Como cancelar filtros do gradiente model 126

Discussão em 'Vintage' iniciada por KEOPS, 20 Out 2016.

  1. KEOPS

    KEOPS Usuário


    Desde 4 Abr 2006
    caçapava/sp/br
    Olá pessoal,

    Tenho um gradiente 126 há 30 anos e gosto muito dele, mas já ouvi falar que se isolar os filtros hi-cut, mute e loudnes o som melhora ainda mais.
    Alguem sabe como isola-los?
    Seria só isolar as chaves curto-circuitando ou cortando trilhas ou tem que fazer algo mais "eletrônico"?

    Obrigado
     
  2. getulio18

    getulio18 Getúlio Júnior


    Desde 15 Out 2008
    Campos dos Goytacazes - RJ
    Não faça alterações no seu equipamento.

    Essa é minha dica

    Ainda mais que está com ele a 30 anos!

    Não faça nada nele, apenas curta o som
     
  3. Rubem Melo

    Rubem Melo Usuário


    Desde 7 Jul 2010
    Recife-PE, Brazil
    Eu já descrevi aqui (mais pelos modelos 166, 246 e 366), mas esse 126 também entra na lista, o quanto essa essa linha COMPO é muito boa na minha opinião, mas também tem seus defeitos.

    Um deles é justamente o pré tonal. E na minha opinião, eles são uma tremenda porcaria. Eu mesmo já fiz testes injetando o sinal de audio diretamente ao amplificador em todos esses modelos da linha, a título de curiosidade mesmo. Não vou relatar tudo pois escreverei um livro aqui.... Mas em quase tudo obtive resultados satisfatórios. Inclusive com diferentes tipos de caixas, fontes sonoras, ambientes, e com diferentes estilos musicais, etc... O som de fato, é muitíssimo melhor!!!!

    É possível efetuar algumas alterações (nível simples ou médio), mas requer muita atenção. Assim como, essas alterações são passíveis de reversão. Uma das coisas que já sugeri/fiz/testei e obtive resultados bastante satisfatórios em alguns modelos é matar definitivamente o pré amp deles. Mas a título de recado dos participantes aqui, antes de tomar essa medida drástica, posso sugerir algumas idéias.

    1) A primeira pode ser essa mesma, manter o pré-amp íntegro (amp BJT + filtro baxandall), mas eliminando apenas os filtros de corte passa-alta e passa-baixa a priori. Assim como, é possível destinar uma de suas chaves para servir de "by-pass" ou "tone default", para que os sinais de audio passem diretamente ao circuito do amplificador.

    2) Manter o filtro baxandall, porém substituindo os transistores que fazem o amp com BJT por amplificadores operacionais modernos de baixo ruído (mas respeitando o ganho). Isso requer uma adaptação mais severa e necessita montar numa placa de circuito impresso. Como também, sob a mesma idéia, pode-se montar um modelo híbrido com válvulas eletrônicas ao invés de amplificadores operacionais.

    3) Parecido com a proposta anterior, mas dessa vez mataria definitivamente o pré amp original e montaria outro projeto no lugar.

    4) Mataria o pré amp original, mas usaria um pré amp externo...

    5) Mataria tudo e deixaria o amp "livre, leve e solto" sem nenhuma intervenção.

    O céu é o limite. Mas dependendo do que for feito, talvez necessite efetuar todas as ações descritas (cortar trilhas, remover componentes, adicionar outros componentes, etc) e os locais ou pontos de alterações irão variar também de acordo com a opção escolhida. E seja lá qual for a opção, eu afirmo que é possível reverter e torna-lo como era. (só as trilhas partidas deverão ser remendadas)... Mas a dificuldade maior mesmo, principalmente para as opções 2 e 3, é efetuar os cálculos corretamente além de usar componentes de boa procedência. Fazer mods com componentes ruins e de péssima qualidade, é melhor não fazer.

    Eu sou a favor do mod, pois essa linha se transforma drasticamente em água pro vinho mexendo nesse setor. Os modelos que mais fiz casamentos extra-conjugais foi o Model 366, já que na traseira dele tem uma chave que é possível separar o amp do pre-amp. Lembro que ao testar o 366 com o Audio Research LS3... O efeito foi animal hehehe.

    Inclusive, em breve desenharei outro pré para ser usado no meu Model 166 (no qual deixarei na sala para a minha mãe).
     
  4. FelipeCDM

    FelipeCDM Usuário


    Desde 21 Mai 2015
    Pernambuco
    Boa noite Rubem, por acaso você indicaria algum circuito de pré? Eu tinha a intenção de testar o 246 que tenho com o pré gradiente p2, mas a grana está curta e estão pedindo muito dinheiro num pré.
     
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso