desde 3 Jan 2003
    Curitiba
    Um celular de 300 reais tem muita mais tecnologia do que qualquer cabo de áudio.
    E não existe nenhum cabo de áudio que em que se gaste 20 mil reais para confecciona-lo.
     
  5. Ivancm

    Ivancm Usuário


    Desde 3 Jan 2003
    Curitiba
    Um celular de 300 reais tem muita mais tecnologia do que qualquer cabo de áudio.
    E não existe nenhum cabo de áudio que em que se gaste 20 mil reais para confecciona-lo.
     
    • 1
  6. Massa.D

    Massa.D Usuário


    Desde 9 Nov 2006
    SP-BR
    Em casa coloquei o conjunto todo de fusíveis e a melhora foi espetacular :queixo:!!! Resumidamente posso dizer que o sistema passou a tocar em um outro nível e, como já fiz muitas mudanças e testes em casa, acredito que teria que gastar muito em equipamentos para atingir esta qualidade:medo:.
     
    • 3
  7. Massa.D

    Massa.D Usuário


    Desde 9 Nov 2006
    SP-BR
    Concordo plenamente, mas se eu tivesse $$$$$$ compraria estes sem pensar:
    http://www.theaudiobeat.com/equipment/crystal_cable_absolute_dream.htm
    :D:aplauso::aplauso::aplauso:
     
    • 2
    • 1
  8. ÉdisonCh

    ÉdisonCh Usuário


    Desde 1 Dez 2005
    Araras/SP/BR
    A solução é simples : cada qual sabe onde lhe dói o calo, e ninguém é bom juiz em causa alheia. Cada um sabe onde deve gastar as suas economias, o que realmente lhe dá prazer e vale à pena.

    Esse negócio de racionalidade em consumo não tem o menor sentido, não faz parte. Há muito tempo o consumo não se relaciona com necessidade, a não ser que apelos de status, de participação social, de vaidade intelectual, etc., possam ser considerados como necessários.

    De outra forma : consumo é basicamente um ato irracional. Veja o preço dos celulares mesmo : alguns custam 200, outros custam 4000, e fazem basicamente a mesma coisa, com apenas algumas funções a mais, justamente as menos úteis, mas que dão à pessoa a impressão de ter e saber aquilo que os demais não têm ou sabem.

    É mesmo uma questão de opção pessoal, de gosto, de satisfação. Cabos possuem uma tecnologia, um mercado e uma escala diferentes daquela de aparelhos eletrônicos. Hoje há muita tecnologia também por detrás até mesmo da produção de alimentos; mas eles são mais acessíveis, porque seu mercado se conforma e funciona de forma totalmente diversa.

    Somente aquela pessoa que desenvolveu por opção uma sensibilidade apurada pelo áudio mais refinado, e acha que vale à pena investir nesse gosto especial, pode entender isso. Há muitas coisas, muitas idiossincrasias, preferências, manias, que apenas o próprio louco pode explicar.

    O mercado de cabos de áudio é assim um nicho muito especial, implicando em baixíssima escala, altos investimentos relativos (em tempo, experimentação, marketing, etc,), e uma tecnologia guardada a sete chaves. Infelizmente, para poder retirar todo o potencial de nossos sistemas ainda necessitamos de cabos, e isso dá a esse mercado essa característica especial, a de ser uma espécie de chantagem, na qual você precisa pagar muito para obter um detalhe, cabos, sem o qual não chegaria ao melhor aproveitamento de um alto investimento.

    Em resumo : quem não quer gastar em cabos, melhor optar por sistemas bons, mas não excelentes, pois estes serão limitados pelo cabeamento, e a única forma de chegar aos melhores resultados seria pagar aquilo que o produto não parece valer.
     
    Última edição: 12 Jun 2017
    • 10
  9. MACIEL

    MACIEL Usuário


    Desde 11 Nov 2005
    Fortaleza/CE/Brasil
    Ivancm,

    Não defendo preços altos, logicamente, mas, para citar um exemplo, o que vc me diz de uma simples garrafa de vinho custar US$ 15.000,00, ou uma caneta valer US$ 1.500.000,00? Qual é a tecnologia no caso?
     
    Última edição: 14 Jun 2017
    • 1
  10. Ivancm

    Ivancm Usuário


    Desde 3 Jan 2003
    Curitiba
    É Maciel eu só quis alertar as pessoas. Mas acho que foi bobeira da minha parte. Cada um deve saber o que faz com o seu dinheiro.
    E quanto ao vinho de US$ 15.000,00 acho uma loucura, mas como afirmei acima cada um sabe o que faz com o seu dinheiro.
     
  11. *Toledo*

    *Toledo* Usuário


    Desde 31 Mai 2006
    Paulínia - SP
    Nenhuma , o que é exatamente o que acontece com os cabos. Em termos objetivos um Rolex Daytona não é mais preciso que um Cassio do Paraguai. É vendido naquele preço por ser uma jóia ,mais precisamente um item de diferenciação social , o indivíduo paga não pela tecnologia ou valor agregado do produto mas sim para que outra pessoa não tenha o que ele tem , compra-se exclusividade.

    Quando esse é o argumento da venda é perfeitamente aceitável , o problema é quando alguém tenta justificar a compra do Rolex dizendo que marca hora melhor que o Cássio.
     
    • 1
  12. MACIEL

    MACIEL Usuário


    Desde 11 Nov 2005
    Fortaleza/CE/Brasil
    Existem diferenças de qualidade, SIM. Nao é só status social. Pergunto, daqui a trinta anos ou mais, qual dos relógios estará funcionando e marcando as horas com precisão, o Rolex ou o Cássio?
     
    Última edição: 14 Jun 2017
    • 1
  13. Massa.D

    Massa.D Usuário


    Desde 9 Nov 2006
    SP-BR
    Além disto a exclusividade tem preço alto, porque dividir o custo de desenvolvimento de um produto com milhões de pessoas é muito diferente de dividir com algumas dezenas.
     
    • 3
  14. ÉdisonCh

    ÉdisonCh Usuário


    Desde 1 Dez 2005
    Araras/SP/BR
    No caso de cabos é diferente. Quem se interessaria e teria conhecimento, equipamentos, tecnologia, para pesquisar, testar, promover e vender cabos se não houvesse um mercado de elite que o comprasse ?

    Tem status junto ? Lógico que há, assim como quem compra uma roupa cara, um carro de luxo, uma cobertura, etc.. Mas, há muita coisa além disso, porque há um custo por detrás dele, que em produtos produzidos e vendidos em pequena escala, têm que ser cobertos de forma compensadora, de modo a incentivar o empreendimento. Afinal, apenas um profissional de alto nível irá se dedicar a isso. E pouquíssimos terão sucesso.

    Um sistema de alto nível necessita, para ter desempenho equivalente a seu potencial, de cabos de alto desempenho. Infelizmente, ainda é assim. Vale ? Não vale ? Isso apenas quem se dispõe a pagar e pensa que precisa deles pode responder.

    Isso vale para todos equipamentos de alto nível em áudio. Em nenhum deles o custo dos componentes internos é parte expressiva do preço final. Em todos a tecnologia, o conhecimento especializado, a pesquisa, a experiência com equipamento de alta performance, o tempo e o dinheiro investidos, é que são importantes no preço final. Há status ? Lógico, porém sem ele esse mercado não existiria e não teríamos equipamentos de alto nível à disposição.

    O lado bom é que essas tecnologias acabam se universalizando, virando padrão, difundindo-se. Assim, em uma segunda etapa, outros equipamentos mais baratos, porém de performance elevada, estarão à disposição do mercado para compra.

    Hoje, há muito equipamento excelente, mas acessível, no mercado. Quem não deseja gastar demais, e é caro mesmo, pode montar um sistema excelente sem gastar uma fortuna. Basta ter paciência, pesquisar, testar marcas alternativas, procurar no mercado de usados, etc..

    Portanto, o mercado de ponta, além de desenvolver equipamentos muito caros, buscando a excelência, o Estado da Arte, expande a fronteira tecnológica, e possibilita um aperfeiçoamento em todos os demais níveis de preços.

    Repito : apenas aquele que compra sabe se valeu ou não à pena. Particularmente, estou muito satisfeito com os cabos do Jorge. Tinha cabos que custaram muito mais, em dólares, e acabei ficando com os dele. Tenho certeza de que meu sistema não estaria tocando do jeito que aprecio se não fosse por seus cabos. Ou, então, teria que gastar muito mais do que gastei.
     
    • 7
  15. Karajan

    Karajan Usuário

    9 16 4

    Desde 18 Out 2016
    Brasil
    O amigo já se deu conta de que está num fórum nacional especializado de discussão sobre áudio?
     
    • 4
  16. Ivancm

    Ivancm Usuário


    Desde 3 Jan 2003
    Curitiba
    Karajan, estou no HTForum desde 2003. Perguntas idiotas como essa que você fez não acrescenta nada a discussão.
     
  17. FelipeRolim

    FelipeRolim Keep Improving Myself


    Desde 17 Ago 2008
    Quatiguá/Paraná/Brasil
    Estou acompanhando de longe e evitando escrever algo. Que conversa mais ridícula essa. O foco da discussão deveria ser até que ponto, quanto, como e porquê um cabo toca, com o que combina, com o que não combina, e assim por diante. Não se conhece um material pelo seu preço, apenas pelo seu conteúdo. Já o que fazemos com o dinheiro não interessa para mais ninguém, senão para nós mesmos.

    Poderíamos discutir o que uma bolsa Louis Vuitton tem de melhor do que uma bolsa Colcci, mas não questionar o valor que foi pago. Isso é pessoal. Não interessa a ninguém, senão a quem pagou.
     
    • 7
  18. Karajan

    Karajan Usuário

    9 16 4

    Desde 18 Out 2016
    Brasil
    Gozado. Pra mim, o que não acrescenta é a pessoa acessar um tópico, aberto pelo fabricante e voltado a discutir as nuances de seus produtos, pra criticar as decisões alheias e fazer comparações estilo OLX com compra de carro usado.
     
    • 8
  19. dario72

    dario72 meus amores


    Desde 13 Nov 2008
    sao paulo/sp
    Desde 2003 no Forum e não aprendeu nada
    Desde sei lá quanto tempo no mundo e também não aprendeu muita coisa visto que a falta de noção impera
     
    • 8
  20. Ivancm

    Ivancm Usuário


    Desde 3 Jan 2003
    Curitiba
    Dario72, e você até hoje não aprendeu a ser educado.
     
    • 1
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso