HDTV em São Paulo

Discussão em 'Recepção Local & Mercado' iniciada por Chip, 30 Jul 2008.

  1. Alan Bastos

    Alan Bastos Usuário

    267 197 50

    Desde 5 Mai 2014
    Mococa/SP/Brasil
    Qual é o padrão de transmissão da tv digital na Argentina? Não é o padrão do Brasil,né?
     
    • 2
  2. Max_Headroom

    Max_Headroom Usuário

    2.088 4.935 163

    Desde 6 Dez 2015
    Brasil
    ISDB-T, o mesmo daqui, na América do sul, quase todos os países usam o nosso sistema, as exceções são a Guiana Francesa, que por ser território francês utiliza o padrão europeu, a Colômbia e o Suriname, que utilizam o padrão americano e a Guiana, que ainda não tem TV Digital (o início das transmissões está previsto para o ano que vem).
     
    Última edição: 15 Fev 2019
    • 5
    • 1
  3. Alan Bastos

    Alan Bastos Usuário

    267 197 50

    Desde 5 Mai 2014
    Mococa/SP/Brasil
    Vi no Line Up que algumas frequencias tem 5 canais na multiprogramação. Pensei que fosse um sistema diferente.
    http://lineup.tv.br/cidade.php?idC=5086
     
    • 2
  4. Guilherme Mansour

    Guilherme Mansour Usuário

    842 1.431 133

    Desde 20 Mar 2016
    Brasília
    Lá as 'leis' para capital extrangeiro na TV aberta são mais flexíveis do que aqui? hmm...
    Zappeando os lineups das capitais da América do Sul dá pra ver que o recurso da multiprogramação é bem mais explorado - havendo um melhor aproveitamento da tecnologia e talvez até de espectro do que aqui (mas com algumas exceções como Assunção e Caracas)
    E outra que a Argentina tá liberando o Russia Today na TV aberta (coisa que só esperava da Venezuela por motivos políticos) :aff:
     
    • 2
  5. Max_Headroom

    Max_Headroom Usuário

    2.088 4.935 163

    Desde 6 Dez 2015
    Brasil
    A Telefe, da Argentina é propriedade da Viacom, antes era da Telefónica. Um único canal sem donos argentinos.
     
    • 2
  6. Rafa!

    Rafa! Usuário

    3.947 3.540 441

    Desde 28 Jun 2015
    São Paulo
    Sim. Não só a argentina, mas outros países da américa do Sul tem o capital estrangeiro totalmente aberto para empresas gringas. Por conta de lobby da Globo e de outras empresas brasucas, gringo não pode investir totalmente por aqui no espectro brasileiro.
     
    • 3
  7. Guilherme Mansour

    Guilherme Mansour Usuário

    842 1.431 133

    Desde 20 Mar 2016
    Brasília
    Não bastasse nossa imprensa eletrônica ser altamente concentrada e corporativista, ficaremos pra trás também no segundo dividendo digital comparado com os nossos vizinhos.
     
    • 2
  8. tvcam

    tvcam Usuário

    1.551 1.399 98

    Desde 13 Mar 2017
    campinas
    Essas emissoras poderiam falar mais da inquisição e da pedofilia.
     
    • 1
  9. Bruno Leonard

    Bruno Leonard Usuário

    957 862 53

    Desde 28 Mar 2018
    São Luís, MA
    A TV Eldorado (canal 36 físico e 36.1 virtual) continua com a Esporte Interativo BR?
    Alguma novidade nesse caso ou continua na mesma?
     
    • 1
  10. Rafa!

    Rafa! Usuário

    3.947 3.540 441

    Desde 28 Jun 2015
    São Paulo
    Sim, continua tudo na mesma.
     
  11. The Brain

    The Brain Usuário Participativo


    Desde 5 Set 2008
    São Paulo/SP
    Só uma correção: na Colômbia é o sistema europeu.

    A imagem abaixo é anterior à adoção do padrão ATSC pelo Suriname:

    [​IMG]
     
    • 4
    • 2
  12. Bruno Leonard

    Bruno Leonard Usuário

    957 862 53

    Desde 28 Mar 2018
    São Luís, MA
    Ah, que pena... Não faz menor sentido continuar com a rede que foi extinta na TVs aberta e assinatura.
     
    • 3
  13. Vitor72

    Vitor72 Usuário

    18 16 14

    Desde 15 Fev 2019
    Veranópolis
    Essa Tv Eldorado é uma vergonha realmente continua passando um canal que já foi extinto
     
    • 1
  14. Bruno Leonard

    Bruno Leonard Usuário

    957 862 53

    Desde 28 Mar 2018
    São Luís, MA
    Verdade, @Vitor72@Vitor72. Parece que está exibindo canal extinto porque está sem como exibir alguma rede, apesar de estar sediada em Santa Inês (MA).
     
    • 1
  15. PRF3-TV

    PRF3-TV Usuário


    Desde 6 Mar 2008
    São Paulo/SP/Brasil
    Engraçado. Se realmente a Globo faz lobby contra autorização de capital estrangeiro nas emissoras, ela deve ter esquecido a sua gênese, onde capital da americana Time-Life foi injetado contra a lei.
     
    • 5
  16. DTV

    DTV Usuário


    Desde 2 Out 2009
    Brasil

    Pois é. As pessoas não sabem a história e tudo é culpa da Globo.
     
    • 1
  17. edufaria4

    edufaria4 Usuário


    Desde 17 Mai 2006
    RJ / SP
    Chegou a comparar os line-ups? então já sabe qual é a conclusão, né? se a multiprogramação fosse liberada no Brasil, teríamos mais umas 20 igrejas no lineup.... se você acha que isso seria aproveitar melhor a multiprogramação, eu discordo...

    Antes de liberar a multiprogramação, tem que rever a questão do capital estrangeiro na TV Aberta... precisamos de mais dinheiro na TV Aberta, e não de novos canais...
     
    • 5
  18. Guilherme Mansour

    Guilherme Mansour Usuário

    842 1.431 133

    Desde 20 Mar 2016
    Brasília
    Não foi essa a conclusão que tirei porque jamais pensei que o ideal fosse liberar a multiprogramação com o modelo atual. Tanto é que nesses países não existem (ou pelo menos não vi nos lineups) canais com programação 100% religiosos na tv aberta.

    E acho que não é somente a questão de liberar para o capital estrangeiro como também um completo novo modelo de negócios bem como um novo modelo regulatório por parte das Agências Reguladoras.

    Como a capital do México (segunda maior capital da AL, perde só para SP) tem um lineup bem mais enxuto e até "600 MHz ready" do que aqui? (Eles liberaram 70Mhz para o 5G na faixa e diversos outros países estão indo nessa direção). Teria que haver uma espécie de 'reforma agrária' no espectro (ou seja, expropriando concessões que só pesam espaço para gerar lucros para um grupinho que não oferecem nenhum conteúdo para a sociedade - leia-se Ideal TV, RCI, CNT, Rede Mundial, RBI e por aí vai).O que uma hora será feito aqui vai ser feito com atraso, guerra judiciais e por aí vai...

    Enquanto isso no resto da AL...
    Argentina - http://www.idet.org.mx/noticias/argentina-busca-liberar-banda-de-600-mhz-para-servicios-moviles/
    Uruguai - https://www.telesemana.com/blog/201...tacion-de-600-mhz-y-25-mhz-para-mitad-de-ano/
    México - https://www.vallartadaily.com/mexico-becomes-the-first-country-to-open-the-600-mhz-band/
    Colômbia - http://www.convergencialatina.com/N...19_?Lang=SP&SMMK=4178.63285893518w.MKWGkqiIOO
    Além do próprio Estados Unidos
     
    Última edição: 16 Fev 2019
    • 5
  19. jkunst

    jkunst Usuário

    284 100 48

    Desde 20 Out 2008
    Xangri-lá/RS
    Esqueçam a liberação de capital estrangeiro nas rádios e TVs brasileiras na era Bolsonaro... Ele foi eleito com grande e essencial ajuda da bancada evangélica, leia--se Record, IURD e Assembleia de Deus, que não tem o menor, mas o menor mesmo, interesse em liberação do capital estrangeiro nas TVs... Pois sabem que emissoras como Rede Tv, Band, rede 21, RCI, etc..., seriam compradas por grupos estrangeiros, que nao alugariam horários ou se alugassem, cobrariam o olho da cara e somente na madrugada...
    Tv aberta só esta em crise de faturamento e audiência aqui no Brasil... No resto do mundo, seguem sendo a referência...

    E podem esquecer rádio FM estendido também...
     
    • 5
  20. Bruno Leonard

    Bruno Leonard Usuário

    957 862 53

    Desde 28 Mar 2018
    São Luís, MA
    @Mauricio_sp@Mauricio_sp e @DTV@DTV: Hum... Verdade. Mas depois o acordo foi rompido. Essa política de restrição apenas brasileiros natos e a pequenos grupos vêm da época de Getúlio Vargas (1930-45), mantido pelos governos do I Período Democrático (1946-64), Regime Militar (1964-85) e II Período Democrático (desde 1985). O Lula e a Dilma que tiveram a grande oportunidade de dar mais espaço para as rádios e TVs alternativas (educativas, comunitárias, livres, locais, regionais e até estaduais) mas fizeram ainda mais concentrar a mídia brasileira (maior repressão contra mídias alternativas) a centenas de grupos (vejam o caso do aumento de emissoras de rádios e TVs próprias) e gastos absurdos na publicidade estatal, o que nunca aconteceu nem na época de censura à mídia nos governos de Vargas e os Militares.
     
    • 3
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso