Anúncio do HT Forum

crossover diy tweeter ribbon ,seletor de frequencias 12k ,10k ,8k , 6k , 1k5 .

Discussão em 'DIY' iniciada por audioeletron, 25 Fev 2017.

  1. Alexandre Spinelli

    Alexandre Spinelli Usuário


    Desde 11 Fev 2009
    Recife - PE
    [​IMG]
    Leodantonino, comprei recentemente o Oneal OP 2100 e inicialmente coloquei para tocar nos agudos e, por incrível que pareça, o UNIC Zx 200 pareceu soar melhor nestas frequências.
    Então resolvi colocar o 2100 nos médios e parece ter ficado bem!
    O que achei incrível foi o exagero que ainda fiquei de headroom. O sistema precisa estar estupidamente alto para os leds de sinal começarem a se mexer! Lembro que esta nova versão dos amplificadores Oneal têm além do On em azul já nos próprios botões de volume que ficam acesos ao ligar o equipamento, leds verdes para o sinal, leds amarelos para 0 db (a novidade) e finalmente os vermelhos para o clip. Acredite, para fazer o led signal piscar é preciso muito volume, já que o amplificador só toca frequências médias. Lembro-lhe de que tenho o mesmo crossover que você, então são 4 amplificações com frequências diferentes. Fiquei imaginando que você também deva "suar a camisa" para fazer o amplificador de médio e principalmente o de agudos piscar alguma coisa na seção de leds. :lol:
     
    Última edição: 4 Dez 2018
  2. Leodantonino

    Leodantonino Usuário


    Desde 5 Out 2009
    MG/Brasil
    Não pisca Alexandre. Simplesmente!!!!!
     
  3. Leodantonino

    Leodantonino Usuário


    Desde 5 Out 2009
    MG/Brasil
    Aliás, se eu tentar fazê-los piscar minha mulher me mata antes! hehehe
     
  4. Alexandre Spinelli

    Alexandre Spinelli Usuário


    Desde 11 Fev 2009
    Recife - PE
    Eu percebi isso lá em casa também!
    Aliás, nem precisou minha esposa estar. Eu mesmo cheguei a esta conclusão, dando um mute nos outros amplificadores e fui aumentando pra ver se conseguia enxergar os leds piscando, mas a coisa beirou rasgar os meus ouvidos, pois ele está tocando os médios, e só piscou os leds verdes. Entendi assim que estou com tremendo headroom, pois os meus UNICs não têm leds e eu não tinha referência. O único que pisca é o Oneal OP 8500 por conta dos subgraves. Uso 4 falantes de 18 polegadas da Oversound, dois em cada canal. É pancada que não acaba mais! O que mais gosto é que, apesar de muita pressão sonora, os graves são bastante controlados! Outra coisa que me surpreendeu recentemente foi o conhecimento que obtive através de um vídeo do construtor de amplificadores Hi-End Carlos Mergulhão: nele, o engenheiro afirma que amplificadores com THD (distorção harmônica total) abaixo de 0,08% já são considerados Hi-End! Leodantonino, acabei descobrindo que tenho 2 amplificadores Hi-End em meu sistema, pois os da Oneal têm uma taxa de 0,03%, superando a maioria dos equipamentos disponíveis no mercado. Aliás, bateu até amplificadores da Crown, Onkyo e outras marcas importadas!
    É, meu amigo, você tem em seu sistema 4 potências Hi-End e talvez nem soubesse disso!
    Única coisa que continuo achando baixo é o fator de dumping que consta nos manuais como de > 100. Talvez por este mesmo motivo eu tenha achado o UNIC Zx 200 tocando melhor agudos que o Oneal Op 2100. Fica esta dúvida para o pessoal do forum mais entendido. Até onde sei, quanto maior o fator de amortecimento, maior a capacidade do amplificador estabilizar os falantes. Frequências altas são muito rápidas e isso pode estar contribuindo para o Unic soar melhor, pois a taxa dele é > 300.

    E aqui, o vídeo do Carlos Mergulhão fazendo medições de THD e falando a respeito dos níveis Hi-End.

     
    Última edição: 4 Dez 2018
  5. Alexandre Spinelli

    Alexandre Spinelli Usuário


    Desde 11 Fev 2009
    Recife - PE
    Embora eu saiba que você o usa para médios graves, também imagino o quanto o Op 5500 precisa para começar a colorir o painel dos leds.
    O meu para esta função é o Unic Zx 800, de 800 watts e ainda não tenho noção do headroom que tenho nestas frequências, pois como disse antes, o amplificador não tem leds.
    Ah, verificando outros vídeos no Youtube, outro técnico fez uma medição no Op 3500 e ele demonstrou que o amplificador indicou clip antes da onda começar a enquadrar, ou seja, ainda quando clipa, ainda não está clipando! É, os bichinhos são bons mesmo! :aplauso:

    Vídeo com a visualização da onda no momento em que os leds acendem o clip, permanecendo sem qualquer distorção na forma senoidal.

     
  6. audioeletron

    audioeletron Usuário

    3.722 1.096 446

    Desde 12 Ago 2011
    Manhuaçu/MG/Brasil
    leo ,conheço o declínio das marcas atuais , tudo virou feijão com arroz , é um caçar com gato, comer pra não morrer . tente comprar uma potencia Micrologic M1000 ou M1400 ,ambos são da nashiville do brasil . o NA2200 tem menor potencia , mas segue o mesmo padrão de qualidade de áudio . vi no ML um M1400 muito conservado , tem fotos dele aberto , veja a construção e compare com meia boca atuais .
     
  7. Alexandre Spinelli

    Alexandre Spinelli Usuário


    Desde 11 Fev 2009
    Recife - PE
    Audioeletron, certa vez, quando fui fazer a limpeza do meu Oneal Op 8500, eu tirei algumas fotos da parte interior. Vou procurá-las para colocar aqui.
     
  8. Alexandre Spinelli

    Alexandre Spinelli Usuário


    Desde 11 Fev 2009
    Recife - PE
    Amigo audioeletron, creio que o comentário do Leo tenha sido um elogio e não uma crítica.
    É difícil fazer os leds piscarem porque os amplificadores são potentes.
    Aliás, você já parou para ouvir os amplificadores da Oneal pessoalmente?
    Não que seja o seu caso, mas já vi gente opinando por ter visto um vídeo no Youtube de um sistema funcionando, ou por ter lido em algum lugar que determinado equipamento não prestava. :o
     
  9. Alexandre Spinelli

    Alexandre Spinelli Usuário


    Desde 11 Fev 2009
    Recife - PE
    Aproveitando o ensejo, Leo, eu tive a ligeira impressão de que o botão liga e desliga do Op 2100 é menos resistente que a geração anterior. Você também sentiu isso?
     
  10. audioeletron

    audioeletron Usuário

    3.722 1.096 446

    Desde 12 Ago 2011
    Manhuaçu/MG/Brasil
    já ouvi sim, já até consertei . vc já ouviu um M1000 ? melhor não ouvir . seria como dar uma volta de corrolla e voltar para o etios . já ouvi e trabalhei com outros nacionais , mas o M1000 marcou muito .
     
  11. Alexandre Spinelli

    Alexandre Spinelli Usuário


    Desde 11 Fev 2009
    Recife - PE
    Imagino que seja deprimente sim, audioeletron! :)
    Mas já ouvi falarem maravilhas do Gradiente A1, P1, Polyvox CM 5000 e etc.
    Já tive o pré-amplificador NP 1900 e ainda tenho o NQ 1900, ambos da Nashiville que eram da mesma série destes amplificadores. O pré era muito fraco. Quando comparei com o CP 800 da Cygnus, o Nashville levou uma surra. Imagine quando passei para o CP 1800! Hoje uso um saudoso Tarkus Ap 2. O pré Gradiente PII é muito bom também, mas peca pela falta de controle de médios.
    Os Gradientes A1 e P1 idolatrados por muitos pra mim soam horripilantes! Graves duros, médios rasgantes e agudos fritantes! E já abri diversos tópicos a respeito da comparação entre P1 e CM 5000 da Polyvox e recebi quase que como resposta unânime que o P1 era melhor que o CM 5000! Imagino então o quão ruim deve soar o Polyvox!
    O P1 só visitou o meu set por uma única noite. Apesar de estar novo, no dia seguinte, lá estava eu na loja para trocá-lo por outra peça que me interessasse!

    Aliás, qual foi ou quais foram os amplificadores Oneal que você já ouviu/consertou?

    Quando parti para comprar um amplificador para os meus subgraves, fiz comparações utilizando as mesmas caixas na loja com amplificadores da Ciclotron, Attack, Studio R, Crown e mais meia dúzias de marcas das quais não me lembro agora. Todas foram tombando, uma a uma! Os amplificadores clipando, distorcendo com "a língua de fora"! O rapaz da loja, por algum motivo, queria me vender outra marca, talvez pelo preço mais alto. Eu não estava priorizando o preço, mas a qualidade! Foi uma tarde exaustiva, mas bastante esclarecedora pra mim: nenhum deles foram tão convincentes quanto o Op 8500 da Oneal. As vidraças tremeram, os balcões tremeram, tudo na loja tremeu! Um colega de trabalho que coincidentemente estava no primeiro andar da loja ao descer também disse que estava tremendo tudo lá em cima! As prateleiras, os quadros, o box do banheiro, o diabo a quatro. O Op 8500 tocou sem qualquer distorção! Ele foi arrasador! Aniquilou a concorrência! Isso não foi ninguém que me disse, mas meus ouvidos, as vibrações no corpo e toda a movelaria da loja que tem uma área quadrada bem grande, quase um galpão, vibrando!
    Se esse não foi o modelo que pegou para consertar / ouvir, quando você for em alguma loja, peça para ouvir o Op 8500, mas ligue o amplificador em caixas que o aguentem, para que você possa girar o botão da mesa sem danificá-las, ouvindo assim o que ele pode oferecer! Se você conseguir chegar nos picos, vai perceber que mesmo clipando, o amplificador não distorce! Dependendo dos falantes, também vai perceber tudo vibrando dentro da loja, inclusive você mesmo! :D
    Ah, sem esquecer a clareza nos médios e o som cristalino dos agudos! :aplauso:
     
    Última edição: 7 Dez 2018
  12. Bilbon12

    Bilbon12 World of cats and Floyd


    Desde 5 Out 2012
    Belo Horizonte/MG
    Poxa...nunca ouvi um Nashville...mas o pré deve ser muito ruim pra perder do CP1800...Tenho um CP1800 encostado aqui...ruim com força...só de usar os CIs 4136 já dá pra imaginar...pior do que qualquer prezinho de receiver multicanal...rsrsr... e ouvi o CP800 tb...prefiro ele que é discreto com BCs 559 e 549....
     
  13. Alexandre Spinelli

    Alexandre Spinelli Usuário


    Desde 11 Fev 2009
    Recife - PE
    Algumas fotos internas do Oneal Op 8500.
    Promessa feita, promessa cumprida! ;)
     

    Anexos:

  14. Alexandre Spinelli

    Alexandre Spinelli Usuário


    Desde 11 Fev 2009
    Recife - PE
    Bilbon12,

    O problema do CP 800 é o som borrado que ele reproduz. Quando você levanta os agudos, os médios chegam com força, estragando tudo! Apesar dos problemas, o CP 1800 tem o som bem mais definido.
    Hoje, o pré que eu uso é o Tarkus Ap-2. O CP 1800 ficou como controlador/chaveador de fontes. Aliás, gosto muito do Gradiente PII, mas conforme já escrevi antes, o fato dele não ter controle de médios faz com que não esteja em meu setup. Aliás, esta conversa muito me interessa! De quais pré-amplificadores você gosta? :)
     
  15. Alexandre Spinelli

    Alexandre Spinelli Usuário


    Desde 11 Fev 2009
    Recife - PE
    Leo, eu tinha impressão de já ter feito essa pergunta, mas não encontrei por aqui. Então, vou fazê-la novamente: qual foi o motivo de você ter trocado os seus Op 1600 pelos Op 2100? Pelo menos para os agudos, o Op 1600 não atendia? Há alguma diferença além potência, do led 0 db e botões acesos entre a geração anterior dos amplificadores Oneal e a nova? Há alguma melhoria sonora na nova geração?
     
  16. audioeletron

    audioeletron Usuário

    3.722 1.096 446

    Desde 12 Ago 2011
    Manhuaçu/MG/Brasil
    pré nacional não entra no meu dicionário , quando trabalhei com profissional , era de lei tudo importado em periféricos . é como eu disse : AMPLIFICADOR MICROLOC ( NASHIVILLE ) marcou muito . seu tivesse que comprar um nacional , seria desta marca . vale a pena testar um dinossauro deste .
     
  17. Leodantonino

    Leodantonino Usuário


    Desde 5 Out 2009
    MG/Brasil
    Rapaziada: respondi a todos por MP. Forte abraço, Leonardo
     
  18. Bilbon12

    Bilbon12 World of cats and Floyd


    Desde 5 Out 2012
    Belo Horizonte/MG
    Não tenho muita experiência com aparelhos comerciais...maioria sempre foi DIY. Mas alguns passaram por aqui, entre Philips, Polyvox, Gradiente, Quasar, Cygnus, CCE...e alguns ouvi em casa de amigos. Dos nacionais, por "increça que parível"...rsrsrs, o que mais me agradou que eu lembre foi a pré-amplificação do CCE SA6060, que usa um jurássico CI 749. E tive a oportunidade de ouvir um gringo que impressionou bastante, um NAD 1155. E, pra falar a verdade, a linha da Cygnus que usa CI 4136 (prés, mixers, equalizadores) são dos piores que já ouvi. Tenho aqui encostados um SAM800, um CP1800 e um PA1800 (este por falta de espaço/utilidade).

    Nesses anos todos de montagens DIY, percebi que um pré simples e bem feito como o Project 97 do Rod Elliott se equipara ou supera muitos desses aparelhos nacionais...e também um amplificador DIY bem montado não deixa nada a desejar...

    Tem um tempo que não uso mais controles de tonalidade...e agora menos ainda...quando percebo algum excesso em alguma gravação vou no crossover e dou uma atenuada nessa faixa...
     
  19. audioeletron

    audioeletron Usuário

    3.722 1.096 446

    Desde 12 Ago 2011
    Manhuaçu/MG/Brasil
    super correto leo, até por que este é o tópico sobre crossover para tweeter ribbon . dai o tópico fica todo desfocado . tem outro tópico sobre amplificadores nacionais , nele tudo é dedicado a ampl nacionais .
     
    • 1
  20. Alexandre Spinelli

    Alexandre Spinelli Usuário


    Desde 11 Fev 2009
    Recife - PE
    Obrigado pela dica, audioeletron! Não sabia que havia este tópico. Na verdade, uma coisa puxou a outra, por conta do sistema usado pelo leo.

    Abraços a todos.
     
    • 2
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso