Terraplanismo, um assunto para quem pode perder tempo

Discussão em 'Zona Livre' iniciada por Jonas Negreiros, 16 Abr 2017.

  1. Skyzytuz

    Skyzytuz Usuário Muito Ativo

    8.016 3.342 113

    Desde 6 Jun 2005
    Juiz de Fora
    Sim, vc transmitiu a idéia certa.

    O giroscópio pode ser entendido como um sensor de gravidade. Como em qualquer ponto da superfície de uma esfera a gravidade será a mesma, não interessa pra onde vc vá, para o giroscópio qualquer ponto é igual ao outro e obviamente ele nunca vai virar de cabeça para baixo ou para qualquer lado.
     
  2. Jonas Negreiros

    Jonas Negreiros Usuário Muito Ativo


    Desde 2 Nov 2008
    jundiaí/sp/brasil
    O giroscópio é um disco giratório que, por efeitos inerciais, "memoriza" o plano que foi fixado assim que atingiu a velocidade máxima de rotação.

    Se o plano de rotação do disco é sempre o mesmo, quando uma nave dá uma volta em torno da Terra, o giroscópio da nave mantém-se no plano original, mas relativamente, dá um giro em um de seus eixos, em sentido contrário ao de rotação da nave.
     
  3. FMtaue

    FMtaue Usuário Muito Ativo


    Desde 21 Mai 2005
    São Paulo
    De uma certa forma, sim, o instrumento completa a cambalhota ao completar a volta a Terra.
     
  4. PH7

    PH7 Usuário Muito Ativo

    Poderia explicar melhor em que momento o instrumento horizonte artificial dá uma volta sob si mesmo, em uma rotação de 360 graus ?
     
    #44    
  5. Jonas Negreiros

    Jonas Negreiros Usuário Muito Ativo


    Desde 2 Nov 2008
    jundiaí/sp/brasil

    O brinquedo do vídeo é baseado em giroscópio mantém o eixo do pião sempre no mesmo plano. O bamboleio, em parte, é devido perda de rotação e principalmente por um fenômeno chamado precessão.
    Esse é um dos motivos por que a bicicleta torna-se mais está quando as rodas giram rapidamente.

    Abaixo, outro vídeo mais bem elaborado:
     
  6. PH7

    PH7 Usuário Muito Ativo

    Este é o instrumento horizonte artificial. Como, e em que momento, ao dar uma volta completa na terra, ele dá uma cambalhota, ou melhor dizendo, um giro de 360 graus sobre si mesmo?

    images.jpeg
     
    #46    
  7. Jonas Negreiros

    Jonas Negreiros Usuário Muito Ativo


    Desde 2 Nov 2008
    jundiaí/sp/brasil
    Estou enviando um vídeo que demonstra o instrumento aberto e em funcionamento:



    Imagine agora um avião que parte de Londres e segue o meridiano de Greenwich em direção ao polo norte. À partir daí, vai para o sul pelo meridiano oposto.
    Ao chegar ao polo sul, segue em direção a Inglaterra pelo mesmo meridiano de Greenwich.


    [​IMG]

    Quando o avião faz essa viagem, dá uma cambalhota em torno de si, pois mantém a barriga sempre voltada para a superfície terrestre.

    Se o avião sempre abaixa o nariz para seguir esta rota definida, o piloto terá a sensação de que é o horizonte artificial sobe e dará uma cambalhota completa no final da viagem. Isso é apenas uma questão de referencial adotado.

    Logo, se não há nenhum limitador de inclinação no giroscópio, devo admitir que o entrevistado do primeiro vídeo, que abre essa ignóbil série terraplanista, está totalmente coberto de razão. O cara visitou um fabricante do instrumento e ficou sabendo que não há nenhum compensador eletrônico para evitar esse efeito.

    Por que então o giroscópio não dá uma cambalhota, conforme esperado?
     
    Última edição: 20 Abr 2017
  8. Ivanpetro

    Ivanpetro Cylon


    Desde 2 Jul 2005
    S.P./ Brasil
    Seguindo sua "lógica", eu pergunto: por que os chineses não caem do planeta se eles estão de cabeça para baixo?

    Francamente, eu repito: o fato da terra ser redonda foi provado há 500 anos por marinheiros analfabetos.

    Não precisa de Einstein para isto.

    Realmente este tópico é pura perda de tempo. Não sei porque ainda voltei aqui.
     
  9. jctreme

    jctreme TREME


    Desde 8 Mar 2008
    São Paulo
    De minha parte, acho que é porque é sempre instigante você ver e analisar opiniões contrárias, por mais estapafúrdia que sejam ou que pareçam.(y)
     
  10. Skyzytuz

    Skyzytuz Usuário Muito Ativo

    8.016 3.342 113

    Desde 6 Jun 2005
    Juiz de Fora
    Pô Jonas, é mais do que óbvio que o avião NUNCA estará de cabeça pra baixo em relação ao planeta, só na sua cabeça. E o avião NUNCA tem que "abaixar o nariz" para manter a rota em torno da terra, isso é completamente falso e tão absurdo quanto substituir o avião por um carro na figura e dizer que um carro precisa "descer" o tempo todo para dar a volta na terra.

    Vc quer responder uma pergunta sem sentido pois parte de uma premissa absurda, inválida, claro que nunca achará resposta.

    Se vc é incapaz de entender a besteira que está inventando, paciência.
     
    Última edição: 21 Abr 2017
  11. PH7

    PH7 Usuário Muito Ativo

    Desculpe Jonas, mas não sei qual é o mais Hilário. Se o avião descendo, subindo, ou de cabeça para baixos :D
     
    #51    
  12. Jonas Negreiros

    Jonas Negreiros Usuário Muito Ativo


    Desde 2 Nov 2008
    jundiaí/sp/brasil
    Hilário, por que não?

    Quando o avião faz a circunavegação num planeta esférico, a nave dará uma volta em torno de seu centro de massa quando completar a sua viagem.

    O avião decola está na posição direita; voa em sentido sul-norte e pousa no sentido sul-norte, também.

    [​IMG]

    Essa imagem e todos os pontos de voo do avião somente podem ser observados de um satélite geo-estacionário em órbita no equador, próximo das Grandes Antilhas, porém distante de 30.000 km da superfície de uma terra esférica.

    Quando o avião atinge a altitude de cruzeiro, isto é: manterá uma distância fixa em relação ao centro de uma terra esférica, o avião não sobe e nem desce; ele mantém-se paralelo à tangente projetada no solo terrestre.

    Se o avião dá um giro de 360 graus em torno de seu centro de gravidade numa volta em torno de uma terra esférica, isso não acontece com o giroscópio ajustado em solo, em Londres. Logo, o giroscópio manterá o seu eixo apontado para o mesmo plano memorizado no momento da decolagem.

    Para o piloto à bordo, ele constatará que o giroscópio dará um giro completo em torno de seu eixo quando completar sua viagem de circunavegação numa terra esférica.

    Uma pura questão de relatividade de movimentos...

    ...É tão difícil de entender isso?!
     
    Última edição: 21 Abr 2017
  13. Skyzytuz

    Skyzytuz Usuário Muito Ativo

    8.016 3.342 113

    Desde 6 Jun 2005
    Juiz de Fora
    É, de fato é perda de tempo este tópico...:o
     
  14. fsbisca

    fsbisca Music, Movies and Cars. But family above all.


    Desde 7 Fev 2007
    Campinas-SP
    A discussão mais produtiva seria a de melhor recomendação de tratamento psiquiátrico pra quem aparece com essas teorias conspiratórias...
     
  15. Jonas Negreiros

    Jonas Negreiros Usuário Muito Ativo


    Desde 2 Nov 2008
    jundiaí/sp/brasil
    Pelo jeito, ninguém entendeu minha explanação.
    Condenam-me sem apontar o erro da minha interpretação.

    Desarmem-se de preconceitos e analisem a questão à partir do ponto de vista do satélite geo-estacionário. Lembrem-se: o satélite dá uma volta em torno de uma terra esférica a cada 24 horas.
    Para quem está nas Antilhas, o satélite parece parado.

    PARA QUEM ESTÁ NO SATÉLITE, PARECE QUE A TERRA ESFÉRICA ESTÁ PARADA.

    Pela teoria heliocêntrica, o satélite dá uma volta em torno da Terra a cada 24 horas e dá uma volta em torno do sol a cada 365,25 dias.

    Encontrei um tesouro no lixo da doutrina terraplanista.
    Por que o giroscópio não dá cambalhota?

    Vamos fazer fazer a lição de casa antes de pensar que a proposição dos terraplanistas é ridícula.

    Entendam assim:

    A posição memorizada pelo do giroscópio, acreditem se quiser, é absoluta em relação ao éter!

    (Acabo de reacender uma polêmica secular com o lobby einsteniano) :D

    [​IMG]

    Vista da trajetória do avião, à partir do satélite geoestacionário.

    Como o avião faz a volta na Terra esférica numa velocidade de cruzeiro de aproximadamente 800 km/h, a circunavegação completa, sem escalas, dura:

    40.000 km/800 km/h = 50 horas

    Pode ser, por motivo de alto atrito dinâmico nos pivots do giroscópio, esse "giro virtual" de 360 graus/50 horas, isto é: o avião baixa o nariz a 7,2 graus por hora e esse movimento não é detetado pelo giroscópio de bordo, pois seu eixo é torcido junto com o corpo do avião.

    Logo, o terraplanistas superestimam a sensibilidade e a capacidade de leitura dos giroscópios usados nos instrumentos de horizonte artificial, de modo que é impossível provar que a Terra é plana através dessa verificação.
     
    Última edição: 21 Abr 2017
  16. jctreme

    jctreme TREME


    Desde 8 Mar 2008
    São Paulo
    Essa estória de Terra plana me faz lembrar uma explicação de matemática (acho que foi no programa da Hebe Camargo, faz tempo!!!) em que o palestrante fazia um cálculo enorme em uma lousa e no final, de tantos cálculos, ele chegava ao incrível resultado de que um número era igual a outro diferente, por exemplo:- 2 = 3, ou 5 = 4, etc.
    Algo assim.
    Deixava a plateia boquiaberta.
    Possuidor de uma retórica e uma presença de palco fabulosa ele "vendia" sua ideia sobre as coisas inexplicáveis desse nosso mundo e porque a matemática é uma ciência para poucos.
    Só que, não.
    O truque era que ele, naquele emaranhado de números e naquela falação e movimentação frenética que fazia no palco, no meio da equação, fazia uma divisão por ZERO e passava batido.
     
    Jonas Negreiros agradeceu.
  17. Jonas Negreiros

    Jonas Negreiros Usuário Muito Ativo


    Desde 2 Nov 2008
    jundiaí/sp/brasil
    jctreme,

    Rogo um pouco de boa vontade de sua parte.

    Acompanhe o seguinte raciocínio:

    O avião a 800 km/h precisa baixar o nariz à razão de 7,2 graus por hora. Caso isso não acontecer, o avião passará a voar num paralelo superior (a altura de 30 mil pés ou 10 km) da tangente terrestre.

    Em outras palavras, o avião escapará pela tangente e rumará para o espaço sideral.

    [​IMG]

    Isso não acontece, entre outras coisas, porque o motor perderá rendimento por falta de oxigênio e o avião manter-se-à a uma altitude limitada por sua restrição de potência de impulsão.

    Ok, ele poderá manter-se paralelo à mesma tangente, mas a tangente terrestre esférica muda a cada centímetro de avanço na viagem do avião. A tangente terrestre muda (gira) 360 graus numa viagem de circunavegação da nave.

    Isso vale também para andarilhos que resolverem dar uma volta na Terra à pe.

    Se saírem do Brasil, ao chegar no Japão, a cabeça do andarilho estará 180 graus deslocada em relação ao ponto de partida. Uma cambalhota de 180 graus...
     
    Última edição: 21 Abr 2017
    jctreme agradeceu.
  18. PH7

    PH7 Usuário Muito Ativo

    Para com isso Jonas. Você deve estar de gozação com este negócio do avião.

    É tudo questão do referencial, do observador e da velocidade.

    Agora você já está em um satélite geo-estacionário a 30.000 kms da terra olhando para o avião. Antes você estava dentro do avião dando uma volta na terra.

    Desse jeito fica difícil. Você vai mudando o observador de lugar a seu bel prazer para justificar o injustificável.

    E para piorar mais ainda, você me ressuscita a teoria do éter :

    " Vamos fazer fazer a lição de casa antes de pensar que a proposição dos terraplanistas é ridícula.

    Entendam assim:

    A posição memorizada pelo do giroscópio, acreditem se quiser, é absoluta em relação ao éter! "

    Me diga, quem em sã consciência vai mesmo acreditar que a posição memorizada pelo giroscópio é absoluta em relação ao éter ?

    Você não está tentando agora formular uma nova teoria da existência do éter, está?
     
    #58    
  19. Jonas Negreiros

    Jonas Negreiros Usuário Muito Ativo


    Desde 2 Nov 2008
    jundiaí/sp/brasil
    Qual o problema PH7?

    A ausência de evidência não é evidência da ausência.

    Aceito o éter, e daí? As experiências de Cahill, físico australiano, apontam para alguma coisa parecida com o éter.

    A física quântica não funciona com tempo relativo, funciona com tempo absoluto. Para os cientistas quânticos, espaço é "alguma coisa" que contém "alguma coisa dentro". Seria o éter?!

    Confesso que estou com dificuldades em explicar a cambalhota do instrumento horizonte artificial.

    [​IMG]

    Vou fazer mais uma tentativa...

    Muito bem, pegue um giroscópio e faça uma caminhada reta, a pé. Carregue giroscópio sempre na mesma posição em relação ao Centro da Terra, Saia do equador e siga para o norte, do norte para o equador, do equador para o sul e depois do sul para o equador.

    Se a Terra é esférica, você andarilho perceberá que, ao fim da caminhada, o giroscópio terá dado uma volta completa (uma cambalhota) em torno de seu pivot de sustentação horizontal.

    [​IMG]

    No modelo terrestre esférico os japoneses, em relação aos brasileiros, estão de cabeça para baixo, pois não?
     
    Última edição: 21 Abr 2017
  20. Jonas Negreiros

    Jonas Negreiros Usuário Muito Ativo


    Desde 2 Nov 2008
    jundiaí/sp/brasil
    Um chinês resolveu dar uma volta pelo mundo (esférico) à pé.
    Colou na ponta do chapéu um giroscópio.

    [​IMG]

    Perguntas:

    Qual das posições do chinesinho tem sua cabeça para cima?

    O que o chinês pensa que acontece com o giroscópio em cada fase da viagem?