Anúncio do HT Forum

Radiador passivo matando a pau!

Discussão em 'DIY' iniciada por Moa40, 6 Nov 2018.

  1. Moa40

    Moa40 Usuário


    Desde 3 Mar 2015
    Bertioga
    DSC00104.JPG DSC00107.JPG DSC00115.JPG DSC00116.JPG DSC00117.JPG DSC00119.JPG DSC00927.JPG DSC00126.JPG DSC00107.JPG DSC00115.JPG DSC00116.JPG DSC00117.JPG DSC00119.JPG DSC00927.JPG DSC00126.JPG Resgatei um par de caixas Panasonic Mega Power 1400 do bota-fora de um vizinho. Do madeiramento só restava a face dianteira, porém – e surpreendentemente! – os woofers de 10” e mids estavam quase intactos. Essas caixas utilizam como radiador passivo um cone de papelão idêntico ao do woofer, mas que não pesa nem 15g.

    Já que eu nunca tinha feito caixas com sistema RP, com minha parca literatura a respeito e meus pobres recursos “ferramentais”, meio na orelhada e sem grandes pretensões, botei mãos à obra.

    No “projeto”, 4 Eastech de 4” e 8 ohms que comprei baratinho, há tempos, no ML, além de 2 tweeters Novik NST 2003 e retalhos de madeira de caixas antigas.

    O gabinete ficou um pouquinho maior do que o recomendado pelo fabricante (Eastech) em função dos cones de 10” e do aproveitamento da madeira, um talvez-problema em parte “compensado” pelas travessas e reforços internos da estrutura. Incluí um potenciômetro de volume para o tweeter devido aos seus 104dB de sensibilidade, mas a coluna de leds foi por pura frescura mesmo.

    A primeira audição foi quase decepcionante. Apesar da minha baixa expectativa, o RP parecia ressoar na mesma freqüência dos Eastech, que imagino ser ali pelos 90Hz e nada abaixo disso, saturando e engordando aquele grave chocho de uma nota só. Então, deixei uma das caixas como controle e fui adicionando peso na parte interna do cone do RP da outra, como se fosse papel machê. Quando a massa atingiu 70g, remontei o RP na caixa e aproveitei pra tirar 2/3 do preenchimento interno, e o resultado foi tão positivo que imediatamente desmontei a outra p/ fazer o mesmo, enquanto arriscava elevar ainda mais a massa do RP da primeira caixa p/ comparação. Colei papel até atingir 105g para um novo teste. Neste momento, a referência de graves passou a ser uma Lando 3100; caixa que me agrada muito, apesar do grave ficar meio “fofo” acima de certo volume...

    E, caros, a caixa ficou com um grave tão sensacional que eu parei nos 105g com medo de “passar do ponto” e deixar “buracos” no espectro da resposta (além de alguma preguiça, confesso). Eu não imaginava que aqueles Eastech de 4” tinham tanto punch! Acreditem ou não, frente às Lando, os graves soam mais rápidos, mais definidos, profundos e detalhados. Um espetáculo! Fico olhando elas tocarem e me espanta imaginar que podem ficar ainda melhores depois de amaciadas... Ok, como diria meu avô, ainda que eu tenha conseguido este resultado “na bamba”, virei fã desse sistema e certamente vou experimentar mais, em breve.
     
    • 1


    Anúncio do HT Forum
  2. shacouto

    shacouto Usuário


    Desde 30 Jul 2009
    Belo Horizonte/MG/Brasil
    Muito legal! Você acha que a melhora aconteceu por causa da retirada do enchimento, pelo aumento do peso ou por ambos? Você não usou "cobertor de mendigo" no revestimento interno?
     
  3. Moa40

    Moa40 Usuário


    Desde 3 Mar 2015
    Bertioga
    Shacouto, acho que tudo foi conjunção de fatores sortudos, mas a massa do RP foi definitiva. Usei, só na base, um carpete para que a fibra "enroscasse" nele e ficasse no lugar.
     
    • 1
  1. Este site usa cookies. Se você continuar a usar este site, automaticamente concorda com nosso uso de cookies.
    Fechar Aviso