Anúncio do HT Forum

Phablet, Foblet ou Mini-Tablet

Discussão em 'Smartphones e Tablets' iniciada por Rickbrazil, 12 Ago 2013.

  1. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    Anúncio do HT Forum
    Estou criando esse tópico para agregar informações e comparativos sobre todos os lançamentos desse nicho no mercado de mobile phone (qualquer smartphone ou tablet que tenha tela entre 4,99 e 6,99 polegadas) nominados como phablets, foblets ou mini-tablet.

    A meu ver, esse tipo de dispositivo só cresceu desde o lançamento do Galaxy Note 1 e já não consigo me ver com um smartphone abaixo dos 5 polegas. Todas as grandes estão planejando lançamentos e muitos investimentos.

    Vamos lá...

    ***

    [h=1]Prováveis especificações do Galaxy Note 3 são divulgadas[/h]Caso os rumores se confirmarem, aparelho vai contar com processador octa-core e 3GB de RAM




    Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/galaxy-n...alaxy-note-3-sao-divulgadas.htm#ixzz2bnUzGlCY


    Por Rafael Gazzarrini em 12 de Agosto de 2013
    [​IMG]
    O Samsung Galaxy Note 2. (Fonte da imagem: Reprodução/Theunlockr)


    Todos que acompanham as notícias sobre o lançamento de aparelhos eletrônicos sabem que o Samsung Galaxy Note 3 é um dos lançamentos mais aguardados do ano. Por conta disso, diversos rumores e boatos já começaram a aparecer pela internet — como é o caso da provável bateria de 3.450 mAh.A novidade é que o site SamMobile divulgou as prováveis especificações do futuro aparelho. Dessa maneira, há grandes chances de que a Samsung apresente, no dia quatro de setembro, um dispositivo com tela Super AMOLED de 5,68 polegadas, resolução de 1920x1080, processador de oito núcleos e 3GB de memória RAM.Apesar de a fonte do vazamento considerar os dados como confirmados, o Tecmundo não pode afirmar que o futuro Galaxy Note 3 vai ser lançando utilizando exatamente essas configurações, de modo que é necessário esperar o comunicado oficial por parte da Samsung. Abaixo, você pode conferir a lista com os demais detalhes do provável aparelho.[h=2]Especificações do Galaxy Note 3[/h]
    • Android 4.2 Jelly Bean;
    • Tela Super AMOLED de 5,68 polegadas;
    • Processador octa-core, com clock de 1,8 GHz;
    • 3 GB de RAM;
    • Câmera traseira de 13 MP e tecnologia OIS;
    • GPU ARM Mali-T628 MP6;
    • Armazenamento de 16, 32 ou 64 GB;
    • Suporte para microSD de até 64 GB;
    • Conexão com rede 4G;
    • Bateria de 3,2 mil ou 3,4 mil mAh.

    ****
    [h=1]Vaza imagem de alta qualidade do HTC One Max, provável rival do Galaxy Note[/h]Fotografia revela que dispositivo será praticamente idêntico ao modelo-padrão, com pequenas alterações

    Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/htc/4312...ovavel-rival-do-galaxy-note.htm#ixzz2bnVL6ssc


    Por Roberto Hammerschmidt em 12 de Agosto de 2013
    [​IMG](Fonte da imagem: Reprodução/Evleaks)


    Os rumores que envolvem o lançamento de uma versão maior do HTC One rondam a internet há alguns meses. Agora, o @evleaks conseguiu uma suposta imagem de alta qualidade que revela detalhes do produto do HTC One Max.
    De acordo com a postagem, a imagem não compõe uma arte final do produto, mas mesmo assim ela tem uma resolução bem alta. E o que podemos ver através dela? Que o HTC One Max nada mais é que uma versão grandalhona do HTC One, com pouquíssimas diferenças.
    [h=2]Poucas diferenças visuais[/h]Provavelmente, a única alteração visual do aparelho é o flash da câmera, que mudou de lugar (saiu do lado direito da câmera e foi para baixo) e uma listra branca mais ampla que envolve todo o dispositivo.
    Quanto às especificações, acredita-se que o modelo será equipado com um processador Qualcomm Snapdragon 800 de 2,3 GHz e terá 2 GB de memória RAM. O espaço de armazenamento interno poderá ser de 32 ou 64 GB. Confira as configurações esperadas:

    • Tela Super LCD 1080p de 6 polegadas;
    • Processador Qualcomm Snapdragon 800 de 2,3 GHz;
    • 2 GB de memória RAM;
    • 32 ou 64 GB de memória interna;
    • Bateria de 3.200 mAh.
    De acordo com os rumores, o aparelho poderá dar as caras na IFA, a maior feira de tecnologia da Europa, que será realizada no mês que vem em Berlim, na Alemanha.






    Fonte: Geeky Gadgets, Ubergizmodo




    Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/htc/4312...ovavel-rival-do-galaxy-note.htm#ixzz2bnV6uSXO








    Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/galaxy-n...alaxy-note-3-sao-divulgadas.htm#ixzz2bnUmdrAA





















     
  2. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    [h=1]Gadget do dia: LG G2[/h][​IMG]by HENRIQUE MARTIN on 07/08/2013

    A LG anuncia hoje a nova geração do seu smartphone topo de linha, agora chamado apenas de G2. É um foblet (smartphone+tablet) com tela gigante de 5,2″ IPS Full HD (423 ppi) e processador Qualcomm Snapdragon 800 de 2,26 GHz (quad-core).
    Novidade no design? Tem botões em sua parte traseira (!) – mas de frente parece um Galaxy SIII – e nenhum nas laterais.
    Os botões na traseira servem para controlar o volume e ligar/desligar o aparelho (além de atalho para alguns apps). Se o G2 estiver em cima de uma mesa, por exemplo, dois toques na tela (em algo chamado “Knock On”) acordam o telefone, sem precisar pressionar os botões (algo que a Nokia vem prometendo no update “amber” dos seus aparelhos com Windows Phone faz tempo, por sinal).
    [​IMG]
    Ainda nas especificações, o aparelho tem 2 GB de RAM, armazenamento de 16 ou 32 GB internos, câmera traseira de 13 megapixels com estabilização óptica de imagem e frontal de 2,1 megapixel, roda Android 4.2.2 e traz uma bateria de 3,000 mAh (o que deve ser mais que suficiente para durar um dia de uso com tela tão grande). E acessa redes 4G.
    Seguindo o que outros fabricantes têm feito para melhorar a usabilidade do aparelho (Samsung, Motorola, por exemplo), o G2 vem com diversos truques de software que, na teoria, deixam a vida do usuário mais fácil.
    [​IMG]
    Exemplos: diminuir o volume do ringtone conforme o aparelho é levantado até o ouvido (“Answer Me”), mostrar opções quando cabo USB ou fone de ouvido estão conectados (“Plug & Pop”), transferir informações de SMS para notas ou agenda (“Text Link”); controle remoto; multitarefa e um curioso (e interessante) modo de convidado, que limita o uso de apps quando alguém mexe no seu telefone (isso é ativado por um padrão secundário de desbloqueio e tela).
    Segundo a fabricante, o G2 vai ser vendido por mais de 130 operadoras em todo o mundo. Nada de preço ainda, mas deve chegar às lojas em dois meses, começando pela Coreia do Sul, América do Norte, Europa e “outros mercados importantes” (nada de Brasil ou América Latina).
    A versão anterior dos aparelhos premium da LG, chamada Optimus G, está à venda no Brasil desdemarço. Leia nosso review do Optimus G.
    [
     
  3. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    ****

    Interessantíssimo pela bateria...

    [h=1]Smartphone xing-ling terá bateria três vezes maior que a do iPhone 5[/h]
    [​IMG]Paulo AlvesPara o TechTudo








    19 comentários

    A Changhong é mais uma fabricante chinesa que promete surpreender o mundo com seus smartphones. A empresa promete lançar o Changhong Z9, um aparelho Android com 8,99 mm de espessura, mas equipado com uma bateria de 5.000 mAh. Para efeitos de comparação, o Razr Maxx HD, o aparelho com maior capacidade de bateria no mercado brasileiro, oferece uma bateria de 3.300 mAh. O iPhone 5 tem 1.440 mAh.
    [​IMG]Smartphone chinês Changhong Z9 deverá ter incrível bateria de 5.000 mAh (Foto: Reprodução / MTK)
    saiba mais

    Segundo a operadora chinesa MTK, o Z9 terá design composto de linhas retas, com os tradicionais botões Home, Back e Multitasking do Android. Ele terá uma tela de 5,5 polegadas com 720p de resolução, processador quad-core, memória RAM de 1 GB, além de câmera de 8 megapixels.
    Quanto tempo dura a bateria de um smartphone? Opine no Fórum do TechTudo!

    O Changhong Z9 sairá de fábrica com o Android 4.2 (Jelly Bean) e promete uma autonomia de energia inédita para um smartphone desse calibre. Isso porque, além da bateria “gigante”, a Changhong deve utilizar um processador quad-core de baixo consumo energético.
    Ainda não há detalhes sobre o tempo de stand-by e conversação que o Z9 resistirá, mas deverá ser bastante. O seu concorrente direto pelo título de "melhor bateria", o Lenovo P780, oferece até 25 horas de conversação com 3G utilizando uma bateria de 4.000 mAh.
    Via MTK

     
  4. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    [h=1]Celular gigante da Nokia terá tela Full HD e superprocessador[/h]
    [​IMG]Rafael JandrePara o TechTudo








    10 comentários

    Um Lumia Foblet pode ser a próxima grande novidade da Nokia para a sua linha comWindows Phone 8. Segundo rumores, a companhia finlandesa estaria preparando o lançamento do aparelho para setembro, durante seu evento anual Nokia World. O gadget, porém, deve vir com uma tela Full HD (1080p) de cinco polegadas e não de seis, como era especulado.
    [​IMG]Nokia prepara um foblet Lumia com display Full HD e processador Snapdragon 800 (Foto:Reprodução/GSMinsider)
    Os rumores a respeito do aparelho são antigos, mas ganharam força após o jornal norte-americano Financial Times afirmar que a Nokia trabalha no foblet desde abril. O site GSMinsider disse ainda que o Lumia “Note” fará uso do processador Snapdragon 800, ainda inédito nos Windows Phones. Com essas configurações, o gadget seria um concorrente direto do Galaxy Note 3, da Samsung, no "badalado" mercado de foblets.
    saiba mais

    Uma recente postagem no fórum Redditafirmou que a próxima grande atualização para o Windows Phone 8, chamada de GDR3, já está em fase de testes e deve chegar até o fim do ano. Dentre as melhorias aguardadas estão o suporte a displays Full HD (1080p), função multitarefa aprimorada com capacidade de encerrar aplicativos diretamente no modo de visualização.
    Vale a pena trocar Android por Windows Phone? Opine no Fórum do TechTudo!

    O Lumia foblet deverá chegar no próximo mês, já com o Windows Phone 8 atualizado. Apesar dos recentes vazamentos, a Nokia ainda não se pronunciou sobre o assunto e nem confirmou a chegada do produto.
    E aí? Você compraria um Lumia foblet com Windows Phone 8? Que configurações o "gigante" da Nokia deve ter para barrar o Galaxy Note 3? Dê a sua opinião nos comentários e tire todas as suas dúvidas sobre foblets no Fórum do TechTudo!
    Via GSMinsider

     
  5. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    Depois da BlackBerry, só está faltando a Apple lançar o seu phoblet...

    ***

    [h=1]Suposto Z30, novo smartphone da BlackBerry, aparece em vídeo[/h][h=5]POR - JAMIE CONDLIFFE 12 AGO, 2013 - 11:45[/h]








    Parece que os rumores de um novo dispositivo da BlackBerry, o Z30 (também já chamado de A10), têm algum peso: este vídeo de um hands-on mostra o novo dispositivo e parece bem convincente.
    O vídeo traz um completo passeio pelo dispositivo — em vietnamita, desculpem –, conduzido pelo Cellphone S. Se ele for verídico, o novo Z30 traz uma tela AMOLED de 5 polegadas e resolução de 720p, SoC dual-core Snapdragon S4 Pro, da Qualcomm, câmera de 8 megapixels (e uma de 2 na frente), 2 GB de RAM, 16 GB de memória interna e bateria de 2800 mAh. Como dissemos antes, o smartphone parece legal, mesmo não estando claro que se ele seria, na prática, bom de usar. E tudo isso se ele for real, claro.
    O mais interessante é que há o logo da AT&T, operadora norte-americana, nas costas do aparelho que aparece no vídeo. Na situação atual da BlackBerry, os acionistas e diretores da empresa devem estar torcendo muito para que, caso seja real, o Z30 faça barulho. [Channel S via NowhereElse viaEngadget]
     
  6. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    [h=1]LG Optimus G Pro começa a ser vendido no Brasil[/h]Aparelho chegou a lojas de varejo online sem qualquer anúncio


    Por Leonardo Müller em 15 de Agosto de 2013

    [​IMG]
    Aparelho ainda não apareceu nas operadoras. (Fonte da imagem: Divulgação/LG)


    Não é de hoje que a LG tem lançado seus smartphones top de linha com o maior atraso que consegue. O exemplo mais recente é o início da pré-venda do LG Optimus G Pro, que começou a aparecer em lojas como Magazine Luiza e Ponto Friosem qualquer anúncio por parte da fabricante. A LG, entretanto, vai lançar o dispositivo em território nacional depois de já ter confirmado a próxima geração do smartphone internacionalmente.No comércio online, o Optimus G Pro está sendo vendido por R$ 2099, podendo chegar a R$ 1847 no pagamento à vista. Quem comprar agora, começará a receber o dispositivo apenas a partir do dia 26 deste mês.Por conta do tamanho de sua tela, o novo aparelho da LG tem sido considerado mais um phablet que um smartphone propriamente dito. Ainda assim, a fabricante conseguiu aumentar a tela em relação à geração anterior e ainda manteve o tamanho do corpo do smartphone razoável, utilizando melhor o espaço na face dianteira.Confira as especificações do LG Optimus G Pro:
    • Tela IPS LCD de 5,5”;
    • Processador quad-core Qualcomm Snapdragon S4 Pro de 1,7 GHz;
    • 2 GB de memória RAM;
    • 32 GB de armazenamento interno (expansível via cartão microSD);
    • Câmera traseira de 13 MP e frontal de 2 MP;
    • Sistema operacional Android 4.1.2;
    • Bateria de 3140 mAh com carregamento sem fio.





    Leia mais em:http://www.tecmundo.com.br/lg/43319...eca-a-ser-vendido-no-brasil.htm#ixzz2c5NKmTf9
     
  7. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    O preço vai ficar meio salgado...

    Link Estadão – Cultura Digital
    Sony apresenta celular que é quase tablet
    15.08.2013 | 19:09 Celular
    in
    Share





    Xperia Z Ultra é pouco menor que um iPad Mini e completamente à prova d’água; lançamento no Brasil será em outubro

    SÃO PAULO – A Sony apresentou nesta quinta-feira, 15, o Xperia Z Ultra, um smartphone com tela de 6,4 polegadas, tamanho próximo as dimensões de tablets pequenos como o iPad Mini ou o Samsung Galaxy Tab 7.0. O aparelho será o destaque na área de dispositivos móveis da empresa esse ano e é definido como “nova proposta de mobilidade”.





    Em almoço para um pequeno grupo de jornalistas em São Paulo, o presidente da Sony Mobile no Brasil, Ricardo Junqueira, explicou que o aparelho veio para “suprir duas demandas”: tanto de usuários de smartphones que querem modelos maiores (60%, segundo pesquisa citada pelo executivo) como de usuários de tablets que pedem aparelhos mais discretos e portáteis. Quando ele revela o smartphone, puxando um exemplar do bolso, as dimensões impressionam.

    Apesar da tela grande, a espessura do aparelho é de apenas 6,5 milímetros e o peso de 212 gramas. Todo preto, com vidro temperado na frente e atrás, o Xperia Z Ultra é elegante e minimalista. Sua forma lembra a de uma carteira feminina bem fina.

    Um dos destaques do aparelho é que ele é completamente à prova d’água. Durante a apresentação, foi possível submergir o aparelho em um pequeno aquário de demonstração. Embora a tela de toque não funcione debaixo d’água, é possível programar o timer da câmera e tirar uma foto com o telefone submerso. É necessário, porém, se certificar de que as entradas estão devidamente fechadas.

    Outro recurso bem intressante do aparelho é o aplicativo rascunho que permite escrever e desenhar passando qualquer objeto pontiagudo na tela, incluindo lápis, caneta esferográfica ou mesmo o dedo.

    Com 2,2 GHx e quatro núcleos, o processador do Xperia Z Ultra será o mais rápido do mercado (o Galaxy S4, da Samsung, tem 1,9 GHz). A câmera traseira tem 8 megapixels e sensor Cybershot, que auxilia tomadas com pouca luz. A resolução de vídeo é Full HD (1080p). A tela tem tecnologia Triluminos, usada nas TVs Bravia da empresa, e que promete melhorar nitidez e cores.

    Segundo a Sony, o Xperia Z Ultra chega ao mercado brasileiro em outubro, um pouco depois de seu lançamento no exterior, previsto para setembro. O preço para o Brasil ainda não foi divulgado, mas a empresa diz que ele estará na faixa mais cara
     
  8. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
  9. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    Xperia Z Ultra será lançado em outubro no Brasil
    Aparelho será produzido em fábricas brasileiras da Foxconn. Valor do phablet, no lançamento, dependerá da cotação do dólar.
    Paulo Guilherme
    16/8/2013
    4.461 acessos

    (Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

    No começo do mês, o Xperia Z Ultra já havia recebido uma data de lançamento. Mas agora é oficial: Ricardo Junqueira, presidente da divisão móvel da Sony no Brasil, em declaração à Folha de São Paulo, anunciou que o dispositivo chegará por aqui em outubro, sendo montado aqui mesmo, em uma das fábricas da Foxconn.

    E a que preço o aparelho chegará por aqui? Infelizmente, isso será um mistério até a data do lançamento: de acordo com Junqueira, o valor do Xperia Z Ultra dependerá da cotação do dólar. Considerando o valor sugerido para venda – US$ 800 (R$ 1.876, aproximadamente) –, espere ver o aparelho perto da faixa dos dois mil reais
     
  10. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    NOKIA
    [h=1][Rumor] O phablet da Nokia está chegando: tela de 6 polegadas e câmera de 20 megapixels[/h][h=5]POR - FELIPE VENTURA 20 AGO, 2013 - 01:54[/h]









    Em abril, o Financial Times acertou todos os detalhes sobre o Lumia 1020, mas também falou de outro dispositivo: um phablet para a linha Lumia, cujo tamanho vai rivalizar com o Galaxy Note da Samsung.
    Desde então, surgiu uma foto da tela enorme de um Lumia. Agora, o Verge revela mais detalhes: a Nokia está testando um dispositivo – codinome “Bandit” – com tela Full-HD de 6 polegadas e um processador quad-core da Qualcomm.
    O phablet deve ter um corpo de policarbonato, porém será fino e leve. E, assim como o Lumia 925, ele terá uma protuberância na traseira para comportar sua câmera de 20 (ou mais!) megapixels.
    [​IMG]
    Mas o Bandit requer uma nova versão do Windows Phone. Por enquanto, o OS móvel da Microsoft tem suporte apenas a processadores dual-core, e a telas com até 1280×720 pixels. Mas a atualização GDR3 deve trazer suporte a telas 1080p e a processadores quad-core.
    O que a resolução Full-HD oferece? No Windows Phone, isso significa uma coluna a mais de blocos dinâmicos na tela inicial, e maior nitidez de imagem. Acreditamos que os apps atuais rodarão sem problemas em Full-HD: quando o Windows Phone ganhou suporte a resoluções maiores que 800 x 480, a Microsoft prometeu que os apps não precisariam de adaptações – isto deve se repetir.
    Os primeiros dispositivos com GDR3 devem chegar no final do ano, então o Bandit pode estrear ainda em 2013 – mas o Verge não fala nada sobre sua data de lançamento. Eles dizem, no entanto, que este será apenas o primeiro de muitos Windows Phones com tela Full-HD. [The Verge viaWindows Phone Central; foto via]
     
  11. JP!

    JP! Curioso


    Desde 19 Abr 2008
    São Paulo
  12. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    Não sei qual o limite de usabilidade disso ou de marketing associado a essa resolução...

    ***

    [h=1]LG Display apresenta tela Quad HD de 5.5 polegadas para smartphones[/h][​IMG] Mikael Ricknäs, IDG News Service*

    21 de agosto de 2013 às 12h46

    Com resolução de 2560 x 1440 pixels (maior que a dos iPad “retina”), tela é ainda mais fina que os modelos Full HD já disponíveis.
    [​IMG]

    A LG Display anunciou o desenvolvimento de uma tela de 5.5 polegadas e resolução de 2560 x 1440 pixels, a mais alta até o momento, para uso em uma próxima geração de smartphones.

    Telas maiores e resoluções mais altas são ferramentas essenciais usadas pelos fabricantes de aparelhos para convencer os consumidores a comprar novos aparelhos, uma oportunidade que a LG Display, como fornecedora de telas, não quer deixar passar.

    A tela tem uma densidade de 538 pixels por polegada (ppi, pixels per inch), muito superior aos 468 ppi da tela de 4.7 polegadas do HTC One, os 441 ppi da tela de 5 polegadas do Samsung Galaxy S4 ou os 326 ppi da tela de 4 polegadas do iPhone 5. Quanto maior a densidade, mais difícil é distinguir os pontos (pixels) que compõem a imagem, o que lhe dá um aspecto mais homogêneo e maior nitidez, especialmente em texto.

    A LG batizou sua nova tela de “primeiro painel AH-IPS Quad HD do mundo”, e o termo “Quad HD” se refere a uma tela com 4 vezes o número de pixels de uma tela HD (que tem resolução de 1280 x 720 pixels). Não o confunda com 4K, outro termo usado na indústria de TVs que se refere a uma tela com resolução quatro vezes maior que a de uma tela Full HD, ou seja, 3840 x 2160 pixels.

    A resolução não é a única característica da nova tela: ela também ajudará os fabricantes a desenvolver aparelhos mais finos já que tem apenas 1,21 mm de espessura, ou seja, é 12% mais fina que uma tela Full HD de 5.2 polegadas lançada pela própria LG no mês passado.

    A LG não informa quando os primeiros smartphones equipados com sua tela AH-IPS QHD chegarão ao mercado.
    [SUP]* Com informações de Rafael Rigues[/SUP]
     
  13. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    [h=1]Review: LG Optimus G Pro[/h][​IMG]by HENRIQUE MARTIN on 28/08/2013

    A LG começa a vender esta semana no Brasil seu novo foblet (smartphone + tablet), o LG Optimus G Pro. É uma grande evolução na linha de telefones topo de linha da fabricante coreana, rápido e cheio de recursos interessantes.
    Vale lembrar que não é a primeira tentativa da LG nesse mercado de aparelhos com tela igual ou superior a 5″.
    No ano passado, o LG Optimus VU chegou a ser vendido por aqui com o nome Optimus 4X Memo - era um estranho produto por conta da proporção de tela 4:3. O Optimus G Pro, seguindo a linha de produtos atuais da LG, é um complemento ao Optimus G (que, lá fora, já começa a ser substituído em breve pelo LG G2).
    [h=2]Design e especificações[/h]O Optimus G Pro é um aparelho com design interessante. A LG aprimorou os conceitos básicos da linha L (smartphones de entrada) com um melhor acabamento. Mas não espere muito: ele tem plástico em todo lugar, incluindo a traseira. E é grande: só a tela tem pouco mais de 12 cm de altura, sem contar as bordas (medidas oficiais: 150, 2 x 76,1 x 9,4 mm, 172 gramas).
    [​IMG]
    As especificações técnicas vão de acordo com as configurações esperadas para um aparelho desses: tela Full HD, 2 GB de RAM e um processador Qualcomm Snapdragon 600 de 1,7 GHz. É uma versão quad-core com clock um pouco menor que o do Samsung Galaxy S4, que também usa um Snapdragon 600, só que de 1,9 GHz.
    [​IMG]
    A configuração original do Optimus G Pro inclui 32 GB de armazenamento. A versão brasileira vem com 16 GB apenas, mas com 50 GB gratuitos para uso no serviço online Box.
    A frente do aparelho traz apenas um botão central físico e dois virtuais (voltar/menu)…
    [​IMG]
    …E as bordas do botão servem como indicador de notificações:
    [​IMG]
    Na base do Optimus G Pro vemos o conector padrão microUSB (recarga/troca de dados) e um microfone:
    [​IMG]
    No topo, outro microfone para redução de ruídos em chamadas, um transmissor infravermelho (algo que está voltando à moda em celulares) e o plug para headset padrão 3,5 mm.
    [​IMG]
    Atrás, um alto-falante, a câmera de 13 megapixels de resolução e um flash LED.
    [​IMG]
    Note que o padrão quadriculado usado no LG Nexus 4 se repete aqui, só que com menos intensidade, já que o Nexus usa vidro na parte traseira. Bônus bacana do Optimus G Pro: permite recarga sem fios usando uma base padrão Qi (funciona!)
    [​IMG]
    Nas laterais, vemos o botão de liga/desliga do lado direito do LG Optimus G Pro:
    [​IMG]
    E do lado esquerdo, um botão de atalhos e o controle de volume. Esse botão de atalhos pode ser configurado para acessar aplicativos – como padrão, vem o atalho para o QuickMemo, do app de notas na tela, mas é ótimo para ser usado também como disparador da câmera.
    [​IMG]
    Removendo a tampa traseira, vemos os contatos de NFC na parte plástica e uma grande bateria de 3.040 mAh – maior capacidade que a média dos smartphones, mas seu consumo é similar aossuperfones de 2013 por conta da tela grande (leia-se um dia de carga, pedindo tomada no final da tarde).
    [​IMG]
    Abaixo da bateria, os slots para o microSIM card da operadora e para um cartão microSD para expansão do armazenamento.
    [​IMG]
    Note que o selo da Anatel indica que o produto é fabricado no Brasil. E que seu código de produto é E989.
    [​IMG]
    [h=2]Tela[/h]E temos a tela de 5,5″. Linda, com resolução alta (1920 x 1080), nítida, colorida, brilhante (sim, estou me repetindo), com toque de resposta rápida. As bordas laterais são mínimas, ocupando quase toda a extensão da tela, e os ângulos de visualização são excelentes (obrigado, painel IPS!).
    [​IMG]
    Quando falo em “nitidez” quero dizer isso aqui (foto tirada de um vídeo Full HD de demonstração que veio no Optimus G Pro):
    [​IMG]
    Ou isso aqui (Matilda manda “oi” em uma foto com flash). Falando em vídeos, o Optimus G Pro roda sem problemas ou necessidade de conversão/apps de terceiros vídeos em padrões MKV (embora tenha tido problema com o som em uma amostra), AVI e MPEG-4. Lembra do alto-falante atrás? Faz um bom barulho para reproduzir o som – mas é sempre melhor usar os fones de ouvido, certo?
    [​IMG]
    [h=2]Câmera[/h]Apesar do hardware competente e de bons recursos de software, um ponto fraco do LG Optimus G Pro é sua câmera. Tem resolução alta de 13 megapixels, disparo por voz, cliques múltiplos (até 20 fotos enquanto segura o disparador) e um modo HDR que funciona, mas é lento. Tem um monte de amostras no nosso Facebook.
    O foco é lento, o ajuste de contraste poderia ser melhor…
    [​IMG]
    …e vistas com 100% de ampliação as fotos são ruído puro.
    [​IMG]
    Outro exemplo:
    [​IMG]
    E um recorte a 100%:
    [​IMG]
    Em vídeo, a coisa melhora um pouco, com boas imagens a 1080p. Uma amostra (agora é a vez do Ticolino):
    [h=2]Interface e aplicativos[/h]O LG Optimus G Pro roda Android 4.1.2 com interface adaptada e a capacidade de usar alguns aplicativos em camadas sobre a tela inicial (calculadora, navegador, vídeos e por aí vai). Note o widget de memória RAM, que mostra a quantidade de RAM livre (no geral, menos de 1 GB). É algo curioso e que comprova a minha teoria de que Android precisa mesmo de 2 GB para rodar bem.
    A LG não inclui muitos apps adicionais no seu aparelho, e isso é ótimo. Tem algumas coisas próprias (Tradutor, Controle Remoto, Chamada para o Suporte Técnico, Polaris Office e a loja SmartWorld, em resumo), mas nada que irrite ou peça para ser apagado de imediato (como aplicativos desnecessários de revistas que abrem o site da revista quando clicado, por exemplo).
    [​IMG]
    A barra superior da tela, ao ser deslizada, traz inúmeros atalhos, os aplicativos QSlide (que “flutuam” sobre a tela) e até micro-apps embutidos, como o controle remoto (por isso a porta infravermelho no aparelho – funcionou com minha TV LG antiga e o conversor Cisco da NET).
    [​IMG]
    O app QuickMemo é o grande destaque para uso com a tela grande: ele captura a tela em uso atual (qualquer uma) e permite criar anotações com o dedo mesmo (nada de caneta stylus!) e salvar na galeria ou no app Caderno – que amplia o recurso de produtividade permitindo colar imagens, vídeos e áudio na sua nota.
    [​IMG]
    [h=2]Desempenho[/h]Sob testes, o LG Optimus G Pro é, por enquanto, um dos smartphones mais rápidos que já passou por este ZTOP. Em alguns benchmarks, chega a bater o Samsung Galaxy S4 (mais veloz) e o Sony Xperia ZQ.
    [​IMG]
    O desempenho de rede 4G também é excelente. É o primeiro aparelho com Android e conectividade 4G que ponho à prova desde que troquei meu plano na operadora.
    Em comparação ao Windows Phone, a sensação é que a latência é menor (média de 35 ms) que a percebida no Nokia Lumia 920 – mas isso é um teste de longo prazo e eu posso ter pego uma localização melhor de antenas na rua (não é o caso da ZTOPCaverna, que tem 4G apenas no andar de cima do sobrado perto da janela, mas não no térreo). Como telefone, tem boa qualidade de som nas ligações e não notei nada fora do comum nesse recurso cada vez menos utilizado dos smartphones [​IMG] .
    Por conta da rede 4G também, a bateria do smartphone sofre mais. Após 12 horas de uso intenso do aparelho (3G, GPS, e-mail, ligações, Twitter, Foursquare, Facebook, Deezer, Internet, SMS, câmera), o LG Optimus G Pro chegou a 25% de carga de bateria (e entrou em modo de economia automaticamente ao chegar à marca de 30%). Pelo tamanho da tela e pela conexão 4G, não é um mau desempenho.
    [h=2]Conclusão[/h]A LG foi bastante esperta ao colocar o Optimus G Pro nas lojas brasileiras antes da IFA 2013 – pelo simples fato de a Samsung anunciar seu novo Galaxy Note 3 na feira alemã (junto com outras coisas, como o tal relógio. Estamos de volta a 2010?). Se comparado com o Galaxy Note 2, o Optimus G Pro ganha em várias especificações técnicas, começando pela tela Full HD – e por isso é uma manobra esperta fazer algum barulho antes do anúncio grande do concorrente.
    De resto, o LG Optimus G Pro tem um desempenho exemplar, um bom pacote de software e uma duração de bateria digna de nota por conta da tela e do 4G. A câmera é fraca, porém não é o principal recurso para quem procura um smartphone/foblet voltado à produtividade, algo essencial no Optimus G Pro.
    Seu preço sugerido desbloqueado é de R$ 2.099, mas acredito que operadoras devam fazer boas ofertas com esse aparelho em um futuro próximo para vender planos 4G. Se você precisa de um foblet Full HD agora, o LG Optimus G Pro é uma boa escolha.
     
  14. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    [h=1]Xperia Z Ultra, híbrido da Sony, supera concorrência, mas custará mais de R$ 2 mil[/h]
    PUBLICIDADE

    BRUNO FÁVERO
    DE SÃO PAULO



    [​IMG]

    O Xperia Z Ultra é mais uma iniciativa da Sony para tentar pegar um pedaço de nichos dominados pela Samsung no mercado de smartphones --no último ano, a empresa japonesa expandiu seu portfólio de três para seis modelos.
    O "phablet" (híbrido de tablet e telefone) Z Ultra é o sétimo, e mais dois devem ser lançados até o fim de 2013.
    À prova d'água, o Xperia Z Ultra tem duas grandes placas planas de vidro temperado (na frente e atrás), com as laterais feitas em metal. O resultado é um acabamento elegante, mas um celular que, também por suas dimensões, fica escorregadio.
    O tamanho, como em outros híbridos, torna a experiência de fazer ligações desconfortável e potencialmente embaraçosa.
    [TABLE="class: articleGraphic, width: 635"]

    [TD="class: articleGraphicImage, align: center"][​IMG][/TD]
    [/TABLE]
    O maior destaque é sua tela Full HD de 6,4 polegadas, mas o resto do hardware também é potente: vem com processador Snapdragon 800, topo de linha da Qualcomm, e 2 Gbytes de RAM.
    Nos testes da Folha, a navegação se mostrou ágil, e o celular executou com tranquilidade jogos pesados e vídeos em alta resolução.
    Sua câmera, por outro lado, deixa a desejar. Além de tirar fotos pouco definidas e com ruído (mesmo quando a iluminação não é ruim), o app criado pela Sony é desnecessariamente complicado.
    Como a maioria das fabricantes, a empresa opta por modificar o Android "puro" para integrar o smartphone a outros produtos da marca e se diferenciar da concorrência -mas, como outras, erra nas alterações.
    Além do app de foto, um exemplo malsucedido é a confusa interface para exibir os aplicativos instalados, que oferece cinco modos diferentes de organizá-los e dificulta sua desinstalação.
    O celular ainda é cheio de aplicativos embarcados que não podem ser removidos, boa parte dispensáveis e alguns completamente inúteis, como o "Campo Sony", na verdade um atalho para uma campanha publicitária.
    De resto, o Xperia Z Ultra traz recursos interessantes, como TV digital e a possibilidade de usar qualquer caneta de ponta metálica ou lápis para escrever e desenhar na tela do celular.
    O "phablet" tem desempenho e acabamento superiores ao de concorrentes, como o Asus Fonepad e o Galaxy Note 2, mas cobra por isso.
    Com lançamento previsto para outubro e sem preço exato definido no Brasil, o aparelho ficará, segundo a Sony, acima dos R$ 2.000.
     
  15. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    [h=1]Pesquisa aponta aumento vertiginoso na venda de phablets[/h]Relatório da IDC afirma que 25,2 milhões de dispositivos foram vendidos na Ásia durante o segundo quadrimestre de 2013.


    Por Ramon de Souza em 2 de Setembro de 2013

    [​IMG]
    (Fonte da imagem: Reprodução/IDC)


    Muito grande para ser um smartphone, muito pequeno para ser um tablet: osphablets podem até desagradar algumas pessoas, mas várias gigantes do ramo de tecnologia – como a Samsung e a LG – já estão apostando na categoria para disputar o mercado de dispositivos móveis. E de acordo com uma pesquisa publicada na última sexta-feira (30) pelo International Data Corporation (IDC), elas estão rumando pelo caminho correto_O relatório mostra que pelo menos 25,2 milhões de phablets foram vendidos na Ásia durante o segundo quadrimestre de 2013 – em comparação, apenas 12,6 milhões de tablets e 12,7 milhões de PCs portáteis foram comercializados na região durante o mesmo período de tempo. Isso constitui um aumento de 620% em relação ao mesmo quadrimestre de 2012.Para Melissa Chau, diretora sênior de pesquisa da IDC para a Ásia-Pacífico, a Samsung foi a primeira companhia a ter sucesso no segmento de phablets, lançando o Galaxy Note no último quadrimestre de 2011. “Agora, a família Note não constitui mais do que 50% do mercado”, afirma a executiva, que prediz um hype mundial com a chegada de novos dispositivos da categoria.




    Leia mais em:http://www.tecmundo.com.br/phablet/...ginoso-na-venda-de-phablets.htm#ixzz2dqnjm3Cy
     
  16. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    [h=1]Comparação: Galaxy Note 3 contra os principais phablets do mercado[/h]Confira as especificações do mais novo lançamento da Samsung e compare com as dos aparelhos já disponibilizados no mercado.



    Por Wikerson Landim em 4 de Setembro de 2013

    [​IMG][​IMG] Incorporar em seu site





    A Samsung anunciou na tarde de hoje o seu mais novo phablet, o Galaxy Note 3. Mais fino, mais leve e mais potente do que os modelos disponíveis na atualidade, o aparelho certamente deve dar continuidade à trajetória de sucesso da linha Galaxy Note. Se você já conferiu tudo sobre o mais novo produto da empresa, é hora de ver como ele se sai no comparativo.Na tabela acima, colocamos o aparelho lado a lado com o Galaxy Mega, o Galaxy Note 2 (ambos da Samsung), o Optimus G pro, da LG, e o Xperia Z Ultra, da Sony. Optamos por colocar nesta tabela apenas os aparelhos com características similares, em especial no que diz respeito ao tamanho de tela. Por conta disso, smartphones não entram neste comparativo.Contudo, você pode ver uma tabela especial comparando o Sony Zperia Z1, também anunciado na tarde de hoje, contra os principais smartphones disponíveis no mercadoneste link. Qual deles será o grande vencedor na disputa pela sua atenção e terá o privilégio de estar no seu bolso na sua próxima compra?




    Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/galaxy-n...ncipais-phablets-do-mercado.htm#ixzz2dy9QuE4s
     
  17. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    [h=1]Novo smartphone da Sony mais parece um tablet[/h]

    05/09/2013

    [​IMG]
    São tantas as funções que alguns dos jornalistas presentes à apresentação do Xperia Z1, novo smartphone da Sony, se perguntavam se não havia algo errado. Alguns chegaram a escrever em seus blogs e sites que seria um híbrido das duas categorias. E o próprio Kazuo Hirai, presidente da empresa, ao anunciá-lo, lembrou a aposta da Sony nos tablets.
    Para começar, trata-se do primeiro smartphone à prova dágua, algo que a empresa promete demonstrar quando abrir seu estande na IFA 2013, na manhã desta sexta-feira. Traz ainda uma inovação que deve agradar as pessoas que gostam de tirar fotos com seus celular: seu chip interno permite fotos com até 20,7 megapixels, o que levou Hirai a provocar os fotógrafos presentes.
    Talvez seja útil para vocês, comentou. Mais do que isso: está sendo lançado com um jogo de lentes da linha Cyber-shot, que aumenta significativamente as possibilidades para fotos.
    Hirai se entusiasmou ao descrever as características do Z1 (foto), confirmando que - ao lado do PlayStation 4, que chega ao mercado em novembro - essa é a maior aposta da empresa. Até a tela de 5 utiliza um avanço até agora destinado apenas aos TVs top de linha da Sony: o display Triluminous, que aumenta a variedade de cores captadas, numa versão adaptada para aparelhos portáteis.

    Temos certeza que nossa comunidade de desenvolvedores irá criar ótimos aplicativos para esse aparelho", comentou Hirai, realçando outra mudança na estratégia da Sony. O Xperia Z1 já sai com apps de filmes e música, e o usuário poderá ainda baixar outros como o Social Live, para jogar seus vídeos diretamente no Facebook; AR Effect, que permite acrescentar efeitos visuais sobre as imagens gravadas; e TrackID, para busca e compartilhamento de informações sobre séries de TV.
    No Brasil, o Z1 será lançado em outubro com um atrativo a mais: receptor de TV Digital.
    - See more at: http://revistahometheater.uol.com.br/site/tec_noticias_02.php?id_lista_txt=8629#sthash.TyfV7nEV.dpuf
     
  18. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    Um excelente xing-ling...

    ***

    [h=1]Meizu MX3: chinês tem octa-core, tela melhor que S4 e câmera da Sony[/h]
    [​IMG]Thiago BarrosPara o TechTudo








    1 comentário

    A Meizu, uma das principais fabricantes de celulares da China, aproveitou o período de grandes lançamentos para revelar seu novo smartphone top de linha: o MX3. Com processador octa-core, câmera Sony e display melhor do que o do Samsung Galaxy S4, o gadget tem um visual arrojado, com bordas arredondadas e tela ocupando boa parte da largura do painel frontal.
    [​IMG]MX3 tem hardware de qualidade e preço relativamente baixo (Foto: Reprodução/Engadget)
    O Meizu MX3 tem apenas 9.1 mm de espessura e 143 gramas, e sua versão do Android é bem diferente do que nós, consumidores do ocidente, temos à disposição: uma custom ROM chamada Flyme 3.0.
    Em termos de hardware, o MX3 não deixa nada a desejar aos tops de linha de Samsung e Apple, à começar pela enorme tela de 5.1 polegadas com resolução de 1.800 x 1.080 pixels e aspecto 15:9. O processador é o Exynos 5 Octa, idêntico ao do S4, que combina um Cortex A-15 de 1.6 GHz e um Cortex A7 de 1.2 GHz, ambos quad-cores.
    saiba mais

    Quer um desses? Descubra quais sites de compras chineses entregam no Brasil
    A câmera de oito megapixels de terceira geração é da Sony, com uma lente f/2.0 rápida, estabilizador de imagem sem delay e captura de imagens em até 20 fps. A câmera frontal é mais modesta, mas equivalente a seus rivais top de linha: somente 2 MP. Ele possui, ainda, versões de 32 GB, 64 GB e 128 GB.
    Em termos de conectividade, o MX3 possui NFC, Wi-Fi, Bluetooth 4.0 e GPS, além de ter Internet 3G compatível com a maior parte do mundo. Para aguentar tudo isso, ele possui uma poderosa bateria de 2.400 mAh, que consegue aguentar até nove horas de navegação na Internet móvel.
    Ainda não há informações sobre o lançamento internacional do MX3. Na China, ele está em pré-venda e chega às lojas em meados de setembro. Os preços começam em cerca de US$ 410 (aproximadamente R$ 950) para o modelo de 16 GB de capacidade de armazenamento.
    Via Engadget.

     
  19. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    [h=1]Vazam novas imagens do Lumia 1520, o primeiro phablet da Nokia[/h]Por Redação Olhar Digital - em 09/09/2013 às 20h20
    Avaliação:




    Avaliar:






    [HR][/HR]
    • [​IMG]
    • Lumia

    • Nokia

    [HR][/HR][​IMG]
    (Foto: The Verge)





    [HR][/HR]

    A Nokia deve lançar em breve o Lumia 1520, um phablet que roda Windows Phone. No último domingo, 8, um leitor do The Verge, chamado KaZ, vazou ao site uma série de imagens do aparelho.
    O usuário confirma os rumores de que o dispositivo teria 2 GB de memória RAM, processador Qualcomm Snapdragon 800, 32 GB de armazenamento (com espaço para cartão SD) e ainda uma tela de 6” com resolução de 1080p. Estas configurações o colocam como o Windows Phone mais potente já produzido.
    Em uma das fotos o aparelho é colocado ao lado do Xperia Z para se comparar ambos os tamanhos (o da Sony tem 5”). Também é possível notar que a traseira lembra a do Lumia 925, com uma curvatura para a câmera, que, de acordo com os boatos, pode ter até 20 MP.
    Não está claro se o aparelho deve ter uma caneta personalizada, como o Samsung Galaxy Note 3 nem se a Nokia fez grandes alterações para se adaptar a uma tela grande.


     
  20. Rickbrazil

    Rickbrazil Usuário


    Desde 20 Jan 2008
    Brasilia/DF/Brasil
    Destaque para a bateria... gostaria muito de um foblet com uma bateria de 5000 mAh

    ***

    [h=1]HTC One Max aparece em imagens com scanner de impressões digitais[/h]Phablet deverá ser quase idêntico ao HTC One, sucesso de vendas da fabricante taiwanesa.


    Por Roberto Hammerschmidt em 14 de Setembro de 2013
    [​IMG]
    Comparação do One Max (centro) com o One (Fonte da imagem: Reprodução/Mobileaks)


    A HTC deve lançar em breve o HTC One Max, um phablet derivado do seu smartphone top de linha. Diversos rumores e imagens já foram publicados sobre o dispositivo, que acabaram revelando um scanner de impressão digital - o que pode ser a prova de que empresa vai seguir os passos da Apple.E mais uma vez o aparelho foi flagrado em imagens vazadas. As fotografias não apresentam nada de novo, mas elas fornecem uma ideia do tamanho do phablet, comparado a um HTC One. Podemos ver também a presença do scanner de impressão digital na parte de trás.[​IMG]
    (Fonte da imagem: Reprodução/Mobileaks)
    [h=2]No Twitter chinês[/h]As imagens apareceram no Weibo (o equivalente ao Twitter na China) e foram descobertas pelo site de notícias Mobileaks. Não há nenhuma informação oficial da HTC, mas, com base no número de vazamentos, é bem provável que a fabricante taiwanesa anuncie o phablet oficialmente em breve.Quanto às especificações, acredita-se que o modelo será equipado com um processador Qualcomm Snapdragon 800 de 2,3 GHz e terá 2 GB de memória RAM. O espaço de armazenamento interno poderá ser de 32 ou 64 GB. Confira as configurações esperadas:
    • Tela Super LCD 1080p de 6 polegadas;
    • Processador Qualcomm Snapdragon 800 de 2,3 GHz;
    • 2 GB de memória RAM;
    • 32 ou 64 GB de memória interna;
    • Bateria de 3.200 mAh





    Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/htc/4452...nner-de-impressoes-digitais.htm#ixzz2exNB0E8h
     
  1. Este site usa cookies. Se você continuar a usar este site, automaticamente concorda com nosso uso de cookies.
    Fechar Aviso