Gradiente Model 160

Discussão em 'Vintage' iniciada por getulio18, 10 Ago 2011.

  1. Rubem Melo

    Rubem Melo Usuário


    Desde 7 Jul 2010
    Recife-PE, Brazil
    É um tipo de discussão interessante. Analisar aparelhos com informações técnicas dadas pelo fabricante...

    Em alguns casos, é possível dizer que um "modelo x" de um tal fabricante é melhor que outro. Mas melhor em que? Em qual sentido?

    No quesito técnico, existem normas para que possamos estabelecer esses valores. E assim, definir uma pesquisa de modo que os aparelhos em questão fossem testados sob mesmas condições. Com isso podemos saber sim potência de consumo, potência máxima de saída para alguns níveis de impedância admissível (para amplificadores), sensibilidade de sinal, faixa de frequência, distorção harmônica, relação sinal/ruído, slew rate, etc...

    No caso da potência por exemplo, existem PMPO, IHF e RMS... Há essa doidice de cada cada fabricante informar a potência do seu jeito. Mas isso porque querem fazer "merchandagem" sem critério algum. Mas vamos deixar isso de lado pois esse assunto já deve ter sido discutido aqui.

    Mas algo que normalmente não é mencionado, até mesmo porque é difícil de aferir, é que cada aparelho possui uma "assinatura sônica". Esse termo pode ser até vago. E não vou falar aqui de "som aveludado"... "palco sonoro", "linearidade" ou coisas do gênero.

    Mas poderíamos falar por exemplo, sobre geração de harmônicos que cada aparelho (ou trecho do circuito) pode gerar. O exemplo sobre os amplificadores Model 160 e Model 246.... Eu conheço ambos os aparelhos e ambos são bons na minha opinião. Mas são projetos distintos, de épocas diferentes. Antes de falar em potência, distorção, etc. Os circuitos presentes nesses aparelhos podem e quase sempre alteram suas características finais. Mesmo para aqueles ouvintes ou usuários desses aparelhos que não tenham uma audição super refinada, é possível distingui-los comparando com musicas que tenham estilos musicais distintos. Afinal, cada um gerará harmônicos diferentes, com intensidade diferentes.... E isso faz com que eles "toquem" diferentes mesmo.

    Um toca melhor os graves. São mais fortes e mais presentes... Aquele outro toca melhor os agudos... Mais macios... Um outro pode ser o meio-termo...

    Mas para quem nunca viu ou ouviu esses aparelhos... Como dizer como cada um reproduz sinais de audio?

    É difícil mensurar... Não pelo fato de dizer que "papel aceita tudo", mas é porque é incompleto mesmo. E mesmo que o "papel" tenha todas as informações possíveis de análise dos aparelhos, garanto que 90% das pessoas não vão saber interpretar essas informações.

    Então não vou conceituar sobre distorção harmônica, geração de harmônicos e etc. Pois a matemática por trás disso é pesadinha. Mas o que podemos saber é que mesmo que possuíamos dois circuitos semelhantes em alguns pontos, mas por serem diferentes em outros pontos, esses circuitos ao interagirem com outro bloco de circuito podem realmente ter resultados distintos. No qual no final, características de um aparelho "X" pode agradar alguns e fazer com que outros o odeiem... Ou simplesmente outros preferem o outro aparelho porque esse outro é melhor em outros aspectos que o primeiro aparelho não tem.

    Outro exemplo é quando falo de Valvulados x Solid State...

    Os Valvulados é uma tecnologia antiga... Distorcem muito mais... Consomem mais energia e talz. Mas por que até hoje é fabricado? E muitos são adeptos a essa "tecnologia ultrapassada"?

    Simplesmente eles oferecem, em alguns pontos, características melhores que os solid state... Como por exemplo, geração de harmônicos de ordem pares, no qual faz o som mais gostoso e agradável do que os solid state que geram harmônicos de ordem ímpares...

    É possível aferir isso. Mas interpretar os resultados e ter noção ou sentimento sobre esses resultados e em que isso afeta na realidade, não será algo simples de entender.

    Por isso nesses casos... É mais fácil dizer: Teste vc mesmo... Eu gostei, mas pode ser que vc não goste e vice-versa.

    Essa mesma conversa por exemplo, é adotada para análise de outras áreas, como análise de qualidade de energia elétrica.... Iluminação... Telecomunicações... Qualidade do solo... Análise de amostragens química... etc...
     
  2. Luiz Oliver

    Luiz Oliver Luiz

    81 11 11

    Desde 6 Set 2015
    Feira de Santana, BA
    Caro Rubem Melo,

    Meus efusivos parabéns, pela feliz alusão sobre o assunto com total dicernimento.
    Pois, pensar que algo é melhor para nós, não necessário ou obrigatoriamente, será melhor para outrem, até porque trata-se de uma análise subjetiva, a qual cada um possui a sensibilidade e condições próprias de processá-las.

    Sucesso!
     
    • 1
  3. leomezz

    leomezz Analógico, como qualquer som natural.

    74 29 11

    Desde 11 Mar 2008
    florianopolis
    Olá, Pessoal,

    Vou iniciar a troca dos capacitores do meu model. Primeiramente os de 5000 da fonte. A dúvida é: os originais têm três pinos para soldagem na placa e os novos da epcos que tenho visto para vender têm 2 pinos. Alguém pode me ajudar nisso? Obrigado.
     
  4. atletaamador

    atletaamador Usuário


    Desde 27 Jan 2010
    São Paulo
    Eu já fiz essa troca, com um pouco de dificuldade, mas consegui fazer sozinho.

    Primeiro tem de descobrir a posição dos pinos, olhando do lado oposto da placa, dessoldar, e soldar apenas os 2. Um positivo e outro negativo.

    consigo ajudar até aqui .... vamos aguardar os mais experientes.
     
  5. leomezz

    leomezz Analógico, como qualquer som natural.

    74 29 11

    Desde 11 Mar 2008
    florianopolis
    Obrigado, atleta.
    Pelo que entendi você soldou então apenas 2 pontos. Eu estou achando que esse terceiro ponto de solda trata-se da carcaça, apenas para estabilizar o capacitor na placa.
    Vamos esperar os entendidos.
    Valeu
     
  6. joni

    joni Usuário

    282 104 48

    Desde 19 Mar 2009
    Porto Alegre RS Brasil
    Os capacitores de 3 pontos possuem 2 pontos negativos e um positivo. Para alterar para um novo, com dois pontos, é só ligar um positivo e um negativo (vai sobrar um ponto negativo, mas, sem problema).
     
  7. leomezz

    leomezz Analógico, como qualquer som natural.

    74 29 11

    Desde 11 Mar 2008
    florianopolis
    Legal, Joni. E eu posso ligar esse negativo (do novo capacitor de 2 polos) em qualquer um dos 2 negativos contidos na placa de circuito, uma vez que eu identifiquei o polo positivo?
    Obrigado
     
  8. joni

    joni Usuário

    282 104 48

    Desde 19 Mar 2009
    Porto Alegre RS Brasil
    Sim, sem problema. Só atente para não inverter, pois o capacitor é polarizado (tem lado certo positivo e negativo). As vezes fica um pouco difícil de ligar, pois os de 3 pontos são em formato de triângulo e os com dois pontos, eles são paralelos (por isso as vezes é necessário fazer um novo furo na placa, normalmente no contato negativo, para o encaixe correto).
     
  9. atletaamador

    atletaamador Usuário


    Desde 27 Jan 2010
    São Paulo
    lembro que tive de fazer um furo em um STR 1050.
     
  10. leomezz

    leomezz Analógico, como qualquer som natural.

    74 29 11

    Desde 11 Mar 2008
    florianopolis
    Pessoal, nesse capacitor antigo de 3 pontos, o positivo é aquele mais ao centro do capacitor? Nas informação da capa do capacitor não traz a indicação de polaridade!!!
     
  11. Riclnx

    Riclnx Usuário


    Desde 5 Abr 2017
    Porto Alegre
    Sim, o pino central é o positivo, os demais são da carcaça, que é negativa.
     
  12. leomezz

    leomezz Analógico, como qualquer som natural.

    74 29 11

    Desde 11 Mar 2008
    florianopolis
    Legal! Daí eu ligo o negativo do novo capacitor em qualquer um dos furos do antigo negativo ou faço uma ponte unindo todos os negativos da placa de circuito no negativo do novo capacitor?
     
  13. Riclnx

    Riclnx Usuário


    Desde 5 Abr 2017
    Porto Alegre
    Indiferente, já que os pinos do negativo são da carcaça de alumínio do capacitor, faça como vc achar melhor e que de maior firmeza mecânica ao conjunto.
     
  14. leomezz

    leomezz Analógico, como qualquer som natural.

    74 29 11

    Desde 11 Mar 2008
    florianopolis
    Tá certo! Muito obrigado, meu caro.
     
    • 1
  15. getulio18

    getulio18 Getúlio Júnior


    Desde 15 Out 2008
    Campos dos Goytacazes - RJ
    Só preste atenção que um capacitor fica invertido, por se tratar de fonte simétrica!

    Ou seja, um dos capacitores fica com o negativo na trilha positiva da placa para fazer a tensão de -B
     
  16. leomezz

    leomezz Analógico, como qualquer som natural.

    74 29 11

    Desde 11 Mar 2008
    florianopolis
    Obrigado, Getúlio.
    Eu troquei com certa facilidade. Prestei bem a atenção nos polos e coloquei os epcos. Deu tudo certo. O grave mostrou sua real frequência!
    Mas, na realidade, os capacitores antigos tinham 4 pinos em vez de três.
    1 positivo, 1 negativo e 2 só para fixação.
    Agora tenho que descobrir um ruído no canal esquerdo... Aquele hummmmmm, bem baixinho. Não sumiu com a troca dos capacitores. Você por acaso sabe o que pode ser?
     
  17. maxweb

    maxweb Usuário


    Desde 13 Mai 2010
    Cuiaba/MT/Brasil
    Olá caro amigo @getulio18@getulio18 tenho um amplificador gradiente model 160, gosto muito dele, e tenho uma dúvida quanto a impedância das caixas que estava sendo tratado neste canal do forum, acabei adquirindo um par de caixas Lando modelo LA 380, medi elas com multímetro e vi que elas tem 4.1 ohms, desta forma quero pedir uma orientação e experiência do amigo se eu estaria forçando o amplificador usando este par de caixas. Tu já usou caixas com impedância de 04 ohms no teu amplificador ? Esquentou muito ? Ficaria agradecido pelo sua ajuda e de outros colegas aqui do forum.



     
  18. getulio18

    getulio18 Getúlio Júnior


    Desde 15 Out 2008
    Campos dos Goytacazes - RJ
    Caixas de 4 ohms com volume alto causa um alto aquecimento, podendo facilmente queimar a saída dele. Se for necessário, use um cooler de computador apenas encostado na tampa. Nada de furar... Coloque ele puxando o ar. Eu tenho um A-II Esotech que só de estar ligado já esquenta um absurdo. Adotei essa solução
     
    • 1
  19. Old Maniac

    Old Maniac Usuário


    Desde 15 Ago 2010
    Rio De Janeiro - RJ
    Tenho um integrado Model 120 Gradiente tocando um par de Lando LA-260, desde os anos 80.
    Nunca tive problemas (y).
     
    • 1
  20. getulio18

    getulio18 Getúlio Júnior


    Desde 15 Out 2008
    Campos dos Goytacazes - RJ
    Pra quem possa ajudar, a relação dos capacitores eletrolíticos do 160! 1516495581483-362063032.jpg
     
    • 3
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso