LP Paêbiru Original 1975 - RARÍSSIMO

Discussão em '[Classif] Música' iniciada por Nars, 25 Abr 2013.

  1. Nars

    Nars Usuário


    Desde 26 Nov 2012
    São Paulo/SP
    Preço: R$ 5000,00

    Motivo do Anúncio: Possuo mais de uma cópia
    Forma de Pagamento: Dinheiro, Depósito/Transferência, Outra
    Tempo de Uso: Acima de 2 anos

    Descrição do Anúncio:

    A história do LP é a seguinte: meu pai comprou há muito tempo atrás, e guardou mais de uma cópia por todos estes anos. Não sei exatamente quando comprou, e minha mãe acha que tenha comprado em sebos no recife numa viagem deles para lá. Eu não vi esse lp ser tocado em momento algum nos últimos 20 anos, e imagino que nunca tenha sido após ser comprado, pois como já disse, meu pai tinha mais de um. Esse disco era o xodó do meu pai, e nos últimos tempos estávamos pensando em vender 1 deles... mas meu pai acabou falecendo antes que pudesse ver sua compra dessa raridade lá nos idos de 1980 render um dinheirinho e fazer um colecionador feliz. Bom, chegou a hora de vender esse LP!
    Sobre a condição do álbum: A capa e contracapa tem ligeiros sinais do disco que fica guardado por dentro, como se pode ver na primeira foto. É como um círculo onde a capa ficou ligeiramente mais desgastada por causa do volume de dentro, mas essa marca só está mais aparente em menos de 90º da circunferência, ou um quarto do círculo, como ficar mais fácil entender. No resto, mal se nota. O encarte interno tem alguns pontos amarelados como é de se imaginar em um LP dessa idade (vide foto 2, primeira página do encarte). Algumas páginas estão quase impecáveis, como se ve na foto 3. Os dois discos me parecem em excelente condição, sem riscos profundos, grandes ou muitos aparentes. Tem uma ou outra sujeirinha aqui e ali, coisa que deve sair fácil com uma lavagem. As marcas da foto 4 são marcas de poeira em cima do discos, e não riscos ou defeitos. Por se tratar de um item de colecionador, que não é tocado há pelo menos 20 anos, não pretendo lavar (em tocar) os vinis, deixo para o comprador tratar da maneira que preferir!
    Não sou nenhum especialista em vinil, mas no geral, pela idade do LP e similares que vi a venda nos últimos anos, considero esse em excelente estado de conservação, tanto dos próprios vinis quanto da capa e encarte!
    Fiquem a vontade para perguntar
    [​IMG] [​IMG] [​IMG] [​IMG] [​IMG]
     


    Este aviso é inserido automaticamente em todos os anúncios:

    Respondendo a este anúncio, por qualquer meio, você exime o HT Forum de qualquer responsabilidade relacionada ao anúncio, seu(s) objeto(s) e negociações, conforme itens 5 a 22 das Regras. O HT Forum não endossa nenhum usuário, anúncio ou oferta (de ambas as partes). Peça sempre fotos e tome precauções, como as descritas neste tópico.

  2. Ricardo Leão

    Ricardo Leão Usuário


    Desde 12 Jun 2003
    Maceió/AL/Brasil
    Cuma é a estória? 5.000 reais ? hummmm...

    Boa sorte na venda.


    Abraço,

    Ricardo.
     
  3. ANTUNES CARLOS

    ANTUNES CARLOS Usuário


    Desde 11 Mar 2006
    MINAS GERAIS
    E tem que ver se o disco é mesmo original, pois tem uma história que o Lula Cortês tinha guardado muitas cópias e uma forte enchente levou quase todas, restando apenas 75 discos com ele. Portanto tem que ver se a edição é NUMERADA. O disco é duplo, e como a enchente só danificou um lado, (Fogo e Água), o outro disco foi gravado em 1.976, ficando inclusive bem pior que o outro.
     
  4. Nars

    Nars Usuário


    Desde 26 Nov 2012
    São Paulo/SP
    Ricardo, se pesquisar na internet, vai ver a história do disco e entender o preço. Já vi similares venderem no ML por preço parecido. É teoricamente um dos LPs mais caros do Brasil por conta de terem sobrevivido poucos exemplares após uma enchente que destruiu as fitas master.

    Antunes Carlos, realmente já ouvi algo assim, mas depois de muito pesquisar não encontrei confirmação dessa história. O lado fogo e água de fato é de 1976 e o outro de 1975 (como pode-se notar na foto 4), mas até onde sempre ouvi, as fitas masters foram perdidas na enchente e apenas algo como 300 cópias sobreviveram. Se tiver alguma fonte indicando esta história eu agradeceria!
     
  5. ANTUNES CARLOS

    ANTUNES CARLOS Usuário


    Desde 11 Mar 2006
    MINAS GERAIS
    O que eu tenho aqui é o número 00089, e está escrito no vinil. Foram prensadas 1.300 cópias, mas apenas 298 tinham sido vendidas. As outras foram destruídas pela enchente em Recife junto com a fita master. Eu já tentei pesquisar sobre esse vinil, mas não consegui. Vi uma reportagem com o Alceu Valença, (que tocou nesse disco), mas que não acrescentou nada na história já contada. Tenho ele comigo há mais de vinte anos e não devo ter ouvido mais que cinco vezes. Zé Ramalho retratou Sumé no disco Força Verde de 1.982. Eu só fiquei sabendo que PAÊBIRU estava entre os discos mais caros do mercado, depois da entrevista do Charles Gavin dos Titãs, que está "arrematando" todos os vinis mais caros do Brasil, como o primeiro da Aracy de Alameida, um do Henricão, Paêbiru, um da Clara Nunes, Lafayette e Seu Conjunto de 1.971, (vale uma fortuna), Raul Seixas e um duplo de Tonico & Tinoco - Artista de Circo, (um dos mais caros do Brasil) segundo o dicionário Cravo Albin.
     
  6. Nars

    Nars Usuário


    Desde 26 Nov 2012
    São Paulo/SP
    Rafael, pelas minhas pesquisas, parece que o zé ramalho não quer muito saber do disco não, parece que ele se recusa a falar dele sabe lá pq...

    Antunes Carlos, onde fica esse número no seu? Não encontrei por aqui
     
  7. ANTUNES CARLOS

    ANTUNES CARLOS Usuário


    Desde 11 Mar 2006
    MINAS GERAIS
    O número fica logo á frente do selo, tentei ver nas suas fotos mas não vi. A confusão se deu pelo fato da autoria da capa e encarte que foi creditada a Kátia Mesel, cineasta e esposa de Lula Cortês. Acontece que a capa foi "copiada" de um monumento arqueológico, (Pedra do Ingá), que fica na PARAÍBA. Zé Ramalho levou Lula Cortês para conhecer e visitar a Pedra do Ingá em várias ocasiões. E o disco é creditado ao estado de PERNAMBUCO. São tantas histórias sobre esse disco que ninguém explica direito.
    Zé Ramalho teve que lançar a música BEIRA MAR no disco de 1.980, e depois lançou BEIRA MAR CAPÍTULO II, (uma das mais lindas músicas do Zé Ramalho) no disco de 1.982 se esquecendo que em PAÊBIRU já tem uma música de sua autoria, que tem o título de BEIRA MAR , a segunda música do lado ÀGUA. Então teria que ser BEIRA MAR CAPÍTULO III.
    Ninguém entende o motivo de tantas "rusgas".....
     
  8. GUSTAVO78

    GUSTAVO78 Usuário


    Desde 14 Out 2005
    FLORIANÓPOLIS/SC
    O Zé Ramalho não quer saber do paebiru e nem pensou em reedita-lo em cd pelo simples motivo do nome dele vir depois do de Lula Cortes (razões particulares). É questão de ego besta. Lula morreu e nunca recebeu nada pela obra-prima. A versão que o Zé diz é que esse disco foi lançado no exterior e ele não ganhou 1 dólar sequer, além de ter sido reconhecido o valor do disco muito depois e não na época da enchente. Moral da história: é questão de ego e dinheiro.
     
  9. ANTUNES CARLOS

    ANTUNES CARLOS Usuário


    Desde 11 Mar 2006
    MINAS GERAIS
    E por incrível que pareça, o Zé Ramalho retirou o disco PAÊBIRU do seu site e da sua discografia oficial.
    Mas continua no site a história da gravação do disco PAÊBIRU.
     
  10. LUCAZ

    LUCAZ Lá vem o Brasil, descendo a ladeira...


    Desde 1 Jun 2006
    vinhedo/sp/brasil
    A cada revelação mais me convenço de que, se realmente autêntico, o disco pode valer até mais que os R$ 5 mil... :D

    Grande abraço
    Lucaz
     
  11. ANTUNES CARLOS

    ANTUNES CARLOS Usuário


    Desde 11 Mar 2006
    MINAS GERAIS
    Luiz Carlos, valer 5.000,00 reais é uma coisa, conseguir vender por 5.000,00 reais é outra coisa bem diferente. Mesmo sendo um cara fanático por Zé Ramalho, (que é o meu caso), não compraria PAÊBIRU por 5.000,00 reais. Eu confesso, que se o disco, (a obra prima do ZÉ RAMALHO:aplauso:), A PELEJA DO DIABO COM O DONO DO CÉU, fosse um disco raríssimo, eu teria coragem de pagar uma boa grana por ele.
    Eu tenho PAÊBIRU e deve ter mais de dez anos que eu não ouço o disco. Já o primeiro do ZÉ RAMALHO - CHÃO DE GIZ, FORÇA VERDE, A TERCEIRA LÂMINA e outros, eu ouço quase toda semana.
    A PELEJA DO DIABO COM O DONO DO CÉU eu tenho quatro cópias, uma ainda lacrada, pois quando alguma "furar" de tanto tocar, eu tenho reserva.
     
  12. Nars

    Nars Usuário


    Desde 26 Nov 2012
    São Paulo/SP
    Antunes Carlos, no vinil mesmo só tem o número 100001, que consta também no selo.

    E realmente, vender não é lá tão simples. Resolvi arriscar caso alguém por aqui seja um colecionador em busca desse LP, e não custa nada deixar anunciado caso alguém se interesse algum dia, pois não tenho nem pressa nem necessidade de vender.
     
  13. ANTUNES CARLOS

    ANTUNES CARLOS Usuário


    Desde 11 Mar 2006
    MINAS GERAIS
    Outra coisa que notei, é que no meu vinil a gravadora é a ROZENBLIT SELO MOCAMBO P-1975.
    Você fez muito bem em ter anunciado o disco. Você só vende um produto, se alguém souber que você tem para vender.
    Eu já recebi inúmeras ofertas pelo disco da RITA LEE - HOJE É O PRIMEIRO DIA DO RESTO DA SUA VIDA, pois as pessoas da galeria do rock de BH sabem que eu comprei dois na Point Rock.
    E pode ter certeza que vinil raro vai virar artigo de luxo para colecionadores.
    Boa sorte.
     
  14. Samuel

    Samuel Eric Draven


    Desde 27 Out 2003
    Campinas-SP
    Esse disco foi relançado la fora e vc pode comprar por R$ 100,00. Lógico que a cópia de época é item de colecionador e não tem preço. Parabéns pela reliquia. Abs
     
  15. GUSTAVO78

    GUSTAVO78 Usuário


    Desde 14 Out 2005
    FLORIANÓPOLIS/SC
    Nars, se tem mesmo a vontade de vender essa obra-prima, sugiro anuncia-lo no ebay. Lá certamente aparecerá colecionadores interessados.
    No Brasil dificilmente alguém pague o que pretende nesse LP. Muitos reconhecem a raridade, mas poucos se aventurariam a investir tamanha quantia.
     
  16. ANTUNES CARLOS

    ANTUNES CARLOS Usuário


    Desde 11 Mar 2006
    MINAS GERAIS
    Alguém me perguntou por MP ou por e-mail, e eu estou respondendo aqui. A minha prensagem do PAÊBIRU é de 1.975, os dois discos. Essa história de terem reeditado o disco 2, FOGO E ÀGUA depois da enchente no ano de 1.976, pelo que eu pesquisei não passa de "lenda urbana".
     
  17. Edson Xavier

    Edson Xavier Usuário


    Desde 26 Jan 2011
    Cuiabá/Mato Grosso/ Brasil
    Por curiosidade de colecionador, se for possível responder, como você conseguiu o seu Paebiru, Antunes?
     
  18. ANTUNES CARLOS

    ANTUNES CARLOS Usuário


    Desde 11 Mar 2006
    MINAS GERAIS
    Comprei esse disco em uma loja de discos que tinha na Rua Curitiba em Belo Horizonte.
     
  19. Giusilva

    Giusilva Usuário

    4 0 0

    Desde 7 Mai 2013
    Paraná
    Antunes Carlos em relação aos anos do disco Paêbirú, os quatros lados do seu vinil constam o ano de 75? . Tenho o Paerbirú original da Rozenblit mas no lado Terra e Ar consta o ano de 1975 e no lado Fogo e Água consta o ano 1976 Selo Solar co produção Abrakadabra. Sei que é um disco com uma história interessante, mas pelo que eu saiba, já que nao consta um local com a explicação completa sobre o que houve depois da enchente, todos os discos que vi incluindo este que esta anunciado aqui , tbém tem o ano 1975 no lado Terra e Ar e 1976 no Fogo e Água. ;)
     
  20. ANTUNES CARLOS

    ANTUNES CARLOS Usuário


    Desde 11 Mar 2006
    MINAS GERAIS
    Sim os quatro discos, GRAVADORA ROZENBLIT SELO MOCAMBO P-1975. Consta que foram feitas 1.300 cópias das quais 298 foram vendidas, e durante a enchente conseguiram salvar 75 discos. Depois disso são tantas histórias que não dá para saber o que é ou não é verdade. Já me garantiram que não houve reedição em 1.976, outros garantem que sim, e inclusive falam que o disco ficou com excesso de agudos, muito estridente. Eu pesquisei e não encontrei nada sobre a reedição de um dos discos em 1.976. Me falaram que reeditaram alguns discos que foram danificados e colocaram a data errada.
    Pelo que eu sei o selo SOLAR não é o original e sim uma reedição.
     
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso