Anúncio do HT Forum

REMASTERS: do sonho ao pesadelo

Discussão em 'Música e Shows' iniciada por Progger58, 17 Ago 2010.

  1. Progger58

    Progger58 Usuário


    Desde 7 Mai 2004
    Campina Grande-PB
    Também faço minha a recomendação do Mário (Counterparts): Aerial, da Kate Bush, é um disco com ótima qualidade de gravação realmente. (y) :aplauso:
     
  2. antonio divin

    antonio divin Usuário


    Desde 19 Set 2009
    Belo Horizonte
    Ótimo Tópico!!!

    Depois de gastar um caminhão de dinheiro montando o sistema , agora tb tenho que me preocupar com a qualidade dos CDs.
    Tenho comprado muitos CDs importados , depois da longa espera , finalmente, a hora de ouvir.......a decepção!!

    A impressão que tenho , é que veio faltando algum integrante da banda.
     
  3. Marcosmika

    Marcosmika Usuário


    Desde 17 Mar 2004
    Garanhuns/PE
    [​IMG]


    Esse disco foi gravado ao vivo,mas parece ser em studio!:aplauso: a qualidade está excelente. No tempo paguei só 9,99 aqui no Hiper bompreço.:D

    abç
     
  4. Alecast

    Alecast Usuário

    1.493 2.952 171

    Desde 29 Dez 2014
    Brasília
    Pessoal, decidi reativar esse antigo tópico porque acho que ele é de interesse de todos os audiófilos que compram cds.
    Gostaria apenas de listar algumas bandas cujos cds hoje são mal masterizados e outras, que têm bons remasters.
    Observação: se você não tem uma boa aparelhagem de som, a qualidade das versões boas muitas vezes não será percebida, assim como a má qualidade dos remasters.

    Bandas mal remasterizadas:

    Iron Maiden: a série enhanced cd é uma negação. O "remaster" é de 1998 e a qualidade do som desses cds é nitidamente inferior às séries que eram produzidas antes de 1998. Lembro-me muito bem de substituir meu antigo Powerslave por uma versão "enhanced" e de, na primeira sentada, perceber que o som não era tão empolgante quanto a minha antiga versão. Na época fiquei desapontado e não sabia o porquê disso. Hoje sei que era a compressão do áudio, que havia matado boa parte da dinâmica natural do disco. Somewhere in Time e Seventh Son têm algumas das piores remasterizações que eu já ouvi. A solução para quem quer escutar Maiden com boa dinâmica é comprar versões anteriores à 1998, como, por exemplo, os picture discs da Castle e da EMI, de 1995.

    AC/DC: os digipacks que são encontrados hoje em todo lugar são uma negação. Soam alto, detalhados, sim, mas causam fadiga auditiva em pouco tempo quando escutados num volume médio ou alto. O encarte, entretanto, é excelente, muito bem feito e não pode ser encontrado em versões antigas. Ainda assim, se você preza por qualidade e gosta da banda, compre versões anteriores.

    Rush: outra banda cujos discos foram mal remasterizados, em 1997. São os chamados "Rush Remasters". Não são de todo ruins se tocados isoladamente. Se comparados às versões anteriores, entretanto, são nitidamente ruins. Uma das melhores séries que existem em cds para o Rush, tirando as MFSLs da vida, é a série "atom", que tem o símbolo de um átomo gravado nas mídias dos cds. Têm som bem neutro, natural, não exagera nos agudos, uma delícia. Procure cds da série atom ou até os originais americanos e fará uma boa compra.

    Ozzy Osbourne: a versão dupla do Diary of a Madman, que vem com um disco bônus, é bastante comprimida. Vale a compra pelo show que acompanha o disco bônus, mas não pelo som do cd principal. Tenho versões antigas da JET Records que são boas. Não são ótimas, mas boas. Recomendo.

    Mais tarde volto a postar para comentar sobre bandas cujos cds hoje têm boas remasterizações.

    Abraço!
     
    Última edição: 2 Abr 2018
    • 4
  5. Leo73

    Leo73 Usuário


    Desde 18 Set 2017
    Anápolis-Goiás
    Acho que o site abaixo já foi postado em outro tópico que fala sobre o mesmo problema da compressão dinâmica, mas como esse tópico fala sobre o mesmo assunto achei bom posta-lo aqui também. Antes de adquirir CDs é bom dar uma procurada lá:
    http://dr.loudness-war.info/
     
    • 2
  6. Alecast

    Alecast Usuário

    1.493 2.952 171

    Desde 29 Dez 2014
    Brasília
    OK, vou comentar um pouco agora sobre as boas remasterizações, porque elas também existem, ao contrário de algumas mentiras que são espalhadas por aí.

    Pink Floyd: essa nova série em formato digipak, lançada em 2011, que atualmente é comercializada em todas as lojas é, em geral, excelente. A versão remasterizada de Animals é, talvez, a melhor que já foi lançada ou, se não, não perde para nenhuma outra. A Saucerful of Secrets, Obscured by Clouds e Medley estão também entre as melhores coisas que já ouvi do Pink Floyd. James Guthrie é o responsável por essas ótimas remasterizações e não penso em substituir mais esses cds.

    Led Zeppelin: também em formato digipak, a nova coleção de remasters, lançada em 2014 e 2015, tem uma sonoridade fenomenal. A separação dos instrumentos e a nítidez em sua reprodução são o grande destaque. Led Zeppelin II veio remasterização com um grave muito forte (como o lançamento original deveria ter, em 1970, mas acabou não tendo) e as inúmeras fotos que vêm no encarte são inéditas e imperdíveis para qualquer fã. O ponto negativo é a maneira como os cds são guardados no digipak: coisa mal feita, porca e displicente. Alguns discos ficam muito apertados é há sempre o risco de serem arranhados quando retirados. Os meus estão guardados fora do digipak em envelopes individuais próprios para cds. Fica a dica.

    Beatles: podem falar o que quiserem, mas a série lançada em 2009, também em digipak, tem um som muito bom. O baixo de Paul, o chimbal de Ringo estão agora bem presentes e é possível admirar ainda mais o trabalho desses gênios. Nada de compressão excessiva, muito no lugar exato e encartes de luxo de dar água na boca.

    Kiss: a maioria eu adorei, alguns poucos não. Lick it Up, Creatures, Rock and Roll Over, Alive, The Elder são alguns que possuo remasterizados e, sinceramente, estão perfeitos, como na época em que eu escutava essas obras em vinil, num passado sem cds. Destaque para o Rock and Roll Over: as guitarras de Stanley e Frehley, o agogô de Criss em Ladies Room... putz, os caras, para mim, estão lá no meu quarto, tocando ao vivo na minha frente, toda vez que toco esse cd. Hotter than Hell não tem jeito, soa ruim também nessa série remaster. Esse álbum sempre foi uma grande lástima em termos de sonoridade, o que me deixa extremamente frustrado, porque a capa é uma das melhores do Kiss, seu projeto gráfico, muito criativo, e as músicas são quase todas foda, coisa nota 10. Infelizmente, a produção do disco foi conduzida por engenheiros amadores, que não tinham ideia do que fazer, e, se o material original não é bom, não há mágica que resolva.

    Black Sabbath: foram remasterizados em 2016 os três primeiros álbums em edições duplas deluxe. Amigo, se você não acha o som desses cds uma obra-prima, sugiro que obtenha novo par de ouvidos. Ponto final!
     
    Última edição: 2 Abr 2018
    • 3
  7. Walden

    Walden Usuário

    68 89 13

    Desde 5 Abr 2012
    Belo Horizonte
    Ultimamente, arrumei um tempinho e tenho escutado música durante o dia, com o volume mais alto.

    Realmente, muitos remasters causam esta fadiga, incomodam, fica cansativo.
    Então você pega o cd antigo, aumenta o volume e deixa o som rolar, com muito mais dinâmica e distribuição sonora.

    Lamentável o que esta turma anda fazendo com o loudness, ao invés de se preocuparem em manter a originalidade e fidelidade da gravação.
     
    • 1
  8. Luandumonza

    Luandumonza Clube do Compact Disc

    4.470 5.481 383

    Desde 9 Mar 2018
    São paulo
    Cara valeu pela informação queria mesmo pegar esses CDs do Pink Floyd mas como eram remaster fiquei com pé atrás, sobre os do Black Sabbath essas edições duplas são da remaster de 2012?, e você já ouviu algum cd do queen de remaster tbm de 2011? É sempre bom ter experiências sobre qual remaster ficou legal antes de comprar, em todo caso aquilo que não tenho certeza acabo procurando CDs de época mesmo, pra não correr risco de pegar um remaster e se arrepender.
     
  9. marcio1965

    marcio1965 Usuário


    Desde 16 Abr 2009
    Florianópolis/sc
    Os remaster do Supertramp e do Bob Marley são muito bons. AC/DC prefiro em vinil, os cds são cansativos. Assim como KISS também.
     
  1. Usamos cookies próprios e de terceiros para dar um melhor serviço e mostrar publicidade. Ao continuar, aceita o seu uso.
    Fechar Aviso