Escola de Música

Discussão em 'Zona Livre' iniciada por José Luiz Negreiros, 12 Jan 2016.

  1. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    Quando uma música é boa, ela tem a virtude de permitir leituras e interpretações completamente diferentes. É o caso de Strangers in Paradise, clássico da canção popular norte-americana.

    Bing Crosby, como é de seu estilo (imortal cantor romântico com voz de veludo), canta o sucesso de forma acadêmica, da maneira como o criador da canção imaginou. O resultado ficou ótimo.

    Ray Conniff, um dos chefes de orquestra mais competente e popular de todos os tempos, em razão da influência latina em seus arranjos, fez de Strangers... uma canção dançante, frenética e encantadora.

    Se eu for perguntado sobre qual versão eu prefiro entre as duas, direi, com toda a convicção, de que prefiro as duas.

    Momento muito especial na sua Escola de Música!:aplauso::aplauso:



     
    Última edição: 6 Abr 2016
    • 1
  2. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    A década de 60 certamente foi um dos períodos mais ricos e intensos da história recente da humanidade. Foi um tempo em que toda a atividade humana chegou quase às últimas consequências. A guerra fria entre EUA e URSS viveu, nos 1960, um momento crítico, que, apesar do Vietnã, da questão de Cuba, do conflito árabe-israelense, dos golpes militares em vários países, o mundo felizmente não acabou.

    Em momentos de incerteza e de muita dor, paradoxalmente a música viveu um dos períodos mais férteis da Era Contemporânea.

    Ouvia-se, então, de tudo, dançava-se de tudo, os festivais, novos grupos, o surgimento dos Beatles, e por aí foi.

    Mas a década de 60 reservou um espaço generoso para as canções românticas e dançáveis. Uma representante desse período musical trepidante foi Petula Clark. Querida de seu povo, amada em várias lugares no mundo, em 1964 ela lançou "Downtown" (centro da cidade), em uma bela e perfumada homenagem à mística e pungente cidade de Nova Iorque.
    Considerada um clássico da canção pop americana, merece com justiça essa denominação.

    Por isso, Petula está entre nós, aqui na Escola de Música.:aplauso:

     
    Última edição: 19 Jun 2020
    • 1
  3. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    Depois de viver um período de estrondoso sucesso, com seus artistas requisitados em todo mundo, na querida década de 60, a música popular italiana, viveu, a partir da década de 70, uma draga danada. O espaço era dos americanos, principalmente, e quase não sobrou um lugar digno para outras nações mostrarem sua arte.

    Em 1971, ocorreu uma exceção, quando estourou na Terra um grande sucesso, "Amor Mio" com Mina. Cantora exuberante, uma artista completa e eclética, Mina era uma doidona no bom sentido. Não se tem notícia de que ela tenha mordido alguém em sua carreira. Brincadeiras à parte, Mina, amada na Itália e fora de sua pátria, era, naquele tempo, energia pura. Todas as suas interpretações musicais excediam ao mais alto padrão de exigência. Um vulcão antropomorfizado em mulher!

    Propaganda feita, vou iluminar o espaço emocional de vocês com a Mina e sua "Amor Mio". :aplauso:

     
    Última edição: 16 Nov 2018
    • 1
  4. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    Entendo que o principal caso da música pop do final do século passado foi a Enya. Essa irlandesa apresentou a seus semelhantes, na Terra inteira, um trabalho inovador, sintonizado ao sentimento de que estaríamos, humanidade, entrando em uma Nova Era. Essa sensação, na década de 60, já havia sido manifestada, pela música, com o grande sucesso "Aquarius, let the sunshine in" (Aquário, deixe a luz do sol entrar). O trabalho da Enya chamou a atenção de todos pela fusão de várias escolas musicais. Aliado a isso, a Enya, com a produção de Nick Ryan, compunha, cantava, punha todas as vozes e tocava os instrumentos envolvidos nas gravações. O trabalho da Enya permanece interessante e com qualidade até hoje (ela acabou de lançar um CD inédito em dezembro passado).

    Vou apresentar a vocês duas versões de uma mesma e maravilhosa canção, chamada Afer Ventus (Ventos da África), componente do LP Scheferd Moons (Luas de Scheferd). A primeira versão é a original com a produção, voz e demais instrumentos da Enya. A segunda versão é um caso curioso. Periodicamente, o You Tube tinha problemas com a exibição dos vídeos da Enya. Numa dessas encrencas (felizmente superadas), o You Tube colocou trabalhos covers da Enya. Um músico amador se aproveitou do playback da Enya e colocou um piano no lugar da voz da cantora. O resultado ficou sensacional. Curtam as duas versões. São inspiração e energia puras! :aplauso::aplauso:



     
    Última edição: 16 Jan 2016
    • 1
  5. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    Tachado de louco por alguns, tanto que ele acabou adotando o apelido de Maluco Beleza, Raul Seixas, infelizmente falecido, foi um dos artistas mais completos do meio musical.

    Do seu super LP Gita, estourou também uma cândida e sensível canção, que tenho imenso prazer em trazer aos fãs da Escola da Música. Água Viva, que beleza impagável!:aplauso:

     
    Última edição: 19 Jun 2020
    • 3
  6. Jonas Negreiros

    Jonas Negreiros Usuário

    7.919 2.908 816

    Desde 2 Nov 2008
    jundiaí/sp/brasil
    "Strangers In Paradise", "Vereda Tropical" são adaptações de obras eruditas russas. "Strangers" é de Borodine, do grupo dos cinco.



    Impossível não notar a forte influência soviética sobre Cuba, naqueles tempos efervescentes...


    "Vereda" deve ser Borodine ou de Korsakow.



    "Já não me lembro mais, só me lembro que é Maria Alves Santos, nada mais..."

    Nersão Gonçalves
     
    Última edição: 17 Jan 2016
    • 2
  7. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    Penso que a música é uma manifestação extradimensional, que se materaliza aqui, no plano terrestre, por meio dos instrumentos, vozes e da codificação musical, inventada pelo homem para preservá-la em séculos e séculos, até surgir o registro mecânico, depois o elétrico, eletrônico e, hoje, com nossos moderníssimos recursos informatizados.

    O beabá da música são suas sete notas fundamentais. Chega a ser espantoso como é possível produzir milhares de canções com essas sete notas, perfeitas, proporcionais, matemáticas.

    O genial Tom Zé (São Paulo, Meu Amor), em um momento de desencanto, definiu todas as músicas como plagiadas umas das outras, já que a fonte delas são as sete notas primárias, suas variações de tom, metrificação, intensidade etc. A tese do bom baiano não se sustenta, pois conforme teorizamos, acima, o plasma que ganha forma de música em nosso plano tem características definidas de infinitude. A criação é de outra dimensão, enfim, o que caracteriza sua perspectiva infinita de ser.

    Para provar a minha tese, apresento a vocês uma das mais espantosas criações do maestro Tom Jobim, assim como fez Beethoven, também. O alemão da terra dos 7x1 eu deixo para depois... Pois bem, o "Samba de Uma Nota Só" é uma evidente e manifesta criação espetacular, em que o patrício autor praticamente trabalha com uma nota só em boa parte de seu samba.

    Antes do Jobim, ah, sim!, amigos HT da Escola de Música, sintam-se à vontade para postar material musical e teórico no programa. Afinal, a Escola da Música, aqui no HT, é mais de vocês do que minha.

    Sejamos todos muito felizes!(y)

     
    Última edição: 16 Nov 2018
    • 1
  8. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT do Clube da Música!

    Já sabemos que o música é a forma definitiva, suprema e insuperável de arte.

    Explanando, de maneira didática, posso afirmar que a música pode contar uma história ou se realizar apenas como música mesmo.

    Vamos dar um exemplo claríssimo da música contar uma história. Pat Metheny e seu Grupo dão um show de arte e encantamento com a sua Last Train Home, sucesso sólido e indelével do cancioneiro pop mundial.:aplauso:

     
    Última edição: 16 Nov 2018
    • 3
  9. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    Preparando o terreno para Rimsky Korsakov, vou apresentar-lhes um grande sucesso pop (em verdade pop quase clássico) do fenomenal Dalto, que lançou sua luz na década de 1980 e ainda luze até os dias de hoje, pois o Dalto é um artista de qualidade, que sempre soube dizer e cantar suas verdades.

    A Canção, grafada assim, com C maiúsculo, é "Falta Te Dizer".:aplauso:

     
    Última edição: 19 Jun 2020
    • 2
  10. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    Antes de Rimsky Korsakov, vamos sonhar com a infância e um clássico musical para as pessoas desse tempo. O Grupo Trem da Alegria dá show em Uni, Duni, Tê.(y)

     
    Última edição: 16 Nov 2018
    • 1
  11. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    O U V I D O S A T E N T O S E C O R A Ç Ã O A B E R T O !

    Abertura "A Grande Páscoa Russa", de Rimsky Korsakov:aplauso: (cerca de 16 minutos de uma expansão emocional acima de muitas canções que vocês já ouviram)

     
    Última edição: 17 Jan 2016
    • 1
  12. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    Para Uma História Sem Fim, grande sucesso do cinema, sobretudo para o público infantil e juvenil, uma canção tema da mais alta qualidade na voz e emoção de Limahl.

    Acredito que a maioria de vocês conheça o filme e a canção.

     
    Última edição: 19 Jun 2020
    • 2
  13. dedraks

    dedraks Usuário


    Desde 27 Ago 2007
    Belo Horizonte/MG
    Interessante.
    Obrigado por compartilhar com a gente o seu bom gosto...
    Tópico devidamente assinado.
     
    • 1
  14. Ricardo Leão

    Ricardo Leão Usuário


    Desde 12 Jun 2003
    Maceió/AL/Brasil
    Hurry Up We're Dreaming - M 83 - Tema da Série Versailles




    Abraços,

    Ricardo.
     
    • 2
  15. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    Fico feliz que estejamos sendo bem visitados nesse programa, com manifestações estimulantes sobre esse projeto. Que Deus nos permita que ele cresça e atinja um objetivo possível, o de espalhar pela Terra o conceito de boa música.:)

    Didaticamente, apresento a você um número musical (?), que, por si só, incorpora tudo de estranho que está acontecendo na música pop, no Brasil e no mundo. Sem ser fatalista, pois sou otimista por natureza, gostaria de que vocês se manifestassem, da forma como entenderem melhor, sobre o trabalho abaixo, que tomou conta da cabeça da jovem população brasileira, tão carente de bons espetáculos e tão ignorante sobre o que é realmente música. Os meios de comunicação deveriam, penso eu, ter um mínimo de senso crítico e ética, e não colocar no ar produto como esse que veremos abaixo.

    Conto com a participação de vocês, a favor ou contra, nessa interatividade fundamental, para compreendermos se o mundo está de ponta cabeça ou nós que precisamos nos aposentar.(n)

     
    Última edição: 19 Nov 2018
    • 1
  16. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    Vou fazer uma homenagem ao Dedraks, fã do programa, com um grande sucesso do Dire Straits, Brothers in Arms (Irmãos em Guerra). Na minha opinião, a melhor criação do Grupo e está entre as 100 melhores canções pop da história.

    Vamos que vamos!:aplauso:

    P.S.: Alguém dos fãs da Escola tem um pente para emprestar?:lol:

     
    Última edição: 20 Mai 2016
    • 2
  17. waltersouza

    waltersouza Usuário


    Desde 27 Mar 2009
    Recife
    O Brasil está de ponta cabeça, eu não consigo ver/ouvir uma coisa dessas sem dissociar de política, mais precisamente em educação e segurança, colhe-se o que se planta. É uma pena e uma perda lastimável ver nossos jovens "curtindo" essa coisa, dançando e cantando em coro essa palavras desconexas e apelativas, pois isso nunca será música. Ritmo que degrada a moral dos mais carentes e menos instruídos e alimenta o crime de prostituição e o tráfico de drogas em seus bailes diários. Definitivamente não gosto e vou ficando por aqui:(, isso dá muito pano pra manga. Caetano, parabéns pelo tópico. Excelente(y):aplauso:
     
    • 2
  18. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    Existem obras de arte completas. Isto pode acontecer em uma canção.

    Vejam os ingredientes:

    1) Uma cantora/intérprete fantástica- Clara Nunes;
    2) Um samba de primeira com belíssima melodia;
    3) Com uma letra talvez até superior à melodia;
    4) A anunciação de novo tempo em ritmo brasileiro;
    5) 40 anos depois, ainda não aconteceu o Juízo Final;
    6) Deus é misericordioso e não vai acabar com a raça da gente;
    7) Sobreviveremos porque nosso Pai é uma entidade suprema, inclusive na paciência.

    Clarinha, onde você estiver (deve ser o Céu, em algum compartimento muito especial dele), esteja muito feliz!:aplauso:

     
    • 2
  19. José Luiz Negreiros

    José Luiz Negreiros Usuário

    3.512 3.751 761

    Desde 11 Dez 2008
    Cabreúva-SP
    Amigos HT da Escola de Música!

    Forever Young (Eternamente Jovem) é um dos clássicos da moderna música pop. Oriundos da Alemanha, os rapazes do Alphaville marcaram a histórica com essa música fantástica.

    Sem dúvida alguma, o Alphaville foi uma das boas notícias da década de 1980.

    Espero que a garotada esteja acompanhando o programa da gente. Se os nossos fãs tiverem jovens em sua casa ou na casa de amigos, convide-os a participarem de nossa festa. Será muito legal, e ficaremos muito felizes. Como garimparemos para eles, também, belas canções de tempos mais atuais.

    Alphaville forever!:aplauso:

     
    Última edição: 6 Nov 2016
    • 1
  20. Jonas Negreiros

    Jonas Negreiros Usuário

    7.919 2.908 816

    Desde 2 Nov 2008
    jundiaí/sp/brasil
    Letra e música marcantes na vida de muita gente:



    [​IMG]
    Mas, velhas histórias de desencontros transformam-se em comédias...

    ... não consigo conter minha veia anarquista :D !
     
    Última edição: 18 Jan 2016
    • 1
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso