Anúncio do HT Forum

Nova BMW Série 3 é apresentada

Discussão em 'Mercado, Marcas e Modelos' iniciada por Xann, 15 Out 2011.

Tags:
  1. rpralon

    rpralon Usuário

    4.908 1.055 726

    Desde 24 Nov 2008
    Florianopolis/SC/Brasil
    Em carro zero, eu acho simplesmente burrice por perder a garantia.
    Em carro usado, ai se o cara gosta de andar e ou mesmo ir dando "sobrevida" no interesse pessoal ao carro.
     
    • 1
  2. Henri6666

    Henri6666 Usuário

    6.014 8.670 263

    Desde 11 Fev 2014
    Sao paulo

    Eu como não tenho saco e nem tesao para colocar um pocotos a mais, fico com meus carros originais...

    Não condeno quem faça isso, só tem que ser “macho” para segurar o prejuízo, caso ocorra!

    Isso pesou na compra da 328... Porque gastei uns trocos a mais para não chipar uma 320....
     
    • 3
  3. Rocm

    Rocm Usuário


    Desde 16 Nov 2009
    DF
    O ideal é sempre esperar um pouco após o lançamento da plataforma para ver se não existem problemas crônicos, ainda original. Quando uma plataforma já está bem consolidada, e bem testada, é que costuma sair as preparações.

    Ao contrário do que muita gente pensa, não é mais o "Zé da graxa" que fica encarregado de fazer essas "preparações" (se é que pode chamar disso pois tudo é plug 'n play e os mapas já vem prontos), e sim empresas sérias com engenheiros que testam os produtos exaustivamente antes de lançar para o mercado.
     
    • 2
  4. Henri6666

    Henri6666 Usuário

    6.014 8.670 263

    Desde 11 Fev 2014
    Sao paulo

    Até acredito que hoje seja algo mais profissional, mas se der pau, bau bau, duvido que será coberto se for revelado que o carro foi chipado.


    É claro! Não da para querer impor nada a ninguém, cada um cada um, mas eu já acho a 328 bruta para cidade! Tanto que quando coloco no Sport, por vezes tenho que voltar por comfort porque ela fica parecendo um cachorro “brabo” querendo avançar...

    Para mim, uma 328 tá ótimo, e até posso ir a 340 no futuro, mas duvido que ela me de algo a mais na cidade (em termo de uso da potência)...
     
    • 2
  5. rpralon

    rpralon Usuário

    4.908 1.055 726

    Desde 24 Nov 2008
    Florianopolis/SC/Brasil
    Testa la fora, com combustivel la de fora, clima la de fora , etc...
     
    • 1
  6. Rocm

    Rocm Usuário


    Desde 16 Nov 2009
    DF
    É óbvio que eles desenvolvem e fazem acertos pra nossa realidade
     
  7. ZeAntonio76

    ZeAntonio76 The Heat Is On

    23.776 12.990 966

    Desde 1 Jan 2009
    Far Beyond the Sun ...
    Com toda certeza. Em cidade você não vai aproveitar um 6cil turbo. É na estrada que o bicho pega e você sente que o negócio é bruto.
     
  8. alecionfs

    alecionfs Usuário

    2.517 3.831 221

    Desde 23 Dez 2013
    Belo Horizonte
    Ô loco... Para cidade um desempenho igual ao Polo TSI está mais que suficiente.
     
    • 4
  9. Se esses carros fossem mancos eu ficaria calado, mais são dos carros de rua mais potentes do universo eu também deixaria original, não é nem um up tsi da vida que você remapear, trocar turbina e o diabo a quatro pra dar pau em golf gti original
     
    • 1
  10. fljp

    fljp Usuário

    9.829 6.314 766

    Desde 20 Jan 2009
    Brasilia
    Tem gente que testa aqui também, como a REVO.
     
    • 1
  11. fljp

    fljp Usuário

    9.829 6.314 766

    Desde 20 Jan 2009
    Brasilia
    Empresas grandes, como a APR, REVO e Unitronic são contratadas pela própria VAG para desenvolver modelos de competição. São gente séria e que sabem o que fazem, tanto que alguns lá fora chegam a dar garantia do carro por conta própria (pq obviamente perde a garantia da fábrica).
    Diminuir o trabalho desses caras chega a ser leviano. Coisas de fórum de web.
     
    • 4
  12. rpralon

    rpralon Usuário

    4.908 1.055 726

    Desde 24 Nov 2008
    Florianopolis/SC/Brasil
    Carro de competicao é como nome diz de competicao... nao tem que durar mais que a competicao...

    Sem esta... existe uma coisa em engenharia chamado fator de seguranca e isto vale tanto por ensaio de fadiga quanto para ensaio de limite maximo. Ensaio de limite maximo é geralmente facil de mensurar , simplesmete se leva o limite e ve onde ate onde quebra.Fadiga eh muito mais complicado, porque alem de ser um ensaio mais longo tambem pode ser afetado pela forma que o produto é usadp é usado no dia a dia.. Enfim a Fabrica trabalha com estes dados e baseado numa hipotese estatistica estima que o produto ira durar com certo intervalo de confiança.. inclusive prevendo as manutencoes e periodo de troca de peças que desgastam. Quando um sujeito A ou B altera a potencia/torque do motor estes estudos nao valem mais nada e ai ninguem sabe quando ira quebrar porqie dificilmente estes preparadores tem recursos $$ pra avaliar as modificacoes como as fabricas tem como numero de veiculos em teste, custos de testes de longa duracao, dados de dimensionamento de componente de projeto etc...
     
    • 8
  13. Rocm

    Rocm Usuário


    Desde 16 Nov 2009
    DF
    É verdade que o conjunto mecânico deve ser dimensionado para durar toda a vida útil do carro. Afinal, ninguém esperar trocar componentes internos como parte da manutenção rotineira.

    Mas é aí que se avalia cada caso. Tem carros que não aguentam a potência original, como o Punto T-Jet que estoura a transmissão 100% original, e carros que tem um conjunto super dimensionado. As transmissões ZF8 e DSG DQ250, por exemplo, aguentam facilmente muito mais torque do que os carros originais que equipam eles.
     
  14. SystechINFO

    SystechINFO Usuário


    Desde 19 Jun 2013
    Salvador-BA
    Preparação em relação a garantia, eu concordo.
    Mas sobre problema mecânico, praticamente impossível Stage 1 dar algum problema... O negócio começa a feder quando começa a trocar peças...
    Pitstopshop, carbase, stradale, btm, etc, os caras manjam muito... E eles são até conservadores, os ganhos são sempre menores que os conseguidos lá na gringa...
    E hoje os motores tem uma margem muito grande...
     
  15. minfisto

    minfisto Usuário

    5.198 5.025 901

    Desde 24 Jan 2007
    Londrina-Pr
    Se preparadores não querem ter o seu trabalho diminuído é muito simples, dêem garantia daquilo que fazem aí eu boto fé.
    As normas de emissões estão cada vez mais rígidas e as montadoras estão tendo que melhorar e muito a eficiência dos motores a combustão, pra isso a taxa de compressão dos motores vem subido e com isso os desafios de uma combustão eficiente e dissipação térmica idem estão se tornando cada vez mais necessárias, isso vai ser um desafio enorme pra esse pessoal e com a chegada dos híbridos as coisas vão piorar e muito.
     
    • 2
  16. fljp

    fljp Usuário

    9.829 6.314 766

    Desde 20 Jan 2009
    Brasilia
    Exatamente por isso que hoje há tanta margem. Desenvolver os componentes, montar e testar o sistema é tão caro que sai mais barato montar versões diferentes do mesmo componente e capar onde é fácil, no software.
    Por isso você vê o mesmo motor entregando 200 e 300 cv. E por isso vc vê um câmbio ESPECIFICADO pra 60 kgfm montado num motor que entrega 30 kgfm.
    Os preparadores não precisam desenvolver, só precisam testar os já prontos. E o corpo técnico muitas vezes tem engenheiros que vieram das montadoras em questão. Inclui-se muitas vezes os fundadores dessas empresas.
     
    • 5
  17. fljp

    fljp Usuário

    9.829 6.314 766

    Desde 20 Jan 2009
    Brasilia
    Lá fora eles dão. O problema é como sempre nosso paiseco.
     
    • 1
  18. ZeAntonio76

    ZeAntonio76 The Heat Is On

    23.776 12.990 966

    Desde 1 Jan 2009
    Far Beyond the Sun ...
    O fator limitante nmo é a garantia.

    Chipou e quebrou? O dono que não peça penico. Simples. Comprar um carro de 700 paus, chipar e depois querer arrumar na garantia é ridículo.

    Como eu disse, as vezes não tem nem relação da quebra com a alteração, mas você perde o benefício da dúvida...
     
    • 2
  19. minfisto

    minfisto Usuário

    5.198 5.025 901

    Desde 24 Jan 2007
    Londrina-Pr
    Mas essa é a crítica, aqui tem muita gente fazendo preparação sem saber bem o que há fazendo, pegam receitas de bolo.
    O maior gargalo das montadoras hj são a normas europeias de emissões. No caso de preparações, não sei bem como seria a legislação para isso lá, mas logo logo vão criar algum empecilho pra isso.
     
  20. ironfire

    ironfire Usuário

    2.930 3.252 741

    Desde 2 Out 2008
    sorocaba
    Bom, pelo menos o pessoal da Nascar sempre foi muito sincero com tudo, depois do S3 pensei muito em fazer no golf, mas ja postei aqui as conversas que o cara mesmo dizia que nos alemães tinha uma chance maior de quebra da turbina e cavaco no motor travando, o cara falou que poderia acontecer, mas é como uma cirurgia 99.99% das vezes dá certo, mas isso nunca vai ser 100%, é risco do negócio.

    Nao existe empecilho para chip, é igual jailbreak de celular ou pirataria na internet.
     
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso