Pré amplificador baseado no CI OPA2134 (com pré de phono) - Esquemáticos, PCB - em desenvolvimento.

Discussão em 'DIY' iniciada por tiago_medicci, 6 Jan 2013.

  1. pride

    pride Usuário


    Desde 13 Jan 2009
    Porto Velho
    Amigão parabéns pelo Projeto.
    A título de curiosidade, quanto em questão de componentes voce gastou?
     
  2. Thyago

    Thyago Membro VIP


    Desde 22 Jan 2006
    Minas Gerais
  3. tiago_medicci

    tiago_medicci Usuário


    Desde 19 Nov 2006
    Brasil
    Amigo, afinal eu acabei comprando capacitores da EPCOS de filme de poliéster mesmo, sempre tomando cuidado para casar bem os valores, medindo-os. Creio que não será um problema o uso de capacitores de poliéster. Procurei muito pelo assunto, e me pareceu um tanto quanto místico os famosos capacitores de polipropileno ou Styroflex... há sim bons e maus capacitores, mas não vi muito material técnico que "prova" a qualidade de determinado tipo em relação a outro para áudio, comparando-se com os de poliéster. Meu sistema também não será apurado o suficiente para perceber tal diferença. Fica para um upgrade no futuro, talvez...


    Amigo, pra falar a verdade mesmo, eu não sei...
    Os componentes foram muito baratos, coisa de menos de 20 reais. O mais caro são os CIs (que ainda não comprei e utilizarei o TL072 para testes, que também é muito barato). De resto, o gabinete ficou em 40 reais (NAOKO NDT/2), o trafo deve ficar por volta de 60 reais e devo gastar mais em conectores, plugs e fio (por volta de 60 reais?) e preciso ainda de uma chave de onda para seleção de entradas. Mas creio que vá ficar muito barato e (espero) muito bom pelo preço envolvido.

    Amigo, pesquisando rapidamente percebi que o OPA627 é um op-amp single, enquanto que 2134 é dual, ou seja, no mesmo CI trabalha-se com ambos os canais. No entanto, deixei o local do CI montado com soquetes, para que seja possível trocá-los caso necessário...

    É isso amigos. Obrigado pelo interesse.


    Abraços!
     
  4. Thyago

    Thyago Membro VIP


    Desde 22 Jan 2006
    Minas Gerais
    Sim é mono, mas com o adaptador são instalados 2 como no link que te mandei, há também o 2604, esse dual e com um preço muito bom também.
     
  5. tiago_medicci

    tiago_medicci Usuário


    Desde 19 Nov 2006
    Brasil
    Que ignorância a minha: não abri o link (achei que era só do CI)... me desculpe.

    A vantagem do projeto é que ele pode ser usado com diversos CIs, aí é questão de gosto... quem sabe para um upgrade, também.
     
  6. Arthas

    Arthas Usuário


    Desde 20 Out 2003
    Campinas/SP
    Eu também sou bem cético com essa história de material e marcas "premium" de capacitores, creio que um ouvido bem treinado possa notar diferenças, porém para uma pessoa "média", não creio que perceba algo. Sei que há capacitores com impedâncias parasitas de valor mais elevado que outros, porém não acredito que se manifestem tão brutalmente nas frequências de áudio.

    O que você pode fazer, por desencargo que consciência, é colocar em paralelo (soldado por baixo da placa) com o seu EPKOS um polipropileno/poliestireno ou silver mica de baixo valor, algo como 22nF como bypass. Em termos elétricos sem dúvidas vai reduzir a impedância equivalente, mantendo a capacitância, só não sei se isso irá influenciar em algo o áudio.
     
  7. tiago_medicci

    tiago_medicci Usuário


    Desde 19 Nov 2006
    Brasil
    Eu gosto bastante deste artigo do Rod Elliot: http://sound.westhost.com/articles/capacitors.htm

    Ele explora bem tais quesitos, com dados obtidos por simulação e testes. Nós sempre ouvimos falar sobre a influência de capacitores no áudio e é claro que um capacitor cerâmico não seria a melhor escolha para um filtro, por exemplo, mas é legal ver as conclusões sobre os de poliéster em relação aos de polipropileno. Outro ponto legal a ser abordado é sobre o "soar melhor" aos ouvidos que, realmente, poucos são os testes feitos de modo totalmente cego (com o capacitor de poliéster x polipropileno). Para termos essa identidade sônica, seria desejável que em um teste cego, observadores acertassem mais de 70% das vezes sobre qual sistema esta tocando com determinado tipo de capacitor. Nunca vi alguma conclusão nesse sentido... haha
     
  8. carlosand

    carlosand Usuário


    Desde 10 Ago 2011
    Alagoinhas/bahia/Brasil
    Queria dar meu palpite em relação aos cis utilizados: Já usei o lm6172 e achei ele melhor do que o opa2134. Outra boa pedida é o ad826, (na farnell estão por +_ 20,00). Os opa627 estão com preço de ouro por lá, se quiser arriscar...
     
  9. Arthas

    Arthas Usuário


    Desde 20 Out 2003
    Campinas/SP
  10. Pante

    Pante Caju, Peru, Edu... sem acento!


    Desde 28 Jan 2005
    São Paulo
    Tiago,

    Reli o tópico e não vi onde você ainda tenha dúvida sobre capacitores que já não tenha resolvido. Se ainda houver alguma, posta aí pra gente ver se chega num consenso.

    Por outro lado, em um futuro breve (assim espero :D), pretendo montar um pré amplificador como o seu, se não for o próprio. Como você falou pra postar aqui sobre o interesse no transformador que vai usar neste pré, estou aqui confirmando meu interesse e solicitando para incluir uma unidade no "pacote" do grupo de compras do gainclone.

    Um abraço.
     
  11. tiago_medicci

    tiago_medicci Usuário


    Desde 19 Nov 2006
    Brasil
    Opa Pante, tudo bem?

    A questão do capacitor é mais em relação a fonte mesmo, ainda não tive tempo de pegar ele novamente para testar outras soluções, mas não é nada que atrapalhe o projeto. Em breve, vou ter oportunidade de testar o circuito de pré e do pré de phono em um laboratório, espero que consiga levantar alguns parâmetros e verificar o funcionamento do mesmo.

    Quanto ao transformador, seria legal se você pudesse participar. O Gabriel pediu para incluir um pedido de um trafo de 18.5-0-18.5 x 0.5A, para uma mesa de som da Behringer dele e este transformador nos serve muito bem, já que teremos que usar fonte regulada. Se desejar, já temos 4 transformadores deste tipo e acho que podemos conseguir um bom preço também.
     
  12. Pante

    Pante Caju, Peru, Edu... sem acento!


    Desde 28 Jan 2005
    São Paulo
    Tiago,

    Confirmo meu interesse nesse transformador. Por favor, inclua uma unidade para mim também.

    Quanto a fonte, bom, fontes de alto desempenho podem sofrer do mesmo mal de amplificadores de alto desempenho: oscilaçôes de alta frequência. Infelizmente meu conhecimento e experiência no assunto acaba aí. Espero que identifique a rzão do probela e o resolva.
     
  13. tiago_medicci

    tiago_medicci Usuário


    Desde 19 Nov 2006
    Brasil
    Amigos, retomando o tópico novamente:

    Tive o primeiro contato com os pré amplificadores (o estágio de phono e o normal) hoje, no laboratório. Testei ambos os amplificadores injetando sinais senoidais (de amplitudes adequadas a cada amplificador) e de diferentes frequências, observando a saída no osciloscópio.

    Ambos os circuitos estão funcionando corretamente. O pré-amplificador de phono funcionou à risca do simulado já o pré-amp normal apresentou ganhou pouco maior do que o simulado, mas dentro da ordem de grandeza.

    No entanto, para o circuito do pré normal ocorre um efeito muito estranho: ao darmos um ganho nos agudos (pelo potenciômetro), chegando-se ao final da excursão do potenciômetro, o AMP OP satura abruptamente. Por exemplo, estamos injetando o sinal de 400mV pico-a-pico (digamos de 10kHz) e a saída está em aproximadamente 2V (com sinal máximo). Aumentando-se os agudos (dando um ganho nessa faixa), percebe-se que a saída aumenta (como esperado), mas não ultrapassa 3V. No entanto, quase ao final da excursão do potenciômetro de agudos, há uma saturação do amp-op e saída pula para algo perto de 28V pico-a-pico (excursão máxima) com uma frequência de 100Khz, aproximadamente. Este fenômeno acontece com qualquer frequência no sinal de entrada (inclusive para aquelas não afetadas pelo potenciômetro dos agudos). Alguém teria alguma ideia do que pode ser?

    Ainda testarei com calma o potenciômetro e procurarei combinações para eliminar o problema. O CI utilizado no teste foi o TL072.

    No mais, excetuando este problema, estou bem feliz com os resultados e pretendo, em breve, testá-lo sonicamente.

    Grande abraço!
     
  14. Caio Ferrari

    Caio Ferrari Usuário


    Desde 5 Ago 2005
    São Paulo - SP - Brasil
    Será que algum problema no potenciômetro não está fazendo o opamp entrar em ganho infinito?
     
  15. Rafael L

    Rafael L Usuário


    Desde 16 Nov 2009
    Paraná
    Também aposto no potenciômetro, deve dar um valor muito alto de resistência no final do curso, basta tirar do circuito e medir com um multímetro.
     
  16. o amplificador pra phono funcionou ?
    so ele e a fonte.
    vo ver depois a lista de componentes.
    por que tem chave e seleção no pre ?
    não teria usar sem ela não ?
     
  17. tiago_medicci

    tiago_medicci Usuário


    Desde 19 Nov 2006
    Brasil
    O amplificador de de phono funcionou sim, perfeitamente.

    A chave de seleção é para as entradas possíveis do pré (CD, Aux etc...).

    Acredito que o problema do pré seja o layout (sem plano de terra) e também falta um capacitor para derrubar o ganho em altas frequências. O ruído faz com que o amp-op oscile.

    No entanto, ando um pouco sem tempo para desenhar e fabricar um novo layout. Qualquer coisa posto aqui quando surgir a oportunidade...
     
  18. certo mais seu layout do riia ja e operante ?
    posso usar o ne5532p ou somente esse que você informa no circuito ?
    vo compra os componentes hoje ra montar o pre e fonte
    no caso da chave a cabeça aqui e ge-22e 5mv posso usar a chave toda aberta ou fechada ?
     
  19. +1 pergunta qual o tamanho da placa ?
     
  20. fiz a placa agora começo a soldar
     
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso