Anúncio do HT Forum

RAMdisk com Windows Server 2016/2019 - Guia de configuração

Discussão em 'Computadores e Media Players/Servers' iniciada por FelipeRolim, 5 Mar 2018.

  1. FelipeRolim

    FelipeRolim Breaking The Sound Barrier


    Desde 17 Ago 2008
    Quatiguá/Paraná/Brasil
    Boa noite pessoal. Depois de eu ter passado muito perrengue na tentativa de fazer meu computador dedicado ao áudio funcionar com RAMdisk, finalmente consegui obter sucesso nessa empreitada. Como tentei por muitos caminhos diferentes, fui anotando tudo para que tivesse alguma informação "extra" quando finalmente conseguisse, e também para ter um guia caso eu precisasse fazer de novo. Bem, não precisei fazer de novo, hehe, mas espero que as informações que anotei como "definitivas" em termos de funcionamento realmente estejam corretas e sirvam de ajuda para os colegas do fórum. Hoje dediquei um tempo organizando as ideias e acrescentando um pequeno texto, para que pudesse compartilhar. Acho que é válido, porque realmente foi muito difícil conseguir pela primeira vez.

    Para quem não sabe, o RAMdisk é um dos métodos tidos como de mais alto rendimento pelos audiófilos do mundo, e embora eu nunca tenha lido algo a respeito neste fórum e só tenha um amigo pessoal que testou antes de mim, já li muita, muita, muita informação em âmbito internacional, onde parece que o tema é mais evoluído. A redução da latência e a alta taxa de transferência é apenas pequena parte dos benefícios. Sugiro que dêem uma lida nos fóruns da PS Audio, da Computer Audiophile e do JPLAY, em especial. Tem bastante informação.

    Para facilitar para mim e para os colegas, criei um arquivo em PDF que possa ser baixado, até porque o texto é grande e também anexei algumas imagens para deixar mais elucidativas as partes complicadas.

    Por fim, lembro aos colegas apenas que, embora existam softwares para Windows que façam RAMdisk facilmente, eles apenas permitem que uma parte bem limitada da memória RAM seja definida como armazenamento, além de não permitirem que o próprio sistema operacional seja nela instalado. O guia que busquei criar efetivamente faz com que 100% do sistema operacional vá para a RAM e funcione dela.

    Segue um vídeo do funcionamento:


    Espero que seja de grande valia.

    Abraço a todos e boa semana.
     

    Anexos:

    Última edição: 5 Mar 2018
    • 15
    Anúncio do HT Forum
  2. Minerim

    Minerim Usuário


    Desde 24 Jun 2006
    Paraíba
    Felipe você foi rápido hein....
    Cara parabéns mesmo pela sua disposição!
    já baixei o arquivo...mas vou ter que deixar isso para um dia com bastante tempo e calma, enquanto isso vou lendo, relendo e absorvendo.
     
    • 1
  3. RogerSann

    RogerSann Usuário


    Desde 3 Mai 2013
    São Paulo


    Felipe,

    Agradeco-lhe pelo seu empenho em compartilhar suas experiências conosco, que inegavelmente têm sido bastante enriquecedoras!

    Parabéns pela iniciativa!
     
    • 1
  4. m.f.lima

    m.f.lima Usuário


    Desde 12 Dez 2006
    MARÍLIA- SP
    Parabéns pela iniciativa e pela disposição!
    E Muito obrigado por compartilhar.
     
    • 1
  5. FelipeRolim

    FelipeRolim Breaking The Sound Barrier


    Desde 17 Ago 2008
    Quatiguá/Paraná/Brasil
    Boa noite a todos. Alguém chegou a fazer o processo de instalação e configuração que descrevi no manual? Deu certo? Pergunto porque, depois que fiz funcionar aqui no meu computador, nunca mais precisei refazer tudo, e também não obtive nenhum retorno de alguém que seguiu as orientações. Gostaria de saber se deu certo ou, se não deu, em que etapa foi que houve problema.

    Abraço.
     
  6. FelipeRolim

    FelipeRolim Breaking The Sound Barrier


    Desde 17 Ago 2008
    Quatiguá/Paraná/Brasil
    Atualizando o tópico...

    Pretendo fazer um relato rápido, pois não há exatamente muito a dizer: no meu ponto de vista, sem dúvida a mudança mais evidente de todas, a qual eu recomendo muito e também pode ser adotada pela leitura deste tópico, deu-se com a utilização do Server 2016 no modo Core. Com isso, o som de mostrou mais natural, mais límpido, menos digital, mais real e tangível. Digo isso com absoluta segurança e consciência, pois as experiências comparativas não foram poucas e eu venho de um bom conhecimento do Server 2016 com os softwares atuais no meu sistema já há algum tempo. Está bem claro que o som é mais analógico, rico, encorpado, com harmônicos e timbres mais corretos, mas o ponto forte é para o foco, a limpidez e o arejamento, que por consequência permitem extrair mais detalhamento.

    Eu sou totalmente favorável a este tipo de som rico, harmonioso e encorpado. Já ouvi sistemas em que a pessoa tentou "enxugar" demais os graves e acabou capando harmônicos ou notas que considero de fundamental importância para a completa formação do acontecimento musical. Ora, uma nota musical não é só uma frequência específica reproduzida, mas também é ressonância, é formação de uma série de harmônicos naturais e próprios, o que nos permite identificar, pela audição do próprio sistema, a dimensão do instrumento, a ressonância de sua madeira ou de seu metal, a especificidade do encordamento utilizado, o peso e a força da nota batida ou assoprada e, principalmente, o timbre. Por isso valorizo e sou bastante enfático neste ponto, pois, para mim, é algo basilar e essencial para o realismo.

    Com relação à RAMdisk, em específico, embora possam ser extraídas mudanças, mudanças estas que, por não terem custado nada além de algumas horas de estudo e aprendizado, eu considere muito válidas e bem vindas, não foram tão significativas quanto o próprio Windows 2016 Core. A partir do carregamento de 100% do SSD para a memória RAM, torna-se possível aferir uma melhora que pode ser resumida numa única palavra: precisão. O som fica muito preciso, com um recorte impressionante, e a consequência que considerei mais chamativa foi o detalhamento dos graves, coisa que julgo decorrer de uma maior velocidade, mais precisão, maior dinâmica. Meu sistema tem boa margem para isso, pode melhorar sem que toque de forma "dura", agressiva, e por isso considero terem havido apenas melhorias. Todavia, não penso que num sistema já mais "seco" ou "enxuto" essa mudança seja negativa. O Audiophile Optimizer tem 16 combinações diferentes de filtros que podem resultar em sonoridades diversas, conforme se opte por uma ou outra, então é tudo questão de ajuste.

    Enfim, reforço a recomendação do Server 2016 Core Mode e deixo a indicação para que façam RAMdisk.
     
  7. jvvita

    jvvita Usuário


    Desde 4 Abr 2018
    São Paulo
    muito legal o seu guia. eu certamente vou testá-lo.

    o ponto que não ficou claro para mim, foi: se a opção pelo RAMdisk for no pen drive, a instalação original do windows continua com as funcionalidades normais. É isso? Se sim, o boot do novo sistema se faz a partir da instalação original do windows, ou a partir da BIOS? E se a opção pelo RAMdisk for no HD, a instalação original do windows também fica preservada, com o dual boot a partir da BIOS. É isso também?

    Abs
     
  8. FelipeRolim

    FelipeRolim Breaking The Sound Barrier


    Desde 17 Ago 2008
    Quatiguá/Paraná/Brasil
    @jvvita@jvvita, respondendo aqui a dúvida do outro tópico, sim, o RAMdisk não impõe qualquer restrição ao Audiophile Optimizer.

    Com relação às dúvidas acima, veja bem, a instalação do GRUB4DOS no pen drive fará apenas com que o pen drive seja o dispositivo que servirá para dar o boot no computador, ou seja, é ele que exibirá a tela de seleção do sistema operacional. Apenas isso e mais nada. O GRUB4DOS substituirá aquela tela "original" onde podemos escolher mais de um sistema operacional, quando disponível, e vamos aproveitar esta oportunidade para configurar o GRUB4DOS para enviar o conteúdo do vdisk para a memória RAM.

    O Windows em si será instalado no vdisk, que na verdade é um disco rígido virtual, que no SSD fica representado por meio de um arquivo com a extensão .vdisk. Então, o que se fará para programar tudo de antemão é emular este vdisk como se fosse um drive comum (drive C:\) e nele é que faremos a instalação do Windows e de tudo o que iremos usar. Então, se for verificar no SSD, encontrará apenas e tão somente um arquivo com a extensão .vdisk e cujo tamanho será aquele definido por você previamente, e que necessariamente deverá ser compatível com o tamanho da memória RAM. É com base na RAM disponível que se dimensiona o tamanho do .vdisk.

    Feita a RAMdisk, você terá um Windows totalmente funcional e estável funcionando da memória RAM, mas todas as alterações que fizer nele serão perdidas quando desligado o PC e novamente carregado o Windows. Portanto, para fazer as alterações, quando forem necessárias, é importante que se atente à parte do manual em que especifiquei a forma de se fazer isso.

    O Windows dentro do SSD/HD permanecerá intocado, pois tudo será gravado, ou diretamente no disco virtual, ou na RAM.

    Abraço!
     
  9. jvvita

    jvvita Usuário


    Desde 4 Abr 2018
    São Paulo
    Entendidissimo. Talvez uma oportunidade para fazer uma instalação on the go no pen drive. Vai ter um loading mais longo, mas um bom pen drive 3.0 não deveria ser muito substancial. Dado que estamos rodando 100% da ram , no funcionamento não impactaria.

    Vou fazer meus testes e vamos trocando experiência
     
  10. FelipeRolim

    FelipeRolim Breaking The Sound Barrier


    Desde 17 Ago 2008
    Quatiguá/Paraná/Brasil
    Acho que é perfeitamente possível instalar no pen drive, e um pen drive com USB 3.0 deve ser melhor que um HD ou uma conexão SATA II. Aqui, por algum motivo, não consegui fazer rodar do pen drive. O .vdisk precisou ficar no SSD. Em todo caso, depois que efetivamente fiz funcionar, reuni tudo num documento do Word e não experimentei mais. Espero não ter que mexer tão cedo, rsrs.

    Mande os relatos. Espero que funcione.
     
  11. jvvita

    jvvita Usuário


    Desde 4 Abr 2018
    São Paulo
    Vamos lá. Iniciei os testes de instalação esta semana, seguindo o seu sumário. A instalação com o WinNTSetup foi bem intuitiva e fácil, inclusive a criação do virtual disk. Vale dizer que a opção de criação instantanea do virtual disk funciona muito bem. Ponto de atenção: se for instalar o Server2016 no modo GUI, o virtual disk precisa ser de no mínimo 16GB. Para o modo core, 8GB é de fato suficiente.

    A configuração do bootloader via o BOOTICE também foi fácil. Não senti a necessidade de criar um novo BSD, como indicado no seu sumário. É plenamente possível modificar o BCD existente, poupando o risco de ter que restaurar a MBR do disco de inicialização caso haja conflito entre arquivos. A última versão do BOOTICE tem um bug que impede que se modifique o timeout da tela inicial de escolha do sistema operacional. Fica travado em 30s. Apenas consegui configurar no prompt do DOS, em modo administrativo, com o comando: bcdedit /timeout XXX, onde XXX é o número de segundos desejados.

    Não senti a necessidade do driver do FiraDisk para o boot normal a partir do disco virtual. O BOOTICE foi suficiente.

    Consegui também mover a instalação para o pen drive sem nenhuma dificuldade. Foi necessário apenas: a) copiar o arquivo do disco virtual para o pen drive; b) configurar o BOOTICE para inicializar a partir do pen drive, na seguinte sequência: i) BCD; ii) selecionar BCD existente; iii) easy mode; iv) adicionar novo sistema de inicialização, na opção VHD; v) marcar o pen drive como disco em que reside o VHD; vi) selecionar a partição 0 do pen drive; e vii) digitar o o nome do arquivo .vhd em que está o disco virtual.

    Dentro do WindowsServer, é realmente chocante como o coremode é "pelado", e sem interferência nenhuma. Existe um pequeno erro no seu tutorial sobre a chave de registro necessária para fazer o logon automático. Infelizmente eu estou sem minha anotação da chave correta, mas assim que puder eu edito esse post.

    Encontrei uma dificuldade grande, que ainda estou trabalhando: o meu adaptador de rede da Intel não é compatível com WindowsServer16. Os drivers não instalam. Estou estudando editar o arquivo .inf, ou forçar a instalação em modo compatibilidade. Reporto se consegui.

    O foobar2000 se recusou a instalar pela falta do directsound. Estava sem os drivers do meu DAC PSAUDIO, então não consegui ver se com o DAC conectado e instalado o foobar2000 funcionará. Se não, vou atrás da opção de WASAPI injector.

    Essa a experiência até agora. Ainda não tentei o boot para o RAMDISK dada a dificuldade com o driver de rede, e, assim, não mexi ainda com o GRUB.

    Abs.
     
  12. FelipeRolim

    FelipeRolim Breaking The Sound Barrier


    Desde 17 Ago 2008
    Quatiguá/Paraná/Brasil
    Bom dia @jvvita@jvvita, obrigado pelo feedback. Você é a primeira pessoa que testa o manual e reporta os acontecimentos do procedimento. Obrigado por isso. Será muito enriquecedor para o tópico e motivador para outras pessoas. Algumas considerações interessantes:

    1 - O Firadisk, se não estou enganado, será um driver necessário para que o Windows funcione da memória RAM. É um driver que reconhecerá a memória RAM como um drive de armazenamento. Já tentei por outros métodos, mas sem o Firadisk, quando o Windows é carregado para a memória RAM, acontece algum erro e ele fica num loop infinito. Verifique, por favor, se apenas o BOOTICE é suficiente, tornando desnecessário o uso do Firadisk, pois será uma informação importante. Aqui, salvo engano, não funcionou.

    2 - Existe uma maneira de fazer a instalação do driver ser executada em modo de compatibilidade com Windows mais antigos. Funciona e não é complexo. Precisa inscrever uma chave no registro do Windows, indicando o local do arquivo e a versão do Windows que se deseja rodar. O driver do Ayre exige que eu faça assim, mas não usei este método porque o Audiophile Optimizer tem uma ferramenta que auxilia a executar este trabalho e faz tudo automaticamente, então acabou facilitando muito.

    3 - O Windows Server no Core Mode vem originalmente sem o Direct Sound, sem o WASAPI e sem o Kernel Streaming. Alguns aplicativos recusam funcionamento por conta disso. Este é outro ponto que o Audiophile Optimizer resolve.

    4 - Sobre os comandos para logon automático, lembro que funcionou aqui, mas posso ter transcrito errado para o manual. Se puder corrigir, por favor, será muito importante para fins de registro e retificação desta informação. Usei uma única vez, e depois descobri que o Audiophile Optimizer também possui a função de habilitar o logon automático e acabei não experimentando mais pela linha de comando.

    Grande abraço e obrigado pela contribuição.

    PS.: deu para notar que o Audiophile Optimizer resolve a vida, né!? Hehehe.
     
  13. jvvita

    jvvita Usuário


    Desde 4 Abr 2018
    São Paulo
    Tudo indica que resolve, mas perde a emoção. Normalmente eu gosto de fazer manual para dominar um pouco mais o que está acontecendo para depois partir para a solução profissional e automática.

    Vamos trocando as experiências.
     
  14. jvvita

    jvvita Usuário


    Desde 4 Abr 2018
    São Paulo
    Depois de brigar demais com o driver de rede, e editar o .inf, consegui instalar. Mas não consegui fazer o foobar ou o hqplayer funcionar. Acho que os add-ons do optimizer são necessários.

    Mas ouvi o hqplayer no Windows 10, e a diferença é gritante. Vou investir nele primeiro, para depois passar para o optimizer. Parece fazer sentido, não?
     
  15. FelipeRolim

    FelipeRolim Breaking The Sound Barrier


    Desde 17 Ago 2008
    Quatiguá/Paraná/Brasil
    Algumas diferenças de benchmark entre a leitura do SSD e a leitura da memória RAM usada como disco virtual.

    01-June-2018_01-49.png 01-June-2018_01-49-2.png 01-June-2018_01-50.png 01-June-2018_01-51.png 01-June-2018_01-52.png 01-June-2018_01-53.png 01-June-2018_01-53-2.png 01-June-2018_01-54.png

    --------------------------------------------------

    Recentemente, precisei usar a imagem VHD sem fazer o carregamento para a memória RAM e encontrei dificuldades para fazer funcionar. Acabei encontrando um novo método, que funcionou bem. Vou descrevê-lo aqui, para registro e ajuda dos demais:

    1 - Baixar o arquivo ntboot.iso (http://c-dl.qiniudn.com/dl/NTBOOT.rar) e colocar no pen drive em que o GRUB4DOS está instalado;
    2 - Na linha de comando do GRUB4DOS, inserir a seguinte sequência

    map --mem /ntboot.iso (0xff)
    map --hook
    (0xff)/NTBOOT NT6=()/Nomedoarquivo.vhd
    boot

    Evidentemente, deve-se substituir o "Nomedoarquivo.vhd" pelo efetivo nome do arquivo com extensão .vhd.

    3 - Aguardar o carregamento normal e, se houver algum problema, lembrar de desabilitar a verificação de assinatura de driver.

    Abraço a todos.

    ---------------------------------------

    Em tempo: como estou usando a configuração de dois PCs (detalhes a relatar no tópico do JPLAY), acabei fazendo como o jvvita e fazendo o upload para a RAM diretamente do pen drive. Removi o SSD de dentro do PC dedicado, e junto dele o cabo SATA da Audiopheeling e o filtro da SOtM, desligando as conexões SATA diretamente na BIOS. Houve uma boa implementação na qualidade, e depois de fazer o carregamento (que leva 10 minutos), posso retirar o pen drive do computador e ele fica livre de conexões USB e, agora, SATA.
     
    Última edição: 21 Set 2018
    • 1
  16. FelipeRolim

    FelipeRolim Breaking The Sound Barrier


    Desde 17 Ago 2008
    Quatiguá/Paraná/Brasil
    Olá a todos. Postei o mesmo teor deste tópico em fóruns internacionais e me deparei com pessoas verdadeiramente engajadas em testar o RAMdisk com o Windows Server 2016. Percebi que o processo, mesmo para quem tem experiência, é bastante dificultoso, e por isso a intenção é sempre auxiliar ao máximo, e é o que efetivamente o farei.

    Pelo retorno que obtive de colegas estrangeiros, o manual que criei realmente funciona, mas o pessoal não tem encontrado na Internet o arquivo NTBOOT.iso a que me refiro no manual, e aparentemente não é toda versão do GRUB4DOS que está 100% funcional. Para facilitar, coloquei no Google Drive estes arquivos e compartilhei publicamente. Seguem os links:

    - GRUB4DOS: https://drive.google.com/drive/folders/1yi0bQQ5nkZtTi86HuIpfXnYwV0PS7JFJ?usp=sharing

    - NTBOOT.iso:


    Não sei se alguém daqui experimentou, mas caso tenham alguma dificuldade, permaneço à disposição. Abraço a todos.
     
    • 1
  17. FelipeRolim

    FelipeRolim Breaking The Sound Barrier


    Desde 17 Ago 2008
    Quatiguá/Paraná/Brasil
    O mesmo procedimento funciona com o Windows Server 2019. Por conta disso, vou alterar o título do tópico.

     
  18. FelipeRolim

    FelipeRolim Breaking The Sound Barrier


    Desde 17 Ago 2008
    Quatiguá/Paraná/Brasil
    Alguns relatos de pessoas que, seguindo o guia, conseguiram enviar o Windows para a memória RAM:

    "Felipe, its working!!! I see what you meant, extra clarity to all music free of charge [​IMG]"

    "Hello Felippe! Thank you for sharing this impressive information, on how to install WS2016 core in Ramdisk. It took me a while to understand the idea and philosophy on how to achieve all this. Finally, last night I managed to succeed. (...). Thanks a lot! Sound quality is **really*** impressive and much much better on my control PC. Cannot see the time to install the audio pc as well!"

    "Hi Felipie, Reporting back; after my Ram arrived yesterday I rebuilt a single PC in Server 2019GUI which is a very average PC i7 920 - now 16GB ram. Previous PC configurations have been single and Dual, Audiophole Optimiser has been central to this configurations along with Fidelizer. I've gone through each server iteration hearing the benefits of upgrading the Server 2012R2, 2016 now 2019 I tried windows 10. Server 2019 is by a significant margin the best SQ. Last night after transfering USB image to Ram = yes, the best sound heard yet in my system, allowing me to hear JPLAY femto even more the delicacy and slam is awesome. I recently changed from the Paul Pang v4 card to JCAT USB and JPLAY Femto software all feeding the PS Audio DirectStream it has never sounded this good.I will be returning back to a dual PC configuration (ControlPC Gui and AudioPC Core soon as I have built my new Audio PC) I want to tie together the Dual PC setup using the JCAT NIC femto cards, I'm expecting another SQ improvement following a Dual PC implementation both on server 2019 as RAM disk".

    Pelo visto é mais fácil fazer RAMdisk do que acertar o meu nome, hahahahaha. Acho que poucas pessoas tem um comprometimento sério com o áudio via computador, mas com certeza os que pretendem fazê-lo e podem ter 16GB ou mais de memória RAM disponível deveriam testar rodar o Windows diretamente dela...
     
    • 2
  1. Este site usa cookies. Se você continuar a usar este site, automaticamente concorda com nosso uso de cookies.
    Fechar Aviso